Homem carnal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Homem carnal

Mensagem por VitorA em Sex Dez 14, 2012 6:22 pm

Adão veio de Deus e foi feito alma vivente, ou seja: ser humano, carnal. Animal. Era a imagem de Deus por ser o senhor e ter domínio de toda a criação, mas não espiritualmente, em entendimento e sabedoria. Isso estava na árvore.

Todo o ser humano é como qualquer animal tem o mesmo fôlego da vida, o mesmo espírito de vida por quem tudo vive.

Eclesiastes 3:19 - Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade.

O coração do ser humano é incorrigível a jamais pode mudar por regras ou pela força, e só se parece sujeitar por interesse ou ameaça. Mas jamais a carne se pode sujeitar a Deus voluntariamente (livre arbítrio).

Romanos 8:7 - Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.

O coração não é a consciência, pois o coração é a sua natureza, mas a consciência foi-lhe dada pelo fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Só pode fazer algo de bom e inteligente quando incitado pela consciência que lhe mostra o bem, que o pecado que nele está usa para que o homem se promova a si mesmo pelas suas obras; e quando faz o mal que lhe é próprio, mas com astúcia do pecado que nele está para que o mal não pareça mal.

O homem natural quer parecer bom e aproveita-se da lei (sem saber), e por isso disfarça-se de crente em deus para ser aceite pelos homens, e como foi privado do entendimento de Deus, então distorce toda a escritura, fazendo o bem (graça) parecer mal e o mal (livre arbítrio) parecer o bem

Num deficiente mental podemos ver ali uma criatura que não tem entendimento mas que vive por instintos e que não pode ser contrariada porque senão reage violentamente; isso é o mais perto da realidade do que a pessoa carnal realmente é.

Também a embriaguez e a sensualidade tira o entendimento, cegando a consciência, e é nessa altura que se manifesta o verdadeiro homem que estava escondido pelas atitudes e palavras ensinadas pela consciência que o pecado usa como disfarce.

O embriagado procede como um animal irracional que só fala a faz disparates; também o que é seduzido pela sensualidade é atraído como um cão pelo cio de uma cadela, o qual não pode resistir; assim é o homem que até é capaz de destruir famílias e a própria vida por causa do sexo e do vício.

Por isso o homem tem prazer no pecado, nas vaidades da vida, nos escândalos, em ver sangue, em fazer guerras e justiça pelas próprias mãos, prazer na cobiça, etc….Assim fazem os animais.

O homem só pensa nos outros quando está cheio de bens, a fim de se promover, mas se alguém lhe tira o que ele mais deseja e lhe priva a sua cobiça então se revela a sua falsa bondade, que até é capaz de matar por causa do seu egoísmo; assim procede como um animal. Até o animal defende os seus, mas quando contrariado, não conhece ninguém nem os seus; assim é o homem natural.

Os animais são um reflexo e uma figura do verdadeiro ser humano que quer se esconder por detrás do palavreado mostrado pelo conhecimento da consciência do bem e do mal que o pecado usa com astúcia para parecer o que não é mau.

Por exemplo:
Existem os animais domésticos (o boi, o burro, a ovelha, etc..) que se sujeitam ao seu dono e o servem, os quais representam os servos e os filhos de Deus.

Mas também existem os selvagens (serpentes, crocodilos, escorpiões, etc…) que não se sujeitam a ninguém nem reconhecem ninguém como dono, apenas podem aparentemente sujeitar-se ao homem por causa do medo e da ameaça constante, mas se tiver oportunidade, matará; e esses representam os filhos do maligno, que rejeitam o domínio de Deus sobre as suas vidas.

A víbora surda e venenosa representa o ímpio que envenena o próximo com mentiras e nunca ouve a palavra de Deus.

O animal predador representa o homicida.
A aranha que prepara a sua teia, representa o traidor que prepara a sua armadilha para caçar o justo com as suas mentiras.

A hiena representa o mercenário covarde que só ataca o pobre e o indefeso.
A cobra real que come a sua própria espécie representa o fratricida e o canibal.
Ou o abutre que come os mortos representa o homem imundo e necrófago.

A sanguessuga e o parasita alimenta-se consumindo a presa, representa os falsos profetas que são oportunistas que consomem os bens dos mais desgraçados á sombra da palavra de Deus (doutrina dos dízimos).

Ou o morcego que bebe sangue e detesta a luz, representa o mercenário avarento que engana continuamente a sua vítima, mas detestam a verdade e querem calá-la a todo o custo, pois ela torna publicas as suas intenções.

O cão que come o seu próprio vómito, que representa o homem que depois de conhecer a verdade, volta a comer da sua própria imundícia que está no seu coração, as suas mentiras.

Ou a porca lavada que volta para a lama, representando o impio que dizia crer em deus, mas depois volta novamente para o pecado, que é aquilo que lhe é natural e lhe dá prazer.


Por isso rejeitam a eleição da graça que é obra de Deus, e voltam com toda a força para as suas obras, as suas escolhas (livre arbítrio), a sua justiça, a qual Deus chama de trapos de imundícia.
E existem muitos mais exemplos espalhados por toda a criação. Na verdade tudo o que o homem faz, já o animal fez primeiro, ainda que por figura; seja o bem ou o mal. E se não fosse a consciência do bem e do mal dada em adão, o homem era apenas mais um animal. Por isso quando alguém diz que tem muito amor e rejeita a eleição da graça depois de a ouvir, é um mentiroso.

Provérbios 19:22 O que o homem tem constante amor; é melhor ser pobre do que mentiroso.

Quem defende o livre arbítrio, defende a carne e ainda é como um animal. Há mais esperança para um violador ou para um homicida do que para aquele que rejeita a eleição da graça. Há mais esperança para Nero que matou milhares de cristãos e para Hitler que matou seis milhões de judeus do que para os que defendem o livre arbítrio depois de ouvirem a graça.

O homem natural é apenas um animal selvagem com aparência de gente, em especial o dissimulador da verdade, que só faz alguma coisa para se promover ou quando é ameaçado.

Quando tu olhas para um bebé estás a ver uma criatura como qualquer bebé de outro animal que vive por instintos sem conhecimento do bem e do mal, em que clama quando tem dor, que faz birras pelo que que, que chora quando tem fome e busca o seio da mãe para comer, etc…Nisso não há diferença do animal.

E quando anunciamos o evangelho o impio torna-se pior e revela-se o verdadeiro impio que estava escondido, e mostra-se como um animal irracional cheio de toda a maldade e imundícia.

1ª Pedro 2:1 - E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. 12 - Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, - Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro, 19 - Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo. 20 - Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. 21 - Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; 22 - Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vómito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.

Eis ai o verdadeiro homem natural que estava escondido debaixo de supostas virtudes e santidade, fazendo-se de profeta, mas negando a justiça desviando-se da verdade com astúcia e não claramente. È isso acontece quando o homem é posto á prova, então a sua natureza animalesca se revela.

Eclesiastes 3:18 - Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais.

A própria ciência confirma que somos animais, ao ponto de dizerem, enganados pelo pecado, que viemos do macaco. Mas em relação a Cristo já foi diferente, pois ele não nasceu humano, alma vivente, mas espírito vivificante, gerado pelo Espírito santo e não pelo homem carnal.

1ª Corintios 15:45 - Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante. 46 - Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual. 47 - O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.


A sua única natureza carnal e animal era o seu corpo que lhe gerava tentações como a todos nós. Mas agora também nós deixamos de ser humanos e passamos a ser espirituais, porque também fomos gerados pelo Espírito de Deus ficando semelhante ao próprio Cristo. Agora sim já temos uma coração bom, uma natureza espiritual, igual a Deus, tendo a natureza, o espírito e a mente de Cristo. Pois foi essa a promessa anunciada pelos profetas que ele veio cumprir.

Ezequiel 11:19-20 19 - E lhes darei um só coração, e um espírito novo porei dentro deles; e tirarei da sua carne o coração de pedra, e lhes darei um coração de carne; 20 - Para que andem nos meus estatutos, e guardem os meus juízos, e os cumpram; e eles me serão por povo, e eu lhes serei por Deus.

Mas quanto ao impio, o diabo continua a enganá-lo, a incitá-lo sem parar para comer (obras) da árvore do conhecimento do bem e do mal (lei) para ser igual a Deus (livre arbítrio) dizendo que ele é senhor da sua vida, que é ele que escolhe o seu destino, que Deus respeita a sua decisão, etc….Porém, o salário da lei (obras=escolhas), a recompensa é a morte.


Ainda que se vista com um bonito hábito, ou mesmo com veste de um sumo Pontífice, o bicho é o mesmo.

avatar
VitorA

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/03/2012
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum