Letras de músicas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Letras de músicas

Mensagem por Rafael Monteiro em Qua Nov 09, 2011 4:49 pm

NOTA DA MODERAÇÃO: Teor inicial do tópico: Trago a consulta de um amigo meu sobre a música Santa Maria do Brasil, do Pe. Reginaldo Manzotti.

Tua imagem desperta a fé em todo mundo
Desde o mais importante dos homens ao vagabundo
Com teus braços de mãe protegei nossas crianças
Que nasceram pra dar ao Brasil mais esperança.
As mansões e os casebres, Santa Maria,
Tua bênção recebem pela fé no milagre do amor
Protegei com seu manto, Santa Maria,
O Brasil que te adora, oh! Santa Maria.
Eu bem sei que nas horas de dor te dão promessas
E que é no verdadeiro amor que a fé começa
Com meu povo eu junto as mãos, Nossa Senhora
E meu canto se faz oração em tua glória.
As mansões e os casebres, (até) oh! Santa Maria.
Eu bem sei que nas horas de dor te dão promessas
E que é no verdadeiro amor que a fé começa
Com meu povo eu junto as mãos, Nossa Senhora
E meu canto se faz oração em tua glória.

As mansões e os casebres, Santa Maria,
Tua bênção recebem pela fé no milagre do amor
Protegei com seu manto, Santa Maria,
O Brasil que te adora, oh! Santa Maria.
Ave, ave, ave MariaA música é uma adoração à Maria?
__________________________________

Não se pode levar essa música ao "pé da letra"
Neste caso a palavra "adora" tem o sentido de "ama muito"
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Letras de músicas

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 14, 2011 6:44 am

Meu Caro Ricardo,

Que a paz de Jesus esteja sempre no seu coração !

Você transcreveu a citação 1Jo 3,10, na busca de uma resposta a respeito daqueles que, diferentemente dos filhos de Deus, são filhos do diabo.

Nas entrelinhas do seu colóquio, você menciona que sempre ouviu nas missas, na crisma e no catecismo que todos são filhos de Deus e, por ultimo, questiona porque não se fala na existência dos filhos do diabo, se é por medo, por ignorância ou por culpa.

Antes de qualquer coisa, gostaria de tecer alguns comentários que me são muito pertinentes ao considerar o seu questionamento.

A Igreja é, pela sua natureza e por exelência, o lugar privilegiado dos filhos de Deus. Assim, de maneira óbvia, os que lá se encontram são filhos de Deus, pois passaram pelo sacramento do Batismo que lhes conferiu essa filiação e receberam a graça de chamar a Deus por "ABBA" que quer dizer PAI.

É por esta razão que os que estão nas missas, na crisma, no catecismo e em qualquer evento da vida da Igreja sempre ouvem a afirmação verdadeira de que são filhos de Deus.

Partindo dessa concepção, onde estão os filhos de Deus, não há necessidade de se estar falando nos filhos do diabo.

É algo como se, falando literalmente, na nossa casa onde somos filhos dos nossos pais, vivessemos a falar de forma constante nos filhos dos nossos visinhos, o que não é necessário.

Em outros termos, fazendo uma comparação, diria que um padeiro que tendo a sua padaria na mesma rua e de frente da padaria de outro padeiro, para ganhar a freguesia da região, não precisa afirmar que o pão do seu visinho não presta. Entretanto, para ganhar aquela freguesia, terá que fazer o seu pão melhor do que seu concorrente.

Com estas palavras, estou afirmando que o ensino da Igreja está voltado para os filhos de Deus que, ao abraçarem o PAI, produzem em suas vidas e no seu cotidiano os efeitos da graça santificante, simplesmente por pertencerem à árvore da vida.

Com efeito, é pelos frutos que se conhece a árvore (Mt 7,17.12,33; Lc 6,3; Ap 22,2).

Entretanto, se você revisitar a leitura da Carta de São João de onde você transcreveu o versículo 10, logo perceberá que há todo um contexto no qual o autor nos ensina a discernir entre quais são os filhos de Deus e quais são dos do diabo, da mesma maneira que, examinando as Sagradas Escrituras, vai encontrar muitos textos que falam claramente sobre os filhos do diabo (Jo 8,44; At 13,10; Jo 3,10), não no sentido de os elevar, mas de nos ensinar como distinguir os que são filhos da luz dos que são filhos das trevas, mostrando-nos ainda que os filhos das trevas (do diabo) são mais hábeis que os filhos da luz (Lc 16,8).

Em suma, a sua afirmação de que não se fala nos filhos do diabo é um eqüívoco ou uma falta de percepção ou de atenção da sua parte. A Palavra de Deus nos mostra isso com muita clareza e a voz da Igreja, sempre denuncia as obras dos filhos do diabo no sentido de preservar os filhos de Deus.

Um grande abraço, e que Deus o abençoe !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum