Escândalos sexuais na História da Igreja

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por MSPP em Ter Jan 29, 2013 2:19 pm

[quote="Geovanni146"]Caro sr Manuel, Paz de Cristo.


Geovanni146 escreveu:
Citação:
Cristo, como já sabia que não iria ficar presente na terra teve que deixar continuadores, para que na sua vinda o mundo estivesse mais preparado para o receber. Dentre esses continuadores YHWH foi escolhendo (ou elegendo) os que com ELE (Cristo) governariam o mundo. Esses eleitos são a Igreja do Cristo; a Sua esposa.

Acredito que todos nós somos escolhidos, eleitos de Deus. O efeito da cruz (graça) foi suficiente para todos, mas não é eficiente em todos. Se eu lhe dou um presente muito valioso, por exemplo, mas o senhor, estando em Portugal, terá de vir ao Brasil para recebe-lo. O presente já é seu, mas terá de enfrentar possíveis desafios até poder recebe-lo, se verdadeiramente o aceita e o queres. Assim acontece com a GRAÇA, em Jesus foi suficiente para todos, mas sua eficiência precisa de nossa aceitação, da busca... Por tanto, todos nós temos o dever de ser igreja e preparar o mundo para a nova vinda do Cristo. Um bom exemplo  podemos encontrar na vida dos santos, que são a igreja pura, exemplos de vida a ser seguida.
YHWH dá os presentes a quem quer e usa os intermediários que quiser para os fazer chegar ao destinatário. Nós apenas temos que aceitar os presentes de YHWH.
YHWH não é como aquele homem sádico que promete e mostra o presente à distância (não foi você que disse isto) depois espera que o agraciado o vá buscar e quando vai pegar no presente, já lá não está. Os homens, sim são capazes de fazer isso, YHWH não!


Geovanni146 escreveu:
Citação:
Simão, para quem não saiba é o verdaeiro Nome de Pedro. No texto que mencionou tirado de Lucas 22:31-32 e que pode conferir aqui: http://www.paroquias.org/biblia/index.php?c=Lc+22:31- 32 Cristo prometeu orar por Pedro (Simão) a fim de fortalecer a sua fé, pois se analisar o contexto, até, como previsto o iria negar 3 vezes: Confira o contexto: http://www.paroquias.org/ biblia/index.php?c=Lc+22#31-32 Pedro, uma vez ajudado por Cristo teve a missão de «confirmar» que para mim é algo semelhante a «fortalecer» os seus irmãos. Não passou a Pedro um cheque em branco, mas uma missão, que até poderia falhar! Se ele falhou ou não, não nos diz respeito, mas YHWH tem sempre uma nova solução quando falha a anterior para que os seus propósitos vinguem!

Eu: É, pro sr ver, o nome de Pedro era realmente Simão, mas quando Deus tem uma missão na vida de uma pessoa na Bíblia, Ele costuma fazer tais modificações. Assim o nome de Abrão (pai elevado?) será Abraão (pai de muitos?), Jacó (suplantador?) será Israel (força contra Deus?). Simão, por sua vez será convertido em Pedro, para demonstrar qual seria sua missão: "Ser a pedra visível da Igreja de Cristo". Foi prometido por Jesus a assistência do Espírito Santo a está Igreja (fundada sobre Pedro), que lhe instruiria em toda a verdade. Assim sendo, a Igreja Católica (em matéria de fé) é inerrante, infalível.
Reparou que passou rapidamente de Pedro para a Igreja Católica, quando são coisas completamente diferentes. Pedro é um Apóstolo, um homem e viveu no sec I. A Igreja católica é uma associação de várias pessoas e há polémica quanto à data da sua constituição.
O clero afirma que foi com e em Pedro. Essa afirmação é suspeita! É para benefício próprio, assim não merece crédito!
Outros afirmam que foi depois de Constantino. Esta afirmação humana é mais aceitável. Há uma evolução a partir da época apostólica, logo não é a mesma coisa que eram os Apóstolos.
É diferente em tudo, até na forma de vestir e como diz o ditado «o hábito faz o monge».
Atenção. Em todos os homens houve evolução no vestir, mas enquanto os apóstolos vestiam como os outros, o clero passou a ter vestes especificas.
Isto não é para criticar a forma como se vestem, mas vejo nisto apenas um sinal (uma marca) de distinção.



Geovanni146 escreveu:
Citação:
Peço desculpa, mas está completamente errado. Cristo não foi o fundador do episcopado. Os apóstolos apenas se limitaram a copiar coisas que já antes existiam entre os homens. Normal. Cada congregação organiza-se como quiser.

Eu: Mas procedendo ao bel prazer de cada um não se corre o risco de facilmente cair numa anarquia total!? O protestantismo de hoje, onde podemos encontrar as mais disparatadas doutrinas, não seria um bom (talvez mal) exemplo de que tal idéia é um erro. Não seria melhor continuar aceitando o modelo dos Apóstolos, então!? Esses pelo menos podemos confiar, pois foram homens inspirados por Deus.

Quanto as suas demais considerações penso que estamos de acordo.

Fique com YHWH.

Cristo não veio instituir uma hierarquia. A hierarquia e anarquia são coisas dos homens.
Cristo sabia o que iria acontecer depois dele morrer e ressuscitar, por isso disse.
Mt+10,32-39 diz expressamente:
32«Todo aquele que se declarar por mim, diante dos homens, também me declararei por ele diante do meu Pai que está no Céu. 33Mas aquele que me negar diante dos homens, também o hei-de negar diante do meu Pai que está no Céu. 34*Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas a espada. 35Porque vim separar o filho do seu pai, a filha da sua mãe e a nora da sua sogra; 36de tal modo que os inimigos do homem serão os seus familiares.
37*Quem amar o pai ou a mãe mais do que a mim, não é digno de mim. Quem amar o filho ou filha mais do que a mim, não é digno de mim. 38Quem não tomar a sua cruz para me seguir, não é digno de mim.
39Aquele que conservar a vida para si, há-de perdê-la; aquele que perder a sua vida por causa de mim, há-de salvá-la.»
Leia também aqui o contexto de Mt+10#32-39
Assim, podemos concluir que a Cristo o que interessava era a promulgação da sua mensagem e não uma organização terrena.
Essa organização seria estabelecida por YHWH no mundo espiritual a partir das pessoas existentes na terra que aceitavam e viviam essa mensagem.
Mesmo no meio de muita confusão que sempre foi impossível aos homens de evitar, a mensagem avançou até aos nossos dias independentemente da «santidade» das pessoas.
A «santidade» define a Igreja de Cristo.
Para não me repetir peço a leitura do que escrevi em:
http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/t1229p30-contradicoes-entre-a-biblia-e-o-catercismo#13803

Fique também com YHWH em Yeshua na unidade do Espirito Santo.
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por Geovanni146 em Ter Jan 29, 2013 11:00 pm

Saudação sr Manuel.

Citação.
YHWH dá os presentes a quem quer e usa os intermediários que quiser para os fazer chegar a destinatário. Nós apenas temos que aceitar os presentes de YHWH.

Eu: Mas foi justamente isso que eu disse.

Citação:
YHWH não é como aquele homem sádico que promete e mostra o presente à distância (não foi você que disse isto) depois espera que o agraciado o vá buscar e quando vai pegar no presente, já lá não está. Os homens, sim são capazes de fazer isso, YHWH não!

Eu: O sr está certo, este pensamento não é mesmo meu, só não me recordo onde eu o li (gosto de ler). Contudo, se o amigo (bom observador) for perceber desta maneira meus posts irá encontrar muito mais paráfrases. Mas entendi mesmo que só quis ser gentil para não me comparar com o tal homem sádico, muito obrigado. Bom, mas talvez este pensamento não seja tão apressado assim, pois o Apóstolo S. Paulo costumava se comparar a um atleta em busca da salvação. E a alegoria apenas demonstra que a salvação é garantida (o presente), mas se não nos esforçamos, mesmo quando sabemos que em Jesus fomos todos agraciados, podemos escolher recusar a graça, pois não somos fantoches de Deus.

Citação:
Reparou que passou rapidamente de Pedro para a Igreja Católica, quando são coisas completamente diferentes. Pedro é um Apóstolo, um homem e viveu no sec I. A Igreja católica é uma associação de várias pessoas e há polémica quanto à data da sua constituição. O clero afirma que foi com e em Pedro. Essa afirmação é suspeita! É para benefício próprio, assim não merece crédito! Outros afirmam que foi depois de Constantino. Esta afirmação humana é mais aceitável. Há uma evolução a partir da época apostólica, logo não é a mesma coisa que eram os Apóstolos. É diferente em tudo, até na forma de vestir e como diz o ditado «o hábito faz o monge». Atenção. Em todos os homens houve evolução no vestir, mas enquanto os apóstolos vestiam como os outros, o clero passou a ter vestes especificas. Isto não é para criticar a forma como se vestem, mas vejo nisto apenas um sinal (uma marca) de distinção.

Eu: Pedro representa a Igreja, as suas três negação talvez simbolize todas as vezes que iríamos nega-lo. Ele (Pedro) viveu mesmo no primeiro século, mas o eco de suas palavras nos chega ainda hoje na pessoa do Santo Padre. A Igreja Católica nasceu no momento que Jesus declara que o pescador Simão seria sua Pedra visível! E isto foi também no primeiro século. A Igreja Católica na verdade é a comunidade de Jesus, composta por todos os cristãos que confiam Nele. Até as vestes dos sacerdotes o sr contesta, não é isso ir talvez longe demais? Será mesmo que a Igreja não tem autoridade suficiente nem para criar suas proprias vestes!?

Citação:
Cristo não veio instituir uma hierarquia. A hierarquia e anarquia são coisas dos homens. Cristo sabia o que iria acontecer depois dele morrer e ressuscitar, por isso disse.

Eu: Cristo veio nos salvar por meio de sua Igreja, sou obediente sim as autoridades da Santa Igreja, pois obedecer a Igreja é obedecer Jesus. Até os anjos possuem sua hierarquia.

Citação:
Assim, podemos concluir que a Cristo o que interessava era a promulgação da sua mensagem e não uma organização terrena. Essa organização seria estabelecida por YHWH no mundo espiritual a partir das pessoas existentes na terra que aceitavam e viviam essa mensagem. Mesmo no meio de muita confusão que sempre foi impossível aos homens de evitar, a mensagem avançou até aos nossos dias independentemente da «santidade» das pessoas. A «santidade» define a Igreja de Cristo. Para não me repetir peço a leitura do que escrevi em: http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/ t1229p30-contradicoes-entre-a-biblia-e-o- catercismo#13803

Eu: Para promulgação de sua mensagem Deus quis precisar de nós. Foi para esta finalidade que Jesus chamou seus primeiros discípulos e os mandou batizar e evangelizar o mundo inteiro, não é uma simples organização terrena é a comunidade de Cristo. A organização de YHWH é justamente a Igreja que o sr está a negar. " A «santidade» define a Igreja de Cristo". Concordo!

Gosto do sr, YHWH lhe proteja.
avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Somos servos inúteis! Sabia!

Mensagem por MSPP em Qua Jan 30, 2013 12:50 pm

Geovanni146 escreveu:Saudação sr Manuel.

Citação:
YHWH não é como aquele homem sádico que promete e mostra o presente à distância (não foi você que disse isto) depois espera que o agraciado o vá buscar e quando vai pegar no presente, já lá não está. Os homens, sim são capazes de fazer isso, YHWH não!

Eu: O sr está certo, este pensamento não é mesmo meu, só não me recordo onde eu o li (gosto de ler). Contudo, se o amigo (bom observador) for perceber desta maneira meus posts irá encontrar muito mais paráfrases. Mas entendi mesmo que só quis ser gentil para não me comparar com o tal homem sádico, muito obrigado. Bom, mas talvez este pensamento não seja tão apressado assim, pois o Apóstolo S. Paulo costumava se comparar a um atleta em busca da salvação. E a alegoria apenas demonstra que a salvação é garantida (o presente), mas se não nos esforçamos, mesmo quando sabemos que em Jesus fomos todos agraciados, podemos escolher recusar a graça, pois não somos fantoches de Deus.
Para mim não são apenas pensamentos com direito de autor, mas sabedoria popular!
Quanto a Paulo, ele desejava ardentemente, e com razão, muito, muito mais qua a simples salvação que como ele se fartou de afirmar é gratuita.
Ele queria um prémio destinado aos PERFEITOS : o melhor que pudesse. (veja aqui em Apocalipse 14:4)
Fl+3,14:
7*Mas, tudo quanto para mim era ganho, isso mesmo considerei perda por causa de Cristo.
8Sim, considero que tudo isso foi mesmo uma perda, por causa da maravilha que é o conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor: por causa dele, tudo perdi e considero esterco, a fim de ganhar a Cristo 9e nele ser achado, não com a minha própria justiça, a que vem da Lei, mas com a que vem pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus e que se apoia na fé. 10Assim posso conhecê-lo a Ele, na força da sua ressurreição e na comunhão com os seus sofrimentos, conformando-me com Ele na morte, 11para ver se atinjo a ressurreição de entre os mortos.
12*Não que já o tenha alcançado ou já seja perfeito; mas corro, para ver se o alcanço, já que fui alcançado por Cristo Jesus. 13Irmãos, não me julgo como se já o tivesse alcançado. Mas uma coisa faço: esquecendo-me daquilo que está para trás e lançando-me para o que vem à frente, 14corro em direcção à meta, para o prémio a que Deus, lá do alto, nos chama em Cristo Jesus. 15*Todos nós, os perfeitos, tenhamos, pois, estes sentimentos! E, se porventura tiverdes sentimentos diferentes, Deus vos há-de esclarecer sobre este assunto.

confira também contexto de Fl+3:14
Geovanni146 escreveu:
Citação:
Reparou que passou rapidamente de Pedro para a Igreja Católica, quando são coisas completamente diferentes. Pedro é um Apóstolo, um homem e viveu no sec I. A Igreja católica é uma associação de várias pessoas e há polémica quanto à data da sua constituição. O clero afirma que foi com e em Pedro. Essa afirmação é suspeita! É para benefício próprio, assim não merece crédito! Outros afirmam que foi depois de Constantino. Esta afirmação humana é mais aceitável. Há uma evolução a partir da época apostólica, logo não é a mesma coisa que eram os Apóstolos. É diferente em tudo, até na forma de vestir e como diz o ditado «o hábito faz o monge». Atenção. Em todos os homens houve evolução no vestir, mas enquanto os apóstolos vestiam como os outros, o clero passou a ter vestes especificas. Isto não é para criticar a forma como se vestem, mas vejo nisto apenas um sinal (uma marca) de distinção.

Eu: Pedro representa a Igreja, as suas três negação talvez simbolize todas as vezes que iríamos nega-lo. Ele (Pedro) viveu mesmo no primeiro século, mas o eco de suas palavras nos chega ainda hoje na pessoa do Santo Padre. A Igreja Católica nasceu no momento que Jesus declara que o pescador Simão seria sua Pedra visível! E isto foi também no primeiro século. A Igreja Católica na verdade é a comunidade de Jesus, composta por todos os cristãos que confiam Nele. Até as vestes dos sacerdotes o sr contesta, não é isso ir talvez longe demais? Será mesmo que a Igreja não tem autoridade suficiente nem para criar suas próprias vestes!?
Não, Pedro não representa nem a Igreja Católica nem a de Cristo. Pedro é um simbolo vivo da forma como vai nascer a Igreja de Cristo, o perfeito a partir da imperfeição com a ajuda divina.
Quanto ao «santo padre» veja que essas palavras são apenas um título arbitrário e até sem significado, pois embora não tenhamos capacidades para julgarmos ninguém, é fácil concluir que por exemplo Alexandre VI (o Bórgia) não teve nada de «santo», além do nome. Assim esse eco de que fala não é digno por inerência, está sujeito ao subjetivismo. Quanto ao momento do nascimento da Igreja Católica, você diz o que pensa, que para mim (e não só) não está certo.
Vou dar um esclarecimento usando outra religião ou seita. Para a maioria das pessoas a religião das "Testemunhas de Jeová" foi fundada por «Russel», mas para mim que sou mais exigente, o fundador foi o seu sucessor: o juiz «Rutherford», porque Russel ensinava que nenhuma religião era de Deus. Russel não fundou nenhuma religião (nem seita). Rutherford, sim.
Não vou dar explicações, mas se quiser saber como tudo aconteceu estude de ambas as partes dos que são pro e dos que são contra e compreenderá o que eu quero dizer.
O mesmo se pode dizer do Cristo. Ele não fundou nenhuma religião. A que ELE seguiu fielmente foi a judaica. Ele apenas disse que IRIA (futuro) fundar a sua Igreja partindo de pedras como Pedro (a PEDRA). Assim, Cristo comparou a sua Igreja a uma fundação de pedra que iria erguer aos poucos. E ao longo de todos os séculos ele (com o PAI) tem escolhido as pedras para a sua Igreja que será pura.
Para não ter que me repetir peço que continue a ler em http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/t1229p30-contradicoes-entre-a-biblia-e-o-catercismo#13803

Quanto às vestes do clero não foi uma contestação mas uma constatação, isto é, um sinal dos tempos, que por acaso pode ter significado e para mim tem.
Não há mal nenhum em vestir diferente, (todos temos o direito de escolher como nos vestir quer individualmente quer em comunidade) mas podemos achar nisso um significado profético, um sinal de YHWH para nos chamar a atenção, tal qual as linhas traçadas numa estrada.
Uns dão-lhe um significado, outros outro. Eu expliquei claramente o significado que isso tem para mim.


Geovanni146 escreveu:
Citação:
Cristo não veio instituir uma hierarquia. A hierarquia e anarquia são coisas dos homens. Cristo sabia o que iria acontecer depois dele morrer e ressuscitar, por isso disse.

Eu: Cristo veio nos salvar por meio de sua Igreja, sou obediente sim as autoridades da Santa Igreja, pois obedecer a Igreja é obedecer Jesus. Até os anjos possuem sua hierarquia.
Não, não. Cristo veio para ser REI. Os que eram seus não O aceitaram e por isso teve que escolher alguns para com eles construir a sua Igreja: «os santos do Altíssimo»
(Veja aqui em Daniel 7)
Você obedece à Igreja Católica porque a aceita como sua autoridade, tal como eu obedeço às autoridades portuguesas, apesar de injustas. Se não quiser obedecer terei que fugir para outro país e talvez pedir asilo político. Quanto à hierarquia dos anjos, coisas que mal conhecemos, isso são coisas deles. Os anjos são diferentes de nós. Na «nova ordem mundial», após a vinda do Cristo (que espero que seja para muito próximo; Deus queira que seja já este ano), Cristo estabelecerá na terra uma hierarquia, tanto política como religiosa. É o reino de DEUS, na terra, que os milenaristas (ou quiliastas) supõem ser de «mil anos». (Ap.20) E depois dos mil anos, no NOVO MUNDO também vai haver hierarquia. Mas a maior de todas as hierarquias é a que tem YHWH (DEUS: o PAI) como cabeça.
1ª Cor. 11,3
Mas quero que saibais que a cabeça de todo o homem é Cristo, a cabeça da mulher é o homem, e a cabeça de Cristo é Deus.
Confira aqui o contexto de 1ª Corintios 11:3


Geovanni146 escreveu:
Citação:
Assim, podemos concluir que a Cristo o que interessava era a promulgação da sua mensagem e não uma organização terrena. Essa organização seria estabelecida por YHWH no mundo espiritual a partir das pessoas existentes na terra que aceitavam e viviam essa mensagem. Mesmo no meio de muita confusão que sempre foi impossível aos homens de evitar, a mensagem avançou até aos nossos dias independentemente da «santidade» das pessoas. A «santidade» define a Igreja de Cristo. Para não me repetir peço a leitura do que escrevi em: http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/ t1229p30-contradicoes-entre-a-biblia-e-o- catercismo#13803

Eu: Para promulgação de sua mensagem Deus quis precisar de nós. Foi para esta finalidade que Jesus chamou seus primeiros discípulos e os mandou batizar e evangelizar o mundo inteiro, não é uma simples organização terrena é a comunidade de Cristo. A organização de YHWH é justamente a Igreja que o sr está a negar. " A «santidade» define a Igreja de Cristo". Concordo!

Gosto do sr, YHWH lhe proteja.
Muito bem! pelo menos estamos de acordo com a frase: " A «santidade» define a Igreja de Cristo".
Por isso quando eu vir uma Igreja Santa sem nenhuma mácula (e não apenas com algumas pessoas que nos parecem santas) eu concluo que essa é a Igreja do Cristo.
Quanto ao mandar «batizar», «pregar», «evangelizar por todo o mundo» isso é comparável a qualquer organização terrena que pode ou não alcançar os seus objectivos, que tanto podem ser iguais como diferentes aos do Cristo. Os políticos estafam-se a fazer as suas campanhas para ter o voto e ser eleitos. Para a Igreja do Cristo a «eleição» não é «democrática», mas vem de YHWH. Os homens são «servos inúteis». Repare bem nas palavras «servos inúteis» não fui eu que as inventei:
Cristo disse claramente em Lucas 17,10
Assim, também vós, quando tiverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei: 'Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer.'»
Confirme aqui o contexto de Lucas 17:10
Sim, «servos inúteis» é o melhor que conseguimos ser por nós mesmos no serviço da proclamação das BOAS NOVAS.
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por camiloabc em Qua Mar 06, 2013 9:03 pm

Genesis, capitulo 9

Noé e seus filhos

18Os filhos de Noé, que saíram da arca, eram: Sem, Cam e Jafet. Cam era o pai de Canaã. 19São estes os três filhos de Noé, e por eles foi povoada a Terra inteira.
20*Noé, que era agricultor, foi o primeiro a plantar a vinha. 21Tendo bebido vinho, embriagou-se e despiu-se dentro da sua tenda. 22Cam, o pai de Canaã, ao ver a nudez do pai, saiu a contar o sucedido aos seus dois irmãos. 23Então Sem e Jafet agarraram uma capa, colocaram-na sobre os ombros e, andando de costas, cobriram a nudez do pai, sem a terem visto, porque não voltaram o rosto para trás. 24Quando despertou da sua embriaguez, Noé soube o que tinha feito o seu filho mais novo 25e disse:
«Maldito seja Canaã!
Que ele seja o último dos servos dos seus irmãos.»
26E acrescentou:
«Bendito seja o SENHOR, Deus de Sem,
e que Canaã seja seu servo.
27Que Deus aumente as posses de Jafet
e que Ele resida nas tendas de Sem,
e que Canaã seja o seu servo.»


Segundo dizia e bem São Francisco de Sales os homens tendem a seguir o exemplo de Cam e não os exemplos de Sem e Jefet.
Se vêm um irmão em Cristo a fazer má figura logo se riem e espalham a noticia da triste proeza.
Se a Igreja ou alguém a ela consagrado, seja padre ou religiosa, faz asneira logo esta é propagada e ridicularizada sem qualquer caridade, a mais das vezes sem a menor necessidade, sem a menor utilidade.

Raramente alguém tapa a nudez dos nossos pais, irmãos, até da mãe igreja.
Nota-se mesmo um fio de contentamento quando detetam algum erro em outrem, de preferência quando essa pessoa está mais ligada à religião católica.

As palavras de Deus não aplicam apenas a longínquos casos passados. Aplicam-se hoje, aqui e agora, a todos os Cam's... por vezes também a mim.

Vemos algum fazer o bem... e não propalamos o seu exemplo para que outros possam edificar-se e aprender. Mas vemos alguém a errar, ou uma instituição, muitas vezes apenas por ignorância... e logo se espalha como fogo na pradaria a irrisão, muitas vezes os maiores inimigos da Igreja são os seus próprios filhos com este tipo de comportamentos.

Como silenciam o bem e propagam o mal parece que o mal é muito maior do que aquilo que realmente é.

Parece que a Noé era um bêbado escandaloso... apenas porque um dia desconhecendo o efeito do vinho bebeu excessivamente e perdeu o controle sobre os seus actos.

Também os filhos da Igreja muitas vezes ao propalar apenas os seus erros fazem com que esta pareça disforme. Propalassem aquilo que ela faz de bem com a ligeireza com que apregoou os seus erros...

Claro que na base de tudo isto está uma grande falta de amor ao Corpo Místico de Cristo. Não é usual ver uma mãe ou um filho a apregoar, entre risos, achincalhando, que o seu filho ou a sua mãe se embriagou e andou nu/a pelo jardim. Porque lhes têm amor não os querem ridicularizar.

A Igreja, como Corpo Místico de Cristo, os sacerdotes, os cristãos empenhados, são testemunhas de Cristo, ridicularizando-os, quantas vezes com leviandade acabamos por prejudicar a fé em Cristo.

Quando criticamos alguém, e por maioria de razão alguém que para os outros devia ser sinal de Cristo, ou até a própria Igreja, devíamos ter a mesma medida que usamos quando criticamos um filho ou uma mãe nossa.

Disse Jesus "sede, pois, prudentes como serpentes e simples como pombas"

camiloabc

Mensagens : 67
Data de inscrição : 06/03/2013
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por Paulo Henrique Viana em Qui Mar 07, 2013 12:11 pm

OLÁ Ricardo, acredito que seu tópico é um despertar para o povo brasileiro, para orar e ajudar a igreja cristã brasileira a arrancar do seu seio este pecado nomeado no meio dela "Escândalos sexuais". O Escândalo sexual não parte apenas da liderança cristâ (Pastores e Padres), mas principalmente dos fiéis (católicos e evangélicos), porém a quem muito é dado, muito é cobrado. O que aconteceu no passado, devemos chorar e lamentar. O que acontece hoje, devemos combater para preservar a fé cristã diante dos ataques ardis do diabo. Este assunto deve ser discutido na liderança cristã, o que esta errado em nosso meio? Quais as soluções para este pecado tão promovido em nossa querida nação? Quanto aos padres poderia a igreja católica abrir mão do celibato? Quanto aos pastores casados seria necessário mais conscientização? Só sei de uma coisa do jeito que está em um país cristão não dá mais.

Paulo Henrique Viana

Mensagens : 110
Data de inscrição : 19/11/2010
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por MSPP em Qui Mar 07, 2013 1:48 pm

Olá camiloabc,

Pelo que me apercebi a igreja (penso que se referia à igreja católica) é semelhante a Noé que por vezes, também se embebeda.

É errado criticar Noé, como simbolo da igreja católica para nos rirmos dela.
Mas se for para chamar à atenção acerca de algum estado de embreaguês a fim de se corrigir eu acho isso correto, principalmente se esse Noé for eu mesmo.
Perdi muito por não me informarem de algo que me deveriam ter informado, mas talvez a sua mutês fosse devido ao facto de terem medo que eu ficasse ofendido se me tivessem revelado o que realmente desconhecia. Quando, por acaso, descobri a verdade, já era tarde de mais, e já era impossível remediar o mal.

No entanto, infelizmente, as pessoas ao fazerem as suas criticas é, na maior parte das vezes, para ridicularizarem os outros.
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Mar 08, 2013 6:28 am

Caros amigos,

O Sr. Manuel, nesta sua ultima postagem, foi muito feliz quando fez a seguinte afirmação:

"INFELIZMENTE, AS PESSOAS AO FAZEREM AS SUAS CRÍTICAS, É NA MAIOR PARTE DAS VEZES, PARA RIDICULARIZAREM AS OUTRAS"

Não vejo outra razão senão esta para a abertura de um tópico como este. Assim, considerando que a questão já foi amplamente discutida e que seu objetivo, embora que encoberto, é denegrir a imagem da Igreja, estou fechando o tópico.

Se as pessoas, no lugar de procurarem espalhar os pecados dos pecadores promovendo o escândalo, rezassem por eles, com certeza teriam os resultados bem melhores.

Se alguem tiver algo relevante que entenda que deva ser acrecentado, favor me enviar via MP.

Um grande abraço a todos !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Escândalos sexuais na História da Igreja

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum