São algumas passagens da Bílbia relatos de fatos concretos?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fé ou fato?

Mensagem por Guilherme em Sex Out 03, 2008 4:31 pm

“Pois também te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16.18)

Olá, gostaria de entender uma coisa:
essa passagem da biblia, ela realmente aconteceu?(Fato)
ou ela eh uma questao de fé?
e se for uma questao de fé, é o msm q dizer q isso entao é uma suposiçao?

espero ter sido bem claro sobre isso!!rsrs
avatar
Guilherme

Mensagens : 8
Data de inscrição : 30/08/2008
Idade : 28
Localização : Areal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fé ou fato?

Mensagem por Davison em Sab Out 04, 2008 7:26 pm

Olá, não vou responder a questão em si, apenas dizer que a fé é um fato. Quando falamos da fé não falamos, ou não devíamos falar como meras suposições. Não, a fé está num fato, do qual não podemos nos afastar, um fato que se esquecido ou mau interpretado dá margens para as maiores "besteiras". O cristianismo, a fé cristã não está separada de um fato, de uma realidade, não é uma teoria.
Apenas para ilustrar, senão nossa fé vira platônica, tudo deixa de ser real e passa apenas a ser num mundo das idéias.
Abrç!!!
avatar
Davison
Tira-dúvidas oficial: Liturgia

Mensagens : 154
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 29
Localização : Petrópolis RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: São algumas passagens da Bílbia relatos de fatos concretos?

Mensagem por alessandro em Seg Out 06, 2008 1:58 am

Minha posição sobre a questão já foi bastante explicitada na resposta do Jonathan.

Só quero acrescentar o seguinte: a meu ver a referida passagem narra um fato que serve como fundamento para um dos pontos fundamentais da fé católica que é o primado de Pedro. Acredito que isso lance por terra a dicotomia féxfato. Na Bíblia os fatos não são narrados apenas pelo interesse histórico, (o mesmo vale para as poesias, trechos alegóricos, escritos sapienciais), mas são instrumentos através dos quais Deus revela a si e a sua proposta para a humanidade.

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

...

Mensagem por Rafaela Botelho em Seg Out 06, 2008 2:25 am

Alessandro, vc já respondeu tudo. Acho legal colocar umas coisas que nem sei se tem tanto com a pergunta em si, mas, vamos lá...

Até porque o interesse dos livros da Bíblia não são ciência, teoria, história do mundo, etc.

Sobre fé...
É legal lembrar que para definir o canon e constatar a autenticidade dos livros, a Igreja procurou analisar a perpetuação da tradição e da palavra que era passada oralmente de geração em geração.
- Tá, e o que vc quer dizer com isso?
Bom, já ouviram aquele ditado "mentira tem perna curta"? Então, os apócrifos e outros foram descartados pela mistura de fantasia e realidade, e, pela tradição do povo que não confirmava aquilo que estava escrito. Ou seja, o que temos hoje, o que perpetuou não é fruto de um padre que achou legal colocar aquilo na Bíblia. Tem toda uma Tradição, Análise, ação do Magistério da Igreja, etc. Então, podemos confiar sim que é verdade.

Viajei? rs
Acho que fui por outros caminhos um pouquinho, mas é só pra ajudar a entender.

Fiquem com Deus.
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fé ou fato

Mensagem por Pe. Anderson em Seg Out 06, 2008 7:46 pm

Caro Guilherme,

A sua pergunta é muito boa, pois aquele texto merece uma atençao especial e de fato ele é muito estudado na Teologia Fundamental.

Sobre essa passagem o primeiro que temos que dizer que é um dos poucos textos que estao nos quatro Evangelhos (Sinóticos e Joao). Essa cena está em Mt 16, 13-28; Mc 8,27ss; Lc 9,18ss; e Jo 6,69ss.

Sobre o texto de Mt 16: nesse texto vemos que quando Jesus chegou com seu discípulos a Cesárea de Filipe, uma região bela e agradável, o Senhor quis fazer um balanço da sua missão. Esse texto é o centro dos sinópticos, quando termina a etapa da Galiléia e começa o caminho definitivo a Jerusalém. Para os judeus, as partes mais importantes de um livro ou de um grupo de livros está localizado no centro desse livro. Assim, por exemplo, o centro do Pentateuco é o livro do Levítico, simplesmente o livro que possui a lei da santidade e as regras do culto de Israel para com Deus. Esse é o coraçao do Pentateuco.

Em Mt 16,13-14 Jesus pergunta aos discípulos que diziam as gentes sobre a sua pessoa. Logo pergunta: “e vós, quem dizeis que eu sou?” Simão Pedro, em nome de todos, como aparece em diversas cenas dos Evangelhos, respondeu: “tu es o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Jesus então aprovou essa resposta: “bem-aventurado es Simão, filho de Jonas, porque não te revelou isso a carne nem o sangue, mas meu Pai que está nos céus” (Mt 16, 16-17).

Não há dúvidas que a cena é autêntica. Pois é impensável que a comunidade primitiva inventasse tão importante conversa numa localidade que não desempenhou nenhuma importância na Igreja primitiva. Ademais a cena prosseguiu de maneira surpreendente. Depois da confissão, Jesus começa a revelar que ele iria para Jerusalém, sofrer nas mãos das autoridades. Nessa hora o mesmo Simão Pedro começa a repreender ao Mestre,“Deus não permita que isso te aconteça”. Então o Senhor lhe disse: “Afasta-te de mim, Satanás! Teus pensamentos não são os de Deus, mas dos homens” (Mt16,23). Parece, pois impossível que a comunidade primitiva, que considerava a Pedro seu chefe, tenha inventado uma cena que Jesus chama a Pedro de Satanás.

Essa confissão de Pedro se torna mais clara no evangelho de São Marcos. Nesse texto sagrado há uma triple afirmação da divindade de Jesus. Uma no início: “Evangelho de Jesus, o Cristo e Filho de Deus” (Mc 1,1); outra a de Pedro, no centro do Evangelho (Mc 8,29), e a terceira no final, feita pelo centurião romano: “verdadeiramente este era o Filho de Deus” (Mc 15,39). Lembramos que todas as coisas importantes na Sagrada Escritura aparecem afirmadas 3 vezes. Assim em Isaías 6, os serafins chamam a Deus de "Santo, Santo, Santo". Isso era uma forma dos judeus enfatizarem algum acontecimento. A lingua hebraica nao possuia o superlativo e a forma que eles tinham para dar ênfase a algo era repetindo 3 vezes a mesma coisa. Ora, Sao Marcos era discípulo de Sao Pedro e portanto tinha uma mentalidade totalmente judaica e é de se esperar que assim ele se expressasse também. Portanto essa triple afirmaçao certamente tinha a intençao de afirmar sem dúvidas a divindade de Jesus.

Ao final da Cena, temos outra surpresa: Jesus proíbe os seus discípulos de revelar a sua identidade. Por que isso? De La Potterie, um grande estudioso da Sagrada Escritura o explicou da seguinte forma: “a ordem de calar não se entende bem senão a luz da segunda parte do Evangelho. Só depois da revelação da paixão, da morte e da ressurreição do Messias, não haveria perigo de uma falsa concepção messiânica, então se poderá proclamar publicamente que Jesus é o Messias”. Este anúncio explícito da divindade de Jesus foi feita, realmente, pela Igreja
depois de sua ressurreição e do Pentecostes.

Os primeiros que negavam a historicidade desse Evangelho foram alguns protestantes liberais no século XIX que lhes parecia que esse texto é demasiado "católico", e portanto nao poderia ser histórico. Isso é uma tese sem fundamento, pois em todos os textos antigos estao presentes esses textos.

Espero que isso te ajude, um grande abraço!
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 35
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: São algumas passagens da Bílbia relatos de fatos concretos?

Mensagem por Rafaela Botelho em Qua Out 08, 2008 11:02 pm

Olá.
Tudo bem?

Entrando diretamente no texto, nao se pode dizer se este fato aconteceu ou nao. O que está claro é que o autor Sagrado, usando de uma lenda ou mito que explicasse a origem ...
Isso padre!!! \o/
Era isso que eu queria dizer e não conseguia...
Não lembrei da explicação.

>> Acho que o Apocalipse dava um outro tópico...
Poderia ter um só pra discuti-lo. [Já tem?]

Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

q fique claro.

Mensagem por Pe. Leo em Sex Out 10, 2008 11:50 am

Ainda que nao possamos dizer que um fato ou outro da Sagrada Escritura tenha sua prova "fática", nao podemos cair na tentaçao de uma mera consideraçao simbólica da Sagrada Escritura, sem considerar que nelas podemos ter fatos históricos, pois podemos dizer que a Bíblia tem RELATOS TEOLÓGICOS COM BASE HISTÓRICA. Sao muito os fatos que a arqueologis e a propria história vem testemunhar em favor da Bíblia. Só uma aclaraçao para que nao tenhamos a tentaçao de cair em um fundamentalismo Bíblico. Abraços.
avatar
Pe. Leo
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/09/2008
Idade : 34
Localização : Petrópolis, RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: São algumas passagens da Bílbia relatos de fatos concretos?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum