Dúvida sobre os mortos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Nov 16, 2011 6:33 pm

Grande Ricardo,

Que a paz de Jesus esteja no seu coração !!!

É muito pertinente essa questão que você levanta no nosso fórum. Antes de tentar contribuir com essa discussão, como a citação que você transcreveu é do Antigo Testamento, julgo necessária uma revisão dos conceitos da morte do homem antes e depois da vinda de Jesus, concepções estas, respectivamente inerentes ao Antigo e ao Novo Testamento. Esta revisão nos ajudará muito a compreender melhor a comunhão da Igreja nas suas três dimensões.

Mais tarde eu coloco alguma coisa, pois tenho que voltar ao trabalho.

Fiquemos com Deus !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Binhokraus em Qui Nov 17, 2011 9:30 am

Veja bem, após a morte não há salvação para os que já estão condenados. Voltamos ao assunto já abordado recentemente em outro tópico. Para os que estão no purgatório não rezamos para que se salvem, estes já estão salvos e apenas se purificam de seus pecados para estarem diante de Deus Santo. Nossa oração para estes é com o intuito de abreviar sua permanência no purgatório, nesse sentido tem valor muito especial as indulgências plenária e parcial que a igreja como mãe e mestra nos oferece e que podemos tomar para nós ou oferecer por uma das almas do purgatório, que, ao ser agraciada recebe perdão de total e pode entrar finalmente na morada celeste. E para os que já foram condenados, mesmo que ofereçamos orações sacrifícios e tudo que é lícito diante de Deus, de nada valeria, pois já estão condenados.

Mas como sabemos se uma pessoa está salva ou no purgatório ou no inferno?

Não temos como saber. Então se rezamos por alguém que já está no céu e não mais no purgatório nossa oração é vã?
De forma alguma. Deus em sua infinita misericórdia acole nossa oração, nossa entrega e tempo gasto, e direciona para uma alma que precisa mais. O mesmo acontece quando oramos para alguém que já está condenado e esta no inferno. Não temos como saber, e infelizmente para este a misericórdia de Deus não pode mais alcançar. Aqui entra uma coisa que certa vez eu ouvi e que me parece fazer bastante sentido. O inferno nada mais é que a ausência de Deus. Um lugar aonde a pessoa não sente mais a graça e a misericórdia de Deus mas sabe que mesmo ela estando lá, por escolha própria, Deus não deixa de ama-la, mesmo que ela não possa mais sentir esse Amor de Deus.

Espero que isso traga luz a seus questionamentos, e se falei alguma bobagem, logo, logo o Pe. Anderson há de me corrigir! ^^

Permaneça em Deus.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Nov 18, 2011 6:31 am

Caro Ricardo,

Este tema é envolto em uma certa complexidade, de maneira que essa complexidade o torna instigante para mm.

Penso, conforme afirmei na minha ultima postagem, que a compreensão dessa questão está atrelada aos conceitos de morte no Antigo e no Novo Testamentos, ponderando-se os aspectos congruentes e divergentes e, ainda, levando em conta os processos históricos, culturais e antropológicos, dentre outros aspectos que aqui tentarei aprofundar um pouco mais.

O Antigo Testamento nos apresenta um certo desenvolvimento na concepção da morte de acordo com o pensamento israelita. Este desenvolvimento não é progressivo, visto que o conceito de morte que se encontra no Eclesiástico não é muito diferente do que se encontra nos cinco livros do Pentateuco. Neste contexto, a idéia de morte que prevalece no Antigo Testamento é a de que a morte se constitui essencialmente em um fim.

Esta concepção hebraica da pessoa humana mais como ser animado do que como espírito encarnado faz com que o fim do "animus" se manifeste como o fim de toda a atividade vital. Assim, quando uma pessoa morre, o "espírito" se afasta e o defunto continua a existir como ele mesmo ou na sua essência (NEFESH), no Xeol, incapaz de qualquer atividade ou passividade humana.

O morto não toma parte do culto divino (Sl 6,6; 30,10; 88,11; 115,17; Is 38,11.18). É neste quadro de fé veterotestamentária que Jesus diz que Deus não é um Deus dos mortos, mas sim dos vivos (Mt 22,32; Mc 12,27; Lc 20,38). A morte é aceita como o fim natural do homem (2Sm 14,14).h
CONTINUO MAIS TARDE... Chegou a hora do trabalho !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Nov 18, 2011 8:23 am

CONTINUANDO....

A morte ideal é aquela que sobrevém na plenitude da velhice, com as faculdades ainda intactas (Jó 21,23-24; 29,18-20). Quem morre nessas condições ideais, o faz de modo fácil e rápido e desce em paz ao XEOL (Jó 21,13), não sendo vítima de morte prematura nem de uma longa doença degenerativa ou destruidora, ou seja, de uma morte com alma amargurada (Jó 21,25). O significado do relato do paraíso (Gn 2,3) é o de que a morte é conseqüência da queda primitiva, uma vez que o homem não foi criado por Deus para ser um ser mortal.

Na concepção desse relato, o homem alcançaria a imortalidade nutrindo-se com o fruto da árvore da vida, mas depois da queda, o homem ficou privado dele.

A crença de que a morte é conseqüência de uma queda primitiva não se reflete no Antigo Testamento antes de Eclo 25,24. Por vezes, o Antigo Testamento nos apresenta um sopro de esperança de que a morte não é um fim como aparenta ser. Desta forma, o salmista se rejubila no Senhor, porque este não o abandonará no Xeol e não permitirá que o seu corpo experimente a corrupção (Sl 16,9) e que Deus o redimirá do Xeol. Estas expressões não são raras nos Salmos, mas de um modo geral, não significam nada mais do que a preservação de uma morte imprevista ou prematura. Entretanto, o contexto desses salmos parece superar essa concepção particular, tendo-se a impressão de que implica todo o problema da vida e da morte, de modo muito especial no Salmo 49.

Ainda mais clara é a certeza do salmista quando afirma que a sua porção será somente Iahweh tanto na terra quanto no céu (Sl 72,23-25). Com efeito, se as promessas de Iahweh e a ternura do seu amor são eternas, de alguma maneira, o fiel israelita deverá experimentá-las.

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Nov 18, 2011 9:10 am

CONTINUANDO...

A concepção israelita da morte sofreu muitas influências do mito cósmico da criação, mito este que deu consistência a vários aspectos do pensamento dos israelitas. A luta entre a órdem e o caos e entre a luz e as trevas, também se constituira em uma luta entre a vida e a morte.

Nos antigos mitos semíticos da criação, a vida e a morte venciam alternadamente essa luta. Entretanto, na fé hebraica, não se podia aceitar a idéia de que Deus não tivesse poder e vontade suficientes para superar as forças do mal. Assim, não se podia nem mesmo admitir a idéia de que Ele não vencesse a morte. No mínimo, a morte não podia atingí-lo, de maneira que, desenvolvendo-se a fé na vitória final de Deus sobre as forças das trevas, do mal e do caos, desenvolvia-se também, sob a ótica da fé, a idéia de uma superação da morte.

Esse desenvolvimento só aparece tardiamente na fé do Antigo Testamento. Não se encontra nenhum traço seguro de uma fé clara na ressurreição dos mortos antes do segundo século anterior a Cristo, conforme nos relata o Livro de Daniel.

A imortalidade da alma a que se refere o Livro da Sabedoria é uma produção do judaismo alexandrino. Na realidade, constitui um elemento estranho à fé hebraica, não tendo sido assimilada em todo o Antigo Testamento.

Em suma, na concepção do Antigo Testamento, a morte era tratada como o fim da vida humana, não levando em conta a imortalidade do espírito que diferencia o homem dos outros animais e o define como, para além da imagem, à semelhança de Deus (Gn 1,27).

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Nov 19, 2011 4:25 am

CONTINUANDO...

O Novo Testamento acrescenta a esta fé a idéia explícita e clara de que a morte é uma conseqüência e um castigo do pecado. Esta fé é afirmada de modo mais claro em Rm 5,12-21. Neste texto, São Paulo nos mostra amplamente o paralelo entre a morte de muitos pelo p ecado de um só (Adão) e a vida de muitos pela justiça de um só (Jesus).

O original começa com um "como" que termina em anacoluto, sem o membro correspondente, como se São Paulo se detivesse para limpar o terreno antes de chegar a sua afirmação central. Contudo, já no primeiro versículo, deixa estabelecido um fato "por um homem entrou", sem tentar explicá-lo; também afirma sem mais a vinculação entre pecado e morte (cf. 1Jo 4,10). Todos pecaram, também pessoalmente (Rm 2,12; 3,9.23; 1Cor 6,18; Ef 4,26), de maneira que, ainda que o pecado se difunda como um contágio, não é uma fatalidade, e sim uma responsabilidade (cf Tg 1,13-15).

Segundo o que está escrito no terceiro capítulo do livro do Gênesis, Adão recebeu e violou um preceitopositivo: "Não comais...". Mas isso não é a lei a que São Paulo se refere. A imputação de um reato supõe uma lei promulgada, ou não é um reato. Assim, São Paulo nos apresenta o julgamento dos fatos descritos em Gn 3,14-19. Aqui, a oposição é julgamento/perdão. Se a palavra "delito" (paráptoma - no grego), cuja etimologia é "queda mais além" e se assemelha a transgressão, seu oposto não é manter-se de pé, e sim receber um favor que, por vir de Deus e ser concedido por meio de Cristo, supera imensamente a "queda" humana. É neste sentido que no versículo 17 São Paulo afirma que os que receberam este favor reinarão, deixando claro que, os sujeitos do verbo "reinar" se opõem assimetricamente: de um lado "a morte", do outro lado "os vivos" que receberam uma "justiça gratuita". Por ultimo, na conclusão do texto, São Paulo nos mostra que onde proliferou o delito, transbordou a graça que, por meio de Jesus Cristo, garante ao homem "REINAR PELA JUSTIÇA PARA UMA VIDA ETERNA".

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Nov 23, 2011 5:17 am

CONTINUANDO...

São Paulo afirma que todos morremos em Adão, mas que todos fomos trazidos de volta à vida em Cristo (1Cor 15,22).

Um segundo elemento da concepção da morte no Novo Testamento é constituido pela afirmação de que Jesus superou a morte com a sua própria morte. A morte foi o ultimo inimigo que Cristo teve que superar (1Cor 15,25-26).

Cristo despojou a morte de seu poder (2Tm 1,10) e destruiu pela morte o dominador da morte, o diabo (Hb 2,14).

A Lei do Esírito na vida em Jesus Cristo nos libertou da lei do pecado e da morte (Rm 8,2).

Cristo morreu e ressuscitou para ser Senhor dos mortos e dos vivos (Rm 14,9). Assim, ressuscitado dos mortos, Cristo não morre mais e a morte não tem mais domínio sobre Ele (Rm 6,9).

Um só morreu por todos e, por conseguinte, todos morreram: mas Ele morreu por todos a fim de que aqueles que viveram não vivam mais para si, mas para Aquele que morreu e ressuscitou por eles (2Cor 5,14-15).

Como Jesus se humilhou até a morte, o Pai lhe conferiu glória e honra (Fl 2,5-7).

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Nov 23, 2011 6:19 am

CONTINUANDO...

O cristão experimenta a vitória de Jesus sobre a morte PARTICIPANDO PESSOALMENTE DA MORTE DE JESUS. Este conceito é amplamente desenvolvido por São Paulo (Rm 6,2-5). Batizado na morte de Jesus, o cristão ase torna apto para, nessa condição, poder ressuscitar com Jesus para a nova vida. Participar da morte de Jesus sinifica TORNAR-SE UMA COISA SÓ COM ELE (Rm 6,5).

O veho homem foi crucificado; mas, se morremos com Cristo, também viveremos com Ele (Rm 6,8). Estamos mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus (Rm 6,11). Se vivemos segundo a carne, morremos; mas, se pelo Espírito fazemos morrer as obras do corpo, então vivemos (Rm 8,13).

São Paulo foi crucificado junto com Cristo; por isso já não é ele que vive, mas sim Cristo que vive n'ele (Gl 2,20). Assim, São Paulo está crucificado para o mundo, e o mundo está crucificado para ele (Gl 6,14).

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 24, 2011 4:43 am

ONTINUANDO...

A fé em Jesus não liberta o homem da morte, mas lhe dá a convicção de que não morrerá para sempre (Jo 11,26). Logo, a morte física não é o fim do homem, mas uma passagem, um momento apenas.

Participar da Eucaristia, da comunhão com o Corpo e com o Sangue de Jesus, significa não perecer, mas viver eternamente (Jo 6,50-51).

Paralelamente ao conceito de vida eterna, aparece também o conceito de uma "segunda morte" (Ap 2,11; 20,6.14;21,8), pela qual se é privado da vida eterna com Cristo na glória do Pai.

Os cristãos que morreram são "mortos em Cristo", mas ressuscitarão com Cristo para a vida eterna com Ele (1Ts 4,13-18).

CONTINUO MAIS TARDE !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 24, 2011 5:41 am

CONTINUANDO...

Compreendidos os conceitos de morte inerentes ao Antigo e ao Novo Testamentos, ou seja, antes e depois de Cristo, quero retornar a primeira postagem deste tópico:

"Está em Eclesiástico 38,22: "Não continues recordando o morto, pois não há volta: em nada o ajudarás, e a ti mesmo prejudicarás." Este versículo reprova a oração pelos mortos?" (ricardo_gabriel)"

Em primeiro lugar, tenho que afirmar que não podemos tomar um versículo isolado das Sagradas Escrituras para expressar todo um conhecimento sem considerar o sentido pleno das mesmas Escrituras. Principalmente no Antigo Testamento, muitas passagens têm cunho puramente cultural ou histórico, não traduzindo a totalidade ou a integralidade do objeto de estudo.

De acordo com a concepção histórica da morte no Antigo Testamento, sendo a morte considerada como um fim, e não havendo a crença nem a certeza da ressurreição, nada fazia sentido que fosse feito para além dos funerais, repeitados os respectivos rituais, conforme narra o próprio texto proposto nos versículos que vão de 16 a 23.

Naquele contexto histórico e cultural, o que era inevitável para um morto não podia ser prejuizo para um vivo. Por essa razão é que o texto desaconselha a recordação obsessiva e deprimente, cujo cunho está num adágio que nos é muito conhecido: "hoje ele está morto... amanhã estarei eu".

Sem a certeza da ressurreição, não poderia ter outro pensamento e, por esta razão, é que a lembrança excessiva dos mortos era considerada um prejuizo para os vivos, ponderando-se ainda que, naquele contexto, se a morte era tida como o fim do homem, restava aos que ficaram apenas aceitarem a perda, conformarem-se com a realidade do homem finito.

É a partir dessa concepção do homem finito que o texto se refere a lembrança do morto como aflição que acarreta a morte, sofrimento interior que abate as forças do homem, desgraça que prolonga o sofrimento e aflige o coração.

Com a vinda de Jesus, toda essa concepção cai por terra !!!

CONTINUO MAIS TARDE !!!





avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por RenatoPaulo em Qui Nov 24, 2011 6:30 am

Ora bem,em cima esta escrito:
"Não continues recordando o morto, pois não há volta: em nada o ajudarás,e a ti mesmo prejudicarás."
Nao devemos portanto confundir "recordando"com "oração".

Claro que uma pessoa deve orar por quem morreu,porque toda a Alma do purgatorio necessita de oracoes.

Quanto a frase de cima sobre recordar os mortos,aqui existe misterio!
Vou tentar explicar:
Se uma pessoa for forte na Fé e estar conseguindo se "abrir"espiritualmente,acreditando 100%em Deus,entao sim pode recordar os mortos porque sabe que eles estao bem melhores(ou piores)que nós que habitamos ainda temporariamente na carne.
Nós de facto nos alegramos porque sabemos que eles(os mortos)estao bem perto ou quase perto de Deus.Assim mostramos um amor verdadeiro por eles e sobretudo por Deus.
O nosso amor passa a ser verdadeiro,porque deixa de ser um amor egoista.
Digo egoista,porque muitas vezes ao dizermos que amamos alguem,estamos apenas a querer nossa atencao ou simplesmente nao queremos estar sozinhos.
Mas assim recordando os mortos e continuar a ama-los,estamos sendo verdadeiros e aproximamo-nos mais de Deus.Temos pois a prova de que nosso amor é verdadeiro.
Amamos e recordamos,nao por egoismo,mas sim com um amor puro e genuino.

Mas continuando com a frase em cima:
"...e a ti mesmo prejudicarás."

Aqui Deus nos da um aviso!
Deus nos diz que nos prejudicaremos,se formos fracos na Fé.
E todo aquele que é fraco na Fé,tambem se torna muito vulneravel e perturbado emocionalmente.
Esses nao conseguem visualizar o "morto"perto de Deus,mas na realidade apenas o conseguem ver morto,ou seja num grande buraco onde estao enterrados os ossos do defunto a apodrecer.
Tambem nesses habita o espirito do egoismo,porque apenas amaram o falecido(a)corporeamente porque ou foi um grande amigo(a) ou um familiar.De facto nunca souberam associar essa pessoa que os deixou com Deus.
Depois tambem existem aqueles que com a morte de alguem,deixarao de ter uma certa atencao ou uma certa ajuda...e cairao num abismo profundo,porque na verdade estao mais pensando em si mesmo,do que no morto.
Por isso Deus nos diz:
"...e a ti mesmo prejudicarás."

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por RenatoPaulo em Qui Nov 24, 2011 7:15 am

"Não continues recordando o morto, pois não há volta: em nada o ajudarás, e a ti mesmo prejudicarás."

Voltando a esta frase.
Mas que maravilha de frase!!

Se estivermos bem atentos aos mandamentos e instrucoes de Deus,perceberemos que de facto o fazer parte do corpo da Igreja Catolica,mergulhamos na verdadeira essencia,isto é sentimos o poder do Espirito Santo em nós.
Aquele Santo Espirito,que nos ensina tudo!
Esta frase acima,de facto é mais um dos muitos avisos fraternos que Deus nos dá.
Deus nos fala como Pai.Deus é nosso Pai!
Ele de verdade nos diz isto:
Meus filhos,nao recordeis o homem morto,porque o homem ao pó da terra retorna.Recordai sim,seu espirito,porque junto de mim habita.
O corpo do homem que recordais morreu,mas o novo corpo que Eu criei para se juntar a seu espirito,esse nao o podeis recordar,porque ainda nao o conheceis.

Nosso Pai do Ceu nos diz,para nao olharmos o simples homem morto que retornou ao pó da terra,porque pudemos nos prejudicar.
Devemos sim antes de tudo aceitar este conselho do Pai "...em nada o ajudarás, e a ti mesmo prejudicarás."
Aqui Deus nos chama de filhos!

Aqui Deus,nosso Pai nos fala e nos da um conselho bem visivel.
Com esta,uma das muitas milhares de provas que Deus nos da,apenas temos uma coisa a fazer:
Arrependermo-nos de todo o mal que fizemos e seguir em frente.
Um mundo magnifico e imcompreensivel para todo o olho humano espera por nós.

Acreditem!Para assim nao nos prejudicarmos

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por RenatoPaulo em Dom Nov 27, 2011 5:54 pm

Sabe qual é seu problema?
Vc antes prefere dar ouvidos a dementes e depois nota-se o resultado.Vc mistura alhos com bugalhos!Mistura tuneis com trombetas,trombetas com marmeleiros,marmeleiros com figueiras,figueiras com apocalipses,apocalipses com apocalipto,apocalipto com Mel Gipson,Mel Gipson com Joões,Joões com Mateus,Mateus com Judas,Judas com pauliteiros,pauliteiros com formigueiros,formigueiros com panelas,panelas com pastores,pastores com carneiros,carneiros com azinheiros,azinheiros com mulas,mulas com rinocerontes,rinocerontes com andorinhas,andorinhas com veados,veados com adventistas,adventistas com trombeteiros,trombeteiros com padeiros e com isso tudo ate eu ja estou a confundir tudo...

...padeiros com farinha,farinha com arroz,arroz com feijoada,feijoada com emoções,emoções com conscientiza da finitude da vida,conscientiza da finitude da vida com precisamos começar do princípio,precisamos começar do princípio com Fôlego de Vida,Fôlego de Vida com Corpo Sem Vida,Corpo Sem Vida com espantalhos,espantalhos com mortos,mortos com mumias,mumias com Faraos,Faraos com a Ellen White,Ellen White com brancura,brancura com roxo,roxo com roxinol,roxinol com pardal,pardal com mormoes,mormoes com meloes,meloes bem que me apeteciam agora...

Meloes com caixoes,caixoes com guardanapos,guardanapos com cerimonias,cerimonias com atentados,atentados com enxaquecas,enxaquecas com panquecas,panquecas com adamah,adamah com hebraico,hebraico com DESCOBERTAS BÍBLICAS,DESCOBERTAS BÍBLICAS com tesouros,tesouros com Ali Baba,Ali Baba com os quarenta ladroes,quarenta ladroes com os sete anoes,sete anoes com sermões,sermões com Sermões - AGORA !!,Sermões - AGORA !! com paciencia,paciencia com download,download com Pó da Terra,Pó da Terra com Cienciologia,nem sei onde vc foi buscar essa da Cienciologia,mas penso que vc confunde Cienciologia com electrocientologia ou qualquer coisas assim...
Por falar em Cienciologia ou dianética como queira,segue-se o Guru Maharaj Ji seguido por Ananda Marga que vc confunde com Amanda Varga,Varga com verguinha,verguinha com meditação transcendental,meditação transcendental com os gnósticos,gnósticos com góticos,góticos com hipopotanos,hipopotanos com Testemunhas de Jeová aqueles que escrevem Deus com d pequeno,pequeno vc tambem confunde com grande,grande com poderoso,poderoso com amoroso,amoroso com piroso,piroso com tinhoso,tinhoso com espinhoso,espinhoso com entrudo,entrudo com carnaval,carnaval com Natal,Natal com Pascoa,Pascoa com a Ilha de Pascoa,Ilha de Pascoa com paraiso,paraiso com aqui o Sr.Paraiso meu vizinho,meu vizinho com seu vizinho,seu vizinho com o Joseph Smith o ultimo santo.

Depois do ultimo santo o Smith,vc confunde o anjo Moroni,Moroni com Trapatoni,Trapatoni com David Berg aqule que disse que era um menino de Deus,mas na verdade era um violador,violador com viador,viador com viaduto,viaduto com allan kardec,allan kardec com bobagem,bobagem com rebobinagem e muitas coisas por ai fora....

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 28, 2011 4:47 am

Que legal, Renato,

Você consegui dicifrar a essência da professora Erenice na sua integralidade.

As palavras entre rimas combinadas de forma incongruente retratam com grande precisão o ser intelectual de uma senhora com uma mente eivada de imensos conflitos.

Eu não conhecia ainda esse seu lado, NÃO SEI SE "HUMORISTA" OU "PSICOTERAPEUTA" (hê, hê, hê....), mas concordo com você em gênero, número e gráu.

Um grande abraço !!!

avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Rafael Monteiro em Sex Dez 09, 2011 5:05 pm

Pô Erenice, tirou a última foto que estava usando...

Não sei se você é quem eu achava que era, se é uma idosa, ou se é uma jovem loira...
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Dez 20, 2011 11:12 am

David escreveu: Após a morte, segue-se o juízo!

Após a morte, segue-se o juízo!
segue-se o juízo!
segue-se O JUIZO!!
O JUIZO!!

!



David escreveu:Após a morte, o "sujeito" ou está salvo, ou irremediavelmente perdido. E acerca deste último, não adianta pastor orar, não adianta Bíblia, não adianta padre...
Quem lhe diz a vc isso?
Sabe la vc o que adianta ou nao.

Tire primeiro o seu tranqueiro dos olhos e depois julgue os outros.
Ate isso nao acontecer,pela sua maneira de se exprimir os frutos que noto em si sao como os deste individuo em baixo:



RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Dez 20, 2011 2:40 pm

David,

Eu bem sei muito bem o que nas Escrituras esta escrito.Nao preciso de as estar a repetir aqui.

Eu apenas me refiro ao que vc em cima escreveu:
"Após a morte, o "sujeito" ou está salvo, ou irremediavelmente perdido. E acerca deste último, não adianta pastor orar, não adianta Bíblia, não adianta padre..."

Repare bem,
Vc escreve com toda a afirmacao isto:"E acerca deste último, não adianta pastor orar, não adianta Bíblia, não adianta padre..."

Ora vamos la outra vez,mas agora um pouco mais defenido:"E acerca deste último, NAO ADIANTA pastor orar,NAO ADIANTA Bíblia,NAO ADIANTA padre..."

Mas afinal eu lhe pergunto se vc esta aqui para dar ordens ou para ensinar alguem?
Vc nao sabe que todo o seguidor de Jesus deve ser humilde?
Entao se vc se diz do Senhor,seja humilde e cale-se.
Se adianta ou nao adianta,apenas Deus o sabe!

Continue calado e nao se enerve homem!Senao esta conversa nao o leva a lado nenhum.
Continue a ler o que lhe digo.

Agora eu lhe pergunto se vc é algum profeta.
Vc é um profeta David?
Vc fala com Deus?
Vc ouve a Deus?

Se a sua resposta for negativa,entao que esta vc para aqui a escrever coisas(ideias suas?)
Vc quer ensinar a alguem?
A quem?
Aos Padres deste forum?
Duvido muito que vc lhes ensine algo.Como pode vc lhes ensinar algo,se eles sabem coisas que vc nao as sabe?

Aos leigos quer vc ensinar?
Para que quer vc ensinar aos leigos,se os Padres sabendo mais que vc lhes pode ensinar muito bem as coisas?

Quer-me ensinar a mim?
Nao precisa obrigado.Eu tambem tenho uma Biblia e se quiser tambem eu a posso interpretar sozinho se for esse meu desejo.


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvida sobre os mortos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum