O que é a fornicação?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que é a fornicação?

Mensagem por claudiof em Seg Jan 13, 2014 3:30 pm

Pessoal, tenho lido alguns textos católicos sobre a virtude da moderação no ato sexual durante o casamento e também sobre o mal da fornicação antes do casamento.

Só que nenhum site explica muito bem o que seria essa fornicação, uns dizem que é sexo, outros que é carícia, tentei procurar uma resposta no catecismo, em sites católicos e no google e não encontrei, mas me parece errado, por exemplo, mesmo que não haja sexo antes do casamento, ficar namorando, digo, você ficar mais de meia hora se beijando e acariciando, qual a vantagem disso?

Não queria me colocar como exemplo, mas acontece que tenho procurado viver a castidade, até já perdi uma namorada por causa disso, porque me sinto culpado em ficar namorando ali, é tentador e é bom, mas é como se fosse um fator contra o meu esforço de castidade, parece uma perda de tempo, como se eu estivesse uma hora fazendo uma coisa e outra hora fazendo o contrário. Não sei se estou certo ou errado, me ajudem amigos, não sei se devo pedir isso ao Padre.

Por exemplo, no casamento o ideal é fazer sexo para a procriação, então pergunto, o que é o ideal no namoro? Qual o objetivo de ficar se beijando? Não devemos nos abster dos desejos pessoais e procurar fazer a vontade de Deus?

Abraço.

claudiof

Mensagens : 29
Data de inscrição : 22/02/2013
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Jan 14, 2014 9:50 pm

Caro Cláudio,

Que a paz de Nosso Senhor esteja sempre no seu coração !

Não sei se a resposta que você espera está neste texto do Professor Felipe Aquino que estou transcrevendo do site da Comunidade Canção Nova. Particularmente gostei muito do texto que se fundamenta nas Sagradas Escritura e no catecismo da nossa Igreja. Achei o texto muito interessante e espero que possa contribuir com esta inquietude que você nos apresenta.
__________________________

O QUE É A FORNICAÇÃO ?
A DURA LUTA CONTRA AS PAIXÕES

Entre os pecados contra a castidade (adultério, pornografia, estupro, masturbação, prática homossexual, etc.) está a fornicação, que é a realização do ato sexual entre um homem e uma mulher que não são casados entre si e nem com outros. É pecado contra o sexto Mandamento da Lei de Deus. O Catecismo da Igreja Católica (CIC) assim explica:

“A fornicação é a união carnal fora do casamento entre um homem e uma mulher livres. É gravemente contrária à dignidade das pessoas e da sexualidade humana, naturalmente ordenada para o bem dos esposos, bem como para a geração e a educação dos filhos” (CIC § 2353).

Infelizmente, dentro do relativismo religioso e moral que vai penetrando na Igreja, até mesmo na cabeça de alguns sacerdotes, a fornicação entre namorados e noivos vai se tornando corriqueira e muitos a querem justificar e até aprovar. Não é raro ouvir jovens nos dizerem que um padre disse que não é pecado viver o sexo com o (a) namorado (a) se eles se amam.

No entanto, para sermos fiéis a Deus e à Igreja não podemos aceitar essa grave quebra da moral católica. Apresento a seguir algumas passagens bíblicas que mostram como Deus condena a fornicação como pecado grave:

“Guarda-te, meu filho, de toda a fornicação: fora de tua mulher, não te autorizes jamais um comércio criminoso” (Tobias 4,13).

“Envergonhai-vos da fornicação, diante de vosso pai e de vossa mãe; e da mentira, diante do que governa e do poderoso” (Eclesiástico 41,21).

“Mas a respeito dos que creram dentre os gentios, já escrevemos, ordenando que se abstenham do que for sacrificado aos ídolos, do sangue, da carne sufocada e da fornicação” (Atos dos Apóstolos 21,25).

“Mas o corpo não é para a fornicação, e sim para o Senhor, e o Senhor é para o corpo” (I Coríntios 6,13).

“Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo? (id. v.15)

“Fugi da fornicação. Qualquer outro pecado que o homem comete é fora do corpo, mas o impuro peca contra o seu próprio corpo” (id. v. 18).

“Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis? Porque fostes comprados por um grande preço. Glorificai, pois, a Deus no vosso corpo” (id. v. 19-20).

“Receio que à minha chegada entre vós Deus me humilhe ainda a vosso respeito; e tenha de chorar por muitos daqueles que pecaram e não fizeram penitência da impureza, fornicação e dissolução que cometeram” (II Coríntios 12,21).

“Ora, as obras da carne são estas: fornicação, impureza, libertinagem” (Gálatas 5,19).

“Quanto à fornicação, à impureza, sob qualquer forma, ou à avareza, que disto nem se faça menção entre vós, como convém a santos” (Efésios 5,3).

Penso que essas passagens bíblicas falam por si mesmas e não podem ser anuladas. A Palavra da Igreja é para nós a Palavra de Cristo e de Deus Pai: “Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou” (Lucas 10,16). E a Igreja desde sempre ensinou que a vida sexual só é lícita entre marido e mulher unidos pelo sacramento do matrimônio. Diz o Catecismo da Igreja Católica (CIC):

"A sexualidade, mediante a qual o homem e a mulher se doam um ao outro com os atos próprios e exclusivos dos esposos, não é em absoluto algo puramente biológico, mas diz respeito ao núcleo íntimo da pessoa humana como tal. Ela só se realiza de maneira verdadeiramente humana se for parte integral do amor com o qual homem e mulher se empenham totalmente um para com o outro até a morte" (CIC § 2361).

“Pela união dos esposos realiza-se o duplo fim do matrimônio: o bem dos cônjuges e a transmissão da vida. Esses dois significados ou valores do casamento não podem ser separados sem alterar a vida espiritual do casal e sem comprometer os bens matrimoniais e o futuro da família. Assim, o amor conjugal entre o homem e a mulher atende à dupla exigência da fidelidade e da fecundidade” (CIC §2363).

Hoje é terrível a luta do jovem cristão contra o pecado da carne, porque o mundo – “que jaz no maligno” – se movimenta em torno do prazer do sexo, e calca aos pés a sagrada Lei de Deus. Mas não podemos esquecer o que disse o Apóstolo: “O salário do pecado é a morte” (Rm 6,23). Conheço muitos que sofrem e que sofreram por se entregarem ao pecado da carne, mas não conheço alguém infeliz por ter lutado contra ele. A Carta aos Hebreus diz que devemos “resistir até o sangue na luta contra o pecado” (Hb 12,4).

É certo que para todos é dura a luta contra as paixões da carne, – para os solteiros e para os casados –, mas é preciso dizer que quanto mais árdua for essa luta tanto maior será a vitória e a glória que daremos a Deus em nosso corpo. A Igreja ensina o remédio contra o pecado: jejum, esmola e oração. Jesus disse aos Apóstolos no Horto das Oliveiras: “Vigiai e orai, o espírito é forte, mas a carne é fraca”. Então, temos de fortalecer a vontade com a penitência, a mortificação, a oração sem cessar, e, sobretudo, a vigilância. Tudo o que entra na alma, entra pelos sentidos (olhos, mãos, nariz, boca, ouvidos); então, é preciso vigiá-los contra tudo que leve excitação para a alma.

Mas, os maiores Remédios que a Igreja põe à nossa disposição continuamente são a Confissão e a Eucaristia; a primeira lava o corpo e a alma da fornicação, e a segunda a sustenta para não cair novamente.

Esta é uma luta que muito agrada a Deus, porque a castidade é uma grande virtude.
_________________________________
fonte: www.cleofas.com.br
Felipe Aquino
felipeaquino@cancaonova.com
_________________________________

Um grande abraço !!!


avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por claudiof em Qui Jan 16, 2014 8:09 am

Olá Flávio, agradeço muito a sua ajuda novamente.

Não sei se fui claro, tem duas situações, na primeira quando um casal está de mãos dadas, ou abraçados, ou dando uns beijinhos, ou fazendo qualquer coisa juntos, essa aproximação traz uma sensação de bem-estar mental, digamos assim, como quando você escuta uma boa música ou sai de férias, ou seja, a intenção deste tipo de namoro é uma espécie de autoestima que o homem procura fazer pela mulher, e vice-versa.
Em uma segunda situação quando um casal começa a se beijar muito, fica naquela agarração, aqui a intenção já é somente estimular a sensibilidade do corpo, é aquela sensação de prazer sexual momentânea.

Eu me encaixo nas duas situações e tenho dúvida nas duas, gostaria de saber se o ideal é evitá-las e o motivo.

A segunda situação me parece errada porque não vejo nenhuma utilidade de se provocar a sensibilidade do corpo fora do sexo. O meu maior problema é com essa, me sinto culpado de hipocrisia, porque num momento rezo para fazer a vontade de Deus e não a minha, e em outro momento dou corda pra tentação, tanto minha quanto dela, e não sei como falar com minha namorada, digo pra ela que já está bom por hoje, ou pra ir devagar, ou já digo logo de cara o que eu penso? Essas coisas eu já tentei antes com outra namorada e acabei me dando mal.

A primeira situação eu já estou pensando futuramente, quando conseguir resolver a primeira. Até acho que nesses casos não é pecado, mas as vezes tenho a impressão de que o melhor mesmo seria evitar inclusive essa intimidade mínima, se fosse possível. Eu sei que dar carinho a namorada a lembra quanto a amo, que pode influenciar sua autoestima, no seu cotidiano, no trabalho ou estudo, e isto de certa forma a ajuda superar dificuldades, mas eu não consigo conciliar esta atitude com a atitude de sacrifício que devemos ter na vida, como está escrito que cada um pegue a sua cruz e que crescemos pelas provações, por isso a busca desses pequenos confortos que encontramos um no outro não parece ser o ideal. Pode até ser caso o casal não tenha forças para resistir um ao outro até nesse nível, mas qual seria o mais correto a ser seguido?

claudiof

Mensagens : 29
Data de inscrição : 22/02/2013
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Jan 18, 2014 10:17 pm

Ok, Cláudio,
 
Quanto a primeira situação, não há, ao meu ver, nada de errado. Em relação a segunda, onde há excessos, algo não está correto, como você mesmo o afirma e demonstra um certo sentimento de culpa. Isso significa que você tem consciência do terreno onde está pisando.
 
O namoro é um momento muito lindo na vida de um casal e deve ser vivido intensamente como espaço onde os dois buscam o conhecimento um do outro, o que é indispensável para a vida do casamento que deverá ser iniciada no futuro. É nessa perspectiva que deve se assumir um namoro cristão.
 
A vida sexual não deve ser antecipada, uma vez que cada coisa deverá ser vivida no seu tempo mesmo que os corpos estejam fisicamente preparados e amadurecidos para a concretização da vida sexual. É indispensável que o casal se conheça o suficiente em todos os sentidos, sabendo que a vida de um casal não se resume na prática do sexo, e que esta prática corresponde a um percentual muito pequeno da vida de casados.
 
A responsabilidade dos namorados está atrelada ao companheirismo, a discussão acerca da educação dos filhos, da fé, dos valores éticos, morais, sociais e humanos, do trabalho, da economia e das relações interpessoais, das reações humanas nas mais variadas formas e circunstâncias, dentre outros aspectos de uma vida a ser vivida a dois e comprometida inclusive com a felicidade de terceiros. Isso tudo tem que ser objeto de um constante diálogo durante o namoro.
 
Quando a gente observa no dia a dia o insucesso de inúmeros casais e a dissolução de muitas famílias, percebe muito claramente que faltou uma boa preparação para a vida matrimonial, preparação esta que deveria acontecer durante o namoro e o noivado.
 
Muitas vezes tenho conversado com casais em crises e à beira de uma separação. Nestas conversas, quando mostro essa realidade da falta de preparação para a vida matrimonial, me deparo com desculpas como "nós namoramos durante oito, nove, dez anos". Mas a questão não está no tempo de namoro, mas na qualidade do namoro vivido em todo esse tempo. E quando o casal vive um namoro muito desregrado ou desordenado, a questão da sexualidade rouba o tempo que deveria ser de diálogo e de conhecimento prévio para uma vida matrimonial saudável. Quando falta este diálogo no namoro e no noivado, certamente, problemas sérios virão a acontecer no casamento que tenderá a separação porque falta conhecimento, maturidade, respeito e muito mais.
 
De maneira muito específica, tenho que afirmar que não deve ter medo pelo que aconteceu no namoro anterior e na forma como tudo acabou. Se tal coisa aconteceu em um namoro anterior deve, no mínimo, servir de aprendizado, o que deve ser visto como um presente de Deus. Entretanto, há que se valorizar este presente e toma-lo como uma lição de vida. Muitas vezes precisamos descobrir o bem que existe naquilo que julgamos como mal e o mal daquilo que julgamos como um bem. Você deve compreender que tudo deve ser conversado amplamente com sua namorada, e que se não conseguem atingir essa compreensão no tempo do namoro, a tendência é que toda a vida do casal se resuma a questão puramente sexual, não despertando para a maturidade e para a responsabilidade da vida que deverão assumir no futuro e em estado de santidade.
 
Costumo fazer comparações da vida matrimonial com a rosa. A rosa é linda e perfumada, mas tem muito mais espinhos do que pétalas !   Se as pétalas são extremamente delicadas, o mesmo não acontece com os espinhos. Em um arranjo de rosas, muitas vezes vemos a beleza que apresenta, mas esta beleza não nos leva a pensar nos espinhos que estão escondidos por sob a folhagem, nem a pensar em quantas furadas levou o decorador para confeccionar aquele arranjo. Na vida matrimonial acontecem coisas muito semelhantes e que temos que estar atentos para não sermos surpreendidos, temos que ter maturidade para superar as dificuldades.
 
Assim, é preciso evitar as paixões da carne, pois são apenas paixões, são coisas do instinto humano, são coisas passageiras, são coisas puramente carnais. O verdadeiro amor, ao contrário, exige grandes renúncias e incontáveis sacrifícios para se solidificar e se tornar eterno. E é nessa dimensão que deve caminhar o namoro cristão, e essa dimensão somente é possível por meio do diálogo e, principalmente, da oração, sabedores de que Deus é fiel e não falha nunca.
 
Acredito que este seja o melhor caminho.
 
Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por claudiof em Seg Jan 20, 2014 9:10 am

Bom dia Flávio, agradeço pelo apoio.

Agora, falando o português claro, mulher católica tá difícil de achar nesse mundo ou elas estão escondidas em alguma caverna, homem acho que também, encontro muita gente católica só de nome, conheci uma católica que frequentava igrejas evangélicas de diferentes tipos e dizia que Jesus era o único mediador, não que ela esteja errada de procurar entender as outras religiões, porém deveria pelo menos saber a interpretação católica para essas contestações protestantes, pra você perceber a condição que está, a pessoa não busca saber, apenas acredita no que é mais conveniente. Mesmo vencendo na argumentação a coisa parece que não anda, é como se a pessoa tivesse um mecanismo de autodefesa que acionasse ao perceber o perigo, quer dizer, a vida não é só festa, agora você tem motivos sólidos para dedicar sua vida a Deus e pah, aciona o dispositivo anticatólico, a pessoa se afasta e quando você liga não atende o telefone ou dá aquela desconversada, diz que vai ligar de volta e não liga. Mas o pior é que elas só pensam naquilo, até agora não teve uma que não pulou fora quando falei que só faria sexo depois do casamento, vamos ver essa última, que Deus me ajude.

claudiof

Mensagens : 29
Data de inscrição : 22/02/2013
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Jan 20, 2014 10:54 am

É lamentável, Cláudio.

A Bíblia diz que é "feliz o homem que tem uma mulher virtuosa" e até questiona: "A mulher virtuosa, quem a encontrará?" Acho que não deve se preocupar muito neste sentido e que não deve ter medo do que venha a acorrer. Se você propõe a sua namorada um namoro santo e ela não aceita, fica muito claro que ela não é aquela mulher virtuosa a que a Palavra de Deus se refere. Você permanece com ela se quiser, mas com certeza sabe qual a mulher que tem nos seus braços. Na minha concepção, se ela não corresponde ao que você espera, deve colocar um ponto final e partir para outra.

Mas deixe-me ponderar mais uma questão: De certa forma, você, em algum momento, permitiu que chegassem onde chegaram. Entretanto, se isso te dá um certo sentimento de culpa, não deve se preocupar. Quando a gente reconhece a nossa culpa e busca um novo caminho, este sentimento de culpa não pode ser usado para justificar o fato de permanecer no erro e não buscar o que é correto. É uma questão de assumir que errou até então, e que doravante não se pode mais errar.

Coloca tudo em oração nas mãos do Senhor, e Ele te mostrará como agir da maneira correta, no momento correto e com as palavras corretas. Penso que este deva ser o melhor caminho.

Um grande abraço !!!

avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por claudiof em Ter Jan 21, 2014 10:30 am

Valeu Flávio, fica com Deus.

claudiof

Mensagens : 29
Data de inscrição : 22/02/2013
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Jan 21, 2014 10:36 am

Ok, Cláudio !

Permaneço em oração por você, meu irmão.

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que é a fornicação?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum