Pequei ou não contra o espirito santo?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Netuno em Sex Jun 07, 2013 7:17 pm

Vou explicar o que aconteceu comigo...

Faz 8 meses isso...

Eu sofro de transtorno do panico e ansiedade faz 3 anos, e a 8 meses eu estava lendo sobre o pecado contra o espirito santo...

Ai pensei coisas horrorosas sobre o espirito santo e achei que havia ali mesmo cometido este pecado imperdoavel...

me deu um ataque de panico terrivel e um desespero monstruoso..

Sou catolico e na igreja catolica um dos 6 pecados contra o espirito santo é o Desespero...

imaginei por 8 meses que eu estava condenado...

depois de um bom tratamento psicologico, psiquiatrico eu me dei conta de que de fato não estava condenado e tudo não passou de um mal entendido...

Porem ultimamente encuquei que meu pecados não podem mais ser perdoados..

E de fato meus pecados são os mais simples, todos ele são privados, ou seja, não cometi pecados graves diretamente contra ninguem e jamais na minha vida desejei o mal para alguem e nunca fui mal..

E na doutrina da igreja catolica, ficar desesperado com os pecados é um pecado imperdoavel...

Eu de fato SEI que meus pecados podem muito bem ser perdoados por Deus, pois Deus perdoou até mesmo o Rei Davi que foi um Adultero e Assassino, por lógica meus pecados são imensamente inferiores aos de Davi e SEI que eles podem ser perdoados.. Porém não SINTO que eles podem ser perdoados...

O meu problema mesmo é o SENTIMENTO!!!

intelectualmente SEI que meus pecados podem totalmente ser perdoados...

mas emocionalmente não SINTO que posso ser perdoado

e agora?


PS: Para entenderem que tipo de pessoa eu sou, mostrarei logo abaixo como sempre fui nestes meus 23 anos de vida:


Quem eu sou:
- Nerd
- Carente afetivo
- Complexado racialmente

O que eu sempre quis:
- Ter amigos que gostassem de mim
- Ser popular
- Ter uma namorada linda
- Me destacar em algo (desenho, estudo, etc...)

O que eu fiz:
- Passei a maior parte do dia em casa na internet
- Estudei sobre politica e religião por interessa apenas, nada sério
- Tentei impressionar meninas com meus videos de politica

O que eu nunca tive:
- Presença paterna
- Criação para ser homem, ser macho, ser viril

O que me aconteceu:
- Vivi até meus 15 anos com um pai alcoolatra
- Sempre fui sozinho, pois sou filho unico
- Nunca tive ninguem para me ensinar a viver ou para me ensinar a ser um homem de verdade ou um católico
- 3 anos de Transtornos Emocionais, Sindrome do Pânico, Ansiedade, etc...

Netuno

Mensagens : 7
Data de inscrição : 07/06/2013
Localização : Brasil - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por mazzzo em Sab Jun 08, 2013 8:41 pm

Netuno,

O sentir não é importante. Não precisamos sentir o perdão de Deus, sentir o amor, sentir a presença. Fé não é sentimento. Precisamos é de Fé. Fé é confiança mesmo contra todo sentimento.

Quando vou rezar, mesmo se não sinto a presença de Deus, eu tenho certeza de que Ele está presente e ponto final. Sentir é bom, sentir é gostoso, mas não tem valor algum. Valor tem a Fé, a confiança, mesmo contra todo sentimento.

Quando leio a vida dos santos, tem alguns que viviam tendo visões de Jesus, viviam vendo Jesus, conversando com Jesus, etc.... e algumas vezes Jesus pára de aparece, pára de se manifestar... e o santo (o autentico) continua fiel... sofre, mas continua fiel em suas orações, etc... E depois Jesus aparece novamente e diz que estava mais presente naquele tempo (de aridez) do que em tempos de aparições.


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Netuno em Sab Jun 08, 2013 8:57 pm

mazzzo escreveu:Netuno,

O sentir não é importante. Não precisamos sentir o perdão de Deus, sentir o amor, sentir a presença. Fé não é sentimento. Precisamos é de Fé. Fé é confiança mesmo contra todo sentimento.

Quando vou rezar, mesmo se não sinto a presença de Deus, eu tenho certeza de que Ele está presente e ponto final. Sentir é bom, sentir é gostoso, mas não tem valor algum. Valor tem a Fé, a confiança, mesmo contra todo sentimento.

Quando leio a vida dos santos, tem alguns que viviam tendo visões de Jesus, viviam vendo Jesus, conversando com Jesus, etc.... e algumas vezes Jesus pára de aparece, pára de se manifestar... e o santo (o autentico) continua fiel... sofre, mas continua fiel em suas orações, etc... E depois Jesus aparece novamente e diz que estava mais presente naquele tempo (de aridez) do que em tempos de aparições.



Obrigado pela resposta...

poderia me responder essa duvda tmbm?



Eu tive dois momentos no qual achei ter pecado..

O primeiro foi em outubro de 2012, no qual eu imaginei ter pecado e ter entrado em desespero ao pensar coisas horriveis contra o esírito santo... nestes ultimos meses achei que eu estava condenado defitivamente ao inferno porque eu estava DESESPERADO mesmo, e na igreja catolica o DESESPERO é um dos 6 pecados contra o ES.

Fiz tratamentos psiquiatricos, tomei remedios, fui para psicologos e depois de um bom tratamento e ao ler artigos sobre o tema descobri que meu desespero não era o desespero do ES, porque eu não estava desesperado por causa de meus pecados, mas por um erro meu, logo eu nunca estava condenado...

Logo eu não tinha pecado contra o espirito santo ao pensar coisas feias sobre ele

Porem um segundo medo de ter cometido esse pecado surgiu, que é o seguinte: Estou achando que meus pecados não tem mais perdão, logo estou ferrado...

Porém esse segundo desespero tem ligações diretas com os 7 meses que eu passei vivendo em stress, me sentindo um condenado por um pecado que não tinha feito...

Ou seja, esse meu DESESPERO atual tem inflências do 1° desespero que senti...

Será que esse atual desespero meu não é apenas um transtorno emocional? porque esse "medo de que meus pecados não tem mais perdão" surgiu após eu viver 7 meses achando que estava condenado por um motivo falso...

Netuno

Mensagens : 7
Data de inscrição : 07/06/2013
Localização : Brasil - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Jun 08, 2013 11:56 pm

Caro Netuno,

Seja bem-vindo ao nosso fórum, e que a paz de Nosso Senhor esteja no seu coração.

Depois da bela postagem de Mazzo, devo lhe dizer que para existir um pecado grave, deve haver conhecimento a respeito do pecado, uso da razão e consentimento.

No início da sua postagem, você deixa muito transparente que estava em um momento marcado por ansiedade e por um transtorno de pânico. Assim, mesmo sem ter analisado profundamente a sua descrição, ponderando o momento a que você se referiu, mesmo sem ser psiquiatra e sem ter um conhecimento específico a respeito do que é transtorno de pânico, posso afirmar que, em tal estado, a pessoa não tem o uso da razão e não pode discernir sequer o seu próprio agir. Em outras palavras, age em função do momento, age em função da crise de pânico. Neste contexto, sem o uso da razão, não pode haver pecado grave, e neste sentido, você pode ficar muito tranquilo, pois não cometeu nenhum pecado contra o Espírito Santo de Deus.

Aos poucos vou analisando a sua postagem em cada detalhe e vou fazendo as respectivas considerações.

O fato de você ter essa dúvida já deixa claro que não há uma convicção no sentido de ter cometido tal pecado. Em outras palavras, se tivesse essa convicção, de maneira nenhuma você a questionaria, pois a prática de tal pecado seria uma decisão sua tomada deliberadamente e de maneira consciente, o que o nosso catecismo denomina de PURA MALÍCIA.

O mais importante é, em primeiro lugar, você acreditar que Deus lhe ama de maneira incondicional e infinita, e por ultimo, buscar corresponder a este amor com todas as suas forças.

Na certeza de que "O ESPÍRITO SANTO DE DEUS É HÓSPEDE DO SEU CORAÇÃO, DA SUA ALMA"...

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Netuno em Dom Jun 09, 2013 1:54 am

Flávio Roberto Brainer de escreveu:Caro Netuno,

Seja bem-vindo ao nosso fórum, e que a paz de Nosso Senhor esteja no seu coração.

Depois da bela postagem de Mazzo, devo lhe dizer que para existir um pecado grave, deve haver conhecimento a respeito do pecado, uso da razão e consentimento.

No início da sua postagem, você deixa muito transparente que estava em um momento marcado por ansiedade e por um transtorno de pânico. Assim, mesmo sem ter analisado profundamente a sua descrição, ponderando o momento a que você se referiu, mesmo sem ser psiquiatra e sem ter um conhecimento específico a respeito do que é transtorno de pânico, posso afirmar que, em tal estado, a pessoa não tem o uso da razão e não pode discernir sequer o seu próprio agir. Em outras palavras, age em função do momento, age em função da crise de pânico. Neste contexto, sem o uso da razão, não pode haver pecado grave, e neste sentido, você pode ficar muito tranquilo, pois não cometeu nenhum pecado contra o Espírito Santo de Deus.

Aos poucos vou analisando a sua postagem em cada detalhe e vou fazendo as respectivas considerações.

O fato de você ter essa dúvida já deixa claro que não há uma convicção no sentido de ter cometido tal pecado. Em outras palavras, se tivesse essa convicção, de maneira nenhuma você a questionaria, pois a prática de tal pecado seria uma decisão sua tomada deliberadamente e de maneira consciente, o que o nosso catecismo denomina de PURA MALÍCIA.

O mais importante é, em primeiro lugar, você acreditar que Deus lhe ama de maneira incondicional e infinita, e por ultimo, buscar corresponder a este amor com todas as suas forças.

Na certeza de que "O ESPÍRITO SANTO DE DEUS É HÓSPEDE DO SEU CORAÇÃO, DA SUA ALMA"...

Um grande abraço !!!

Obrigado pela resposta...

gostei muito, e gostaria de acrescentar mais uma coisa

Antes de 2009 eu tinha amigos, eu ia nas casas dele, era uma delícia, eu me sentia vivo, bem, embora acontecesse brigas entre eu e meus amigos, o que é normal, mas mesmo assim eu ia na casa deles, ele iam na minha, era OTIMO!!!

Em 2009 minha avó faleceu, e depois que isso aconteceu por vontade própria me isolei...

Fiquei 3 meses em casa, sozinho e no computador...

Resultado: Inicio dos transtornos mentais....

Logo depois disso me mudei para minha cidade atual, e desde então minha vida social MORREU

Ou seja, passei de 2009 até este ano, 2013 sem NENHUM AMIGO, sem ninguem, só minha mãe e alguns primos, primos estes que pouco temos em comum...

Vivi desde 2009 simplismente sozinho, sem ninguem que gostasse dos meus gostos e sem ninguem como eu para conviver

Passei 3 anos sofrendo de crises de pânico, ansiedade, depressão média, TOC e etc....

Logo em seguida imaginei que estava condenado ao inferno mesmo, acreditando piamente nisso, embora viessem duvidas sobre isso, deu estar condenado ao inferno...

Porém agora estou muito consciente de que isso tudo são problemas emocionais por falta de amigos....

Não é normal viver uma vida sem ter amigos, e eu vivo todos os dias praticamente sozinho, solitário...

O que acham?

Eu estou achando que essa crença minha de que estou condenado ao inferno é apenas problemas emocionais por falta de calor humano...

Netuno

Mensagens : 7
Data de inscrição : 07/06/2013
Localização : Brasil - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Jun 09, 2013 7:35 am

Meu Caro Netuno,

Que a paz de Nosso Senhor esteja sempre no seu coração !

No conjunto das suas colocações, percebo algo que você já percebeu com toda clareza quando afirmou que vive todos os dias praticamente solitário. Que bom que você já percebeu isso, o que me faz afirmar que já está diante da solução dessa sua dificuldade, graças a Deus.

Imagino que você devia ter uma relação muito próxima com a sua vó, considerando que toda essa problemática veio a tona a partir do falecimento dela. Provavelmente, você não estava preparado para assimilar a separação e, de certa maneira, se trancou no seu mundo, o que é muito compreensível, afinal, vó é mãe duas vezes.

Por outro lado, é importante que você perceba que, para quem crê em Deus, a morte não se trata simplesmente do fim da vida. Os que assim pensam, dissociam de sua existência a essência da vida humana que não está no seu corpo físico, mas no seu ser espiritual, cujo destino é viver na presença de Deus.

Aqui, tenho que me referir a algumas questões que dizem respeito ao propósito de Deus em relação ao homem. Sabemos que imediatamente após a criação do homem, Deus disse: "não é bom que o homem esteja só" (Gn 2,18), e por esta razão, criou também a mulher como companheira do homem, como aquela que lhe dará filhos e sentido a sua vida. É por esta razão que o homem nasce e vive em uma família e, de acordo com a sociologia, é um ser social, sendo a família a célula maior da sociedade. Assim, mesmo havendo exceções, esta dimensão da vida do homem em família é o princípio da vocação humana, onde se aprende a vivenciar o amor ao próximo em um compromisso recíproco que leva o homem a maturidade, a fecundidade, a realização plena.

O segundo aspecto da vida humana está diretamente ligado ao convívio com outras pessoas numa dimensão que transcende os átrios do lar, onde estão os amigos, os companheiros que surgem todos os dias a partir da infância, e que são tão necessários quanto a família, guardadas as devidas proporções.

Se referindo ao amor ao próximo, Santo Agostinho afirma que "o Deus que te criou sozinho não te salvará sozinho", e isso converge para a necessidade humana de expandir a sua vida social para além da família, onde o amor ao próximo deve ser incrementado.

O mandamento do amor ao próximo é recíproco, o que significa dizer que à medida com que ama, o homem é também amado, e é aí que reside o sentido de amar ao próximo como a si mesmo. É nessa experiência que vamos aprendendo a lidar com o outro, muitas vezes abrindo mão dos nossos próprios desejos por amor aos nossos semelhantes, e é isso que dá sentido a nossa vida: viver para os outros !!!

Quando a gente se fecha no nosso mundo interior, a gente perde a graça de viver esse amor que é, essencialmente, a nossa vocação. No ato da nossa criação, fomos formados como "imagem e semelhança de Deus" (Gn 1,26). Com efeito, se "Deus é amor e aquele que ama permanece em Deus e Deus nele" (1Jo 4,16), nos fazendo a sua imagem e semelhança, nos fez essencialmente AMOR. Assim, o homem é amor, e o amor nunca se isola, porque há alguém que precisa amar e ser amado, o que confirma essa essência do amor de Deus que há em cada um de nós.

Mas o que eu quero dizer com isso?

Quando a gente se abandona na solidão, o inimigo coloca no nosso coração toda sorte de desespero, de medo, de tentações, e daí por diante. Entregar-se a solidão e ao auto abandono significa abrir as portas para o inimigo, dar-lhe entrada e, muitas vezes consentimento, mesmo que de forma inconsciente. Aí a gente começa a ficar encucado e começam a surgir os maus pensamentos, e os frutos da própria ociosidade, porque a nossa vocação não é para a ociosidade que supõe a solidão, mas para o amor que exige que estejamos com outras pessoas, o que você definiu muito bem quando escreveu que todo este problema com o qual você se defrontou "É APENAS PROBLEMA EMOCIONAL POR FALTA DE CALOR HUMANO".

O que dizer, então ?

O seu problema está muito bem definido e diagnosticado. Você já tem em suas mãos todos os ingredientes necessários, faltando somente "fazer o bolo", não e verdade? Ou você vai esperar que alguem venha fazê-lo por você ?

Netuno, meu irmão! Procure se inserir em algum grupo de jovens ou de adultos na paróquia que você mora, e lá você vai encontrar amigos bons e verdadeiros segundo a fé que poderão lhe ajudar a viver o amor ao próximo. E quando você estiver vivendo por amar outras pessoas que precisam de amor, vai descobrir que é amado, e sua vida vai ganhar um novo sentido, pois toda essa problemática que você pensa que tem, na verdade não tem. É preciso ocupar a sua mente e o seu coração com o amor ao próximo que é também amor a si mesmo.

DEUS TE AMA, MEU IRMÃO. PROCURE SE APROPRIAR DESSE AMOR AMANDO OS SEUS SEMELHANTES, E ASSIM A SUA VIDA TERÁ UM NOVO SENTIDO, POIS VOLTARÁ AO PRIMEIRO AMOR (DEUS).

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Netuno em Dom Jun 09, 2013 1:16 pm

Obrigado pelas respostas pessoal!!!

Agora sim declaro aqui que estou Livre do Desespero de Salvação!!!

analisei minhas duas questões que atormentavam minha cabeça:

Meus pecados são imperdoaveis?

É impossivel que os pecados que eu cometo sejam imperdoaveis, porque eu sou um ser limitado tanto fisicamente e espiritualmente, não sou um ser infinito, somente se eu fosse um ser infinito poderia cometer pecados infinitos, logo como sou limitado TODOS meus pecados são limitados, e foi o demônio que enfiou na minha cabeça que meus pecados são imperdoaveis

Deus pode perdoar meus pecados?

Deus é infinito e superior a mim, obvio isso, e Jesus disse que perdoa nossos pecados, portanto o demônio enfiou na minha cabeça de que Jesus não tem poder para perdoar meus pecados...

Ou seja, estas são as duas verdades:

- Meus pecados são perdoaveis
- Jesus tem poder e quer perdoa-los

E como cristãos não podemos ir contra a verdade...

Netuno

Mensagens : 7
Data de inscrição : 07/06/2013
Localização : Brasil - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Jul 10, 2013 8:07 am

POSTAGEM DO NETUNO TRANSFERIDA PARA ESTE TÓPICO:

Nova questão sobre o pecado contra o Espírito Santo

Mensagem por Netuno Ontem à(s) 11:35 pm
.
Eu já fiz uma pergunta anterior sobre isso antes, mas omiti alguns dados por vergonha mesmo...

Agora direi toda a verdade do que aconteceu:

Explicarei a situação:

Um dia eu estava vendo um video do Olavo de Carvalho sobre religião.. até ai blz...

Porém enquanto eu assistia ao video eu começei a imaginar como era Deus,
A Criação e a Realidade, e pensando nisso ( Como é Deus, A Criação e a
Realidade), veio na minha cabeça a conclusão que Deus, A Criação e A
Realidade é algo grotesco, disforme, caótico, ilusório e horroroso..

Ali na hora acreditei por uns minutos que Deus, A Criação e a Realidade era
algo absurdo e grotesco, e ao constatar isso me bateu um desespero,
porque REALMENTE imaginei que Deus e Toda a Existência era algo caotico e
disforme, e eu senti que havia descoberto como é a Realidade de fato e
fiquei com um baita desespero...

Ai logo depois de eu ter entrado em Desespero sobre essa conclu8são torta sobre Deus e a Realidade, o Olavo diz o
seguite: "o pecador que vai se confessar para o padre em DESESPERO está
condenado"

Quando ele disse que quando o pecador em desespero está condenado, me deu um desespero monstruoso...

Como eu tinha dito anteriormente eu tinha ficado meio angustiado e
meio-desesperado ao constatar que a Realidade e Deus fossem algo
grotesco e absurdo, porém quando o Olavo disse que o pecador em
desespero está condenado eu NA HORA achei que havia me condenado ao
inferno e fiquei meses assim, até fui no psiquiatra!!!!!!

Porém hoje estou achando que o meu desespero não é o desespero do
condenado, mas sim um desespero de um maluco, porque eu interpretei que
meu desespero daquela ideia de que Deus, A Criação e a Realidade é algo
absurdo e grotesco fosse o desespero do condenado...

Realmente estou achando que estou condenadp, que irei para o inferno quando morrer e que não tenho mas chances de salvação.

PS: Tem algo que devo contrar aqui. No mesmo dia, antes de eu ter me apavorado todo com meus pensamentos loucos e com o video do Olavo, estava vendo outro video do Olavo, e nesse video o Olavo disse que para tu ser homem de verdade e um bom cristão tu deve ter um emprego e ganhar seu dinheiro. Eu não trabalhava na epoca (e nem agora), e ali mesmo me decidi em arranjar um emprego... 3 horas depois NO MESMO DIA, de eu ter me decidido a deixar de ser um vagabundo minha cabeça "explode" com essa crise nervosa de condenado e de inferno... Será que não foi Satanás que encheu minha cabeça de ***** para abalar meu psicológico e me impedir de subir um nivel de vida, de filhinha da mamãe para um homem trabalhador, pois não tinha saude pra trabalhar todo nervoso e ferrado!!! Não seria isso?

PS2: Estpu ha 3 anos sofrendo de trantornos mentais, direi alguns deles:

- Inumeros ataques de pânico
- Inumeras crises de ansiedade
- sentimento de que nada é real, tudo é ilusão
- medo de infartar
- medo de ter derrame cerebral
- medo de pirar com as "informações" do ambiente que o cérebro capta
- apavoramento de que tudo que eu percebo é do cérebro e fiquei piradão com isso
- apavorado com o fato de que "as pessoas caminham" (sei que é doido mas me deu isso)

PS3: Direi como sou e como vivo para entenderem como eu sou:

- Não trabalho, não estudo, não tenho vida social, fico de segunda a segunda na frente da internet, nunca levei nada a sério na vida e embora eu tenha 23 anos sou literalmente um moleque mesmo, eu reconheço isso, sou muito imaturo e só, e vivo assim faz 3 anos

Bom, agora as perguntas:

1° - Como é a minha situação?

2° - Esse certeza de estar condenado é REAL ou uma crise psiquiatrica?

3° - É possivel que um jovem que não tem nenhuma maturidade emocional, mental, espiritual nenhuma possa Pecar contra o Espírito Santo???
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Jul 10, 2013 8:34 am

Caro Netuno,

Antes dessa ultima postagem sua você afirmou o seguinte:

"Agora sim declaro aqui que estou Livre do Desespero de Salvação!!!"

Tenho convicção de que isso que você escreveu é muito verdadeiro. Entretanto, tenho que afirmar também que é necessário que você TOME POSSE definitivamente DA GRAÇA E DA LIBERDADE DE FILHO DE DEUS.

Mas como fazer isso ?

Em primeiro lugar, tenho que deixar muito claro que para tomar posse da GRAÇA, é necessário abrir mão desse passado recente fundamentado no texto desse "tal" Olavo. E para que isso seja possível, deve debruçar-se na meditação da Palavra de Deus.

Questiono ainda quem é esse "tal" Olavo. Trata-se de um escritor credenciado pela Igreja? Não me parece, pois os detalhes que aqui você deixa transparecer dos seus testos não são confiáveis.

Na minha ultima postagem dirigida a você, sugeri que procurasse se inserir em algum grupo da Igreja, seja de jovens ou de adultos, POIS LÁ VOCÊ PODERÁ SE SENTIR NO SEIO DA COMUNIDADE CRISTÃ E CRESCER NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO DE DEUS.

É necessário também procurar um sacerdote na sua paróquia, diocese ou região, e fazer um acompanhamento com ele, um trabalho de direção espiritual que inclui também o sacramento da confissão.

Por ultimo, repito: EM DETERMINADOS ESTADOS DE INSTABILIDADE MENTAL OU PSICOLÓGICA O HOMEM NÃO TEM O USO PLENO DA RAZÃO, E NÃO TENDO ESSE USO DA RAZÃO, NÃO TEM CONSCIÊNCIA PARA DISCERNIR SEQUER O QUE É PECADO.

Não quero ser grosseiro, e espero que assim me compreenda PARA O SEU BEM. Deixe essa mania de ociosidade, de solidão. Você precisa se sentir um homem plenamente humanizado, útil aos outros, e que precisa dos outros. Você não é uma ilha! Deixe de ler bobagens, seja na internet ou fora dela... Se apegue à Palavra de Deus, pois Ela vai lhe ajudar e ensinar muito. Fora dela, você vai continuar como uma aranha metida numa teia de psicoses e de transtornos mentais.

Aproveito a oportunidade para referendar o conselho do Eleito:

"Se você crê na graça de Cristo descanse."

Jesus nos diz o seguinte:

"VÓS QUE ESTAIS AFLITOS, VINDE A MIM, E EU VOS ALIVIAREI... E ENCONTAREIS REPOUSO"

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Desesperar.

Mensagem por Yohanan em Ter Jul 30, 2013 7:25 pm

Até Yeshua desesperou na Cruz, mas manteve-se forte e aguentou na Fé em Deus e é o que deve fazer.
Arrependeu-se e se for um arrependimento puro do coração Yeshua (Jesus) irá perdoa-lo assim como ele fez a muito nestes longos anos.
Além disso se é um problema do qual o amigo padece mais compreensão lhe será dada se o Senhor Assim Quiser.
avatar
Yohanan

Mensagens : 12
Data de inscrição : 30/07/2013
Localização : Almada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por mazzzo em Ter Ago 06, 2013 9:51 am

Yohanan escreveu:Até Yeshua desesperou na Cruz, mas manteve-se forte e aguentou na Fé em Deus e é o que deve fazer.
Arrependeu-se e se for um arrependimento puro do coração Yeshua (Jesus) irá perdoa-lo assim como ele fez a muito nestes longos anos.
Além disso se é um problema do qual o amigo padece mais compreensão lhe será dada se o Senhor Assim Quiser.

Jesus não se desesperou na Cruz !!!! Ele poderia, a qualquer momento, enviar uma legião de anjos para tira-lo da cruz e matar todos seus algozes se estivesse desesperado... Ele tem poder para isso. Bastava uma só palavra de Sua boca....

Mas Ele não quis fazer isso pois quis nos resgatar com seu sofrimento e morte na cruz, por amor.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por RenatoPaulo em Qui Ago 08, 2013 12:19 pm

mazzzo escreveu:
Yohanan escreveu:Até Yeshua desesperou na Cruz, mas manteve-se forte e aguentou na Fé em Deus e é o que deve fazer.
Arrependeu-se e se for um arrependimento puro do coração Yeshua (Jesus) irá perdoa-lo assim como ele fez a muito nestes longos anos.
Além disso se é um problema do qual o amigo padece mais compreensão lhe será dada se o Senhor Assim Quiser.
Jesus não se desesperou na Cruz !!!!  Ele poderia, a qualquer momento, enviar uma legião de anjos para tira-lo da cruz e matar todos seus algozes se estivesse desesperado... Ele tem poder para isso.  Bastava uma só palavra de Sua boca....

Mas Ele não quis fazer isso pois quis nos resgatar com seu sofrimento e morte na cruz, por amor.
Posso lhe perguntar uma coisa Mazzo?
Porque deseja vc ansiosamente a segunda vinda de Jesus Cristo?

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por mazzzo em Sex Ago 09, 2013 8:28 pm

Porque Ele é a Vida, a Verdade, a Plenitude de toda felicidade. Ele é meu tudo.
Vem Senhor Jesus !
Se você puder explicar o motivo da pergunta e o que tem isso com o assunto tratado no tópico, agradeço.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por RenatoPaulo em Sab Ago 10, 2013 7:05 am

mazzzo escreveu:Porque Ele é a Vida, a Verdade, a Plenitude de toda felicidade. Ele é meu tudo.  
Vem Senhor Jesus !
Se você puder explicar o motivo da pergunta e o que tem isso com o assunto tratado no tópico, agradeço.  
Vc acha que quando alguem,neste caso como vc diz:"Vem Senhor Jesus!",me comove?
Essas coisas dizem muitos...
Esses esquecem-se do Espirito Santo.

Eu explico a vc:
Eu perguntei isso,porque conheco seu interior.Esse discernimento o recebo do Espirito Santo.
Na verdade vc deseja a vinda do Senhor,porque deseja vingancas.
Vc acha que esta certo,como muitos acham e para provarem isso desejam a vinda do Senhor.Porque pensais que Ele estara convosco e aceitara vossa maneira de pensar.
Tambem foi assim Judas!Ele desejava um Messias cheio de poder e que destruisse todos os seus inimigos.

O mal de muitos é verem o Senhor Jesus como um super-homem...tipo aquele em que vemos nos quadrinhos e filmes.
Nao me leve a mal Mazzo,mas acho que vc passava melhor numa dessas igrejas protestantes com pastores aos gritos e com musicas gospel horrendas gritando o nome de Jesus a todo o momento,sem pensarem nas consequencias que podem isso trazer...
Porque esta escrito que nao devemos proclamar o Santo Nome de Deus em vão.

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por mazzzo em Dom Ago 11, 2013 10:29 am

RenatoPaulo escreveu:
Vc acha que quando alguem,neste caso como vc diz:"Vem Senhor Jesus!",me comove?
Essas coisas dizem muitos...
Esses esquecem-se do Espirito Santo.
Não tenho nenhuma intenção ou desejo de comover você ! De onde tira tanta babaquice ?



RenatoPaulo escreveu:

Eu explico a vc:
Eu perguntei isso,porque conheco seu interior.Esse discernimento o recebo do Espirito Santo.

Ahhh !!!! Você conhece meu interior !
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk !!!!!!!!
Você me fez lembra o Inri Christ !!!!
Enorme semelhança !!!!!!!

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por RenatoPaulo em Qua Ago 14, 2013 5:40 am

Nao conheco nenhum Inri Christ e nem me interessa.


RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Geovanni146 em Qua Ago 14, 2013 9:55 pm

Olá Renato.

Não conhece o inri? Qualquer semelhança com você é mera coincidência. Acesse o link:

https://www.youtube.com/watch?v=7-R_TDFrvYo&feature=youtube_gdata_player
avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por RenatoPaulo em Sex Ago 16, 2013 4:36 pm

Geovanni146 escreveu:Olá Renato.

Não conhece o inri? Qualquer semelhança com você é mera coincidência. Acesse o link:

https://www.youtube.com/watch?v=7-R_TDFrvYo&feature=youtube_gdata_player
"Qualquer semelhança com você é mera coincidência"

Nao gosto de serpentes

RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Ago 16, 2013 8:21 pm

Caros amigos,

O tema proposto neste tópico diz respeito ao pecado contra o Espírito Santo. Peço encarecidamente a todos que retomem a temática proposta, evitando animosidades.

Muito obrigado a todos e,

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por RenatoPaulo em Sab Ago 17, 2013 7:04 pm

Netuno escreveu:Vou explicar o que aconteceu comigo...

Faz 8 meses isso...

Eu sofro de transtorno do panico e ansiedade faz 3 anos, e a 8 meses eu estava lendo sobre o pecado contra o espirito santo...

Ai pensei coisas horrorosas sobre o espirito santo e achei que havia ali mesmo cometido este pecado imperdoavel...

me deu um ataque de panico terrivel e um desespero monstruoso..

Sou catolico e na igreja catolica um dos 6 pecados contra o espirito santo é o Desespero...

imaginei por 8 meses que eu estava condenado...

depois de um bom tratamento psicologico, psiquiatrico eu me dei conta de que de fato não estava condenado e tudo não passou de um mal entendido...

Porem ultimamente encuquei que meu pecados não podem mais ser perdoados..

E de fato meus pecados são os mais simples, todos ele são privados, ou seja, não cometi pecados graves diretamente contra ninguem e jamais na minha vida desejei o mal para alguem e nunca fui mal..

E na doutrina da igreja catolica, ficar desesperado com os pecados é um pecado imperdoavel...

Eu de fato SEI que meus pecados podem muito bem ser perdoados por Deus, pois Deus perdoou até mesmo o Rei Davi que foi um Adultero e Assassino, por lógica meus pecados são imensamente inferiores aos de Davi e SEI que eles podem ser perdoados.. Porém não SINTO que eles podem ser perdoados...

O meu problema mesmo é o SENTIMENTO!!!

intelectualmente SEI que meus pecados podem totalmente ser perdoados...

mas emocionalmente não SINTO que posso ser perdoado

e agora?


PS: Para entenderem que tipo de pessoa eu sou, mostrarei logo abaixo como sempre fui nestes meus 23 anos de vida:


Quem eu sou:
- Nerd
- Carente afetivo
- Complexado racialmente

O que eu sempre quis:
- Ter amigos que gostassem de mim
- Ser popular
- Ter uma namorada linda
- Me destacar em algo (desenho, estudo, etc...)

O que eu fiz:
- Passei a maior parte do dia em casa na internet
- Estudei sobre politica e religião por interessa apenas, nada sério
- Tentei impressionar meninas com meus videos de politica

O que eu nunca tive:
- Presença paterna
- Criação para ser homem, ser macho, ser viril

O que me aconteceu:
- Vivi até meus 15 anos com um pai alcoolatra
- Sempre fui sozinho, pois sou filho unico
- Nunca tive ninguem para me ensinar a viver ou para me ensinar a ser um homem de verdade ou um católico
- 3 anos de Transtornos Emocionais, Sindrome do Pânico, Ansiedade, etc...
Amigo se vc nao nascer de novo,bem morre sem ser perdoado.
Porque todo aquele que nao nasce de novo,nao pode ser salvo.





RenatoPaulo

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 43
Localização : germany

Ver perfil do usuário http://www.carvalho-de-araujo.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequei ou não contra o espirito santo?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum