Irmãos de Jesus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Rafael Monteiro em Seg Mar 12, 2012 5:26 pm



Será que foi isso mesmo que eu li??

Shocked

avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Rafael Monteiro em Ter Mar 13, 2012 2:53 pm

Eleito,
Igreja dos Eleitos?
o CarlosB é o pastor, e você o seguidor, e aí, quem são os seguidores?
Se já são eleitos, qual é a necessidade de "trabalhar" nessa igreja, vocês não estão salvos, vocês não dizem que as boas obras não fazem diferença na salvação?? E mais, para que vão pregar para pessoas que já estejam talvez predestinadas ao inferno? Ou para que pregar para quem já está salvo?

Que igreja é essa que está em um site, de um chefe prepotente onde os líderes já se auto-denominam eleitos, e que mais parecem com os Fariseus?

Estou cada vez mais assustado com essas "igrejas" de fundo de quintal que surgem por aí affraid

Não dou 6 meses para acabar esse surto de maluquice e fecharem esse site...


avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Mar 13, 2012 7:00 pm

Rafael Monteiro escreveu: vocês não estão salvos, vocês não dizem que as boas obras não fazem diferença na salvação?? E mais, para que vão pregar para pessoas que já estejam talvez predestinadas ao inferno? Ou para que pregar para quem já está salvo?

Rafael,

Sabe uma coisa?Isso de boas obras que a Igreja nos manda fazer,para mim é tudo palha.
Quando de facto existe uma boa obra praticada,quem a pratica é Deus e nao os homens.

Na verdade se estivermos a praticar "boas obras"com a intencao de nos salvarmos,estamos a desvalorizar o que Jesus Cristo fez pelos homens.Isso para mim é ser anti-Cristo.
Ora se vcs dizem ser a Igreja de Jesus Cristo e eu que acabo de sair da Igreja por amor a Jesus Cristo,afinal como ficamos?

Se eu pois estou fora de vossas muralhas,nao devo eu pregar?Claro que sim!Prego o evangelho para pessoas que ainda nao o ouviram ou ainda nao o entenderam direito,porque foi mal explicado talvez pela Igreja Catolica...
Sim,mal explicado hoje,porque antigamente nem chegava a ser explicado porque era escondido aos "leigos".

Rafael Monteiro escreveu:Ou para que pregar para quem já está salvo?
Rafael...
Eu agora lhe pergunto porquê que a Igreja Catolica esta outra vez pregando para os evangelizadores(me refiro ao proprio clero da Igreja)?
Sabe porquê?Eu lhe respondo sem faltar um Til..
Eles estao de novo pregando os evangelizadores,porque dentro da Igreja esta todo o mundo sem Fé!!!
Ora se vcs estao sem Fé em Jesus Cristo,ainda têm vcs a coragem de nos dizer para praticar boas obras?
Como pode alguem praticar boas obras sem Fé?

Claro que se pode praticar "boas obras sem Fé"...
Mas devemos ter em atencao que essas mesmas "boas obras"nada têm a ver com Deus,mas sim com um sistema maligno muito bem escondido para quem anda em estado de cegueira...


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Rafael Monteiro em Ter Mar 13, 2012 8:14 pm

Ele respondeu-lhes: "Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?"
E, correndo o olhar sobre a multidão, que estava sentada ao redor dele, disse: "Eis aqui minha mãe e meus irmãos.
Aquele que faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe."
(Marcos 3:33-35)


RenatoPaulo escreveu:
Rafael Monteiro escreveu: vocês não estão salvos, vocês não dizem que as boas obras não fazem diferença na salvação?? E mais, para que vão pregar para pessoas que já estejam talvez predestinadas ao inferno? Ou para que pregar para quem já está salvo?

Rafael,

Sabe uma coisa?Isso de boas obras que a Igreja nos manda fazer,para mim é tudo palha.
Quando de facto existe uma boa obra praticada,quem a pratica é Deus e nao os homens.

Na verdade se estivermos a praticar "boas obras"com a intencao de nos salvarmos,estamos a desvalorizar o que Jesus Cristo fez pelos homens.Isso para mim é ser anti-Cristo.
Ora se vcs dizem ser a Igreja de Jesus Cristo e eu que acabo de sair da Igreja por amor a Jesus Cristo,afinal como ficamos?

Se eu pois estou fora de vossas muralhas,nao devo eu pregar?Claro que sim!Prego o evangelho para pessoas que ainda nao o ouviram ou ainda nao o entenderam direito,porque foi mal explicado talvez pela Igreja Catolica...
Sim,mal explicado hoje,porque antigamente nem chegava a ser explicado porque era escondido aos "leigos".

Rafael Monteiro escreveu:Ou para que pregar para quem já está salvo?
Rafael...
Eu agora lhe pergunto porquê que a Igreja Catolica esta outra vez pregando para os evangelizadores(me refiro ao proprio clero da Igreja)?
Sabe porquê?Eu lhe respondo sem faltar um Til..
Eles estao de novo pregando os evangelizadores,porque dentro da Igreja esta todo o mundo sem Fé!!!
Ora se vcs estao sem Fé em Jesus Cristo,ainda têm vcs a coragem de nos dizer para praticar boas obras?
Como pode alguem praticar boas obras sem Fé?

Claro que se pode praticar "boas obras sem Fé"...
Mas devemos ter em atencao que essas mesmas "boas obras"nada têm a ver com Deus,mas sim com um sistema maligno muito bem escondido para quem anda em estado de cegueira...



"Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta." (Tiago 2:26)

"Sede cumpridores da palavra e não apenas ouvintes; isto equivaleria a vos enganardes a vós mesmos." (Tiago 1:22)

Amigo RenatoPaulo, que tristeza você ter abandonado novamente a fé na Igreja que Jesus Cristo fundou...
Vejo que você está indeciso, perambulando de Igreja em Igreja, mas Jesus ainda espera que você volte para casa! Você está parecendo uma pessoa muito influenciável, por que se até essa doutrina doentia que os "eleitos" estão tentando passar, atraiu você. Engraçado, serem vocês todos, portugueses...
O que aconteceu com vocês lusitanos? Enquanto cada um deseja mandar no seu próprio projeto de igreja, vemos a Europa a declinar para o ateísmo...
Você me diz, que eu estou sem fé? Quem está sem fé aqui é você! a vagar por igrejas, procurando o que só a Igreja Católica pode te dar, um encontro verdadeiramente íntimo com Jesus Cristo!
O mal das igrejas protestantes está em interpretar do jeito que quiser o Evangelho, só esquecem que essa bíblia que carregam em baixo do braço chegou até vocês através do suor e sangue dos verdadeiros cristãos...

"É que, de fato, não somos, como tantos outros, falsificadores da palavra de Deus. Mas é na sua integridade, tal como procede de Deus, que nós a pregamos em Cristo, sob os olhares de Deus." (2 Coríntios 2:17)

Como ainda têm coragem de depor contra a Mãe de Jesus, Jesus que vocês dizem tanto amar...
Vamos lá cristãos vamos nos dividindo, criando essas seitas de fundo de quintal, de gente que acha que entendeu o que a bíblia quer dizer e cria uma seita qualquer...

"Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina." (2 Pedro 2:1)

Sinceramente, como você pode parar de acreditar em uma Igreja de 2000 anos, fundada pelo próprio Jesus Cristo, que resistiu a tantas perseguições, que tem tantos sacramentos, por uma de um qualquer aí, que se diz pastor, e que têm apenas o objetivo de ter algum status, e quem sabe fama, dinheiro, e ainda satisfazer a sua alma dizendo para ela mesma que ela está salva!

"Irei contra os profetas de sonhos enganadores que, ao narrá-los, ludibriam com mentiras e fatuidade o meu povo, quando nem missão lhes outorguei, nem mandato algum, e de nenhuma valia são para esse povo - oráculo do Senhor." (Jeremias 23:32)

Renuncia à sua fé? Ainda há tempo de retornar a casa.
Sei que você não é um acéfalo, você mostra ser bem inteligente...
Pare de seguir esse pastor que leva as ovelhas para um abismo!

"Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se."
(Lucas 15:24)

"Tal é teu destino, a partilha que receberás de mim - oráculo do Senhor -, porque te esqueceste de mim, confiando no que é apenas mentira." (Jeremias 13:25)
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Mar 13, 2012 8:50 pm

Amigo Rafael,

Vc esta enganado.
Eu nao estou perambulando de Igreja em Igreja!Eu decidi ficar sem religiao,porque acho que religiao nada tem a ver com o nosso Deus verdadeiro.
Rafael vc esta enganado e tem medo de vir para o "deserto".

Eu sou de Cristo.Eu pertenco a Jesus Cristo,por isso apenas aceito Sua palavra e nao tolero nenhuma religiao que seja contraria ao evangelho de Jesus Cristo.
Agora a sua Igreja,Rafael...essa tolera a liberdade religiosa!
Ora quem tolera a liberdade religiosa nao pode ser de Cristo.
Porque se a sua Igreja fosse de Cristo,nao tolerava mas sim sacudia a capa a quem diferente de Cristo pensasse.

A minha Igreja Rafael,pode estar no "deserto" e ser invisivel ao olho humano...
Mas todos que Nela se encontram,estudam por amor a Deus e a Jesus Cristo a Sagrada Escritura.
Agora na sua Igreja Rafael,esse mar de gente nunca leu a Sagrada Escritura e quando oram a Deus,nao ao Deus verdadeiro,mas sim ao "deus vampiro",todos pedem coisas para o bem da carne.Ninguem na verdade procura o reino de Deus!Ninguem se lembra de Deus!
E os poucos que estudam a Sagrada Escritura,o fazem mais por curiosidade e interesse...

Nao Rafael!!Nao....eu nao estou perambulando de Igreja em Igreja,nem de religiao em religiao!!
Eu estou dentro da Igreja verdadeira de Nosso Senhor Jesus Cristo!
Isso de Catolicos ou Evangelicos,ou Mormoes,etc,etc...tudo isso faz partes das lutinhas debaixo do sol

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Ter Mar 13, 2012 8:58 pm

Quanto a Mae de Jesus,Maria...
Ela esta onde deve estar.Apenas Deus o sabe!

Eu respeito muito Maria.Mas nao rezo a Maria!Se quiser rezar,rezo a Jesus Cristo.

Nao acredito em nenhuma das aparicoes de Maria.
Acredito sim nas aparicoes feitas pelo maligno!Mas nao associo essas aparicoes a Maria.
Desses sinais,ja Cristo nos alertou ha muito tempo...

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Qua Mar 14, 2012 7:16 am

Carlos eu acredito no que esta escrito no livro da vida(Biblia):

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio junto de Deus.
Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito.
Nele havia a vida, e a vida era a luz dos homens."

Ora nisto em cima eu acredito.
E acredito no Verbo que encarnou em Jesus Cristo,para mostrar ao mundo a Sua luz e nos salvar da morte.

Resumindo eu acredito em todas as palavras ditas por Jesus Cristo.Em todas!
Agora coisas supostamente imaginadas ou inventadas ou mesmo estudadas pelos homens eu nao acredito.
E nao acredito porque nao preciso de acreditar.

Eu tambem acredito que estou salvo,pois Cristo me salvou e tirou da morte.
Andei anos e anos a carregar fardos!
Consegui hoje com 38 anos voltar a ser crianca!Consigo finalmente sentir os perfumes que sentia em crianca!!!
Aqueles perfumes vindo de nosso Senhor Jesus Cristo.
Aquele amor que sentia por Ele em crianca esta outra vez de volta.
Estou muito feliz porque concerteza este ano irei de novo passar uma Pascoa feliz e verdadeiramente muito forte espiritualmente.

Que Jesus Cristo seja louvado!

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Qua Mar 14, 2012 7:37 am

Rafael Monteiro escreveu:
"Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta." (Tiago 2:26)

E no que nos diz Tiago,tambem eu acredito.
Porque eu acreditando que estou salvo,tambem estou aceitando o martirio pelo que Jesus Cristo passou na cruz para nos salvar.
Ora automaticamente tendo eu essa Fé,Deus atraves de mim pratica boas obras.
Se pratico pois boas obras,percebo perfeitamente que essas boas obras proveem do amor que habita dentro do meu ser.
Esse amor vem de Deus,porque Deus me tocou era eu ainda um embriao.

Amigo Rafael,
Fé ou Fés existem muitas...
Mas qual delas é a verdadeira?

Ora eu penso que a Fé verdadeira é aquele que Paulo nos fala.
Aceitando essa Fé,tambem concerteza aceitamos o entendemos o que Tiago nos fala.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Administrador em Sex Mar 16, 2012 12:15 am

bom, vou repetir aqui a resposta do outro tópico... Existem pelo menos 4 tópicos com essa temática... vamos estudar a melhor forma de trata-los, enquanto não definimos um meio... vou repetir a resposta dada no outro...

CAPÍTULO 13

A última proposição de Helvídio era esta, e era o que ele queria demonstrar quando tratou dos primogênitos, afirmando que são citados nos Evangelhos os irmãos de Jesus. Por exemplo: "Ora, sua mãe e seus irmãos permaneciam procurando falar com Ele". E em outro lugar: "Depois disso Ele foi para Cafarnaum, com sua mãe e seus irmãos". E de novo: "Seus irmãos então lhe disseram: 'Parte daqui e vai para a Judéia, porque teus discípulos podem também testemunhar as obras que fazes. Porque ninguém faz nada em segredo, mas procura ser conhecido abertamente. Se realizas tais coisas, manifesta-te ao mundo". E João acrescenta: "Porque mesmo seus irmãos não acreditavam nele".

Também Marcos e Mateus: "E indo à sua própria terra, ensinava em suas sinagogas, tanto que [sua gente] ficava atônita e dizia: 'De onde tirou este homem tal sabedoria e miraculosas obras? Não é o filho do carpinteiro. Não é sua mãe chamada Maria e seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs não moram conosco?'". Lucas, também, nos Atos dos Apóstolos relata: "Todos aqueles com um só propósito continuaram firmes na oração, com as mulheres e Maria, a mãe de Jesus, e com seus irmãos".

Paulo, o Apóstolo, também uma vez esteve com eles, e testemunha sua precisão histórica: "E cresci pela revelação, mas não vi os outros apóstolos, a não ser Pedro e Tiago, o irmão do Senhor". E de novo, em outro lugar: "Não temos o direito de comer e beber? Não temos o direito de trabalhar com as viúvas, assim como o resto dos Apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro?"

E, por medo, ninguém aceitou o testemunho dos judeus, pois foi de sua boca que ouvimos o nome de Seus irmãos, mas mantivemos que seus conterrâneos ficaram decepcionados com esse mesmo erro a respeito dos irmãos pelo qual [os judeus] passaram a acreditar sobre o pai, Helvídio profere uma dura observação de advertência e grita: "Os mesmos nomes estão repetidos pelos Evangelistas em outro lugar e as mesmas pessoas são ali irmãos do Senhor e filhos de Maria".

Mateus diz: "E muitas mulheres estavam ali (sem dúvida ao pé da cruz do Senhor), observando de alguma distância, e elas tinham seguido Jesus desde a Galiléia, ajudando-o, entre as quais estava Maria Madalena, Maria a mãe de Tiago menor e de José, e Salomé"; e no mesmo lugar, logo depois: "E muitas outras mulheres que subiram com Ele a Jerusalém".

Lucas também diz: "Ali estavam Maria Madalena e Joana, e Maria, a mãe de Tiago, e as outras mulheres com elas".

CAPÍTULO 14

Minha razão para repetir sempre a mesma coisa é para adverti-lo para não fazer uma falsa afirmação, divulgando que eu deixei de lado tais passagens, como propícias a você, e que essa interpretação foi desfigurada e desfeita não pela evidência da Escritura, mas por argumentos evasivos.

"Observe:" - diz ele - "Tiago e José são filhos de Maria, e são as mesmas pessoas que são chamadas irmãos pelos judeus. Note que Maria é a mãe de Tiago o menor e de José. E Tiago é chamado o menor para distingui-lo de Tiago o maior que era filho de Zebedeu, como Marcos afirma em outro lugar; E Maria Madalena e Maria a mãe de José estavam onde ele (=Jesus) fora colocado. E quando passou o Sábado, elas compraram essências para irem ungi-lo". E, como era de se esperar, ele diz: "Quão pobre e ímpia visão temos de Maria, se afirmamos que quando outras mulheres estavam ocupadas com o sepultamento de Jesus, ela, Sua mãe, estava ausente; ou se inventamos alguma outra Maria; e tudo o mais porque o Evangelho de São João testemunha que ela estava ali presente, quando o Senhor, do alto da cruz a recomendou como Sua mãe, agora uma viúva, aos cuidados de João. Ou deveríamos supor que o Evangelista caiu em tamanho erro e nos induziu a tamanho erro, chamando Maria a mãe daqueles que eram conhecidos dos judeus como irmãos de Jesus?"

CAPÍTULO 15

Que cegueira, que raivosa loucura o leva à sua própria destruição! Você (Helvídio) diz que a mãe do Senhor estava presente ao pé da cruz; diz que ela foi confiada ao discípulo João por causa de sua viuvez e condição de soledade, como se no ponto de vista de sua própria afirmação, ela não tivesse quatro filhos e numerosas irmãs, com o conforto dos quais ela poderia se apoiar? Você também lhe dá o nome de viúva, que não se encontra na Escritura. E embora cite, a cada momento, o Evangelho, somente as palavras de João lhe desagradam. Você diz, de passagem, que ela estava presente ao pé da cruz porque parece que você não a omitiu de propósito, e contudo [não diz] nenhuma palavra sobre as mulheres que estavam com ela. Poderia perdoá-lo se fosse ignorante, mas vejo que você tem uma razão para suas omissões.

Deixe-me destacar então o que João disse: "Mas estavam de pé junto à cruz de Jesus sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, a esposa de Cléofas, e Maria Madalena".

Não há nenhuma dúvida que existiam dois apóstolos chamados pelos nomes de Tiago: Tiago, o filho de Zebedeu, e Tiago, o filho de Alfeu. Por acaso você tem em vista que o comparativamente desconhecido Tiago o menor, que é chamado nas Escrituras filho de Maria, não contudo de Maria a mãe do Nosso Senhor, era apóstolo ou não ? Se era um apóstolo, devia ser o filho de Alfeu e um crente em Jesus, "porque nem seus irmãos acreditavam n'Ele". Se não era um apóstolo mas um terceiro Tiago (que possa ser, não sei), como poderia ser tido como o irmão do Senhor, e como, sendo um terceiro, poderia ser chamado "menor" para ser destinguido do "maior" , porquanto maior e menor são usados para mostrar relação existente não entre três, mas entre dois? Observe, ainda mais, que o irmão do Senhor é um apóstolo, uma vez que Paulo diz: "Então depois de três dias eu fui a Jerusalém para visitar Pedro e fiquei com ele quinze dias. Mas não vi nenhum outro dos apóstolos, a não ser Tiago, irmão do Senhor". E na mesma Epístola: "E quando eles perceberam a graça que me foi concedida, Tiago, Pedro e João que eram considerados os pilares" etc.

E você não poderá supor que esse Tiago fosse o filho de Zebedeu, bastando para isso ler os Atos dos Apóstolos, onde você encontrará que esse último já tinha sido trucidado por Herodes. A única conclusão é que a Maria que é descrita como a mãe de Tiago o menor era a esposa de Alfeu e irmã de Maria, a mãe do Senhor, aquela que é chamada por João Evangelista "Maria de Cléofas", seja por filiação, seja por parentesco, seja por outra razão.

Mas se você julga que são duas pessoas porque em outro lugar lemos: "Maria a mãe de Tiago menor" e aqui: "Maria de Cléofas", você terá a aprender ainda que era costume na Escritura dar diferentes nomes ao mesmo indivíduo. Raguel, sogro de Moisés, é chamado também de Jetro. Gedeão, sem nenhuma outra razão aparente para a troca, de repente se torna Jerubbaal. Ozias, rei de Judá, tem, como nome alternativo, Azarias. O Monte Tabor é chamado Itabyrium. Igualmente, o Hermon é chamado pelos fenícios Sanior, e pelos amorreus Sanir. O mesmo pedaço do país é conhecido por três nomes: Negebb, Teman e Darom, em Ezequiel. Pedro é também chamado Simão e Cefas. Judas, o zelote, em outro Evangelho é chamado Tadeu. Há numerosos outros exemplos que o leitor pode por si mesmo colecionar, em toda a Escritura.

CAPÍTULO 16

Agora aqui temos a explicação do que eu me esforcei por mostrar, como foi que os filhos de Maria, a irmã da mãe de Nosso Senhor, que anteriormente eram tidos por não crentes, e que depois passaram a acreditar, podem ser chamados irmãos do Senhor. Possivelmente, o caso foi que um dos irmãos acreditou imediatamente enquanto os outros não acreditaram senão muito depois, e que uma Maria era a mãe de Tiago e José, chamada "Maria de Cléofas", que é a mesma dita esposa de Alfeu, e a outra, a mãe Tiago o menor. De qualquer modo, se ela (esta última) fosse a mãe do Senhor, São João teria lhe concedido seu sublime título, como em todos os demais lugares, e não teria passado uma impressão errônea, chamando-a mãe de outros filhos. Mas neste ponto não desejo argüir a favor ou contra a suposição de que Maria, a esposa de Cléofas, e Maria, a mãe de Tiago e José, eram mulheres diferentes, uma vez que está claramente entendido que Maria, a mãe de Tiago e José não era a mesma pessoa que a mãe do Senhor.

Como, então - pergunta Helvídio - explica você que eram chamados irmãos do Senhor aqueles que não eram seus irmãos?

Mostrarei como.

Na Sagrada Escritura há quatro espécies de irmãos: pela natureza, pela raça, pelo parentesco e pelo amor.

Exemplos de irmãos pela natureza foram Esaú e Jacó, os doze patriarcas, André e Pedro, Tiago e João.

Irmãos de raça, eram todos os judeus que assim se chamavam um ao outro, como no Deuteronômio: "Se teu irmão, um homem hebreu, ou uma mulher hebréia, te for vendida, ele servirá por seis anos; então, no sétimo ano, deixarás que ele se vá livre". E antes, no mesmo livro: "Deverás de qualquer maneira fazê-lo teu rei aquele que o Senhor teu Deus escolher: um dentre teus irmãos deverá ser feito teu rei; não porás um estrangeiro acima de ti, que não é teu irmão". E de novo: "Não deverás ver o boi ou a ovelha de teu irmão se extraviar e ficares omisso; deverás com segurança levá-los de novo para teu irmão. E se teu irmão não morar perto de ti, ou se não o conheces, então deves trazê-los para tua casa, e ficarão contigo até que teu irmão venha procurá-los, e tu deves devolvê-los a ele de volta". E o Apóstolo Paulo diz: "Desejaria eu mesmo ser reprovado por Cristo pela salvação de meus irmãos, meus próximos pela carne, que são os israelitas".

E ainda mais: são chamados irmãos por parentesco aqueles que são de uma família, que é pátrio, que corresponde à palavra latina "paternidade", porque de uma única raiz procede uma numerosa progênie. No Gênese, lemos: "E Abraão disse a Lot: 'Que não haja luta, eu te peço, entre mim e ti, e entre meus pastores e os teus, porque somos irmãos'". E de novo: "Assim Lot escolheu para si toda a planície do Jordão, e se direcionou para leste. E eles se separaram, um irmão do outro". Certamente Lot não era irmão de Abraão, mas o filho do irmão Aram de Abraão. Porque Terah gerou Abraão, Nahor e Arão. E Arão gerou Lot. De novo, lemos: "E Abraão tinha setenta e cinco anos quando partiu de Haram. E Abraão levou Sarai sua esposa, e Lot, filho de seu irmão".

Mas se você (Helvídio) ainda duvida que um sobrinho possa ser chamado filho, permita-me dar-lhe um outro exemplo: "E quando Abraão ouviu que seu irmão fora feito escravo, tomou seus experimentados homens, nascidos em sua casa, trezentos e dezoito". E depois de descrever o ataque e o massacre noturno ele acrescenta: "E trouxe de volta todos os bens, assim como seu irmão Lot". Que isso seja suficiente como prova de minha afirmação. Mas por medo, você pode levantar alguma objeção cavilosa, e se contorcer em seu aperto como uma cobra; assim devo imobilizá-lo rapidamente com as garantias de provas para fazê-lo parar de sibilar e murmurar, porque sei que você gostaria de dizer que está baseado não tanto na verdade da Escritura mas em complicados argumentos.

Jacó, o filho de Isaac e Rebeca, quando por medo da perfídia de seu irmão tinha ido para a Mesopotâmia, retirou-se para perto [de Labão], rolou a pedra da tampa do poço e bebeu da fonte de Labão, irmão de sua mãe. "E Jacó beijou Raquel, ergueu sua voz e chorou. E Jacó disse a Raquel que ele era irmão de seu pai, que era filho de Rebeca". Aqui está um exemplo da regra já referida, pela qual um sobrinho é chamado de irmão. E mais: "Labão disse a Jacó: 'Porque tu és meu irmão, poderias doravante trabalhar para mim sem pagamento? Diga-me qual o teu propósito'". E assim, quando ao fim de 12 anos, sem conhecimento de seu tio e acompanhado por suas esposas e filhos estava retornando para sua terra, quando Labão os alcançou na montanha de Gilead e não conseguiu encontrar os ídolos que Raquel escondera em sua bagagem, Jacó fez uma pergunta a Labão: "Qual é minha transgressão? Qual é meu pecado, para que tu me venhas tão irado e me persigas? Procuraste tudo em minhas bagagens! O que encontraste em todos meus utensílios? Digas aqui, irmãos perante irmãos, para que eles julguem a nós dois".

Diga-me [Helvídio] quem são esses irmãos de Jacó e Labão que estão aqui presentes? Esaú, irmão de Jacó, certamente não estava lá, e Labão, o filho de Bethuel, não tinha irmãos, embora tivesse uma irmã, Rebeca.

CAPÍTULO 17

Inumeráveis exemplos da mesma espécie podem ser vistos nos Livros Sagrados.

Mas, para abreviar, volto à última das quatro espécies de irmãos, aqueles, esclareço, que são irmãos por afeição, e estes novamente são de duas espécies: aqueles por um relacionamento espiritual e aqueles por um relacionamento geral. Digo espiritual porque todos nós cristãos somos chamados irmãos, como no verso: "Veja como é bom e agradável para os irmãos viverem juntos na unidade". E em outro Salmo, o Salvador diz: "Eu enumerarei teu nome entre meus irmãos". E , em outro lugar: "Vá a meus irmãos e dize-lhes..."

Eu disse - por relacionamento geral - porque nós somos todos filhos de um mesmo Pai, há como um penhor de irmandade entre nós todos. "Dizei àqueles que vos odiarem:" - diz o profeta - "vós sois nossos irmãos". E o Apóstolo escrevendo aos Coríntios: "Se algum homem que é chamado irmão for um fornicador, ou avarento, ou idólatra, ou caluniador, ou beberrão, ou autor de extorsões, com alguém assim, não se deve comer".

Agora eu pergunto à que classe você considera que devem pertencer os irmãos do Senhor, no Evangelho. Eles são irmãos por natureza, você responde. Mas a Escritura não diz isso. Não os chama nem filhos de Maria, nem de José. Poderíamos dizer que eles eram irmãos pela raça? No entanto, seria absurdo supor que uns poucos judeus fossem chamados irmãos quando todos os judeus daquele tempo poderiam, a esse título, reivindicar o nome. Eram eles irmãos pela virtude de intimidade estreita e de união de coração e pensamento? Se eram assim, quais eram exatamente seus irmãos mais do que os apóstolos que receberam sua instrução privada e eram chamados por Ele Sua mãe e Seus irmãos? Novamente, se todos os homens, como visto, eram seus irmãos, seria loucura dar uma mensagem especial: "Vede, seus irmãos o procuram" porque todos os homens semelhantemente mereceriam esse nome.

A única alternativa é adotar a explicação anterior e considerar que são chamados irmãos em virtude do vínculo de parentesco, não de amor e simpatia, nem por prerrogativa de raça, nem pela natureza. Exatamente como Lot foi chamado irmão de Abraão, e Jacó, de Labão, exatamente como as filhas de Zelophehad receberam um lote entre seus irmãos, exatamente como o próprio Abraão tinha a esposa Sarai por sua irmã, porque ele diz: "Ela é de fato minha irmã, por lado de pai, não pelo lado da mãe" o que quer dizer, ela era filha de seu irmão e não de sua irmã. De outro modo, o que diremos de Abraão, um homem justo, falando que a esposa era filha de seu próprio pai?

A Escritura, relatando a história dos homens nos tempos primitivos, não ultraja nossos ouvidos falando da amplitude em termos expressos, mas prefere deixá-la ser inferida pelo leitor. Deus mais tarde aplicou a sanção de lei à proibição, estabelecendo: "Quem toma sua irmã, filha de seu pai, ou de sua mãe, e mostra sua nudez, comete abominação, deverá ser morto. Aquele que descobre a nudez de sua irmã, deverá pagar seu pecado".

CAPÍTULO 18

Há coisa que, em sua extrema ignorância, você nunca leu e, portanto, você negligenciou toda a imensidade da Escritura e usou sua maldade para ultrajar a Virgem, como o homem da história que sendo desconhecido de todo mundo e achando que poderia tramar um mau ato pelo qual ganhasse renome, incendiou o templo de Diana; e quando ninguém revelou o ato sacrílego, diz-se que ele próprio apareceu e se proclamou como aquele que nele pusera fogo. Os administradores de Éfeso ficaram curiosos em saber o que o levara a agir de tal modo, quando então ele respondeu que se não tinha fama por boas obras, todos poderiam lhe dar crédito por uma má. A história grega relata o incidente.

Mas você fez pior. Você pôs fogo no templo do corpo do Senhor, você aviltou o santuário do Espírito Santo, do qual se propôs a fazer gerar um grupo de quatro irmãos e uma porção de irmãs. Numa palavra, juntando-se ao coro dos judeus, você diz: "Não é este o filho do carpinteiro Não é sua mãe chamada Maria? E seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs não moram todas conosco?". A palavra "todas" não seria usada se não houvesse um grande número delas. Rogo-te: diga-me quem, antes de você surgir, tinha conhecimento desta blasfêmia? Quem imaginou essa teoria digna de dois centavos? Você obteve seu propósito e se tornou notório por um crime. Pois eu mesmo que sou seu oponente, embora vivamos na mesma cidade, eu não o conheço como o autor disso, não sei se você é branco ou negro.

Omito as faltas de dicção que abundam em todos os livros que escreveu. Não digo nada sobre sua introdução absurda. Bons céus! Eu não procuro eloqüência, embora você mesmo não a tenha; você contou para isso com a ajuda de seu irmão, Cratério. Eu não procuro graça e estilo, mas busco pureza de alma, porque entre cristãos é o maior dos solecismos e dos vícios de estilo fundamentar algo na palavra ou ação. Chego à conclusão de meu argumento. Concordarei com você em que eu não ganhei nada; e você se encontrará num dilema.

É claro que os irmãos de Nosso Senhor usaram o nome da mesma maneira como José era chamado seu pai: "Eu e teu pai te procurávamos preocupados"; foi Sua mãe que disse isso, não os judeus. O Evangelista relata que Seu pai e Sua mãe ficaram admirados com as coisas que se falavam a Seu respeito, e há uma passagem semelhante, que já citamos, na qual José e Maria são chamados Seus pais. Sabendo que você tem sido louco o bastante para se persuadir que os manuscritos gregos estão corrompidos, agora você talvez alegue a diversidade de interpretações.

Então procuro o Evangelho de João e ali está claramente escrito: "Filipe encontrou Natanael, e lhe disse, nós encontramos aquele de quem Moisés na lei, e os profetas escreveram, Jesus de Nazaré, o filho de José". Você encontrará certamente isso em seu manuscrito. Agora me diga: como Jesus é filho de José quando está claro que Ele fora gerado pelo Espírito Santo? Era José seu verdadeiro pai? Obtuso como você é, não se aventurará a dizer isso. Era seu suposto pai? Se era, que a mesma regra que você aplica a José, seja aplicada àqueles que eram chamados irmãos, assim como você chama José de pai.

Parte IV: O estado virginal é superior ao estado matrimonial

CAPÍTULO 19

Agora que ultrapassei as pedras e encolhos, devo me por ao largo e ir a toda velocidade para chegar ao destino. Você, se sentindo uma pessoa sem conhecimentos, usou Tertuliano como sua testemunha e citou as palavras de Vitorino, bispo de Perávio. De Tertuliano não direi senão que não pertenceu à Igreja. Mas com respeito a Vitorino, afirmo que já ficou provado pelo Evangelho - que ele falou dos irmãos de Nosso Senhor não como sendo filhos de Maria, mas irmãos no sentido que expliquei, ou seja, irmãos sob o ponto de vista de parentesco, não de natureza.

Estamos, contudo, desperdiçando nosso percurso com ninharias e deixando a fonte da verdade, estamos seguindo insignificantes pontos de opinião. Não deveríamos arrolar contra você toda a série de escritores antigos? Inácio, Policarpo, Irineu, Justino Mártir e muitos outros homens apostólicos e eloqüentes, que expuseram as mesmas explicações contra Ebião, Theodoto de Bizâncio e Valentino, escreveram volumes repletos de conhecimentos. Se você alguma vez lesse o que eles escreveram, você se tornaria um homem sábio. Mas eu penso que é melhor refutar brevemente cada ponto do que prolongar meu livro por uma extensão indevida.

CAPÍTULO 20

Agora dirijo meu ataque contra a passagem na qual, desejando mostrar seu talento você faz uma comparação entre virgindade e casamento. Eu não poderia deixar de rir, e penso no provérbio: viu você alguma vez uma dança cautelosa?

Você pergunta: "São as virgens melhores do que Abraão, Isaac e Jacó, que foram casados? Não são as crianças diariamente moldadas pelas mãos de Deus no útero de suas mães? E se assim é, somos constrangidos a nos ruborizarmos pelo pensamento de Maria tendo um marido depois do parto? Se julgam que há alguma desgraça nisto, não deviam coerentemente acreditar que Deus nasceu da Virgem por parto normal. Porque de acordo com esses, há mais desonra numa virgem dando à luz a Deus pelos órgãos geradores, do que numa virgem que se juntou a seu próprio esposo depois que deu à luz".

Acrescente, se quiser, Helvídio, as outras humilhações da natureza, o útero de nove meses se tornando cada vez maior, a doença, o parto, o sangue, os cueiros. Imagine você mesmo o menino envolto na placenta. Imagine a dura manjedoura, o choro do menino, a circuncisão no oitavo dia, o tempo de purificação, de modo que possa ficar comprovado que tudo era impuro. Não enrubescemos, você não nos impõe silêncio. Maior humilhação Ele sofreu por mim, a maior que o atingiu. E quando você tiver dado todos os detalhes, não estará apto a apontar nada mais vergonhoso do que a cruz que confessamos, na qual acreditamos e pela qual triunfamos sobre todos nossos inimigos.

CAPÍTULO 21

Mas como não negamos o que está escrito, assim também rejeitamos o que não está escrito. Acreditamos que Deus nasceu de uma Virgem, porque lemos assim. Não acreditamos que Maria teve união marital depois que deu à luz porque não lemos isso. Nem afirmamos tal para condenar o casamento, porque a virgindade é o fruto do casamento; mas porque quando estamos tratando de santos não devemos julgar apressadamente. Pois se adotássemos a possibilidade como padrão de julgamento, poderíamos sustentar que José teve várias esposas porque Abraão teve, e também Jacó, e que aqueles que eram irmãos do Senhor nasceram daquelas esposas, uma criação imaginária que alguns sustentam com uma temeridade que nasce da audácia e da piedade.

Você diz que Maria não continuou virgem. Eu brado ainda mais que José, ele mesmo, aceitou que Maria era virgem, de modo que de um casamento virgem nasceu um filho virgem. Porque se, como um homem santo, ele não se apresentou com a acusação de fornicação, e está escrito que ele não teve outra esposa, mas foi o guardião de Maria, aquela que foi tida por sua esposa mas não ele por seu marido; a conclusão é que aquele que foi julgado digno de ser chamado pai do Senhor, permaneceu casto.

CAPÍTULO 22

E agora que vou fazer uma comparação entre virgindade e casamento, rogo a meus leitores para não suporem que louvando a virgindade, tenho em menor grau o casamento, e discrimino os santos do Antigo Testamento com relação àqueles do Novo, isto é, aqueles que tinham esposas daqueles que se mantiveram livres dos laços de mulheres; antes, penso que de acordo com a diferença de tempo e circunstâncias, uma regra foi aplicada aos primeiros, uma outra a nós, sobre quem sobrevirá o fim do mundo.

Tanto que continua vigorando a lei : "Sede férteis e multiplicai-vos e povoai a terra"; e: "Amaldiçoada é a mulher estéril que não gerou semente em Israel"; elas todas que casaram e foram dadas em matrimônio, deixaram pai e mãe, e se tornaram uma só carne.

Mas de repente com a força do trovão se fizeram ouvir essas palavras: "O tempo está se acabando, em que doravante aqueles que têm esposas sejam como se não tivessem"; aderindo ao Senhor, nós somos feitos um espírito com Ele. E por quê?

Porque "aquele que é solteiro está preocupado com as coisas do Senhor, de modo que poderá agradar ao Senhor; mas aquele que é casado está preocupado com as coisas do mundo, do modo como agradará a sua esposa. E aqui está a diferença também entre a esposa e a virgem. Aquela que é solteira está preocupada com as coisas do Senhor, porque será santa tanto no corpo como no espírito; mas aquela que é casada, está preocupada com as coisas do mundo, do modo como agradará a seu marido".

Por que você sofisma? Por que resiste? O vaso de eleição disse isso. Disse-nos que há uma diferença entre a esposa e a virgem. Observe qual deva ser a felicidade daquele estado no qual mesmo a distinção de sexo desaparece. A virgem não é mais chamada mulher. "Aquela que é solteira está preocupada com as coisas do Senhor, de modo que é santa no corpo e no espírito".

A virgem é definida como aquela que é santa no corpo e no espírito, porque não é bom ter uma carne virgem se a mulher se põe casada no espírito. "Mas aquela que é casada está preocupada com as coisas do mundo, do modo como agradará a seu marido". Julga você que não há diferença entre uma que gasta seu tempo em oração e jejuns daquela que se sente impelida, ao aproximar-se seu marido, a arranjar sua aparência, andar com passos afetados, e demonstrar atos de carinho?

O objetivo da virgem é aparecer menos faceira; ela quer se guardar de modo a esconder suas atrações naturais. A mulher casada tem seu pincel preparado ante seu espelho, e em desacordo com seu Criador, esforça-se para adquirir algo mais do que sua beleza natural. Então lhe chegam as conversas de seus filhos, o barulho da casa, as crianças buscando sua palavra e pedindo seus beijos, a lista das despesas, o cuidado para acertar as despesas. De um lado você a vê na companhia dos cozidos, cercada de gritos e preparando o alimento; você ali ouve o barulho de uma multidão de fiandeiras. Enquanto isso, chega uma mensagem que o marido e seus amigos estão chegando. A esposa, como uma andorinha, voa por toda a casa. Ela deve cuidar de todas as coisas. Está o sofá arrumado? Está o piso varrido? Estão as flores nas jarras? E o jantar está pronto?

Diga-me, rogo-lhe, onde entre tudo isso há lugar para pensar em Deus? São essas casas tranqüilas? Onde há as batidas do tambor, o barulho e a algazarra do órgão e do alaúde, o tinir dos címbalos, pode se encontrar alguma preocupação com o temor de Deus? O parasita é repreendido e se sente orgulhoso da honra. Entram depois as vítimas meio despreparadas para as paixões, uma referência para todo olhar lúbrico. A infeliz esposa ou deve achar prazer neles e perecer, ou ficar desgostosa e provocar seu marido. Disso surge a discórdia, a semente conspiratória do divórcio.

Ou suponha que você encontre uma casa onde essas coisas são desconhecidas, o que acontece em pequena proporção! Contudo, mesmo ali, o desempenho do dono da casa, a educação das crianças, as necessidades do marido, a correção dos servos, não falham em afastar a mente do pensamento de Deus. "Deixou de ficar com Sara como se fica com as mulheres" - assim diz a Escritura, e mais tarde Abraão recebeu a ordem: "Presta atenção em tudo o que Sara te disser". [Porque] ela não está tomada de ansiedades e dor de parto e, tendo passado pela mudança de vida [sexual], deixou de exercer as funções de uma mulher, estando liberta do esquecimento de Deus; não tem desejo por seu marido, mas, pelo contrário, seu marido se torna sujeita a ela, e a voz do Senhor lhe ordena: "Presta atenção em tudo o que Sara te disser". Então, começam a ter tempo para rezar. Porque enquanto demorou a ser pago o dever do matrimônio, a determinação de rezar foi negligenciada.

CAPÍTULO 23

Não nego que se encontram mulheres santas entre as viúvas e aquelas que têm marido; mas se tornam santas logo que deixam de ser esposas, ou se no estrito dever do matrimônio imitam a castidade virginal. O Apóstolo, como se Cristo falasse por sua boca, brevemente deu testemunha disso quando disse: "Aquela que é solteira está preocupada com as coisas do Senhor, como poderá agradar ao Senhor; mas aquela que é casada está preocupada com as coisas do mundo, como poderá agradar a seu marido".

Ele nos deixa ao livre exercício de nossa razão a esse respeito. Não determina obrigação a ninguém nem induz alguém em cilada; somente persuade àquilo que é próprio quando deseja que todos os homens sejam como ele mesmo. Não emitiu, é verdade, um mandamento do Senhor a favor da virgindade, porque essa graça sobrepuja o poder do homem desassistido, e seria usar um ar de imodéstia forçar os homens a se porem a voar em face de sua natureza, e dizer em outras palavras: "Quero que você seja como são os anjos do céu". É essa angélica pureza que assegura à virgindade a mais alta recompensa, e o Apóstolo poderia parecer desprezar um sistema de vida que não é culposo.

Não obstante, no contexto a seguir diz: "Mas presto meu julgamento como alguém que obteve misericórdia do Senhor para ficar fiel. Penso, portanto, que isso é bom em razão da atual aflição, ou seja, que é bom para um homem ser como ele é". O que quer dizer com "a atual aflição"?

"Haverá aflição para aqueles que tiverem crianças e para aquelas que amamentarem naqueles dias!" A razão por que a madeira cresce é que poderá ser cortada. O campo é semeado porque poderá ser segado. O mundo está já repleto, e a população está demasiado grande para a terra. A cada dia somos dizimados pela guerra, levados pelas doenças, tragados pelos naufrágios, embora continuemos a levar alguém a juízo por causa dos muros de nossa propriedade.

É somente uma adição à regra geral que é feita por aqueles que seguem o Cordeiro, e que não desvestiram seus ornamentos, que continuam em seu estado de virgindade. Preste atenção ao significado de desvestir. Eu não me aventuro a explicá-lo, por medo de que Helvídio possa se tornar abusivo.

Concordo com você, quando diz que algumas virgens não são senão mulheres de taverna; digo ainda mais, que mesmo o pecado do adultério pode ser encontrado entre elas, e você ficará sem dúvida mais surpreso de ouvir que alguns do clero são taberneiros e alguns monges não são castos. Quem não entende logo que uma mulher de taverna não persistirá virgem, nem adúltero um monge, nem taberneiro um clérigo? Exigiremos virgindade se a virgindade corrompida é um pecado?

De minha parte, me omitindo das outras pessoas, e tratando dos castos, afirmo que aquela que trabalha como vendeira, embora sem provas, poderá ser virgem no corpo, porém não mais será casta em espírito.


Parte V: Conclusão

CAPÍTULO 24

Eu me tornei retórico e agi um pouco como orador de plataforma. A isso me levou você, Helvídio; porque, da forma lúcida como brilha o Evangelho atualmente, você quer que se dê uma glória igual à virgindade e ao estado matrimonial. E porque penso que, sentindo a verdade muito forte, você virá aviltar minha vida e abusar de meu caráter (este é o modo das mulheres fracas cochicharem nos cantos quando são repreendidas por seus senhores), vou me antecipando a você:

- Asseguro que darei atenção às suas injúrias como a uma elevada distinção, uma vez que os mesmos lábios que me atacam aviltaram Maria, e eu - um servo do Senhor - sou favorecido com a mesma brava eloqüência de Sua mãe.

Administrador

Mensagens : 74
Data de inscrição : 11/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Mar 16, 2012 5:44 pm

Os Irmaos de Jesus sao todos os que creem Nele verdadeiramente e o põem acima de tudo.

Se houvessem provas de que Maria continuasse a ser Virgem depois de ter dado a luz Jesus o Cristo,concerteza a historia do mundo seria ainda mais diferente.
Mas Deus nao desejou que a historia fosse essa e assim ficou em aberto um grande "campo de batalha".
Mas de que batalha estou eu a falar?
Da batalha entre os crentes de Nosso Senhor Jesus Cristo,contra aqueles que O querem minimalizar.

Deitai atencao,ao que aqui escreverei a seguir porque é verdadeiro,pois tenho a Palavra do Senhor do meu lado.
Jesus nos disse que o Seu reino nao era deste mundo.
O unico que desse Reino de Deus nos fez uma "visita"foi o Verbo que era e estava com Deus.
Esse Verbo encarnou em Jesus Cristo e se fez carne.
Nasceu o Messias esperado!

Para tambem ser verdadeira carne teve de nascer de uma mulher.
Por isso Jesus tambem se proclama Filho do Homem.

Ora com esses dados nao podemos misturar as coisas e temos de ficar a saber de que lado estamos na batalha!
Porque quem crê de momento em Jesus Cristo deve acreditar que Ele esta no Ceu junto ao Pai.

Se louvarmos a Maria,estamos simplesmente a acreditar apenas no Jesus Homem.Assim nao cremos na ressureicao.
Maria nao é a mae de Deus!Maria foi simplesmente uma mulher cheia de Graças e mae de Jesus o Messias Homem...ou seja mae do Filho do Homem.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Rafael Monteiro em Sex Mar 16, 2012 6:22 pm

Responderei às questões com uma cajadada só!

"Os católicos veneram Maria, porque Deus a escolheu para ser a Mãe de seu Filho, Jesus. Nosso amor e veneração pela Mãe do Filho de Deus encarnado já se encontram mencionados no Evangelho, quando ela mesma diz: “Todas as gerações me chamarão bem-aventurada” (Lc 1,48). Demonstramos nosso amor à Virgem Maria nas festas que a Igreja celebra em seu louvor ou quando rezamos o Rosário, contemplando Jesus com Maria. Mas também a cada dia, quando nos dirigimos a ela pedindo seu auxílio, quando rezamos com amor a “Ave Maria”, quando colocamos sob sua proteção materna nossa vida. Em sua primeira parte, a oração da “Ave-Maria” tem fundamento bíblico, pois contém as palavras do Evangelho de Lucas 1,28.42.
Adoramos somente a Deus. A Maria dedicamos especial amor, a imitação, o respeito e a confiança que seu próprio Filho, Jesus, lhe dedicou. Ela é a criatura que está mais próxima do Senhor. Ela é a primeira criatura plenamente glorificada, sinal concreto da eficácia da salvação de Jesus Cristo na nossa humanidade. Venerar Maria significa professar a nossa fé na poderosa realização da Páscoa de Jesus Cristo em nós, criaturas e filhos. Interessa-se por nós, ama-nos como a filhos queridos, pois o próprio Jesus nos confiou a ela: “Mulher, eis o teu filho” (Jo 19,26). Temos especial carinho por Maria, em obediência a Jesus e por fidelidade ao Evangelho: “Filho, eis aí tua mãe” (Jo 19, 27). Por isso podemo-nos dirigir a ela, confiando em sua intercessão materna em todas as nossas necessidades.
Jesus mesmo mostrou como lhe agradava a intercessão de Maria, quando for ocasião das Bodas de Caná, a pedido de sua mãe, realizou o primeiro sinal (cf. Jo 2,1-11). Quanto mais assemelhado a Cristo, tanto mais os cristãos devem nutrir os sentimentos de veneração e estima filial que Jesus nutria para com a sua mãe.


A Igreja confessa que Maria é verdadeiramente Mãe de Deus, porque é a Mãe do Filho Eterno de Deus feito homem. Os Evangelhos a denominam como “a Mãe de Jesus” (Jo 2,1; 19,25). Desde antes do nascimento de seu Filho, ela é chamada de “a Mãe do meu Senhor” (Lc 1,43).
Maria não gerou Deus. Mas gerou e deu à luz Jesus, que é realmente o Filho de Deus. Por isso ela pode ser chamada “Mãe de Deus”. Falando assim, afirmamos nossa fé na divindade de Jesus, confessamos que Jesus é um só ser, humano e divino, é o Filho de Deus que se fez homem.
A fórmula “Maria, Mãe de Deus” preserva uma das verdades mais fundamentais da fé, a verdade da encarnação e a maneira como Deus realizou a redenção do gênero humano. Como os Padres da Igreja diziam, o Verbo de Deus se fez homem para que a humanidade fosse divinizada.


Maria foi escolhida de modo especialíssimo por Deus para cooperar em seu plano de salvação do gênero humano. Foi chamada a ser a Mãe do Redentor e respondeu a este apelo com seu “sim” (cf. Lc 1,38). O Evangelho nos mostra como ela está presente junto a este Jesus, indicando-lhe a ocasião para que Ele fizesse seu primeiro milagre, nas bodas de Caná. Por este milagre, seus discípulos chegaram à fé em Jesus (cf. Jo 2,11). Mas foi na cruz que Maria recebeu a missão de ser mãe dos discípulos de Jesus, mãe da Igreja (cf. Jo 19,26). Por isso ela ficou junto aos discípulos, rezando com eles na espera de Pentecostes (cf. At 1,14). Esta sua missão não passou. Até a segunda vinda de Cristo, a consumação do Reino de Deus, Maria continua realizando seu papel de mãe amorosa para com toda a Igreja e cada um de seus filhos.

Cristo assumiu um verdadeiro corpo humano, por meio do qual Deus invisível se tornou visível. Por essa razão, Cristo pode ser representado e venerado nas santas imagens.
O que Deus no Antigo Testamento proíbe é fazer imagens para serem adoradas como deuses (Ex 20,4). Mas não proíbe fazer outras imagens (Ex 25,18-20; Num 21,8-9; 1 Rs 6,23-35 e 7,29). A bíblia mesma diz que Deus fez o homem e a mulher “à sua imagem e semelhança” (Gn 1,26-27).
A imagem faz parte da linguagem humana, é a representação de alguma pessoa, coisa, idéia. Assim, o desenho de uma flor, as fotos de uma pessoa e a pintura de uma paisagem são imagens.
A imagem de Cristo é o ícone por excelência. As outras que representam Nossa Senhora e os santos, significam Cristo, que nelas é glorificado. Proclamam a mesma mensagem evangélica que a Sagrada Escritura transmite mediante a palavra e ajudam a despertar e a nutrir a fé dos crentes.
A Tradição cristã reconheceu reiteradamente o valor pedagógico e psicológico das imagens como suportes para a catequese, a oração e a evangelização. Numa época das imagens, como a que vivemos, o uso das imagens cristãs pode ser uma grande contribuição para a evangelização. Mas é claro que o católico não adora a imagem, e sim, venera aquele que é representado por ela, e adora somente a Deus.
"


Bibliografia: (Sou Católico, Vivo minha fé - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - Edições CNBB)
ISBN 13: 9788560263110
avatar
Rafael Monteiro

Mensagens : 85
Data de inscrição : 13/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Mar 16, 2012 6:37 pm

Rafael,

Eu gosto de Maria e acredito em Maria,porque ela é a Mae de Jesus Cristo homem e sei que ela foi abencoada por Deus.
Mas nada mais sinto por ela.
Eu gosto é de Nosso Senhor Jesus Cristo e ponto final.

Eu agradeco a Deus em nome de Jesus Cristo por Ele me ter salvo ao derrotar o demonio enfrentado morte de cruz.
Assim estou completamente salvo e se fizer boas obras é porque Jesus Cristo habita tambem em mim.
Sou pois eu tambem o Seu templo.

Ora sendo eu templo de Jesus Cristo,naturalmente dentro de mim existe amor!
Esse amor me faz despertar quando leio passagens Biblicas,quando vejo alguem a chorar ou triste,quando penso em Deus,etc,etc
Mas quando visitava templos marianos feitos por vcs,esse amor desaparecia.
Apenas estava presente um corpo que era o meu e tentava rezar dezenas de oracoes sem sentido.
Quando acabava o ritual esse meu corpo como os corpos dos milhares que la se encontravam seguiam destino rumo a casa,mais se parecendo zombies.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Mar 16, 2012 6:43 pm

Rafael Monteiro escreveu:
Amigo RenatoPaulo, que tristeza você ter abandonado novamente a fé na Igreja que Jesus Cristo fundou...

Amigo Rafael,

Eu bem sei que vc esta triste.
Mas eu quero seguir Jesus Cristo a todo o custo!
Por isso alegra-te Rafael!

Ainda gosto de ti e sou teu amigo.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Mar 16, 2012 7:35 pm

Rafael Monteiro escreveu:Responderei às questões com uma cajadada só!

Vc ainda pensa que nas aparicoes marianas quem apareceu foi Maria mae de Jesus?

Rafael desses sinais nos falou Jesus!
Desses sinais e doutros como este:


Entao vc ainda acha que Deus precisa de usar um hostia para provar algo?

Tente ver as coisas por outro lado:
Repare na imagem

Vc acha estas imagens bonitas?Cheias de sangue e setas?
Vc nao acha estas imagens uma provocacao a Deus?

E que vc acha destas imagens:

Símbolos maçónicos


Monte carmelo



USA




Vaticano


E agora me atrevo a ir um pouco mais longe...
Repare neste Cruxifico:


Eu acredito que quem gosta ou usa cruxificos nao ama Jesus Cristo,mas sim apenas esta a prestar culto a um objecto de tortura.

Por isso amigo Rafael...
Muita coisa esta escondida e isto que aqui mostro ainda é muito pouco...

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Mar 16, 2012 7:52 pm

E agora eu um "leigo"que pela Graça de Deus consigo ver estas coisas e muito mais,depois de ler as palavras do Mestre Jesus Cristo sobre os sinais dos ultimos tempos,acha vc Rafael que devo acreditar em sua Igreja ou noutra igrejas ou religioes??
Nao!

Meu Pai me diz:
"Sai dela filho meu!"

Os Irmaos de Jesus sao todos os que creem Nele verdadeiramente e o põem acima de tudo.


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por RenatoPaulo em Sab Mar 17, 2012 7:45 pm

Carlos eu sempre vi isso.
Simplesmente nao o queria aceitar porque de uma certa forma me considerava "predestinado"acreditando que minha religiao era a certa.

E alem disso...ultimamente havia dentro de mim uma pressao muito grande que nao sei bem explicar.
Tinha que tomar uma decisao e bem depressa!
E desde que decidi assim,realmente me sinto mais leve,penso e amo mais Deus e estou com menos medo porque sinto Jesus mais proximo de mim.

Estou de fato muito alegre e entusiasmado e procurando pessoas para se reunirem em minha casa para falarmos de Cristo e lermos juntos a Biblia.
Estou ansioso por celebrar uma ceia em nome do Senhor!
Depois com certeza cantaremos e nos animaremos com Cristo no coracao.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por VitorA em Dom Mar 18, 2012 1:09 pm

CarlosB escreveu:
Por isso a escritura diz que José só não teve relações com ela antes de Jesus nascer, mas depois foram um casal normal como qualquer outro.

Mateus 1:25 Mas José não a conheceu enquanto ela não deu à luz o seu filho, que recebeu o nome de Jesus.


É, CarlosB, se era para ficar virgem para sempre porque casou?

Conseguiriam permanecer sem ter relações? É evidente que não.

Como é possivel haver tanta gente alheia á realidade da vida??
avatar
VitorA

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/03/2012
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Jul 06, 2012 10:34 pm

CAROS AMIGOS !!!

CONSIDERANDO QUE NESTE TÓPICO HÁ ALGUMAS POSTAGENS NAS QUAIS O RENATO ESCREVEU ALGUNS EQUÍVOCOS CONTRA A NOSSA IGREJA, ESTOU REPASSANDO O SEU PEDIDO DE DESCULPAS DIRIGIDO AOS QUE FAZEM O NOSSO FÓRUM, PARA QUE POSSAMOS JUNTOS LOUVAR A DEUS POR ESTE TESTEMUNHO:

"Me desculpem!
por RenatoPaulo em Sab Maio 26, 2012 5:02 am

.Amigos,quero aqui pedir desculpas pelo mal que cometi contra vcs e contra a Igreja.
Aprendi neste tempo que me afastei da Igreja,que de fato nada aprendi.
Para vos ser sincero,passei momentos dificeis de controlar e quase impossiveis de aguentar.

Passei a ser mais cruel e deixei quase de dar conta que estava sendo cada vez mais "frio"com as pessoas que me rodeiam...
As minhas energias foram desaparecendo e reparei que tudo provinha de aflicoes de espirito.Sim,os pensamentos e tentacoes que me afectaram estavam me destruindo.
Cheguei mesmo a sentir a ausencia de Deus ou um vazio...nao sei bem explicar.

Pensava que me considerava ja salvo e que ja estava predestinado por Deus,mas tudo isso nao passou de ilusoes porque minha consciencia me dizia o contrario.

Entao comecei a meditar e algo dentro do meu ser me falou e ensinou.
Ensinou que de fato quem ja esta predestinado é a Igreja Catolica e eu sou apenas mais um membro dela.
Aprendi que todas as boas obras da Igreja proveem da Graça de Deus.
Esqueci que Deus fala para a Igreja e assim automaticamente para todos os seus membros.
Me desculpem por favor e venho atraves deste meio pedir ajuda porque estou passando por momentos muito dificeis e nao os consigo resolver sozinho.O meu espirito esta abalado e a sofrer tentacoes e pensamentos estranhos a toda a hora.

Me perdoem porque estou sinceramente arrependido.
renato"

UM GRANDE ABRAÇO A TODOS !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por VitorA em Sex Out 19, 2012 4:50 pm

Flávio Roberto Brainer de escreveu:CAROS AMIGOS !!!

CONSIDERANDO QUE NESTE TÓPICO HÁ ALGUMAS POSTAGENS NAS QUAIS O RENATO ESCREVEU ALGUNS EQUÍVOCOS CONTRA A NOSSA IGREJA, ESTOU REPASSANDO O SEU PEDIDO DE DESCULPAS DIRIGIDO AOS QUE FAZEM O NOSSO FÓRUM, PARA QUE POSSAMOS JUNTOS LOUVAR A DEUS POR ESTE TESTEMUNHO:

"Me desculpem!
por RenatoPaulo em Sab Maio 26, 2012 5:02 am

.Amigos,quero aqui pedir desculpas pelo mal que cometi contra vcs e contra a Igreja.
Aprendi neste tempo que me afastei da Igreja,que de fato nada aprendi.
Para vos ser sincero,passei momentos dificeis de controlar e quase impossiveis de aguentar.

Passei a ser mais cruel e deixei quase de dar conta que estava sendo cada vez mais "frio"com as pessoas que me rodeiam...
As minhas energias foram desaparecendo e reparei que tudo provinha de aflicoes de espirito.Sim,os pensamentos e tentacoes que me afectaram estavam me destruindo.
Cheguei mesmo a sentir a ausencia de Deus ou um vazio...nao sei bem explicar.

Pensava que me considerava ja salvo e que ja estava predestinado por Deus,mas tudo isso nao passou de ilusoes porque minha consciencia me dizia o contrario.

Entao comecei a meditar e algo dentro do meu ser me falou e ensinou.
Ensinou que de fato quem ja esta predestinado é a Igreja Catolica e eu sou apenas mais um membro dela.
Aprendi que todas as boas obras da Igreja proveem da Graça de Deus.
Esqueci que Deus fala para a Igreja e assim automaticamente para todos os seus membros.
Me desculpem por favor e venho atraves deste meio pedir ajuda porque estou passando por momentos muito dificeis e nao os consigo resolver sozinho.O meu espirito esta abalado e a sofrer tentacoes e pensamentos estranhos a toda a hora.

Me perdoem porque estou sinceramente arrependido.
renato"

UM GRANDE ABRAÇO A TODOS !!!

E assim se cumpre o provérbio:

2ª *Pedro 2:21 Melhor fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, depois de tê-lo conhecido, tornarem atrás, abandonando a lei santa que lhes foi ensinada. 22. Aconteceu-lhes o que diz com razão o provérbio: O cão voltou ao seu vômito (Pr 26,11); e: A porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.

Coitado do renato, voltou para a lama e para o curral.


avatar
VitorA

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/03/2012
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por VitorA em Sex Out 19, 2012 7:14 pm

Mensagem da parte de CarlosB:

2021 I'll be back
avatar
VitorA

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/03/2012
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Jan 04, 2013 8:47 am

Considerando que este tópico é uma repetição de outros que já responderam definitivamente a esta questão, estou bloqueando o tópico.
Um grande abraço a todos.
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Irmãos de Jesus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum