Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qua Fev 13, 2013 5:03 pm

Eu participei de diversos fóruns evangélicos de debate e saí de todos eles pela falta de justiça e falta de respeito com os católicos e com a Igreja Católica.

Não tenho pré conceito dos evangélicos, tenho conceito, o problema é que o conceito é absurdamente pior que qualquer preconceito que eu poderia ter antes. Eles se acham superiores, mas são um bando de gente ignorante, envenenada e envenenadora e são falsos cristãos.
Estou generalizando ? Mas é coisa geral mesmo !!!! Os que não são de baixo nível, são coniventes com os que são.

Participava de um forum chamado PORISSOCRI. Esse era o "nome" usado pelo proprietário do fórum, que se diz pastor (palhaçada !) da "igreja Batista Reformada". Veja o que ele escreve a respeito da renuncia do Papa:

"Quem será o próximo papa: Um pedófilo, gay, idólatra, herege? Não tem como escapar, um ou todos estes adjetivos ele terá!"
- Porissocri disponível em http://porissocri.criaforum.com/t1501-a-renuncia-inesperada-do-papa-bento-xvi-pode-ter-como-causa

Vejam bem que não é um evangélico qualquer, mas um que é pastor.... Para ele, o próximo Papa será necessariamente pedófilo, gay, etc....

Eles merecem ser tratados com respeito ? Eu penso que não ! Está na hora de reagir !!!! Não por amor próprio, mas por amor à Igreja de Cristo.

Uma sugestão que dou é que paremos de chamar os "evangélicos" de evangélicos pois evangélico é quem vive o Evangelho de Nosso Senhor e não é o caso deles. Eles poderiam ser chamados, de hoje em diante, de umbiguélicos, pois são seguidores do próprio umbigo e não passam disso.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Fev 13, 2013 9:03 pm

É verdade, Mazzzo. Visitei o Porissocri e fiquei indignado com o que vi. Não posso crer que seja um fórum de "evangélicos", nem de cristãos, nem de algo que ao menos se pareça. É realmente vergonhoso.

Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Lucas B. em Qua Fev 13, 2013 9:39 pm

Caro Mazzo

Como alguns poderiam até atestar não faço nem de longe o tipo condescendente com críticos da nossa Igreja, no entanto não podemos simplesmente desistir daquilo que devemos ser, e da forma que devemos ser por encontrar outros que não a compreendem ou aceitam.

Em nome da Verdade que admitimos seguir, não podemos generalizar os indivíduos do contrário ela será a "faca de dois gumes" que nos atingirá:

Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos. (Mt 7,2)


Por acaso não há quem se declare Católico e se acha superior? Não há quem se declara Católico e não passa de um ignorante? Não há quem se declare Católico e está tão "envenenado" que não possui uma palavra que não seja maledicência contra o seu próximo? Não há quem se declare Católico e na verdade não é sequer Cristão?

Você acha que qualquer um que venha a conhecer um desses, ou que só tenha conhecido desses na vida, deveria generalizar o Catolicismo a partir de tais?
Temos a nossa Doutrina que diverge do protestantismo/evangelismo em tópicos específicos, são concepções diferentes, mas muitos dos nosso fundamentos são iguais, o que apesar de tudo o que possuimos de diferentes, também nos leva a constatar semelhanças inegáveis, e é isso que torna nosso diálogo possível, é isso que torna a nossa convivência possível, é isso que pode unir Cristãos em torno de uma mesma causa.
Eles merecem ser tratados com respeito? Eu penso que não ! Está na hora de reagir !!!! Não por amor próprio, mas por amor à Igreja de Cristo.
Enviou diante de si mensageiros que, tendo partido, entraram em uma povoação dos samaritanos para lhe arranjar pousada.
Mas não o receberam, por ele dar mostras de que ia para Jerusalém.
Vendo isto, Tiago e João disseram: Senhor, queres que mandemos que desça fogo do céu e os consuma?
Jesus voltou-se e repreendeu-os severamente. [Não sabeis de que espírito sois animados.
O Filho do Homem não veio para perder as vidas dos homens, mas para salvá-las.] Foram então para outra povoação. (Lc 9,52-56)


Não perca em vista de que Espírito és animado. Quem nos respeita é digno de nossa atenção, por consequencia de nosso respeito, quem nos desrespeita simplesmente não é digno dela, e faz de si mesmo indigno do respeito que receber, o que não significa que devamos "reagir" com o mesmo desrespeito recebido e sim demostrando quando possível o porquê de sermos dignos de respeito, a árvore é conhecida pelos frutos, e aquele que desrespeita só faz de si mesmo uma pessoa que caminha no erro:

Ora, quando o arcanjo Miguel discutia com o demônio e lhe disputava o corpo de Moisés, não ousou fulminar contra ele uma sentença de execração, mas disse somente: Que o próprio Senhor te repreenda! (Jd 1,9)

Se acredita que em certos meios será incapaz de um diálogo em condições de respeito mútuo, em certos momentos nada nos resta a não ser "sacudir a poeira das sandálias" e seguir adiante. O semeador é responsável por lançar a semente, mas não é ele que fará com que germine e cresça. Muitos não desrespeitam o Catolicismo e sim algo que desconhecem ou conhecem de maneira deturpada, como em seguida explica o Apóstolo:

Estes, porém, falam mal do que ignoram. Encontram eles a sua perdição naquilo que não conhecem, senão de um modo natural, à maneira dos animais destituídos de razão. (Jd 1,10)

Certamente que há pessoas que se enquadram em tudo aquilo que descreveu, mas por amor a Verdade e à Justiça, não podemos igualá-los a outros tantos que procuram com sinceridade de Fé e coração seguir o Evangelho simplesmente da maneira que aprenderam, e é nesse desejo sincero que acreditamos que possam vir a encontrar na nossa o que tanto buscam.

Não deixe que pessoas erradas retirem de você o que há de bom. Não perca a esperança na Verdade e no Amor de Cristo.

Vinde Senhor Jesus!

Lucas B.

Mensagens : 95
Data de inscrição : 03/05/2012
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qua Fev 13, 2013 10:01 pm

"Na década de 50 publiquei (...) livros, cadernos, folhetos e artigos sem conta. Era antes do Concílio Vaticano II (1962-1965), quando defendíamos nossa fé cristã e nossa Santa Igreja contra os ataques de seus adversários. (...) Veio então o Concílio com seu apelo ecumênico para o diálogo e a união. Dizia-se que o Vaticano II acabara de vez com a apologética. Em conseqüência e obediente, me afastei da liça. (...) de fato, depois não houve nem diálogo nem muito menos união”.

D. Kloppenburg (famoso Bispo e Teologo)




mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Lucas B. em Qui Fev 14, 2013 8:27 am

Após o Vaticano II criaram-se duas imagens sobre o mesmo ambas falsas:
1- A de que o Vaticano II resolveria todos os problemas da Igreja abolindo o passado.
2- A de que o Vaticano II era a causa de todos os problemas da Igreja por abolir o passado.

Não vou entrar no mérito dessas questões, mas Dom Boaventura certamente quis enfatizar sua posição em relação à isso, porque verdade seja dita, ele não se afastou da liça, sua maior quantidade de publicações veio após 65, o que claramente demostra que fazer apologética, defender as verdades da nossa Fé e procurar o diálogo ecumênico não são metas excludentes entre si, mas algo perfeitamente possível e necessário.

No entanto se acredita que demostrar amor à Igreja é devolver insultos e generalizar pessoas e grupos utilizando de termos pejorativos, eu discordo, e prefiro fazer como o próprio Frei Boaventura:
Defender a Igreja primeiramente se faz sendo um exemplo vivo do que ela nos transmite.
Depois, mostrar a verdade da nossa Igreja para os outros desmascarando as falsas acusações contra ela.

Ao invés de simplesmente dizer que evangélicos "seguem o próprio umbigo", mostre por que estão a fazer isso, nem mesmo a Jesus todos deram ouvidos, não porque Ele não fosse capaz de transmitir da melhor forma possível a Verdade, mas porque não dependia somente Dele, mas da escolha de cada um que o escutou.
Testemunhe a Verdade, se não lhe derem ouvidos nada resta a fazer senão orar pelas conversões e seguir adiante, seu testemunho e exemplo reto permanecerão para o juízo daqueles que ouviram e Deus cobrará a responsabilidade de cada um diante da Verdade que lhes foi testemunhada.

Do contrário com sua conclamada "reação" apenas estará a alimentar uma fogueira de desprezo e inverdades já existente, aumentando-a e lhe dando mais razões de existir, e isso é tudo que a Igreja não precisa.

Vinde Senhor Jesus!

Lucas B.

Mensagens : 95
Data de inscrição : 03/05/2012
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qui Fev 14, 2013 12:12 pm

Uma vez um evangélico fez uma critica se referindo aos padres como padrecos. Eu respondi me referindo aos pastores como pastorecos. E alguns evangélicos logo protestaram contra a minha falta de respeito.

Interessantíssimo que esses mesmo evangélicos não disseram nada àquele evangelico que se referiu aos padres como padrecos.

Chamar os padres de padrecos é aceitável mas chamar os pastores de pastorecos é falta de respeito.



mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qui Fev 14, 2013 12:18 pm

Lucas,

será que basta isso que você disse, mesmo quando estamos sob ataque ?

O Papa errou quando enviou uma cruzada contra a invasão islâmica ? Não devemos celebrar o dia 07/10 - Nossa Senhora do Rosário ou da Vitória pois foi errado o Papa ter reagido para defender a Igreja de um ataque ?

Pois os católicos e a fé católica estão sob ataque desses que se dizem evangélicos !

Eu considero o que eles fazem contra a Fé Católica, contra a Igreja Católica, um verdadeiro ataque, num verdadeiro vale tudo !


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por sapato velho em Sex Fev 15, 2013 2:20 pm

Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Romanos 8 v 14.
Quem é nascido da água e do Espírito é nova criatura e tem a mente de Cristo Jesus.
O Senhor Jesus disse : Aquele que não está comigo, está contra mim; e aquele que comigo não ajunta, espalha.
Mateus 12:30

A fala de senso comum de uma única pessoa, não representa a palavra de Deus que dirige seu povo aqui na terra.

Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.
Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.
O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.
Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.
Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.
Mateus 12:33-37

Deus é bom e eterna é a sua Justiça.

sapato velho

Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/02/2013
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Lucas B. em Qua Fev 20, 2013 11:11 am

Desculpe a demora
Será que basta isso que você disse, mesmo quando estamos sob ataque ?
Tendes ouvido o que foi dito: Amarás o teu próximo e poderás odiar teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem.
Deste modo sereis os filhos de vosso Pai do céu, pois ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos.
(Mt 5,43-45)
O fato de estarmos "sob ataque" não nos desobriga de agir como cristãos, o que está a propor é justamente a Lei de Talião: "olho por olho, dente por dente", mas não foi justamente isso que Jesus quis modificar nessa passagem?
Uma vez um evangélico fez uma critica se referindo aos padres como padrecos. Eu respondi me referindo aos pastores como pastorecos. E alguns evangélicos logo protestaram contra a minha falta de respeito.
Interessantíssimo que esses mesmo evangélicos não disseram nada àquele evangelico que se referiu aos padres como padrecos.
Você não achou que ele errou em ofender de forma geral aos padres? Por que então repetir o mesmo erro dele ofendendo de forma geral aos pastores? O que se ganhou com isso? Você não convenceu ninguém e ele continuou a desprezar os Padres e a Igreja. Então eu é que pergunto: será que é isso que basta?
Há pastores que pelos seus atos mereceriam ser chamados de "pastorecos" tanto quanto a padres que mereceriam ser chamados de "padrecos" pelos mesmos motivos, mas generalizar em ambos os casos será sempre errado.
Chamar os padres de padrecos é aceitável mas chamar os pastores de pastorecos é falta de respeito.
E mais uma vez você se assemelhou ao que combate:
Eles fora capazes de reconhecer que você errou, mas não que eles próprios erraram.
Você foi capaz de reconhecer o erro deles, mas não foi capaz de reconhecer o próprio ao imitá-los.
Afinal o que é importante para você: estar certo aos olhos de Deus ou dos evangélicos com quem debate?
O Papa errou quando enviou uma cruzada contra a invasão islâmica ? Não devemos celebrar o dia 07/10 - Nossa Senhora do Rosário ou da Vitória pois foi errado o Papa ter reagido para defender a Igreja de um ataque ?
Pois os católicos e a fé católica estão sob ataque desses que se dizem evangélicos !
Eu considero o que eles fazem contra a Fé Católica, contra a Igreja Católica, um verdadeiro ataque, num verdadeiro vale tudo !
Acredito que está equivocado em alguns pontos,
primeiramente em considerar que a invasão islãmica seja um ataque proporcional às inverdades propagadas em meios protestantes atualmente. Quando um protestante diz que eu adoro imagens e sigo idéias humanas, isso não me impede de viver minha Fé e tentar argumentar com ele; bem diferente é quando um invasor ameaça ou toma minha casa e mata minha família por eu ser Católico ou Cristão.
Segundo de imaginar que as Cruzadas tenham sido uma resposta igual à invasão islãmica, quantas vezes os Cruzados marcharam para destruir Meca ou impor pela espada o Cristianismo na Peninsula Arábica? Quais dos territórios objetivados pelos Cruzados não era anteriormente territórios Cristãos?
Vale ressaltar que apesar de benéficos objetivos alcançados posteriormente como em Navas de Tolosa, Lepanto, e outros que garantiram a existência de uma Europa Cristã (e do próprio Cristianismo), sob diversas óticas as Cruzadas fracassaram em relação ao oriente, e sob a bandeira do Islão haviam também diversos grupos diferentes aos quais também não podemos imputar todos os crimes cometidos durante as invasões indiscriminadamente.

Antes de eu e você nascermos a Igreja já era atacada, e já era defendida, por que não aprender com aqueles que já estavam no labor antes de nós, em especial aqueles que já enfrentavam as adversidades de nossos tempos como: Cardeal Manning, Chesterton, Cardeal Newman, o próprio Dom Boaventura Kloppenburg, Papa Leão XIII, Padre Paulo Ricardo, etc.
Veja bem que muitos dos que citei não se privaram de palavras fortes e justas indignações contra os adversários da Igreja em diversos momentos, mas não fizeram sua "reação" consistir nisso, e sim no que citei anteriormente, a melhor forma de defender a Igreja é primeiro conhecer a Igreja e depois ser essa Igreja a partir disso.

Por último, se para eles "vale tudo" não deixe que para você isto se torne verdade, pois nesse tudo muitas vezes se encontrará o erro e o mal, e isso não faz parte Daquele que é a Verdade e de quem procede todo o Bem, para nós deve valer o Certo.
Uma tempestade se aproxima, e a Igreja já sofre verdadeiros ataques bem mais preocupantes do que estes em que se concentra, do nosso Governo Marxista, da mídia e imprensa, da Maçonaria, e principalmente das ovelhas perdidas de nossa própria Casa, os maus Católicos que trazem o opróbrio sobre esse nome.

Vinde Senhor Jesus!

Lucas B.

Mensagens : 95
Data de inscrição : 03/05/2012
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qui Fev 21, 2013 8:52 pm

Lucas,

Se você vê um bandido entrando em sua casa para roubar seus bens, você não faz nada ?

E se ele quiser maltratar sua família ? Você continua sem fazer nada ? Pois você entende que, se agir, estará seguindo o "olho por olho" ?

Ou será que para defender seus bens você está disposto a reagir, chamando a polícia e denunciando os criminosos, etc. mas que para defender o povo de Deus não ? Para defender a Igreja de Cristo não ?

Se alguém ofender você pessoalmente, até aceito que você se cale, que "de a outra face", etc.... Mas de alguem ataca o povo de Deus, ataca a Igreja, eu não aceito o "dar a outra face".... como eu posso dar a outra face da Igreja ? Como eu posso dar a outra face do povo de Deus ?

Se eu sou pastor e vejo o rebanho ser atacado, como posso dar "a outra face do rebanho" ? Como posso deixar ele ser atacado ? Será que devo amar o lobo e deixar as ovelhas serem devoradas ? Será falta de respeito e de amor ao próximo gritar bem algo que o lobo é lobo !!!!! Parece-me que alguns que teriam a responsabilidade de defender as ovelhas preferem "respeitar" o lobo e deixá-lo devorar as ovelhas.... É isso que sinto.



mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qui Fev 21, 2013 9:18 pm

Lucas B. escreveu:
Você não achou que ele errou em ofender de forma geral aos padres? Por que então repetir o mesmo erro dele ofendendo de forma geral aos pastores?

Por que é a única forma de fazê-los perceber como tratam com desprezo a Fé Católica, a Igreja Católica. Eles não suportam serem tratados da forma como eles nos tratam.


O que se ganhou com isso?

Um dos evangélicos pediu-me desculpas por não ter percebido antes que chamaram os padres de padrecos... Para eles, isso é normal. Atiram todas as pedras e estão acostumados que o católico, por ignorancia do povo e por omissão do clero, não reage...

Você não convenceu ninguém e ele continuou a desprezar os Padres e a Igreja. Então eu é que pergunto: será que é isso que basta?

Eu penso que não basta ! Precisamos agir e reagir muito mais !



Há pastores que pelos seus atos mereceriam ser chamados de "pastorecos" tanto quanto a padres que mereceriam ser chamados de "padrecos" pelos mesmos motivos, mas generalizar em ambos os casos será sempre errado.

Sim. Claro.


....

Afinal o que é importante para você: estar certo aos olhos de Deus ou dos evangélicos com quem debate?

Mas o quê é mais certo ? Deixar o lobo devorar as ovelhas, respeitando o lobo... amando o lobo.... dando a outra face ao lobo ? É isso ? Certo é eu defender meus bens chamando a polícia se um ladrão entra em casa, mas se um lobo ataca o rebanho de Cristo que me foi confiado ou a Igreja de Cristo eu devo "dar a outra face" do rebalho e da Igreja ?


.....


Acredito que está equivocado em alguns pontos,
primeiramente em considerar que a invasão islãmica seja um ataque proporcional às inverdades propagadas em meios protestantes atualmente. Quando um protestante diz que eu adoro imagens e sigo idéias humanas, isso não me impede de viver minha Fé e tentar argumentar com ele; bem diferente é quando um invasor ameaça ou toma minha casa e mata minha família por eu ser Católico ou Cristão.

Eu apenas fiz uma comparação e continuo nela: o Papa convocou uma cruzada para um defesa armada contra a invasão armada dos islâmicos. Não estou falando em fazermos uma defesa armada agora, mas uma defesa, no mínimo equivalente, ao ataque que temos recebido



Antes de eu e você nascermos a Igreja já era atacada, e já era defendida,

Agora parece-me que o ataque continua.... mas os que deveriam defender estão omissos....


por que não aprender com aqueles que já estavam no labor antes de nós,


Sim !!! Santo Antonio, martelo dos hereges e tantos outros !!!! Padre Paulo Ricardo tem defendido sim !!!! Mas não pode ser uma voz isolada !!!!



Naquele tempo, disse Jesus: 11“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas.
12 O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. 13Pois ele é apenas um mercenário e não se importa com as ovelhas.





mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por MSPP em Sex Fev 22, 2013 12:54 pm

Pelo que eu deduzi, o Sr. «Mazzzo» é um membro do clero. Pelo menos parece!

MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 72
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Halmenara em Qui Mar 07, 2013 7:18 am

quemtembocadizaverdade escreveu:esse "pastor" está prejulgando. mas não generealizemos. nem todo evangélico é tão sem noção. podemos discordar de pensamentos, doutrinas, mas aí fazer essas acusações caberia um processo.Pedófilo tem em todo lugar. gay tem até igreja evangélica gay. é melhor não participar desse tipo de fórum.

Com uma afirmação dessas, ou você que é sem noção ou deliberadamente não está falando a verdade. Até onde sei, o contrário é que é verdadeiro. São soberbos, arrogantes, e vivem em constante trama contra a nossa igreja, que aliás é a razão deles existirem, pois se não existíssemos, contra quem eles protestariam. Por que será que eles não vão bancar o queixo duro contra os islâmicos?

Não perdoam nem a morte:


Jxxzxel Mxxcxlo
Vamos ficar de luto pela vergonha que morreu...
Guardar luto pela nossa falta de comprometimento com a nobre causa da Evangelho. Desculpem os fãs dos ditadores e dos roqueiros.. Não vou ficar de luto por quem não conheceu e nunca sequer respeitou Jesus, ainda que fosse poeta ou pseudo estadista...
Estou de luto pela Igreja Perseguida, pela morte da vigilância da Igreja dita contemporânea, pela morte da santificação como estilo de vida cristã, pela morte dos princípios que nortearam a história da Igreja... Perdoem-me os cristãos liberais que estão de luto hoje, ou esta semana,.... Prefiro guardar o luto por outras mortes mais importantes para mim..
Curtir · · há 19 horas ·
Jxxazxel Mxxcxlo e outras 24 pessoas curtiram isso. (ele curte a si mesmo)

Rxyxxsa Mxxxiros concordo com vc!!!!!
há 19 horas · Curtir · 1

Tpm Mxxxlia Disse Tudo!
há 19 horas · Curtir · 1

Rxxxigues Jxxxs Faço destas as minhas palavras, e tenho dito.
há 18 horas via celular · Curtir · 1

Sxxonx Caxxlio da Silva Eu tbem concordo plenamente, a humanidade esta cada vez mais fria, e tbem faço destas palavras as minhas, povo acorda porque Jesus esta voltando , depois não chore será tarde de mais.
há 14 horas · Curtir · 1

Sxrxio Lxxs Nxxy Junior Realmente não há luto pelos que se foram, devemos orar pelos familiares dos falecidos, para que Deus use alguém que possa levar a Palavra de Deus até eles para que se arrependam de todo pecado, O Confessem como Único Salvador e que tenham seus nomes escrito no Livro da Vida, pois triste é ver pessoas morrendo sem confessarem a Jesus e obterem a Salvação... (momento de reflexão) ... Tem pessoas disputando cargos e espaço físico de Igreja, quando há um povo que ainda não conhecem a Cristo e estão perecendo ... O sangue deles será cobrado de quem ???? (Mateus 7:22-23), deixe os mortos enterrarem os mortos, noso Deus é Deus de vida ... Abraços.
há 14 horas · Curtir · 1

Mario Julio é isso ai.
há 12 horas · Curtir

Rxxrto Coxxxa de Axxxade Desculpe-me Jaaziel, e os que concordam com você:

Situações como essa servem também para outro tipo de reflexão, senão para outros como ele, para nós mesmo conosco.

Quem pode afirmar com certeza o que ele passou nos seus últimos momentos de desespero?
Qual retórica não funcionou com ele? Quais exemplos de conversão estavam na memória dele?

“Um dos malfeitores, ali crucificados, blasfemava contra ele: Se és o Cristo, salva-te a ti mesmo e salva-nos a nós!
Mas o outro o repreendeu: Nem sequer temes a Deus, tu que sofres no mesmo suplício?
Para nós isto é justo: recebemos o que mereceram os nossos crimes, mas este não fez mal algum.
E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!
Jesus respondeu-lhe: Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso.”

“Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;
Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?
E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?”

Senhor do Tempo

Eu não sou o senhor do tempo, mas eu sei que vai chover
Me sinto muito bem quando fico com você
Eu tenho habilidade de fazer histórias tristes
Virarem melodia vou vivendo o dia-a-dia
Na paz, na moral, na humilde busco só sabedoria
Aprendendo todo dia, me espelho em você
Corro junto com você, vivo junto com você, faço tudo por você
Seguindo em frente com fé e atenção
Continuo na missão continuo por você e por mim
Porque quando a casa cai
Não dá pra fraquejar, quem é guerreiro tá ligado
Que guerreiro é assim
O tempo passa e um dia a gente aprende
Hoje eu sei realmente o que faz a minha mente
Eu vi o tempo passar vi pouca coisa mudar
Então tomei um caminho diferente
Tanta gente equivocada faz mal uso da palavra
Falam, falam o tempo todo mas não tem nada a dizer
Mas eu tenho santo forte é incrível a minha sorte
Agradeço todo tempo por ter encontrado você
O tempo é rei, e a vida é uma lição
E um dia a gente cresce
E conhece nossa essência e ganha experiência
E aprende o que é raiz então cria consciência
Tem gente que reclama da vida o tempo todo
Mas a lei da vida é quem dita o fim do jogo
Eu vi de perto o que neguinho é capaz por dinheiro
Eu conheci o próprio lobo na pele de um cordeiro
Infelizmente a gente tem que tá ligado o tempo inteiro
Ligado nos pilantra e também nos bagunceiro
E a gente se pergunta por que a vida é assim?
É difícil pra você e é difícil pra mim
Vivendo nesse mundo louco hoje só na brisa
Viver pra ser melhor também é jeito de levar a vida
Vem que o bom astral vai dominar o mundo!
Eu já briguei com a vida, hoje eu vivo bem com tudo mundo aí
Na maior moral...Charlie Brown!
Vivendo nesse mundo louco hoje só na brisa
Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida

"Mas a lei da vida é quem dita o fim do jogo" e ditou o fim do jogo dele. Será que ele precisa de mais castigo?
há 12 horas · Editado · Curtir

O último (em azul) é católico

Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 58
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Halmenara em Qui Mar 07, 2013 7:39 am

Salve Mazzzo,

A contra-gosto, temos que concordar com o Lucas no que diz respeito à reação direta. Egrégoras não se ataca de frente, mas se defende de frente.

Espero conseguir isso AQUI , quebrando falácias, covardias (não esquecendo a prudência) e tentando mostrar o mundo do jeito que ele realmente é, doa a quem doer. A casa ainda está meio sem móveis e precisando de voluntários. Aqui aprenderemos, ensinaremos, bateremos e apanharemos juntos, mas não fugiremos da luta.
Aqui a razão vem na frente da emoção (nem que para isso tenhamos que colocar a emoção na frente tongue )

Todos estão convidados (MSPP, cuidado com as trollagens: para cada uma, uma semana de banimento.)



E por favor leiam as regras, são poucas.

Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 58
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Jonas E. em Sex Mar 15, 2013 11:46 am

Pessoal, gostaria de expor meus conhecimentos aqui e peço que sejam completamente sinceros ao responderem meu post, não peço que sejam brandos desta vez. Se eu falar algo que os ofenda, que por favor sejam direitos a dizer onde ofendi para que eu possa me retratar caso esteja errado ou explicar o motivo da minha afirmação. No entanto, quero começar com uma reflexão sobre a Bíblia.

"Jesus é Deus e Senhor, acima de todos e de tudo. Com a sua palavra poderia destruir toda a humanidade. E poderia reconstruir novamente. Sua onisciência o permitiria nem ter-nos criado. Mas ainda assim Ele nos criou, nos amou e veio morrer por nós. Mas nos detenhamos nos anos anteriores a sua morte. Jesus foi traído, chicoteado, colocaram uma coroa de espinhos em sua cabeça, abandonado por seus discípulos, esquecido por aqueles que Ele curou, Crucificado... A qualquer momento ele poderia simplesmente desistir daquilo tudo, com uma só ordem da sua boca, toda hoste celestial matariam aqueles homens que fizeram aquilo com Ele. Tudo poderia ter acabado ali, não haveria mais ser humano. Não haveria mais dor, ele não seria crucificado... Mas ele não desistiu... Como uma ovelha foi levado ao abatedouro... Morreu sem dizer uma única palavra de desrespeito aqueles que o Assassinaram.

Agora imaginemos que Jesus esteja lendo este tópico e quer nos responder aqui mesmo. Será que ele mandaria nós defendermos nossa crença com ataques? Com acusações? Lembremos do que ele fez quando Pedro cortou a orelha do guarda romano. Jesus quer que consigamos tudo com amor. Defenda a igreja com o testemunho, não com acusações. Se falam mal da sua igreja, ignore e mostre com "seu testemunho" que a sua Igreja tem a Jesus. "

Gostaria agora de me deter em uma pergunta: Não conheço muito de João Paulo II, mas me corrijam se eu estiver errado. Não era esse papa que Ensinava que deveríamos amar a todos? Que sempre falou muito bem que o Amor é o mais importante?

Eles se acham superiores, mas são um bando de gente ignorante, envenenada e envenenadora e são falsos cristãos.
Estou generalizando ? Mas é coisa geral mesmo !!!! Os que não são de baixo nível, são coniventes com os que são.

Senhor Mazzo, me desculpe grifar alguns textos seus, mas se não se incomoda, quero fazer umas colocações aqui.
O senhor afirmou que nós evangélicos nos achamos superiores. Com todo respeito, afirmar isso e logo após nos chamar de gente ignorante, envenenado e envenenador não está se colocando na posição daqueles que se acham superiores?
Eu já fiz vários posts aqui no fórum, em algum momento fui desrespeitoso com o senhor ou com qualquer outro católico? Sinceramente, o senhor me incluiria nestas características citadas anteriormente?

Eles se acham superiores, mas são um bando de gente ignorante, envenenada e envenenadora e são falsos cristãos.
Estou generalizando ? Mas é coisa geral mesmo !!!! Os que não são de baixo nível, são coniventes com os que são.

Não merecemos ser tratados com respeito? Gostaria de ser mais ousado com essa afirmação e pedir que o senhor nos mostre na Bíblia ou na Tradição que nós devemos ser desrespeitados. Mostre-me se sua igreja ensina realmente isso.

Uma sugestão que dou é que paremos de chamar os "evangélicos" de evangélicos pois evangélico é quem vive o Evangelho de Nosso Senhor e não é o caso deles.

Qual foi o principal ensinamento de Jesus? Não foi amar a Deus e ao nosso próximo? O senhor acha que amar significa desrespeitar?

Certamente que há pessoas que se enquadram em tudo aquilo que descreveu, mas por amor a Verdade e à Justiça, não podemos igualá-los a outros tantos que procuram com sinceridade de Fé e coração seguir o Evangelho simplesmente da maneira que aprenderam, e é nesse desejo sincero que acreditamos que possam vir a encontrar na nossa o que tanto buscam.

Apoio este comentário de nosso querido amigo Lucas. Caro mazzo, o senhor generalizou os evangélicos por atitudes de alguns específicos. Como já citei, se em algum momento aqui no fórum eu desrespeitei algum católico peço sinceramente desculpas. Mas que não se deve generalizar pelo erro de alguns. Como o senhor Lucas B. citou também, não é por que 1 padre ou 1 católico cometeu um erro que vou rotular todos os católicos por aquele erro. Se assim fosse, eu com certeza já estaria rotulando os católicos por causa do site Caiafarsa onde o responsável ofende claramente nós adventistas e muitas outras religiões. Mas não faço isso, sei diferenciar Catolicismos de Católicos, e Católicos verdadeiros de Católicos falsos (que nem conhecem sua doutrina).

Chamar os padres de padrecos é aceitável mas chamar os pastores de pastorecos é falta de respeito.

Concordo que isso é injustiça. chamar padre de padreco ou pastor de pastoreco e desrespeito da mesma maneira. Não é por que sou evangélico que tenho o direito de desrespeitar os outros.

Pois os católicos e a fé católica estão sob ataque desses que se dizem evangélicos !

Deste comentário devemos tomar apenas um cuidado. Se eu ensino uma doutrina que é contra a igreja católica eu não estou atacando-a, mas somente ensinando o que eu acredito ser verdade. Da mesma maneira os católicos, ao ensinarem que a igreja verdadeira é a católica e as protestantes foram as que se afastaram da verdadeira, não estamos apenas atacando as protestantes, mas defendendo o que acredita ser a verdade. Porém, quando se trata de desrespeito e não de ensinamentos, estamos entrando em outro campo que é o do "vale tudo" citado pelo senhor.

São soberbos, arrogantes, e vivem em constante trama contra a nossa igreja, que aliás é a razão deles existirem, pois se não existíssemos, contra quem eles protestariam. Por que será que eles não vão bancar o queixo duro contra os islâmicos?

Querido Halmenara, sua afirmação não se colocaria na mesma situação imposta pelo senhor? Leia unicamente este comentário e me diga se o senhor não parecer ser soberbo e arrogante? E sei que não é o tema do post, mas essa afirmação de que as igrejas evangélicas só existem para protestar contra a igreja católica é um pressuposto do senhor. Peço, por favor, que reconsidere esta sua afirmação, pois creio que o senhor só deva ter conhecido igrejas evangélicas deste tipo que foi afirmado pelo senhor. digo e repito, podemos ter divergências entre crenças. Mas se olharmos assim, da mesma maneira que as evangélicas protestam contra a católica, a católica protestam contra as evangélicas (claro, se colocarmos na situação de que crenças sejam protestos).

Peço desculpas se fui muito ousado nos meus comentários devido ao fato de eu estar em um fórum católico. Porém, acredito que devemos sempre dizer a verdade. Que Deus nos abençoe.

Jonas E.

Mensagens : 169
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Alagoas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Halmenara em Sex Mar 15, 2013 12:47 pm

Peço desculpas se fui muito ousado nos meus comentários devido ao fato de eu estar em um fórum católico. Porém, acredito que devemos sempre dizer a verdade. Que Deus nos abençoe.

Fórum é, além de outras coisas, para discussões mesmo e é bom que tenha sempre os contrários, senão viraria uma página de relacionamento social onde um ficaria rasgando seda pelo outro. Apesar de existirem alguns que pensem o contrário, tentando anular cinco sacramentos do próprio irmão, só por não concordar-se com posições do Clero, mas isso faz parte também. Sei que isso faz parte da sua boa educação, mas por mim não tens que pedires desculpas.

Querido Halmenara, sua afirmação não se colocaria na mesma situação imposta pelo senhor? Leia unicamente este comentário e me diga se o senhor não parecer ser soberbo e arrogante? E sei que não é o tema do post, mas essa afirmação de que as igrejas evangélicas só existem para protestar contra a igreja católica é um pressuposto do senhor. Peço, por favor, que reconsidere esta sua afirmação, pois creio que o senhor só deva ter conhecido igrejas evangélicas deste tipo que foi afirmado pelo senhor. digo e repito, podemos ter divergências entre crenças. Mas se olharmos assim, da mesma maneira que as evangélicas protestam contra a católica, a católica protestam contra as evangélicas (claro, se colocarmos na situação de que crenças sejam protestos).


Caro Jonas, peço desculpas sim se lhe magoei, mas o meu comentário tem fundamento sim. Eu acredito que você deva ser a exceção à regra, meça os outros pela sua régua, e por isso deve ter se ofendido. Mas é isso que a gente vê quase que diariamente. Oxalá que todos fossem igual ao que você mostra ser e no fundo, devemos nos preocupar com o que fez, vocês nossos irmãos, se afastarem da Igreja. E não se esqueça também que Jesus também xingou chamando de "raça de víboras" e tirando do cinto, expulsou os vendilhões do templo.
O texto que segue após o que você citou, mostra um belo exemplo disso. São meus vizinhos de condomínio. Tenho parentes, aparentados, amigos que, infelizmente, mostram que a maioria deles são assim.

Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 58
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Jonas E. em Sex Mar 15, 2013 2:36 pm

Então Halmenara, não me ofendi com seu comentário. Sei que não foi dirigido a mim, e sua ultima colocação demonstrou o que vc realmente pensa ^^

São meus vizinhos de condomínio. Tenho parentes, aparentados, amigos que, infelizmente, mostram que a maioria deles são assim.

Sim, a maioria dos evangélicos (e eu ainda me arrisco a afirmar "a grande maioria") são desse jeito. Quando eu disse em tomar cuidado, eu quis dizer o seguinte. Uma coisa é afirmar que a maioria dos evangélicos são assim. Não nego isso, mas quando se generaliza colocando todos na mesma situação, fica controverso. Também temos que ter o cuidado em generalizar religião, pois nem toda religião evangélica ensina assim. Espero que tenha entendido meu ponto. Não afirmei que vc está errado em achar que a maioria dos evangélicos são assim. mas peço que evite a afirmação de que "todos os evangélicos são assim". Por que embora eu saiba que não foi dirigido a mim (ou espero que não tenha sido rs...), mas é ofensivo e sai do caráter cristão. Vc usou um exemplo muito legal de Jesus entrando no templo, mas Ele nunca generalizou as pessoas. Nunca lemos ele chamando "todos" os fariseus de hipócritas. Então se possível, peço pra evitar este tipo de comentário.

Posso deixar um comentário fora do contexto aqui? (Mas não completamente fora do contexto). Desde quando me tornei adventista, muitos católicos me ofenderam falando coisas absurdas. Isso me fez sentir um pouco de repulsa com a igreja católica. Então eu sei que essa atitude é prejudicial, pois eu sempre tentei ser o mais respeitoso possivel e muitos fizeram isso comigo. Mas eu sempre soube que tinha muitos católicos respeitosos também, e aqui vemos alguns como o Flavio, Vc, Lucas B. e muitos outros, citei estes por que são os que mais comentam meus posts^^

Obrigado pela atenção

Jonas E.

Mensagens : 169
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Alagoas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Seg Mar 18, 2013 7:47 pm

Jonas E. escreveu:
Posso deixar um comentário fora do contexto aqui? (Mas não completamente fora do contexto). Desde quando me tornei adventista, muitos católicos me ofenderam falando coisas absurdas. Isso me fez sentir um pouco de repulsa com a igreja católica.

Jonas, mas você sabe o que a igreja adventista diz da Igreja Católica ?
Você sabe o que a igreja adventista diz a respeito do Papa ?

Ao ser adventista, você concorda com o que se prega nessa denominação !



mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Mar 18, 2013 9:08 pm

Caros amigos,

Aqui no nosso fórum temos vários exemplos dessa forma de tratamento eivado de animosidades entre católicos e evangélicos. São feridas muito profundas que existem em ambos os lados. Desde o surgimento do protestantismo a forma de exercer o protesto se caracterizou por muito tempo pela sua natureza ofensiva, como também as respostas dos católicos não tinham características muito diferentes. Assim, essa linguagem foi sendo aculturada nos dois lados por muito tempo, de maneira que, as coisas que foram se aculturando em um longo período de tempo não podem mudar de forma instantânea, ou seja, essa mudança de comportamento precisa de muito tempo para ser processada.

Aqui quero me referir a uma questão que considero oportuna. Trata-se do "bombardeio" das denominações protestantes contra a Igreja Católica. Sabemos que as denominações protestantes existem aos milhares. Entretanto, considerando-se o número de denominações, a proporção de animosidades entre elas é mínima ou insignificante se comparada ao volume de animosidades contra a Igreja Católica. É como se a Igreja Católica fosse o alvo de uma tropa de atiradores de elite.

É curioso que neste conjunto de denominações protestantes marcado pela falta de unidade na Palavra e na Doutrina, é muito pouco o que se critica entre elas, embora as diferenças sejam imensas. Vejo isso como uma espécie de complô voltado para a deterioração da Igreja Católica, embora que essa minha ótica pode não corresponder a realidade.

Outra questão que tenho que pontuar, SEM QUERER OFENDER, é referente ao que diz a Igreja Adventista a respeito da Igreja Católica, como Mazzo se referiu sob a forma de questionamento no seu comentário.

Particularmente, eu conheço um volume enorme de acusações contra o catolicismo proveniente de centenas de pessoas de várias dessas denominações, e posso afirmar que, dentre estas acusações, nada se compara a grandeza do volume de acusações e de ofensas proveniente da Igreja Adventista.

O mais importante é que, no nosso tempo, essa cultura de animosidade vem diminuindo. Aliás, quem participa do nosso fórum há mais tempo vem constatando essa tendência, o que já é muito positivo, é um passo largo para o diálogo que nos leva a maturidade na fé.

Um grande abraço a todos !!!

Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Seg Mar 18, 2013 10:52 pm

Flávio Roberto Brainer de escreveu:
Aqui quero me referir a uma questão que considero oportuna. Trata-se do "bombardeio" das denominações protestantes contra a Igreja Católica. Sabemos que as denominações protestantes existem aos milhares. Entretanto, considerando-se o número de denominações, a proporção de animosidades entre elas é mínima ou insignificante se comparada ao volume de animosidades contra a Igreja Católica. É como se a Igreja Católica fosse o alvo de uma tropa de atiradores de elite.

Concordo plenamente !!!! É exato isso que você disse.



É curioso que neste conjunto de denominações protestantes marcado pela falta de unidade na Palavra e na Doutrina, é muito pouco o que se critica entre elas, embora as diferenças sejam imensas. Vejo isso como uma espécie de complô voltado para a deterioração da Igreja Católica, embora que essa minha ótica pode não corresponder a realidade.

Também concordo. Eu costumo dizer que as denominações evangélicas (e cia) se unem para atacar a Igreja Católica, a Fé Católica e são coniventes unas com as outras. E as diferenças são enormes mesmo (há igreja evangélica que apoia o aborto, como a Universal, e em Rede de Televisão) e se unem, por exemplo, na Marcha para Jesus, onde se aplaudem uns aos outros).


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Seg Mar 18, 2013 10:55 pm

O bombardeio é tão grande.... do dia que postei a mensagem inicial até hoje já recebi visitas de não católicos com a bíblia nas mãos... recebi folhetos não católicos em minha caixa de correio e quando fui visitar uma parente, ela tinha recebido também a visita de não católicos que lhe deixaram um jornal (não católico.... tudo com fins proselitistas...

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Mar 19, 2013 2:00 pm

Só para ilustrar essa realidade, transcrevo aqui um documento histórico que retrata bem essa questão de animosidades entre católicos e protestantes. Antes, porém, quero deixar claro que retirei nomes de pessoas e instituições, no sentido de preservar-lhe as identidades.

Carta de (...) (protestante)
________________________________________
Caro (...), que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, esteja sempre convosco.

Li a página ESPAÇO DO LEITOR, deste site, onde você, deu uma resposta ao (...), a um e-mail, por ele enviado em: Sábado, 27 de Novembro de 1999 17:08, se eu tivesse o e-mail dele, enviaria esta, com cópia para ele, mas como não possuo, caso a você seja impedido de publicar minha carta, fico satisfeito se, por motivos profissionais ou particulares, responder diretamente a mim.

Vamos direto ao assunto:

No livro do Apóstolo Mateus, em seu capítulo 4, no versículo 10, lemos:
"Ao Senhor teu Deus adorarás e SÓ A ELE DARÁS CULTO". Palavras como adoração, veneração, ídolos e imagens, confundem um pouco a cabeça de todos, não é mesmo?

Ao meu ver, a idolatria, por exemplo confunde as pessoas que passam a identificar as estátuas com vidas. Iludidas, por este engano repetem: "Não adoro ídolos. Ídolo é outra coisa. Essas imagens são de Santos, eu não as adoro, apenas v e n e r o..."

Vamos para nossa gramática. Ao compararmos o significado exato das expressões adoração e veneração, veremos que são equivalente. Abra o seu Aurélio e veja que Adorar - (do LATIM adorare) - Reverenciar, amar extremamente, VENERAR, idolatrar. Pois bem, feche o seu Aurélio , Se não houvesse adoração, então não haveria orações àquele ídolo ou imagem ou chame do que quiser, nem lhe dariam ofertas (pagadores de promessas) e muito menos se prostrariam diante dele. (Reverenciar). Se há tudo o que citei, por sinonimia, há adoração. É urgente que todos conheçam a Palavra de Deus, pois ela condena, por muitos versículos, a idolatria, a adoração (ou veneração) a imagens de santos.

"Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem. Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não veêm; têm ouvidos mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram; têm MÃOS, mas não apalpam; têm PÉS, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. SEMELHANTES a eles sejam os que fazem, e todos os que neles CONFIAM. O salmista (Sl 115. 4- 8), ao falar em MÃOS e PÉS, com certeza, não está se referindo à SERPENTES, a BOIS, a LEÕES ou a RATOS.

E, além do mais, quando queremos ver toda sorte de animais, dirijimo-nos ao Zoológico e não à Igreja Católica (Tida por alguns, como única e verdadeira ... em outra visita questionarei este assunto, na {Palavra de Deus), mesmo porque, nas laterais e nos altares das igrejas, o que vemos, não são figuras de animais, mas sim, muitas vezes em tamanho natural, IMAGENS DE HOMENS ou MULHERES, que têm mãos, pés, olhos, garganta, nariz ouvidos e etc...)

Nas escrituras, também lemos [...] para que não vos corrompais e vos façais alguma imagem esculpida na forma de ídolo, semelhança de homem ou de mulher (grifo meu); semelhança de algum animal que há na terra; semelhança de algum volátil que voa pelos céus; semelhança de algum animal que rasteja sobre a terra; semelhança de algum peixe que há na águas debaixo da terra. Guarda-te não levantes os olhos para os céus, não sejas seduzido a inclinar-te perante eles, e dês culto àqueles, coisas que o Senhor teu DEUS repartiu a todos os povos debaixo de todos os céus. Mas o Senhor vos tomou [...] para que lhe sejas povo de herança como hoje se vê."(dt 4:16-20)

Para que você, caro (...), sempre se lembre, antes de digitar a seguinte frase: NÃO CONTRADIÇÃO NENHUMA EM NOSSO DEUS, querendo desta forma achar que os evangélicos (protestantes, como você, erroneamente nomeou), isolam determinados textos, como por exemplo o famoso (Deut. XVI, 21 ou Dt 16:21) de outros textos, eu vos digo que os evangélicos não isolam textos, pois se você tiver a curiosidade que, a princípio parece não ter tido, de abrir, pode ser a sua Bíblia, o Segundo livro de Reis, capítulo 18, versos 3 e 4:

"Fez ele o que era reto perante o Senhor, segundo tudo o que fizera Davi, seu pai. Removeu os altos, quebrou as colunas e deitou abaixo o poste-ídolo; e fez em pedaços a SERPENTE QUE MOISÉS FIZERA, porque até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamavam Neustã. Ezequias fez o que era reto diante do Senhor porque o amava e queria serví-Lo com inteireza de coração.

Prossigo ... Disse-nos Jesus Cristo:
"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; NINGUÉM vem ao pai senão por mim" (Jo 14:6) "E farei tudo o que pedirdes em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei." (Jo 14:13)

O Apóstolo Paulo inspirado pelo Espírito Santo escreveu: "Porquanto há um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus: (1Tm 2.5).

Creio eu, corrija-me (na Palavra), que para chegarmos a Deus, não dependemos de Santo Doze Apóstolos, nem Frei Damião, nem Madre Tereza de Caucutá, nem irmã Dulce ou irmã Benigna, nem Padres Cícero ou Eustáquio, pois Cristo é bem claro e nem precisa ter ser muito inteligente, para saber que é somente através de Jesus Cristo, sem intermediários, chega-se a Deus.

Gostaria de desafiá-lo a publicar na íntegra, e responder, na coluna ESPAÇO DO LEITOR, uma vez que sou, não assíduo, mas leio, a Home page (...)
l.
Conhecereis a verdade e verdade vos libertará (Jo 8:32)

Em tempo, não sou protestante, pois nasci no Brasil. Respeito é bom e nós gostamos.

R E S P O S T A de (...) (Católico)

Protestador e contraditório (...),

"Ave Maria, cheia de graça. o Senhor é convosco" (Luc I,28), "bendita és tu entre todas as mulheres" (Luc,I 43).

Sr. (...), o senhor começa desejando-me a paz e termina me desafiando e insinuando que não respeito os outros. Como prova de seu respeito "evangélico"o senhor me diz:

"Quando queremos ver toda sorte de animais, dirigimo-nos ao Zoológico, e não à Igreja Católica" etc. E me diz ainda, no final de sua carta - tendo esquecido o que me escrevera sobre Zoológico no meio dela: "Respeito é bom e nós gostamos".

Eu também gosto de respeito. Mas não consideraria respeito, quem, por falso respeito por mim, me deixasse em erro. Eu agradeceria quem me mostrasse algum erro, para me corrigir e para me salvar, porque o respeito pelas pessoas exige que não se respeitem seus erros. É o que faz qualquer professor ao corrigir as provas de seus alunos queridos.
Aceito sim seu desafio e publicarei sua carta, com prazer. Ela é divertida, e divertirá bem nossos leitores.

Não se queixe das aproximações que farei - em devolução da sua -- e que serão divertidas também.

Depois de me desejar a paz, o sr. vem armado contra mim, para me desafiar ao combate, como se eu fosse Golias.
Eis pois (...), qual novo e heroico Davi, armado com o "pai dos burros" (o dicionário) e com textos escolhidos e mal lidos da Sagrada Escritura.
E é a primeira vez que Saul imita Davi. Mas se Saul, que não era nada bom, profetizou entre os profetas (I Reis XIX, 24), por que o sr. -- que também é (...), não poderia me desafiar, heroicamente, qual novo Davi?

Eis, pois, (...), hoje, entre os "guerreiros"... da Internet. Querendo posar de sábio profeta, dicionarista e teólogo. Com Bíblia protestante e dicionário a tiracolo.

Pois meu caro (...), aprenda, em primeiro lugar, que nenhum dicionário é tratado de epistemologia, de hermenêutica ou de exegese. E saiba que qualquer estudo mais sério de sinonímia lhe dirá que não há sinônimo que seja absolutamente equivalente.

Aprenda ainda, meu caro opositor, que se existem duas palavras distintas para designar algo ou uma ação, é porque cada uma delas dá um matiz diverso da coisa ou da ação designada. Se duas palavras são absolutamente idênticas, a língua tende a eliminar uma delas.
Assim, adorar não é venerar, nem, muito menos, idolatrar. Cada uma dessas palavras tem sentidos diferentes.

Se o seu "pai de burros" não faz essa distinção, é porque é um "Pai de burros" muito pouco sábio. E apesar de o mais famoso "pai de burros", no Brasil, se chamar Aurélio, se o sr. compará-lo com qualquer "Pai de Burros " estrangeiros, verá logo uma diferença... uma diferença... digamos... gigantesca (hesitei na escolha do adjetivo, e coloquei um muito vulgar, só para manter o respeito).

Adorar significa reconhecer como Deus, criador de todas as coisas.
Idolatrar, embora seu amigo Aurélio -- que não mora aqui em casa -- não explique isso, significa em certo sentido o oposto, pois designa a ação de adorar uma criatura em vez de adorar o Criador.
Materialmente, a ação de adorar e a ação de idolatrar são idênticas. Formalmente são opostas.

O senhor certamente compreende a diferença entre matéria e forma, na consideração de uma ação. Mas, para auxiliar sua recordação e compreensão, dou-lhe um exemplo didático, visto que um especialista em dicionário e em leitura enviesada da Bíblia normalmente anda tão atarefado em decorar e citar a Escritura por "centímetros" e "milímetros", que facilmente pode ter esquecido uma coisa tão primária. Ademais, o "pai dos burros" nacionais, ou mesmo seus equivalentes estrangeiros, não trata disso.

Pois veja lá, seu (...), o exemplo didático que lhe prometi:
Um médico que opera o coração de um doente e um assassino, materialmente, agem de da mesma forma: abrem o peito de um ser humano com instrumento perfurador e cortante (bisturi ou punhal). Entretanto, formalmente suas ações são opostas, pois um tem por fim curar o homem de quem abriu o peito -- (É o médico, entendeu, seu (...)? ) -- enquanto o outro visa tirar a vida de quem abriu o peito com o punhal. (É o assassino, está claro, seu (...)?).

Assim quem adora a Deus e quem adora o ídolo materialmente fazem as mesmas coisas, que formalmente são opostas. Por isso é que existem as palavras adorar e idolatrar.

O pobre Aurélio diz que adorar, venerar, idolatrar, amar extremamente são sinônimos. O senhor é que me garante isso. E quem o seguisse, e seguisse seu modo enviesado de ler, seu (...)l, concluiria que, quando alguém diz: "Eu adoro chocolate", estaria considerando que chocolate é o Criador do céu e da terra. E quando o senhor mesmo dissesse: "Amo extremamente meus filhos", estaria -- na opinião do Aurélio -- cometendo ato de idolatria, já que para ele, e para o senhor, amar extremamente é o mesmo que adorar.

Que besteira, não é seu (...)l?
O senhor vê para que atoleiro o conduziu o "pai dos burros"?
Seu Saul, seu (...)... Deixe para lá seu "pai dos burros". Saia do atoleiro.
Quer um conselho? Seja "órfão". Pelo menos quando discutir religião ou filosofia, não se baseie em dicionários populares; seja "órfão", repito.
Mas provavelmente o senhor não aceitará meus conselhos. Onde já se viu Saul, querendo imitar Davi, aceitar um conselho de alguém que ele considera como Golias, embora eu tenha só 1,61m. de altura.

Paciência!... O conselho está generosamente dado. O senhor me diz que é evangélico e não protestante. Isso é falso, seu (...). O senhor é protestante mesmo. Não existe a religião "evangélica". Esse adjetivo é falsamente usado pelo senhor como por muitos hoje em dia.
Qual é a denominação de sua seita seu (...)l?
Não esconda o que o senhor é, por trás do adjetivo "evangélico", que é vago demais. Nele cabem os luteranos que creem que Cristo é Deus. Nele se escondem também os Testemunhas de Jeová que não creem na divindade de Cristo.

Qual é a sua seita seu (...)? Há milhares de seitas que se dizem evangélicas, cada uma acreditando ser a única verdadeira igreja. Qual é a sua seita seu (...)? O senhor não diz: esconde-se atrás do termo evangélico.

Na verdade, o senhor é filho de Lutero. E não é preciso ser alemão para ser protestante, isto é, para ser filho de Lutero. Há, infelizmente, brasileiros filhos dele (e do dicionário).

E não se queixe da "aproximação", pois foi o senhor que aproximou Igreja Católica e Zoológico.

O senhor conhece Camões, seu (...)? Conhece? Lembra-se do que ele escreveu?

"Pois até entre os portugueses traidores houve algumas vezes".
Pois lembrei-me desse verso, quando li sua última frase : "Em tempo, não sou protestante, pois nasci no Brasil".

Pois até entre brasileiros, protestantes houve muitas vezes, seu (...).
Quem nasce no Brasil é brasileiro, mas não necessariamente é católico, protestante ou tintureiro. O senhor não anda bem da lógica seu (...). O dicionário e a leitura enviesada da Bíblia andam lhe causando "reumatismo na imaginativa", seu (...).

Quer uma prova? O senhor me cita o texto do II livro dos Reis (XVIII, 3-4) para provar que o Rei Ezequias destruiu a serpente de bronze feita por Moisés.

Obrigado pela prova de que tenho razão.
Pois o que prova esse texto que o senhor cita?

Prova:

1) Que Moisés fizera de fato uma serpente de bronze;

2) que essa serpente fora conservada pelos judeus durante longo tempo;

3) que eles acabaram por adorá-la ou a prestar-lhe culto indevido;

4) que por isso, Ezequias a quebrou.

Teria agido mal Moisés ao fazer a serpente de bronze? É claro que não, pois foi o próprio Deus quem ordenou fazê-la e olhar para ela para que os judeus se curassem.
Erraram os judeus conservando-a? É evidente que não, porque mostravam gratidão e obediência a Deus. E entre os que conservaram estavam Moisés, Josué, os Juízes, Davi, Salomão. Será que todos eles estavam errados? Será que nenhum deles tinha um "Aurélio" -- um dicionário à mão para saber que adorar, venerar, reverenciar, amar extremamente é tudo a mesma coisa?
E nenhum deles contou com um sábio Saul para aconselhá-lo? Por que, durante tantos séculos, Deus e seus enviados permitiram que se guardasse a serpente de bronze?

É evidente que permitiram porque ela não era adorada. Quando a transformaram abusivamente em ídolo, Ezequias a destruiu. Mas fique sabendo, caro Saul, que abusus non tolit usum. E não pense que isso é lei da Igreja: é um princípio jurídico do Direito Romano. O abuso não tolhe o uso. Se alguém abusa do culto de dulia de um santo e de sua imagem, e passa da veneração a idolatria, isso é um abuso condenável que não proíbe nem invalida o culto de dulia -- e não de latria -- de um santo e de sua imagem.

Erraram depois os judeus transformando-a em ídolo? Evidente que sim, e, por isso fez bem Ezequias em destruí-la.

Portanto, enquanto não se adora uma imagem como se fosse Deus, é lícito tê-la e mesmo "olhar para ela para ser curado" como Deus mandou.
E nenhum católico de verdade olha para uma imagem de Nossa Senhora e dos santos julgando que sejam Deus e adorando essas imagens. Nós as veneramos tal qual o senhor venera o retrato de sua mãe.
E quando rezamos para Nossa Senhora, só repetimos o texto de São Lucas que lhe citei no começo desta carta. E que o senhor certamente recusa repetir.

Em São Lucas se lê ainda: "Todas as gerações me chamarão de bem aventurada" (Luc. I,48)

Todas as gerações chamarão a Virgem Maria de bem aventurada. Menos a sua seu Saul.
Qual é então a sua geração seu Saul?

Está vendo como sua leitura da Bíblia é enviesada?
O senhor me pede para corrigi-lo mostrando-lhe (pela Palavra) que para chegar a Deus o senhor só pode fazê-lo por meio de Cristo. Pois vou fazê-lo.

Pergunto-lhe, antes de tudo: Como é que o senhor soube que Cristo é nosso único mediador? Por acaso Cristo apareceu ao senhor?

Não acredito.

Cristo não aparece para qualquer (...).

O senhor me dirá que conheceu Cristo lendo os evangelhos. Por meio dos evangelhos. Mas, então, houve um meio estabelecido pelo próprio Cristo para conhecer a Ele.

Nosso Senhor Jesus Cristo escolheu doze apóstolos para ensinar a todos quem Ele era, e quem não ouve esses mediadores de Cristo, não ouve o próprio Cristo: "Quem vos ouve, a Mim ouve" (Lc, X, 16). Cristo exigiu que ouvíssemos seus apóstolos e evangelistas como "mediadores segundos", entre Deus e nós.

E a Pedro Ele disse: "E tu, depois de convertido confirma teus irmãos".
A nenhum outro Ele deu essa missão.
E o senhor, seu (...), recusa -- como todo protestante -- ser confirmado por Pedro.

Cristo poderia ter vindo ao mundo adulto. Quis vir por meio de Maria Santíssima. Seu (....) não aceita o que Deus estabeleceu, porque seu (...), especialista em dicionário, acha que entende a Bíblia e só aceita da Bíblia o que ele, (...), acha certo, e só é certo o que seu (....) acha.

Seu (...) -- como todo protestante diz que crê na Bíblia, mas seleciona o que quer crer na Bíblia. O protestante diz que crê na Bíblia, mas não crê no que ela diz. O protestante faz da Bíblia um ídolo.

Quer mais uma prova de que o senhor não aceita tudo o que há na Escritura?

Nosso Senhor Jesus Cristo, na hora de sua morte no Calvário, deixou-nos Maria Santíssima por mãe, ao dizer a ela e a São João: "Mulher, eis aí teu filho.(...) Filho, eis aí tua mãe" (Jo XIX, 26-27).

Na sua Bíblia, seu Saul, existe esse texto?
Claro que existe!

Só que esse texto o senhor não aceita, porque não quer aceitar Maria Santíssima como sua mãe. Pois fique sabendo, meu caro (...), que só tem a Deus por Pai, quem tem Maria por Mãe. O senhor só se tornará Davi, se aceitar aquela que Deus escolheu como meio para vir até nós. Se aceitar que Cristo a estabeleceu como medianeira entre Ele e nós. Por isso está dito que aos pastores e aos reis foi indicado que deveriam encontrar o Redentor com sua mãe. E o senhor pensa, bem erradamente, que poderá encontrar a Cristo desprezando a Mãe santíssima dEle.
E pensa que poderá haver uma Igreja de Cristo fora do fundamento que Ele mesmo estabeleceu: "Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja" (Mt. XVI).

Qual a sua igreja? Quem a fundou? Desde quando ela existe?
Se ela não foi estabelecida sobre Pedro, ela não é a Igreja única de Cristo. É por isso que a Igreja Católica é a única Igreja de Deus, a única verdadeira, fora da qual não há salvação.

Sim, "a verdade vos libertará", disse-nos Jesus. E seu Saul, pobre seu Saul; continua atado em seus preconceitos, que são os óculos que deturpam o que o senhor lê. A verdade nos liberta. E a verdade, só a possui íntegra e perfeitamente a Igreja Católica Apostólica Romana, fora da qual não há salvação.

_________________________________________________

Creio que estes dois textos (carta e resposta) ilustram perfeitamente essa realidade.

Um grande abraço !!!








Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Jonas E. em Dom Abr 14, 2013 1:04 pm

Bem pessoal, mais uma vez desculpem-me a ausência, porém gostaria de responder as ultimas postagens.

Mazzo disse:

Jonas, mas você sabe o que a igreja adventista diz da Igreja Católica ?
Você sabe o que a igreja adventista diz a respeito do Papa ?

Ao ser adventista, você concorda com o que se prega nessa denominação !

Para as 3 perguntas a minha resposta é sim. Agora vou fazer um pedido a vocês, procurem todos os tópicos onde expus essa crença ou falei algo sobre isso e me enviei ou por MP ou postem aki. Por enquanto vou deixar um exemplo aki.

Um homem sabe que a sua vizinha é uma prostituta, mas como alguns do bairro não sabem, ele não comenta nada. Certo dia a polícia chega na casa dele:

Senhor a sua vizinha está sumida a 5 dias e a família está preocupada, o senhor sabe algo sobre ela? No que ela trabalha a noite? Onde ela vai?

O homem poderia muito bem pensar "Ah, não vou falar que ela é prostituta, pois estaria sendo ofensivo e desrespeitoso, mas ela pode morrer por falta de informação" ou poderia pensar "Mesmo sabendo que ela não iria gostar caso eu comentasse, mas é pelo bem dela, então vou contar".

Gostaria de baseando-me neste contexto perguntar a vocês, se fosse com vocês, o que responderiam?

Creio que este exemplo demonstra claramente o que eu acredito sobre "crer em algo" e "expor algo".

Após entenderem minha opinião continuarei me detendo na questão aqui que é sobre respeitar uns aos outros. Mas como me foi feitas perguntas bem objetivas, fiz questão de responder antes de tudo.

(Peço desculpas pela audácia, mas quero sinceramente que me respondam o q falariam no lugar do homem do exemplo que citei)

Jonas E.

Mensagens : 169
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Alagoas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por mazzzo em Qua Abr 17, 2013 8:39 pm

Jonas,

você precisa explicar-se melhor pois o que postou, em meu entendimento, só confirma o que penso e que me faz colocar a IASD entre as seitas (no sentido pejorativo da palavra seita).

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Jonas E. em Dom Abr 21, 2013 2:11 pm

Caro Mazzo,

você precisa explicar-se melhor pois o que postou, em meu entendimento, só confirma o que penso e que me faz colocar a IASD entre as seitas (no sentido pejorativo da palavra seita).

Então explicarei:

O senhor havia me feito 3 perguntas...
Jonas, mas você sabe o que a igreja adventista diz da Igreja Católica ?
Você sabe o que a igreja adventista diz a respeito do Papa ?

Ao ser adventista, você concorda com o que se prega nessa denominação !

Fiz questão de responder as três, mas ao mesmo tempo fiz uma diferenciação de "crer" e "expor". Quis demonstrar aqui que ao crer ou saber de algo, não estou ofendendo ninguém. A diferença é como eu trato a situação (esse foi o propósito do exemplo dado). Embora eu creia no a igreja adventista ensina sobre a igreja católica e sobre o papa, você não me viu criando aqui nenhum tópico sobre esse tema, ou expondo-o de forma direta (caso contrário, favor, me mostrar onde fiz isso). Porém... caso uma pessoa queira aprender sobre o tema, eu não irei ficar calado, pois é questão de vida eterna ou morte eterna.

Pedirei novamente, que se possível me responsa a pergunta feita sobre o exemplo que estarei repetindo aqui.

Um homem sabe que a sua vizinha é uma prostituta, mas como alguns do bairro não sabem, ele não comenta nada. Certo dia a polícia chega na casa dele:

Senhor a sua vizinha está sumida a 5 dias e a família está preocupada, o senhor sabe algo sobre ela? No que ela trabalha a noite? Onde ela vai?

O homem poderia muito bem pensar "Ah, não vou falar que ela é prostituta, pois estaria sendo ofensivo e desrespeitoso, mas ela pode morrer por falta de informação" ou poderia pensar "Mesmo sabendo que ela não iria gostar caso eu comentasse, mas é pelo bem dela, então vou contar".

Gostaria de baseando-me neste contexto perguntar a vocês, se fosse com vocês, o que responderiam?

E sobre seu ultimo comentário:

você precisa explicar-se melhor pois o que postou, em meu entendimento, só confirma o que penso e que me faz colocar a IASD entre as seitas (no sentido pejorativo da palavra seita).

É uma pena que você pense assim, pois desta maneira, será dificil o senhor ser neutro ao estudar os temas propostos aqui. E como um dia citei a minha namorada:

"A verdade pode estar la fora, se você tiver coragem de abrir a porta pra ver, você saberá se está certo. Mas se você nunca abrir a porta, saiba que não terá do que reclamar quando a verdade for exposta e você não tiver mais chances de aceita-la"

Sobre esta frase. não irei explica-la, espero que entendam, se não, me desculpem. Mas uma vez vou insistir, se puderem, respondam minha pergunta. Assim eu saberei se são contra minha maneira de pensar ou a favor.

Jonas E.

Mensagens : 169
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Alagoas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como os evangélicos tratam os Católicos / Igreja Católica

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:35 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum