Guarda Suíça

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Guarda Suíça

Mensagem por Lucas B. em Sex Ago 10, 2012 2:16 pm

NOTA DA MODERAÇÃO: Tópico aberto com o seguinte teor: "Qual a lição de fé que temos ao ver o Sumo Pontífice escoltado por uma tropa de soldados em suas visitas? Não que o cristão não deva precaver-se de lugares e pessoas violentos, mas Deus não acampa seus anjos ao redor dos que o temem? Jesus defendia-se como dos que intentavam matá-lo? Não sabia ele que haveria de chegar a sua hora? Os guardas suíços derramaram sangue em defesa do Papa usando quais armas"
_______________________________________

Não que o cristão não deva precaver-se de lugares e pessoas violentos, mas Deus não acampa seus anjos ao redor dos que o temem?
Já li algo parecido com isso antes:
Se és Filho de Deus, lança-te abaixo, pois está escrito: Ele deu a seus anjos ordens a teu respeito; proteger-te-ão com as mãos, com cuidado, para não machucares o teu pé em alguma pedra (Mt 4, 6)
 
Não entendo o porquê da pergunta(mas tenho minhas suspeitas) se você mesmo já deu a resposta: O Cristão deve precaver-se de lugares e pessoas violentos.
Então a Guarda Suíça Pontifícia existe pelo mesmo motivo que eu e você que supostamente nos acreditamos "tementes a Deus", colocamos cadeados em nossos portões, trancamos nossa casa a noite, colocamos alarme em nosso carros e pagamos seguros, acompanhamos nossos filhos ao colégio, etc., do contrário por que não deixar tudo isso e muito mais de lado se "Deus acampa seus anjos ao redor dos que o temem?"
Não é para isso que esses anjos estão aí, ou por acaso nunca leu também:
Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra os espíritos do Mal, que povoam as regiões celestiais. (Ef 6, 12)
Por acaso é a Palavra de Deus falsa? Pois não eram homens "tementes a Deus" Pedro, Paulo e os demais discipulos, e não sofreram e foram presos e mortos nas mãos dos homens?
Repetirá então a respeito do Papa como os que escarneciam de Jesus: Deixa! Vejamos se Elias virá socorrê-lo. (Mt 27, 49)
Jesus defendia-se como dos que intentavam matá-lo? Não sabia ele que haveria de chegar a sua hora?
Exatamente, até chegar a sua hora, Cristo não se deixou matar:
Levantaram-se e lançaram-no fora da cidade; e conduziram-no até o alto do monte sobre o qual estava construída a sua cidade, e queriam precipitá-lo dali abaixo. Ele, porém, passou por entre eles e retirou-se. (Lc 4,29-30)

Depois disso, Jesus percorria a Galiléia. Ele não queria deter-se na Judéia, porque os judeus procuravam tirar-lhe a vida. (Jo 7, 1)

 
Da mesma forma os Apóstolos até chegada sua hora foram salvos e protegidos diversas vezes por Deus e por homens e mesmo Jesus esteve protegido enquanto estava no meio de multidões que o consideravam um Profeta e por isso os judeus que intentavam matá-lo nada se atreviam fazer, há momentos em que é mister viver.
 
Se o Cristão deve precaver-se, isso se dá na medida do risco que corre, a senhora que vai pagar a conta de luz no banco, certamente precisará precaver-se menos do que o contínuo que vai fazer o depósito da folha de pagamentos.
O Papa bem poderia repetir como Jesus:
O mundo não vos pode odiar, mas odeia-me, porque eu testemunho contra ele que as suas obras são más. (Jo 7, 7)
Ora, se existe um "mundo que o odeia e desejaria certamente matá-lo", esperar que não se lance mão de alguma precaução humanamente a nosso alcance é como já disse, repetir Mt 27,49.
Os guardas suíços derramaram sangue em defesa do Papa usando quais armas?
Apesar de me parecer uma inócua curiosidade, acredito poder acrescentá-la algum sentido:
Quais armas?
As de seus algozes. Pois o sangue mais importante derramado na defesa do Papa foi o deles próprios. Procure conhecer a grandiosa história desta instituição e entenderá isso.
 
No mais como tudo deriva da primeira pergunta, resumo no fim com a primeira resposta:
 
Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. (Mt 4, 7)
 
Vinde Senhor Jesus!

Lucas B.

Mensagens : 95
Data de inscrição : 03/05/2012
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Guarda Suíça

Mensagem por Lucas B. em Sex Ago 10, 2012 11:45 pm

Lembro da ocasião em que um papa levou um tiro e outro foi agredido, mas por que outros líderes religiosos não andam com proteção humana?
Não mesmo? Acho melhor consultar mais os noticiários. Porque não tenta marcar um encontro com o Dalai Lama e vê se consegue passar fácilmente por todos os protocolos de segurança lá na Índia, ou por que ele simplesmente não volta ao Tibete onde supostamente é líder?
Por que será que o aparato de segurança pessoal do Abdallah bin Abdulaziz é simplesmente o maior do mundo?
Por que o Rabino Ovadiah Yosef não passeia livremente pelos assentamentos judeus da Cisjordânia? Teria a ver com as tentativas de assassinato contra o mesmo? Mas eles não são líderes Católicos, por quê se preocupar com "proteção humana" não é mesmo?

Então você poderia me dizer, "mas são todos influentes líderes políticos também, é por isso", justo, nem preciso mencionar a conjuntura de cada caso, então
Não será pelo fato do Papa ser uma autoridade política que ele é assim odiado?
Será? Vejamos:
Papa, chefe de Estado da Cidade-Estado do Vaticano, o menor estado do mundo em tamanho e população, nenhuma riqueza natural, nenhuma indústria, nenhum exército considerável, sem costa marítima ou fluvial, nenhuma importância comercial, nenhuma fronteira estratégica, em termos de importância política material, até o território Antártico goza de maior interesse para o resto do mundo.
Existe sequer alguma razão simplesmente política para tal líder sequer ser notado? Quanto mais odiado?
Essa é a Sabedoria de Deus confundindo este mundo.

Sobre a suposta "neutralidade" política da Suíça e a relação com a nacionalidade da Guarda, pode perfeitamente ser compreendido analisando um pouco da história da formação de ambos, o que é claro é perfeitamente acessível em outros meios por isso não vou trazer mais esse assunto para o tópico.

Quanto aos demais seria um redundância discutir pois bastaria refazer a mesma consideração que apresentei no primeiro comentário, existe uma grande diferença entre temer o mal que ameaça a vida, cedendo a ele, e ter a justa consideração pelo valor da própria vida e missão não a menosprezando, do contrário poderíamos todos seguir o caminho de Jim Jones sem qualquer receio.

Se ainda assim resta alguma dúvida, vamos lá homens de Fé tementes a Deus, peguem o carro e experimentem dar uma volta à noite na Av. Leopoldo Bulhões no Rio, e não esqueçam de, como um bom motorista respeitar a sinalização parando em todos os semáforos fechados, orando muito para os anjos, pode ser que assim, enfim se torne compreensível o enunciado: Não tentarás o Senhor teu Deus. (Mt 4, 7)

Vinde Senhor Jesus!

Lucas B.

Mensagens : 95
Data de inscrição : 03/05/2012
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum