O que é necessário para que me salve?

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Dom Jan 08, 2012 2:14 pm

Fabricio escreveu:
A pretensa contradição que o senhor diz existir entre São Paulo e São Tiago é uma quimera. Antes de pensar que és o primeiro espírito elevado a entender as Escrituras, convém tentar pelo menos conhecer como os cristãos do passado entendiam as Divinas Cartas.

Meu caro, São Paulo, o apóstolo dos gentios, fala para pagãos. Ele trata da passagem do estado de pecado para o estado da graça. Para tanto, o primeiro passo é a adesão à fé em Cristo. Já São Tiago, o bispo de Jerusalém, fala para cristãos. Estes, que já aderiram à fé em Cristo, para permanecer no estado da graça, devem ter uma vida reta e praticar boas obras, pois Deus não é conivente com a iniqüidade. Onde o senhor vê contradição a cristandade sempre viu complementaridade.


O Fabricio ja respondeu a tudo muito bem respondido.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Dom Jan 08, 2012 2:18 pm

Vou agora dar inicio à segunda oracão de hoje contra ti.
Tomara que Deus te castigue.
Feliz do filho que é castigado pelo Pai.
Infeliz daquele que não tem Pai para o castigar.

Que seja feita a vontade de Deus apenas.
Amem!

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Dom Jan 08, 2012 3:18 pm

CarlosB escreveu: É sò te olhares ao espelho.

Nos espelhos não se conseguem ver os demonios Carlos...

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

COMO SURGIU A TEORIA DA SALVAÇÃO SÓ PELA FÉ

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Jan 08, 2012 9:45 pm

Lutero afirma que o protestantismo é a única religião do mundo a admitir a salvação somente pela fé. Segundo ele, sua teoria é o ponto único pelo qual seus adeptos e sua religião se distingue, respectivamente, dos outros e de qualquer religião (EXEGÉTICA ÓPERA, XXIII, pag. 140).

Realmente, o protestantismo só apareceu no século XVI. E até aquele século, ninguem se tinha lembrado ainda de interpretar a Escritura de semelhante modo, porque é muito clara na Bíblia a existência da lei de Cristo, na qual se inclui a obrigatoriedade da observância dos mandamentos. A Bíblia fala tantas vezes na necessidade de amor a Deus e da caridade para com o próximo para conquistar o céu, bem como insiste tanto em afirmar que Deus retribuirá a cada um segundo as suas obras, que, até então, em toda a história do cristianismo, não se tinha podido conceber semelhante absurdo que o homem se salva só pela fé. Absurdo, sim, porque é tão lógico e tão razoável que o homem, sendo livre nas suas ações, venha a conquistar o prêmio do céu, entre outras coisas, pela sua reta maneira de proceder, que era preciso que aparecesse um homem que, embora dizendo-se seguidor de Cristo, negasse o livre arbítrio, a liberdade humana, para que se pudesse pregar semelhante doutrina. Este homem apareceu e se chamou Martinho Lutero.

Deixando de lado certos aspectos nada edificantes da vida deste célebre heresiarca, para fazermos uma idéia do que vale realmente a teoria da salvação só pela fé, é importante, ou até mesmo imprescindível, estudar o modo como Lutero chegou a fazer esta "GRANDE DESCOBERTA".

Antes, porém, esta novidade de doutrina já nos deixa com uma pulga na orelha. Não parece estranho que Jesus tivesse fundado uma Igreja, feito propagar o seu Evangelho para ensinar aos homens o caminho do céu, e por 15 séculos tivesse deixado a humanidade às tontas, Ele que vela sobre os homens e principalmente sobre a Igreja pela Divina Providência, e só no século XVI fizesse aparecer esse Martinho Lutero para ensinar "a verdadeira doutrina da salvação" ?

UM GRANDE ABRAÇO !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Jan 09, 2012 7:09 am

Antes de tratar da “ GRANDE DESCOBERTA” de Lutero como me referi no meu ultimo colóquio neste tópico, entendo que se faz necessária uma breve referência à sua pessoa. O que levou Lutero a tornar-se um frade católico foi uma promessa feita a Santa Ana, santa de sua devoção.

No dia 2 de julho de 1502, surpreendido com uma tempestade, recorre a Santa Ana nos seguintes termos: “Se tu me ajudas, Santa Ana, tornar-me-ei frade.” Livre da tempestade, cumpriu sua promessa, embora não tivesse em si mesmo a vocação, nem sentisse o chamado para tal ministério na Igreja, como ele mesmo o descreve: “Tornei-me um frade por violência contra a vontade de meu pai, de minha mãe, de Deus e do diabo... Fiz este voto para me salvar” (Weimar t. Tomo IV, nº 4414).

Esta alegação de Lutero não tem razão de ser. Ou o medo lhe transtornara completamente o uso das faculdades, ou não. No primeiro caso, o voto não o obrigava, pois para isso era necessário que se fizesse livremente. No segundo caso, sabia ele, como católico que o era, que lhe restava o recurso de solicitar tal dispensa ao Sumo Pontífice, a quem foi dado o poder de ligar e desligar.
O fato, porém, é que Lutero entra para o convento sem a necessária vocação, não encontrando a paz interior, segundo ele mesmo o confessa.

Dentre os muitos autores que estudaram profundamente a personalidade de Lutero, aqui destaco H. Grisar (Lutero. 3ª edição. Tomo III, pag. 596-673) e o historiador protestante A. Hausrath na sua biografia sobre Lutero (3ª edição. Berlim; Tomo II, pag. 31-36). Segundo estes autores, Lutero era um homem doente e anormal. Da mesma forma, o médico Guilherme Ebstein o descreve em Stuttgart no ano de 1908, o que consta no livro “Ambiente, Caráter e Psicose de Martinho Lutero” escrito pelo médico P. J. Reiter em dois volumes em Copenhague, nos anos de 1937 e 1941.

De acordo com estes escritos, Martinho Lutero era um sentimental e se preocupava doentilmente com o problema da predestinação, querendo sentir em si à fina força a certeza de que era um predestinado. Queria experimentar claramente a sensação de que seus pecados estavam perdoados e de que se achava na graça de Deus e não sentia este conforto, esta certeza, por causa das tentações de nossa natureza corrompida.

A acreditarmos nas suas palavras, ele era dominado por escrúpulos, chegando a confundir as tentações com o próprio pecado, que só existe quando as tentações são consentidas.

Como ele diria mais tarde, “quando eu era monge, acreditava imediatamente que perdia minha salvação, cada vez que experimentava a concupiscência da carne, isto é, um mau movimento de desejo, de cólera, de ódio, de inveja a respeito de um irmão, etc.. Eu punha em uso muitos remédios, confessava-me diariamente, mas isso não me servia de nada. Porque sempre a concupiscência da carne reaparecia. Eis porque não podia achar a paz, mas estava perpetuamente em suplicio pensando: Tu cometeste tal ou tal pecado, estás ainda sujeito à inveja, a impaciência, etc.. Foi em vão que recebeste as ordens e todas as tuas obras são inúteis” (Comentário da Epístola aos Gálatas, 1535. Weimar; Tomo XL).

No meio dessas angústias, encontra um confessor e amigo, o Padre Staupitz, que o ajuda e faz o possível para acalmá-lo. Diz Lutero, em uma carta dirigida a Jerônimo Weller em junho de 1530: “Nos começos de minha vida religiosa, eu estava sempre triste e não conseguia desembaraçar-me deste estado d’alma. Pedi então a orientação do doutor Staupitz e me confessei com ele. Manifestei-lhe meus pensamentos horríveis e aterradores. E ele me respondeu: Não compreendes, Martinho, que esta tentação te é útil e necessária? Não é em vão que Deus assim te exercita” (Weimar B. Tomo V, pag. 519). Em outra ocasião lhe diz Stauptiz: “Por que te torturas com estas sutilezas? Volta o teu olhar para as chagas de Cristo e olha para o sangue que Ele derramou por ti” (Ópera Exegética, Tomo VI, pag. 296 e 297).

Lutero rompeu oficialmente com a Igreja no dia 1 de novembro de 1516, afixando às portas do templo, em Vitemberg, as suas 95 teses sobre as indulgências. Mas já antes disso, lavrava no seu espírito o conceito herético sobre a justificação pela fé sem as obras, de modo que a sua pretensa descoberta foi no ano de 1514 ou, ao mais tardar, em 1515, conforme se conclui do exame de suas notas privadas como professor.

Enfim, não é preciso de muito esforço para se compreender que Lutero era um homem desequilibrado e, apesar de muito inteligente, desprovido do uso pleno da razão e do discernimento necessários.

UM GRANDE ABRAÇO !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Jan 09, 2012 8:42 am

A alma de Lutero, a cada dia se lançava mais no seu desespero. Estava convencido de que o homem não é livre, pois nunca se liberta do pecado. De repente, julga ter encontrado na Epístola aos Romanos a solução para a sua inquietude e interpreta as palavras de São Paulo a seu modo, de acordo com suas próprias idéias, como afirma Strohl, escritor protestante: “Foi a orientação puramente individualista e a força de sua experiência pessoal que impediram Lutero de assimilar na íntegra todo o pensamento do Apóstolo”.

Se São Paulo nos lembra que “o justo vive da fé” (Rm 1,17), este mesmo apóstolo nos diz que “todas as vossas obras sejam feitas em caridade” (1Cor 16,14) e nos afirma que o homem, mesmo “tendo a fé a ponto de transportar montanhas não é nada sem a caridade” (1Cor 13,2).

Lutero não toma aquela frase no sentido de que todas as nossas ações devem ser revestidas de verdadeiro espírito de fé, mas no sentido de que na fé somente se resume toda a vida do cristão.

Se São Paulo nos ensina que “o homem é justificado pela fé sem as obras da lei” (Rm 3,28) no sentido de que não somos mais obrigados a cumprir todas aquelas determinações e cerimônias da lei mosaica, Lutero toma isso no sentido de que não somos obrigados a obedecer a lei nenhuma, nem mesmo a observar os mandamentos.

Se São Paulo nos fala na “liberdade dos filhos de Deus” (Rm 8,21) e diz que “soltos estamos da lei da morte, na qual estávamos presos, de sorte que sirvamos em novidade do espírito e não na velhice da letra” (Rm 7,6), Lutero toma isso não no sentido de que os cristãos já estão libertos do jugo das prescrições da lei mosaica, mas no sentido de que os cristãos estão livres de todas as leis, tendo apenas a obrigação de crer.

Foi assim que surgiu a teoria da salvação somente pela fé, teoria esta que, como mostrarei doravante, estão eivadas de absurdos e de aspectos tremendamente espantosos, mas que ao demonstrá-la, o farei sempre com as palavras do próprio Lutero, a fim de que não seja acusado de exagerar a sua doutrina.


avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Jan 09, 2012 9:44 pm

Os nossos comentários a respeito da origem da teoria da salvação somente pela fé os incomoda muito mais do que pensamos, porque é impossível se levantar a origem dessa teoria se omitindo a sua história, o pensamento do seu fundador (Lutero), bem como as razões que o levaram a tamanho delírio, como é impossível também se fazer qualquer comentário sobre a origem do Evangelho sem se referir à pessoa de Jesus.

O meu objetivo aqui, não é denegrir a imagem do vosso fundador, mas levantar fatos históricos que, tiveram sua origem nos escritos de Lutero. Com certeza, se me referisse aos fatos e não fizesse referência ao seu protagonista, iriam me pedir as fontes. Mas como coloquei as fontes, inescrupulosamente protestam. Mas fazer o que, se a função de protestante é protestar?

O fato de não quererem admitir que são protestantes, pode ser a causa de não admitirem que falemos algo sobre o pensamento de Lutero. E isso deixa transparente a existência de duas possíveis hipóteses: a primeira, ponderando que os amigos não se reconhecem como protestantes, não admitem qualquer referência ao pai do protestantismo, pois se o admitissem, estariam confessando, mesmo que de forma indireta, que são realmente protestantes; e a segunda, que pode ser ainda mais incoerente, se trata de uma forma de atribuirem a si mesmos a tese de Lutero. Aí, sim, não seria necessário se mencionar o nome de Lutero para mencionar os vossos nomes. Só que essa toeria é anterior à vossa existência.

Assim escreveu o Eleito: "Estamos NÓS a recorrer a isso? É isso uma conduta digna de Cristãos?"

Não sei se o Eleito se refere a si mesmo e ao Carlos, mas creio que sim, porque se serviu do pronome "NÓS".

De semelhante maneira, escreveu o Carlos: "Sò falamos aqui da palavra, só citamos versos da biblia, eles é que estão sempre a querer-nos enfiar com palavras de homens e por isso insistem no que os homens disseram ou escreveram."

Mas isso não é verdadeiro, pois dentre outras coisas (animosidades, sátiras, críticas à Igreja Católica e seus membros), por exemplo, assim escreveu o Carlos se dirigindo a Renato:

"BEM FALOU LUTERO A RESPEITO DE PESSOAS COMO TU"

Moral da história:

QUEM TEM O RABO DE PALHA NÃO TOCA FOGO NO DOS OUTROS !!!

Por fim, não devem se preocupar com o que aqui escrevo, pois não me dirijo a vocês. Aqui me dirijo aos meus irmãos católicos, aos quais o nosso fórum se destina, embora que haja pessoas de várias seitas que o acessem.
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Jan 09, 2012 10:11 pm

O Eleito, a exemplo de Martinho Lutero, vem insistindo aqui neste tópico que a salvação é somente pela fé. Entretanto, vejam o que ele escreveu em outro tópico:

Re: Deus pode fazer o impossível?
por eleito Hoje à(s) 3:43 pm

"...É perigoso impôr limites a DEUS amigo... tenha cuidado porque ELE não dorme E TERÁ DE DAR CONTAS DISSO..."

Ora, se a salvação é somente pela fé, como terá o Catholic de prestar contas pela suas obras?

CONCLUSÃO:

O GATO DEU O BOTE E NO MOMENTO QUE FOI SE ESCONDER DEIXOU O RABO DE FORA !!!

CAIU A FARSA !!!





avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Fabricio em Ter Jan 10, 2012 1:20 pm

Senhores,
Estive fora bastante tempo. Ainda não tive tempo de ler tudo que escreveram durante minha ausência.

David,
Antes de acusar-nos de "não saber", procure saber do que sabemos... Não que sejamos teólogos, mas não estamos aqui jogando palavras levianas ao vento...
Primeiramente vamos ao pelagianismo.
Lembre-se que o núcleo da heresia de Pelágio reside no na negação da graça, no falso ensinamento de que o homem salva-se pelos seus próprios méritos. Quando lhes digo que acusam-nos de pelagianistas, é porque nossos críticos aproveitam apenas a segunda parte da sentença "fé e obras". À despeito da Igreja ensinar a importância da graça, os ataques a nós diferidos tratam-nos como se crêssemos que a salvação é obra exclusiva do homem. Confundes a necessidade das obras com eficácia das obras. Isto leva-me a crer que ainda não leram atentamente o que escrevemos.
Santo Agostinho combateu brilhantemente a heresia pelagiana sem condenar o livre arbítrio, visto que essa Verdade [a do livre arbítrio] era inquestionável já naquela época.

Continuando, sobre santidade, o senhor escreve:
"Ser santo, no vosso conceito, é algo que se alcança após a morte do corpo, devido as muitas boas obras que alguém fez em vida, e que foi reconhecido por vossa instituição, com sede no Vaticano, através de algum documento assinado."
Agora eu é que observo que o senhor desconhece totalmente o conceito de santidade ensinado pela Igreja. Essa afirmação é esdrúxula. Por favor, procure conhecer melhor a Sã Doutrina antes de rejeitá-la.

Vi aqui também alguns questionamentos, do Davi e do eleito. Dizem eles que se não creio que minhas obras são boas, se não creio que sou santo, é porque não tenho fé. Ora, amigos, quem vai julgar minha santidade e minhas obras não sou eu, mas sim o Senhor! Ter fé não significa julgar-se santo, antes significa confiar em Deus. Prefiro ser como o publicano que entrou na sinagoga colocando-se na posição do mais miserável pecador clamando pelo perdão de Deus, do que ser como o fariseu que agradecia a Deus sua condição de santo e irrepreensível. (os Evangelhos são claros sobre qual atitude mais desagrada a Deus). Quanto a mim, deixo que Deus nos julgue...

eleito,
Veja bem o que escreveste:

"Existe alguma coisa que aconteça sem consentimento de DEUS?
Não é ELE o responsável por tudo?
Negando isto negam a sua soberania mostrando assim que não conhecem a DEUS."

Meu caro, dessa forma acabas de cair em outra heresia, a de colocar Deus como autor do mal, o que é um absurdo (já temos um tópico tratando disso...). Ora, Deus não é autor do pecado. Esse demérito cabe a nós homens. Deus é o Bem Supremo. Não se pode tirar o mal do Bem.

Após dizes:

"Tudo o que digo é apoiado por Paulo, a lei e os profetas e o próprio Cristo que comparam o espíritual com o espíritual e não com a carne."

Meu caro, o que dizes é apoiado pelo seu entendimento das Escrituras mutiladas (pois tirou-lhe a carta de São Tiago). Há milhares de outros entendimentos. Aqui propõe separação de corpo e espírito? É isso mesmo? Se não for o caso, gostaria de, se possível, fosse mais claro. Se for o caso corres o risco cair em mais uma heresia (gnóstica), mas isso é assunto para outra hora...

Volto a dizer, para sustentar essa quimera doutrinária os senhores tiveram que negar uma Escritura canônica (São Tiago), rejeitar os autores patrísticos, negar a verdade do livre arbítrio e atribuir a Deus a origem do pecado. Se é preciso fazer tanta coisa para sustentar uma doutrina, não é possível que ela seja verdadeira.

Fiquem com Deus

Fabricio

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/02/2011
Localização : Fabricio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Fabricio em Ter Jan 10, 2012 1:42 pm

eleito,
Cuidado com o que diz. O senhor acabou trata do mal como substância! Acabou de cair em mais uma heresia! Quantas mais serão necessárias para sustentar sua crença?

Fabricio

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/02/2011
Localização : Fabricio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 3:00 pm

Valha-nos Deus!
Que apanhadinhos,estes dois cromos.

Vcs querem falar de Lutero??
Que sabem vcs de Lutero?
Que sabem vcs de seus frutos?
Venham aqui onde eu vivo na Alemanha e eu mostro-vos.Muito facil!

Todos os dias,pergunto a Luteranos se acreditam em Deus.
Para não estar para aqui a mentir,em 100 acredita 1 apenas.Acreditem!!
Vem a Pascoa e eles dizem:Finalmente uns dias livres para a ...bebedeira!
Vem o Natal e eles apenas sabem falar de vinho quente e de neve.Natal sem neve,não é Natal!!
Casam-se e passado um ano estão divorciados...
A noiva deve ir de branco,claro!Como os americanos,tipo aqueles filmes de comedia.
Os filhos se os pais lhe derem um raspanete,acusam-nos na policia.
Vem as sextas-feiras,as mulheres vao sozinhas para as discotecas e os homens ficam em casa a tomar conta dos filhos.No sabado trocam de posicão...

No dia da Ceia Santa de Natal,o jantar deles é salsichas de porco cozidas e batatas tambem cozidas.Mais nada,venha depressa as prendas porque os filhos mais tarde dirigem-se todos para a discoteca.Acreditem!!
As 23 horas da noite ja estao todos bebados e a dormir.

Um dia visitei uma igreja evangelica e sabem o que eu vi??
Um "PASTORA" a pregar e ao mesmo tempo a dar de MAMAR a um filho que tinha no peito.Acreditem!!!

Meus amigos,vcs nao me falem de Lutero OK?
Para o conhecer e os conhecerem,vcs devem falar a lingua deles e viverem com eles,para de fato os perceberem melhor.
Isto aqui na Alemanha,principalmente no norte é uma ORGIA!!
O que ainda se aproveita sao os Catolicos do sul da Alemanha.

Neste País,apenas se trabalha e se pensa em dinheiro!Por isso eles estao a tomar conta de toda a Europa.
Para se falar sobre Lutero,deve-se primeiro conhecer o seu Povo.

Auf Wiedersehen Wink

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 3:04 pm

Vcs duvidam?
Concerteza conhecem alguem vosso conhecido que vive na Alemanha.
Perguntem-lhes.

O Lutero...
Valha-nos Deus!
Foi bem pior do que Hitler!Isso dito por eles.
Fartou-se de assasinar pessoas esse animal!Por ele foi feita a verdfadeira inquisicao.
Existe fotos aqui na Alemanha,infelizmente foram "escondidas"com textos de Lutero onde ele dizia que fez varias vezes pactos com o satanas.
Alem disso tambem se consta que a Maconaria evoluiu muito aqui na Alemanha as custas de Lutero...

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Jan 10, 2012 3:57 pm

Esta teoria luterana, para lograr validade, foi a origem também de outras doutrinas que vieram para falsear as Sagradas Escrituras, e dentre elas, me refiro a teoria da negação do livre arbítrio, teoria esta que, os próprios luteranos do nosso tempo estão divididos quanto à sua aceitação.

Não foi da leitura da Bíblia, mas foi da observação do que se passava no seu espírito doentio e tumultuoso que Lutero chegou a conclusão de que o homem não goza de liberdade. Eis as suas palavras:

“A vontade humana é como um jumento; se Deus o cavalga, quer e vai onde Deus quer... Se Satanás o cavalga, quer e vai onde vai Satanás, nem está em seu poder correr para outro cavalgador ou procurá-lo, mas os cavalgadores é que lutam entre si para alcançar o jumento e tomar conta dele” (Weimar, Cap XVIII, pag. 635);

“Tudo se realiza segundo os decretos imutáveis de Deus. Deus opera em nós o mal e o bem. Tudo o que fazemos, fazemo-lo não livremente, mas por pura necessidade” (Weimar, Cap. XVIII, pag. 709);

“Foi o diabo que introduziu na Igreja o nome de livre arbítrio” (Weimar, Cap. VII, pag. 145).

Houve a esse respeito uma célebre polêmica entre Lutero e Erasmo, a partir da qual Lutero escreveu um livro intitulado “O Arbítrio Escravo”, combatendo a doutrina de que o homem goza da liberdade, e Erasmo escreveu outro sob o título “O Livre Arbítrio”, defendendo esta doutrina, embora Erasmo errasse, caindo no pelagianismo.

Os magistrados começaram a inquietar-se, porque o livre arbítrio é a base do direito civil e penal, e também pelas péssimas repercussões das idéias de Lutero no seio do povo.

A resposta de Lutero foi a seguinte:

“Estou falando da vontade livre em relação a Deus e às coisas da alma. Pois que necessidade teria eu de disputar tanto sobre a liberdade do homem no que diz respeito às vacas e aos cavalos, ao dinheiro e aos bens?” (Apud Dnifle-Paquier, Cap. III, pag. 267). “Mas no que toca à salvação ou condenação, o homem não tem livre arbítrio; é o cativo, o súdito e o escravo da vontade de Deus ou da vontade de Satanás” (Weimar, Cap. XVIII, pag. 638).


avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 5:21 pm

eleito escreveu:Deviam criar era um tópico para falar mal do Lutero e assim podíamos deixar este para aquilo que foi criado no princípio.

Já agora Flávio.. essas frases do Lutero não as conhecia mas estão 100% certas... e do mesmo fala Paulo.
Aí fala da escravidão do homem antes e depois do novo nascimento do qual os apóstolos, a lei de Moisés e todos os profetas dão testemunho...

Mas DEUS escondeu estas coisas aos grandes e revelou aos pequeninos... graças a DEUS.

Você deve continuar a achar que minto, mas tenho aprendido mais do Lutero consigo e os seus do que noutra fonte qualquer... e naquilo que citam dele e vocês só vẽm pecado podem ter a certeza que é o Espírito Santo a falar e está completamente de acordo com Paulo... vocês simplesmente não o reconhecem..

Motivo pelo qual, cada vez que vocês falam acerca dele estão expostos sem o saberem pois não distinguem verdade de blasfêmia... e quando querem mostrar que ele pecava na sua doutrina, ou mentem e dizem o que ele não disse, ou citam-no pensando que o deixam mal visto quando na verdade estão a dar testemunho que ele era de DEUS.

As mentiras que tenho ouvido acerca dele também as disseram falsamente de Paulo... aliás até de nós já as disseram.

Decididamente tenho de me interessar mais por esse senhor Lutero... aparenta conhecer DEUS.

Vc esta-me a sair um cromo...
Sim,DEUS escondeu estas coisas aos grandes e as revelou aos pequeninos.Isso vc tem razão.
Mas foi a mim que Ele as revelou e não a vc eleito.
Porque repare bem:Vc é grande,porque ja se considera salvo.Eu não!Eu continuo a ser pequenino porque ainda não me considero salvo.
Eu apenas me considero um Filho que de vez em quando apanha uns açoites bem certeiros do Pai.
Mas por ser Filho,não posso tentar meu Pai.Porque se Ele quiser pode me deserdar.


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Rafael Monteiro em Ter Jan 10, 2012 5:47 pm

eleito escreveu:Deviam criar era um tópico para falar mal do Lutero e assim podíamos deixar este para aquilo que foi criado no princípio.

Já agora Flávio.. essas frases do Lutero não as conhecia mas estão 100% certas... e do mesmo fala Paulo.
Aí fala da escravidão do homem antes e depois do novo nascimento do qual os apóstolos, a lei de Moisés e todos os profetas dão testemunho...

Mas DEUS escondeu estas coisas aos grandes e revelou aos pequeninos... graças a DEUS.

Você deve continuar a achar que minto, mas tenho aprendido mais do Lutero consigo e os seus do que noutra fonte qualquer... e naquilo que citam dele e vocês só vẽm pecado podem ter a certeza que é o Espírito Santo a falar e está completamente de acordo com Paulo... vocês simplesmente não o reconhecem..

Motivo pelo qual, cada vez que vocês falam acerca dele estão expostos sem o saberem pois não distinguem verdade de blasfêmia... e quando querem mostrar que ele pecava na sua doutrina, ou mentem e dizem o que ele não disse, ou citam-no pensando que o deixam mal visto quando na verdade estão a dar testemunho que ele era de DEUS.

As mentiras que tenho ouvido acerca dele também as disseram falsamente de Paulo... aliás até de nós já as disseram.

Decididamente tenho de me interessar mais por esse senhor Lutero... aparenta conhecer DEUS.

Lutero?? Conhece Deus??!!

Eis aqui trechos do livro Tischreden (Conversas à Mesa, em português):

Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela? " Depois, com Madalena, depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

"Deus est stultissimus" (Lutero, Conversas à Mesa, ed Weimar, N* 963, Vol. I , p. 487. Apud Franz Funck Brentano op. cit. p. 147).

Em outra ocasião, Lutero falava sobre destino, culpava Deus por todos os crimes, e dizia que Judas não podia deixar de trair Cristo, nem Adão tinha liberdade para não pecar. Para ele, era Deus que determinava os pecadores a pecar, Lutero concluia dizendo "Deus age sempre como um louco" (Franz Funck Brentano, Martim Lutero, p. 111).

LEIA AS OBRAS DE LUTERO, PARA TIRAR ESSA LAMA QUE TE IMPEDE DE VER A LUZ!!!
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 6:40 pm

Eleito,vc ja ouviu falar de falsificadores?
Quase em tudo existem falsificadores...

Ora aqui vc tambem é um falsificador.
Vc se parece com alguem que quer vender um objecto de ferro pintado com tinta dourada numa feira qualquer.
Para vc conseguir vender esse objecto falso,vc afirma e mente dizendo que ele é de ouro maciço.
Tambem aqui no forum,vc quer-nos vender assim um desses falsos objectos.
Mas que descaramento!

Existe um livro muito bom que fala sobre certos assuntos sobre S.Paulo.
No Cap.40,por exemplo pode-se ler isto como titulo:
Foi para a liberdade que vós, irmãos, fostes chamados

..e continua explicando tudo muito bem explicado.
Isto sim é mesmo de ouro maciço!

Vamos pois ler um pouco do que nos diz esse livro,com textos tirados das cartas de S.Paulo:

"Não basta ser livre. Há que saber sê-lo. A liberdade do cristão tem origem na sua comunhão com Deus, impossível de alcançar pela Lei. É na caridade de Cristo que assenta a minha liberdade.
Em Gl 5, 13-24, Paulo avisa para o perigo da liberdade cristã se tornar uma ocasião para os apetites carnais, talvez porque isso estivesse a acontecer entre os cristãos da Galácia. Mesmo convertidos a Cristo, continuavam a viver na carne, isto é, sujeitos à debilidade e fraqueza humana. Ora, que melhor meio poderiam eles ter para não ceder às tentações da carne, senão um código de regras claras e exigentes, pelas quais se orientassem? Só que, para não serem escravos da carne, tornavam-se escravos da Lei, do legalismo.
Só quando nos mantemos na caridade é que temos uma conduta moral livre de toda a opressão. Para nos mantermos na caridade e termos uma conduta moral livre de toda a opressão, há que tomar consciência do género de obras que pode realizar quem vive sob o domínio da carne. Paulo classifica essas obras como um só fruto, para indicar a sua unidade perfeita, quer dizer, a unidade que elas produzem naqueles que as praticam. Entre eles e deles com Deus. A caridade, alegria, paz, paciência, benignidade e bondade são virtudes que vêm de Deus, determinantes para as nossas relações mútuas, cuja persistência, por sua vez, depende da nossa fidelidade, mansidão e autodomínio."


Vale bem a pena ler este livro e ainda por cima sem custos(pelo menos aqui onde vivo)
Aqui esta o link
http://ssacramento.blogs.sapo.pt/137269.html

Gálatas 5,13-24
"Irmãos, fostes chamados para serdes livres. Que essa liberdade, porém, não se torne desculpa para viverdes satisfazendo os instintos egoístas. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros através do amor.
Pois toda a Lei encontra a sua plenitude num só mandamento: «Amarás o teu próximo como a ti mesmo».
Mas, se vos mordeis e vos devorais uns aos outros, tomai cuidado! Podereis acabar por vos destruirdes uns aos outros.
Por isso é que vos digo: vivei segundo o Espírito, e já não fareis o que os instintos egoístas desejam.
Porque os instintos egoístas têm desejos que estão contra o Espírito, e o Espírito contra os instintos egoístas; os dois estão em conflito, de modo que não fazeis o que quereis.
Mas, se fordes conduzidos pelo Espí-rito, já não estareis submetidos à Lei.
Além disso, as obras dos instintos egoístas são bem conhecidas: fornicação, impureza, libertinagem,
idolatria, feitiçaria, ódio, discórdia, ciúme, ira, rivalidade, divisão, sectarismo,
inveja, bebedeira, orgias e outras coisas semelhantes. Repito o que já disse: os que fazem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, bondade, benevolência, fé,
mansidão e domínio de si. Contra essas coisas não existe lei.
Os que pertencem a Cristo crucificaram os instintos egoístas juntamente com as suas paixões e desejos."

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 6:53 pm

CarlosB escreveu:500 anos de dôr Luterana, e isto é sò o principio das dores. Ainda procissão vai no àtrio.

Estas bem enganado.
Se estivesses mais atento,saberias o que se passou por aqui na Alemanha na ultima visita do Santo Padre a esse país.
Agora a imprensa protestante diz uma coisa bem diferente do que se passou...tu bem os deves conhecer.Merkel e companhia..tudo protestante.
Mas a verdade bem verdadinha foi esta:
O Santo Padre deu-lhes com os pés,como Cristo com a serpente.
Eles bem queriam se juntar na Igreja,mas o Santo Padre lhes disse que a Fé não se vende!

Vcs ate podem tentar tudo o que quiserem.
Mas aqueles que são mesmo valiosos para Cristo,permanecerão fieis na Igreja Catolica aconteca o que acontecer.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 6:54 pm

CarlosB escreveu:Assim fazem com os vossos idolos de pau, pintam.-nos de ouro.


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Jan 10, 2012 7:12 pm


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Qua Jan 11, 2012 6:42 pm

CarlosB escreveu:
O meu objetivo aqui, não é denegrir a imagem do vosso fundador...

O nosso fundador é Jesus Cristo.

Temos provas suficientes desse fato,mas a Igreja não o quer provar com provas visiveis,mas simplesmente pela Fé em Jesus Cristo.
Queres prova maior do que essa?Uma Igreja com cerca de 2 mil anos,mas mesmo assim continua a lutar pelo caminho da Fé.
Alem disso a Igreja Catolica é a unica verdadeira Igreja de Cristo.Repara que com o sal que Cristo nos deu,tudo conseguimos temperar.
Mas porque devemos temperar?
Muito simples!Temperamos para o bem estar do homem.Ou tu ja te esquecestes que o homem ainda esta no mundo?
Que queres tu?Apenas viver em Espirito?Não podes!
Deves viver primeiro na carne,mas vence-la em Espirito.Assim obrigas a tua carne a praticar obras e tudo isso porque existe realmente Fé em Deus.
Deus criou o homem e disse-lhes:Multiplicai-vos e tudo o que foi criado na terra sirva para proveito do homem.
Ora nos tempos em que vivemos,como puderemos nos multiplicar e viver em paz?
Simples!Com os conselhos da Igreja!Porque ela de fato sabe temperar.
Tudo isso são obras.Obras que servem pelo menos para dar um futuro melhor aos nossos filhos.Pois eles tambem serão seres humanos e precisam de viver tal e qual como de momento vivemos.
De fato a Igreja Catolica é a unica verdadeira Igreja de Cristo,porque tem se adaptado ao mundo,sabendo-o temperar.

Vcs apenas confundem tudo e nada percebem.
Ora muitos de vcs não percebem na realidade as Escrituras Sagradas.
Repara numa coisa:
Se tu falas tão mal da carne,como podes tu dizer que o Templo onde habita Deus é o nosso corpo??
De fato vcs tudo mal entendem,porque Cristo não pode habitar em nosso corpo.
Cristo habita no corpo da Igreja e Ele proprio é a Cabeça dela.
E NÓS somos os MEMBROS desse corpo.
Como pode então funcionar esse corpo da Igreja,se seus membros estão espalhados por todo o mundo?
Muito simples,porque aqui entra a Igreja Espiritual em açcão com a ajuda do Espirito Santo.
Isto é de louvar,porque não estou a falar apenas de uma Igreja situada numa cidade ou aldeia,mas sim numa Igreja que esta por todo o mundo!E mesmo assim ela funciona na perfeicão e isto ja ha uns 2 mil anos.
Ora tu podes dizer que a Igreja de Cristo,apenas é espiritual e invisivel...
MAs se vcs dizem que Cristo esta em vós atraves de sua Igreja Espiritual,de fato houve falhas porque por onde andasteis vós tantos anos?
E como podereis vós orar a Deus Espiritualmente,se vcs apenas conseguem manter contacto entre vcs com o telemovel(celular)?

Tu tambem falas muito de fé e criticas minhas obras...
Mas o que te leva a pensar que tua fé é maior que a minha?
Porque tu ja te julgas salvo?
Eu tambem acredito que serei salvo,porque tenho fé em Jesus Cristo.Mas eu não me julgo salvo,porque tenho temor a Deus.Tambem isso é um mandamento de Deus!
Ora pensas tu que esse mandamento apenas serve para o homem enquanto esta na carne?
Não!Estas muito enganado!!
Porque tambem os anjos que são criaturas espirituais temem a Deus.
Toda a criatura teme a Deus.

Alem disso Deus nos diz que vai julgar todo o homem.
Porque te julgas então salvo?Achas tu que ja estas escrito no livro da vida e não seras julgado?
Enganas-te,porque ainda não morrestes para o saber.
Deves pois primeiro morrer,para ficares a saber se estas de fato escrito no livro da vida.

Tambem dizes que acreditas em predestinação.
Ora para seres predestinado tambem estas escrito no livro da vida,dizes tu.
Mas então,porque ira Cristo julgar aqueles que não foram predestinados?

Vcs tambem falam que não existe livre-arbitrio...
Então porque a mulher de Lot,em desobediência ao mensageiro de Deus olhou para trás a ver Sodoma a ser destruida e se tornou numa estátua de sal?
Não foi isto livre arbitrio?
Deus tambem a queria salvar,não apenas ela mas tambem estes:

Gênesis, 19:14
"Lot foi falar com os seus futuros genros, que estavam para casar com suas filhas: «Vamos, saí deste lugar, porque Javé vai destruir a cidade». Mas os seus futuros genros acharam que Lot estava a brincar."


De verdade mesmo o proprio S.Pedro ao pegar na espada teve livre arbitrio ao ser avisado por Cristo.Quem entender que entenda...

Enfim...
Carlos e Eleito,sois uns loucos varridos...
Gritos de raiva e de vaidades como os vossos,ja profetizou o profeta.
Cai a tampa pesada na sepultura,acabam-se os gritos...

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por RenatoPaulo em Qua Jan 11, 2012 7:07 pm

CarlosB escreveu:
Todos os que participaram para matar Jesus foi obra de Deus. Todos lhe obedecem!

Muito escreves,mas pouco acertas.
Apenas dizes asneiras.

Se fosses verdadeiramente de Cristo,me reconhecerias e não repararias em minha aparencia...
Repara que te falo em minha aparencia e tu nunca me vistes!

Para eu te dar "mel",tens de o merecer e de me reconheceres espiritualmente.
Pelo menos sentires algo...

Mas tu nao entendes mesmo nadinha.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 44
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Rafael Monteiro em Qua Jan 11, 2012 7:48 pm

CarlosB escreveu:
Rafael Monteiro escreveu:

Lutero?? Conhece Deus??!!

Eis aqui trechos do livro Tischreden (Conversas à Mesa, em português):

Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela? " Depois, com Madalena, depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

"Deus est stultissimus" (Lutero, Conversas à Mesa, ed Weimar, N* 963, Vol. I , p. 487. Apud Franz Funck Brentano op. cit. p. 147).

Em outra ocasião, Lutero falava sobre destino, culpava Deus por todos os crimes, e dizia que Judas não podia deixar de trair Cristo, nem Adão tinha liberdade para não pecar. Para ele, era Deus que determinava os pecadores a pecar, Lutero concluia dizendo "Deus age sempre como um louco" (Franz Funck Brentano, Martim Lutero, p. 111).

LEIA AS OBRAS DE LUTERO, PARA TIRAR ESSA LAMA QUE TE IMPEDE DE VER A LUZ!!!



Eu também te podia dar milhares de trechos, mas estes verdadeiros, contra a igreja católica, mas não é essa a minha função. Basta-me a palavra de Deus, da qual vocês fogem. Isso que está escrito de judas e Adão é verdade. Tanto do bem como do mal.

Atos 4:26Levantam-se os reis da terra, e os príncipes se reúnem em conselho contra o Senhor e contra o seu Cristo
27. Pois na verdade se uniram nesta cidade contra o vosso santo servo Jesus, que ungistes, Herodes e Pôncio Pilatos com as nações e com o povo de Israel,
28. para executarem o que a vossa mão e o vosso conselho predeterminaram que se fizesse.


Todos os que participaram para matar Jesus foi obra de Deus. Todos lhe obedecem!



Essa eu não entendi,

Deus criou um conselho contra ele mesmo e contra seu filho?

Carlos, você não vê? Por exemplo: o chamado à conversão dos pecadores, é um chamado a escolher à Deus!
Deus nos deu liberdade, ele não nos quis fazer escravos!
Somos todos iguais em direitos e deveres, temos que assumir nossas responsabilidades...

Não somos robôs/marionetes, se alguns de nós já nascessem com um destino pré-definido para serem condenados, então essas pessoas não teriam culpa do que viessem a fazer, então qual seria a serventia do inferno se essas almas não tiveram a chance de crer em Deus ? Deus não quer que ninguém se perca, pois não se deleita com a morte dos ímpios (2 Pedro 3:9; Ezequiel 18:32), ele ama todos os homens igualmente, não é arbitrário e nem parcial (Atos 10:34; Romanos 2:11; 5:8; João 3:16). Jesus morreu por todos, pois o evangelho é para todos. (Hebreus 2:9; 1 João 2:2) Se o homem não obedece, não é porque foi predestinado para que não possa obedecer. É porque ele não obedece (João 5:40; 3:19-20)

Deus nos da liberdade para escolher:

"Se obedeceres à voz do Senhor teu Deus...todas as bênçãos virão sobre ti..., Mas se não deres ouvidos à voz do Senhor teu Deus...virão sobre ti todas estas maldições...". Deuteronômio 28

avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Rafael Monteiro em Qua Jan 11, 2012 7:55 pm

Então você acredita que "Deus age sempre como um louco" ?
E mais? você acredita que Jesus era adúltero e fornicou??

Lutero era um assassino bêbado e louco. Não quero julgá-lo, mas ele fez seu
julgamento com suas próprias obras!
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Rafael Monteiro em Qua Jan 11, 2012 8:07 pm

CarlosB escreveu:Vê o resultado de todos os que viveram antes de Jesus:

Gàlatas 3:10Todos os que se apoiam na lei estão sob um regime de maldição. Pois está escrito: Maldito aquele que não cumpre todas as prescrições do livro da lei

Gálatas 3:22mas a Escritura encerrou tudo sob o império do pecado, para que a promessa mediante a fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem.
23. Antes que viesse a fé, estávamos encerrados sob a vigilância de uma lei, esperando a revelação da fé.

Deus dizia para eles escolherem a vida, mas quantos alcançaram? Nem um só. Logo não houve livre arbítrio, pois quem escolheria a morte e a maldição? Mas não só os da lei, mas todo o homem.

Romanos 5:18Portanto, como pelo pecado de um só a condenação se estendeu a todos os homens, assim por um único ato de justiça recebem todos os homens a justificação que dá a vida.

Onde vês aqui livre arbítrio? Se há, levou-os a todos para a morte e a maldição, logo eu não o quero.

Como assim você não o quer?? O fato de você escolher se quer ou não é um livre-arbítrio!

avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Rafael Monteiro em Qua Jan 11, 2012 8:34 pm

CarlosB escreveu:
Rafael Monteiro escreveu:Então você acredita que "Deus age sempre como um louco" ?
E mais? você acredita que Jesus era adúltero e fornicou??

Lutero era um assassino bêbado e louco. Não quero julgá-lo, mas ele fez seu
julgamento com suas próprias obras!

Isso é o que vocês dizem, ele já morreu e não assisti ao que ele fez, mas é pela palavra que vejo se a pessoa é de Deus ou não. Quanto ao Deus ser louco, ele o faz no mesmo contexto de Paulo. È louco para aos olhos do homem, para os que se perdem, esses acham loucura as suas palavras.

1ª Corintios 3:18Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se julga sábio à maneira deste mundo, faça-se louco para tornar-se sábio, 19. porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois (diz a Escritura) ele apanhará os sábios na sua própria astúcia

No entanto eu, torno a dizer, não quero falar de pessoas, (você gosta de ironizar então né?) mas da palavra de Deus. Isso falo.


CarlosB escreveu:Se fossemos robôs, não pecávamos.

Para você pecar é preciso ter consciência do pecado, como seria pecado se não seria a sua vontade pecar, mas a de Deus?

CarlosB escreveu:Rafael, Deus não deu a lei para que os homens cumprissem, mas para lhes mostrar que eles não podiam cumprir, e assim serem guiados a Cristo.

Ele lhes anunciou a sua aliança, os Dez Mandamentos. E escreveu-os sobre duas tábuas de pedra e ordenou que os cumprissem.
Deuteronômio 4:13

Eu lhes ensinei decretos e leis, como me ordenou o Senhor, o meu Deus, para que sejam cumpridos na terra na qual vocês estão entrando para dela tomar posse.
Vocês devem obedecer-lhes e cumpri-los, pois assim os outros povos verão a sabedoria e o discernimento de vocês. Quando eles ouvirem todos estes decretos dirão: "De fato esta grande nação é um povo sábio e inteligente".
Deuteronômio 4:5-6



avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é necessário para que me salve?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum