A fisica moderna e o Genesis biblico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A fisica moderna e o Genesis biblico

Mensagem por camiloabc em Ter Maio 14, 2013 11:32 am

Um aviso, esta minha mensagem é uma reflexão pessoal minha e é muito especulativa.

Quando falamos em ciencia devemos ter sempre o maximo cuidado para não extrapolarmos excessivamente as suas conclusões. A fisica até ao ínicio do seculo 20 era determinista. O determinismo da fisica tornava cada intervenção de Deus no mundo quase um novo momento criador. Existia assim uma tensão entre a ocorrencia de milagres e o descanço de Deus como criador relatado no Genesis. A fisica moderna é probabilistica e sendo assim esta tensão esvazia-se, o milagre pode continuar a ser um sinal de Deus, uma "impossibilidade" estatistico-fisica mas não exige que Deus recrie o universo em cada milagre.

A Bíblia começa assim:

1*No princípio, quando Deus criou os Céus e a terra.
2*A terra era informe e vazia, as trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superfície das águas.
3*Deus disse: «Faça-se a luz.» E a luz foi feita. 4Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas.



Em poucas palavras há aqui 2 diferentes momentos de criação. Primeiro Deus cria os Céus e a terra. Sobre os Céus nada mais nos é dito neste capítulo do Genesis. Os Céus referidos não são o céu material que vemos mas todos os mundos espirituais, inacessiveis para nós nesta vida.
A terra foi criada informe e vazia.
Que espécie de terra, de universo criado, é um universo informe e vazio? Deus cria o vazio?
As trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superficie das águas (desse abismo).
Um segundo momento da criação é relatado em seguida. Deus diz "Faça-se luz."
A partir daí a terra deixa de ser vazia e começa a tomar forma.

Há nestas escassas palavras uma espantosa coerencia com a fisica moderna.

2*A terra era informe e vazia
É espantoso mas nessa curtissima frase estão condensados os 2 pilares da fisica moderna.
Na teoria geral da gravitação, mais conhecida como teoria geral da relatividade, é a matéria que dá forma ao espaço.
Na teoria dos campos quantica o vazio não é o nada, pelo contrario tem uma energia enorme, talvez infinita, do vazio pode surgir por quebra de simetria toda a materia. Numa linguagem simbolica o vazio quantico lembra o abismo, um abismo do qual pode surgir toda a materia por quebra de simetria, por um "Faça-se luz".

E nas teorias fisicas a primeira materia que surge no universo é precisamente radiação, ou seja, luz (não é propriamente a luz que vemos no dia a dia mas a luz que vemos no dia a dia é uma forma de radiação).

E na teoria geral da gravitação desde o momento em que há materia, há forma.
O universo deixa de ser apenas o vazio e passa a ter forma.

Todo este relato parece uma narração poética, com forte coerencia conceptual, do Big Bang e da fisica moderna.

O poema do Genesis prossegue metodicamente com o relato da criação do mundo. Até que Deus cria o Homem. Aí a narração biblica altera o registo:

26*Depois, Deus disse: «Façamos o ser humano à nossa imagem, à nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.» 27*Deus criou o ser humano à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher. 28*Abençoando-os, Deus disse-lhes: «Crescei e multiplicai-vos, enchei e dominai a terra.
...
31*Deus, vendo toda a sua obra, considerou-a muito boa.


Notemos antes do mais que Deus fala no plural, aqui a Bíblia deixa o primeiro indício de que Deus é Trindade Divina. É na criação do Homem que este primeiro indício surge!

A terra, o universo, é preparado antecipadamente para que nele possa surgir e desenvolver-se o Homem, feito à imagem e semelhança de Deus!

Há na fisica moderna uma perplexidade que embaraça a muitos cientistas. Muitas constantes fisicas não são obtidas com base em nenhum principio, têm de ser medidas na natureza. Nada nas teorias diz que a massa do electrão deve ser a que é, ou que constante de gravitação deve ser aquela. E são bastantes constantes fisicas. A perplexidade surge quando reparamos que se estas constantes não fossem o que são então o Homem não poderia surgir no universo. Uma constante de gravitação ligeiramente diferente e o universo colapsaria sem dar tempo para se formarem estrelas, uma carga do electão ligeirissimamente diferente e não se poderiam formar compostos quimicos, etc.
A isto costumam chamar principio antropico (com varias versões sendo a mais dificil de contornar a do principio antropico fraco).

Há quem objecte "O universo é tão grande e a humanidade tão pequena, seria um desperdicio o universo ter sido feito apenas por causa do Homem". Parece-me que isto é não saber o que é o Amor de Deus. O Amor de Deus por nós é imenso e sabemos bem que quem ama é generoso com aqueles que ama.

O Big Bang é conhecido de todos. Até recentemente muitos fisicos esperavam que o universo vivesse ciclos sucessivos, de Big Bangs e Big Crunchs, pela eternidade dos tempos. No entanto os mais recentes resultados da medição das acelerações das galaxias distantes mostram que não existirá Big Crunchs. Este universo tenderá a arrefecer cada vez mais até que tudo o que nele existe se apagará e morrerá no frio. Esta hipotese aumenta o enigma das constantes fisicas estarem escolhidas de tal forma que o Homem possa existir neste universo.

Há no entanto teorias fisicas, muito especulativas e sem qualquer confirmação experimental, que prevêm que este universo é apenas um entre muitos, infinitos universos. Há então a hipotese de o principio antropico ser apenas a consequencia estatistica dessa possibilidade e existirem muitos universos.
Não me admiraria, bem pelo contrario. Sendo Deus infinito custa-me a compreender que a sua criação se limite a este universo. Não estão os Céus referidos no plural no relato do Genesis?

É certo que tudo isto é muito especulativo, a Bíblia não é de forma alguma um livro de ciencia mas deixa-me profundamente admirado como a linguagem poetica do relato biblico da criação é conceptualmente tão coerente com as teorias fisicas modernas.

camiloabc

Mensagens : 67
Data de inscrição : 06/03/2013
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum