Igreja verdadeira..

Página 1 de 9 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Igreja verdadeira..

Mensagem por Fernando Heirich em Sex Out 10, 2008 1:57 pm

Fico confuso com este monte de igrejas existentes hoje. Qual é a verdadeira? Parece que Cristo só fundou uma... e se a verdadeira é a católica, pq mts crentes levam sua fé muito mais a sério do que os católicos????
avatar
Fernando Heirich

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2008
Idade : 28
Localização : Barra-RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por alessandro em Dom Out 12, 2008 2:19 pm

Ola Fernando...
vc formulou duas questões bastante interessantes. a primeira diz respeito ao pq os católicos consideram sua Igreja como A Igreja. já a segunda versa sobre a prática de fé dos protestantes ser mais visível que a dos católicos.
Vou trabalhar a segunda e depois eu (outro tira-dúvidas) voltamos para responder a segunda.

Antes de qq coisa digo que ultimamente tenho crescido um pouco em sensibilidade ecumênica. Não considero um protestante como um inimigo, mas como um irmão que professa comigo elementos essenciais da fé cristã. Acredito muito no diálogo entre cristãos, embora saiba que tal caminho não é nada fácil. Ao mesmo tempo, friso que não sou um relatista relegioso. Não julgo protestantismo e catolicismo iguais. a meu ver isso seria um desrespeito à busca pela verdade e uma ofensa a ambos os lados.

Depois desta ressalva vamos lá...
Admito que no Brasil, esta sua impressão realmente aponte para uma realidade, e isto é devido a vários fatores.
O primeiro, em minha opinião, diz respeito ao fato de que a maioria dos protestantes é realmente protestante (hj isso já mudou um pouco) enquanto muitos que se dizem católicos não o são de fato. Herdaram o nome católico de uma tradição cultural e vão à Igreja normalmente me três ocasiões: batismo, primeira comunhão e casamento. Além disso nosso país, por conta de sua história, viveu e vive um sincretismo muito grande e muitos dos que se afirmam católicos professam crenças não católicas e até frequentam cultos espíritas ou umbanda e candomblé.
Falei isso para distinguir entre os nominalmente católicos e os que de fato o são. A meu ver a comparação entre com os protestantes deve ser feita a partir do segundo grupo. Não conheço pesquisas que trabalham tal ponto, mas a partir de minha observação pessoal, creio que o resultado de tal comparação seria bastante diferente.

além disso, vejo no protestantismo uma negação maior do humano do que no catolicismo. para grande parte dos protestantes há uma grande dicotomia entre o que é espiritual e o que é do mundo. Certas congregações proibem que se veja televisão ou que se escute músicas não religiosas. Há por assim dizer um afastamento daquilo que não é propriamente religioso. a proposta católica é diferente: para nós há um valor divino no humano e quantos mais humanos formos mais divinos seremos. não devemos então nos segregar apenas em atividades religiosas que se tornam guetos , mas transformarmos de dentro todas as estruturas. a primeira forma de viver talvez passe a impressão de uma maior fidelidade religiosa, mas a meu ver é frustante e não atinge o homem por inteiro.
vale dizer que a visão católica nem sempre é colocada em prática e envolve por assim dizer mais riscos, visto que temos que constantemente "analisar tudo e reter o que é bom", fora o fato que há muito mais diálogo e troca.

Ops...tenho um monte de coisa para escrever ainda, mas o texto tá ficando bem grande. Espero ter ajudado na reflexão. e se quiserem depois volto para escrever mais...heehehehehe Razz

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igreja Verdadeira!

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Out 25, 2008 10:24 am

Caro Fernando,

Sua pregunta sobre a verdadeira Igreja é uma pergunta muito boa e muito difícil de responder. O autor inglês Chesterton nos disse que quando um amigo seu perguntou para ele em que ele acreditava, ele se decidiu a escrever um livro (a Ortodoxia), para responder a essa pergunta. Ele então nos disse que só então percebeu ser extremamente difícil argumentar a favor de algo em que um está totalmente convecido. Naquela ocasião ele percebeu que não é nada fácil demonstrar para outro que a fé católica é verdadeira, pelo simples fato de que um crê naquilo com todas as suas forças. Diante da sua pergunta eu me encontro na mesma situação. Por isso te digo com sinceridade: creio com todas as minhas forças que a Igreja Católica é a verdadeira Igreja. Mas não quero demonstrar isso para você, simplesmente quero te dar alguns critérios, algumas chaves que talvez possam te fazer aceitar essa minha crença, ou pelo menos, espero que você perceba que essa afirmação é bastante razoável.

Um meio importante para nossa investigação é a história. Historicamente sabemos que Cristo quis deixar uma Igreja na humanidade que seguisse sua missão. Ele disse nos Evangelhos: “Eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha Igreja e as portas do Inferno não prevalecerão contra ela”. Esse texto aparece em Mt 16, 18; Mc 8,27; Lc 9,18; Jo 6,69. Esse é um dos poucos textos que aparecem nos 4 Evangelhos (conferir minha resposta no tópico “fé ou fato”). Quero ressaltar que essa afirmação de Jesus vem logo depois da afirmação de Pedro sobre a verdadeira identidade de Jesus: “tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo”. Portanto, segundo o texto, a Igreja é fundada sobre a afirmação de Pedro, sobre a fé de Pedro na identidade de Jesus. Agora devemos nos perguntar: quantas Igrejas dizem estar assentadas na fé de Pedro? É tão claro nos Evangelhos que a Igreja está firme sobre a fé de Pedro e historicamente somente uma Igreja afirmou sempre ter a mesma fé de Pedro! Não te parece suspeito isso? Em resumo, somente a Igreja Católica afirma que o seu líder foi sempre o Sucessor (o Vicário) de São Pedro na terra, aquele que confirma ao longo da história a mesma fé na natureza humana e na natureza divina de Cristo, unidas na mesma pessoa.

Depois um dato histórico: os textos antigos, dos primeiros cristãos, sempre afirmam que a Igreja é Una, Santa, Católica e Apostólica (fórmula que aparece nos Símbolos da Fé). Todos os “santos” da Igreja antiga afirmam fazer parte de uma Igreja Católica (Universal, traduzindo o grego). Esses primeiros cristãos frequentemente combatiam outros grupos menores de cristãos que apresentavam doutrinas estranhas argumentando que essas doutrinas eram particulares, enquanto que há sempre uma doutrina universal, pregada em todas as igrejas, uma doutrina Católica sempre. Não há como negar historicamente a permanência da Igreja de Cristo na história na Igreja Católica.

Para conhecer isso temos um critério muito bom. Na Antiguidade vemos que sempre que apareceu alguma doutrina heterodoxa (em geral pregada por um bispo ou por um sacerdote), esses propagadores dessas doutrinas sempre buscavam que a Igreja de Roma aceitasse suas doutrinas e tinham esperanças que a Igreja pregaria essas doutrinas em todo o mundo. Assim, todos os que geralmente chamamos de “hereges” foram inavadores na doutrina, que acreditavam que estavam colaborando com a Igreja. Em geral essas pessoas foram corrigidas pela Igreja, e só num segundo momento eles se decidiram se separar da Igreja (levando consigo um grupo de cristãos). Em outras palavras, antes de haver um Cisma, sempre os líderes desses movimentos pediram a aprovaçao de Roma para suas doutrinas. Isso é pois uma afirmaçao implícita da autoridade universal da “Igreja de Roma, a Igreja Mãe, que preside a todas as Igrejas na caridade”, segundo expressão de um famoso texto do século II.

Esse critério é válido especialmente para a Igreja Antiga, mas pode ser aplicada a praticamente toda a história! Basta pensar no século XVI, época da Reforma. Nesse movimento, todos os autores iniciadores de separação no cristianismo (de Cismas) se consideravam sempre reformadores da Igreja, e nunca como rebeldes ou fundadores de uma nova Igreja. Há um texto de Lutero muito significativo que ele diz: “se o Papa aceitasse que a justificação nos vem pela fé, eu estaria disposto a beijar seus pés”. Isso é um reconhecimento implícito da autoridade do Papa sobre os cristãos. O irônico desse texto que os papas (a Igreja Católica) em sua doutrina oficial sempre afirmou que a nossa justificação vem pela fé, dom que recebemos junto com a graça no nosso Batismo. Em resumo, todos os iniciadores de uma nova comunidade dentro do crisitianismo comecaram como inovadores, que esperavam a aprovaçao do Papa, do Sucessor de Pedro, da Igreja de Roma. Quando essa aprovaçao nao vinha, alguns desses personagens se separavam da Igreja, levando um grupo consigo. Mas essas separaçoes sempre afirmam a autoridade da Igreja de Roma (da Igreja Católica). Isso é apenas um critério que nós devemos levar em conta quando estudamos a História da Igreja.

Poderia te dizer mais dados, dar outros exemplos, explicar de outras formas, mas por hora creio que a resposta é suficiente. Se precisar aprofundaremos maus algum ponto. Um grande abraço.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igreja Verdadeir

Mensagem por Alann Cabral em Dom Abr 19, 2009 12:24 pm

Gostei da colocação do Alessandro, que reconhece a difícil tarefa de afirmar qual é a Igreja Verdadeira.
Porem, se dissermos que uma instituição é a Igreja Verdadeira, a Igreja Católica leva todo merito pelo tempo de sua existencia na história do cristianismo. Mas se afirmarmos que a Igreja é o corpo de Cristo como estar escrio em I Corintios 12. 11-14, e aqui na terra representada por aqueles que professa uma fé nEle e obedece os seus mandamentos, nós perceberemos que a Igreja de Cristo estar além de uma instituição que reivindica para si o titulo de Igreja Verdadeira, e isto vale para católicos e protestantes.
Quanto a fé cristã dos protestante não tem de fato por base a fé de Pedro mais na revelação que procedeu dele: "Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus."
O que concorada com os cristãos primitivos: "e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações." (Atos 2.42). Pois se não fosse assim estaria dito; perseveravam na fé de Pedro. E como diz também o apostólo Paulo aos irmão de Efeso: Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, sendo o próprio Cristo Jesus a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício bem ajustado cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito. (Efesios 2.19-22)
Portanto temos que pensar bem em fazermos tal afirmação, é onde eu concordo com Alessandro, não julgo nem Católico e nem protestantes. Pois o Senhor Jesus também afirmou: "Nem todos que dizem Senhor, Senhor entrará no Reino de Deus".
Fica aqui minha contribuição para o tema e minha defesa de fé, uma vez que sou um critão protestante.
Que a paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja convosco amém.
avatar
Alann Cabral

Mensagens : 10
Data de inscrição : 16/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Rafaela Botelho em Dom Abr 19, 2009 11:42 pm

Olá pessoal

Espero não ser interpretada de forma errônea nem agressiva, mas lá vai...

Um Pe. esses dias na aula disse umas coisas que gostei muito e me despertaram: Estamos tão acostumados a ouvir que devemos respeitar a fé do outro, "que bom que pelo menos ele está numa Igreja...", "todos nós adoramos ao mesmo Deus..", enfim, essas coisas (OBS: e devemos mesmo respeitar a fé do outro!). Daí as vezes acabamos por perder a noção de certo e errado.
- "O quadrado vai ser sempre quadrado por mais que você queria que ele seja um círculo...", disse ele explicando.

Devemos sim respeitar e AMAR nossos irmãos de outras Igrejas, contudo é inquestionável que era um só povo e num determinado momento da História nossos irmãos protestantes resolveram se separar.
E, sabe-se ainda que antes de morrer Lutero deixou explícito que não era o desejo dele chegar ao ponto que chegou (não se sabe se ele se arrependeu de ter se separado, mas, que ele não gostou do resultado final).

Contudo, é meio difícil "reformar" alguma coisa estando do lado de fora. Se era preciso uma reforma penso que ele não deveria ter se separado para isso.

Também se sabe que criar várias denominações é até uma jogada política, pois, um povo dividido é mais fácil de ser dominado.

... Enfim é isso.

O bom mesmo seria se fôssemos um só rebanho com um só pastor..
Mas o Amor já resolve muita coisa.


Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Sex Jul 17, 2009 3:18 pm

questão pertinente. será que todas as religiões levam a Deus? como distinguimos uma nota verdadeira no meio das falsas? método mais fácil. conhecer bem a verdadeira. dai temos de conhecer bem as caracteristicas do verdadeiro cristianismo para analizar quem as pratica REALMENTE.
1-baseiam seus ensinos UNICAMENTE na biblia
2-divulgam o nome de DEus que tem sido retirado gradualmente das traduções...
3-têm genuino amor entre si daí nehum membro vai para a guerra por exemplo
4-não fazem parte do mundo que vai contra todas as normas justas de Deus e promove tudo o que há de errado e prejudicial
5- baseiam a sua esperança no governo de DEus para a terra e falam dessa esperança a outros zelosamente

pesquisem com base no verdadeiro cristianismo e tirem as vossas conclusôes no que a biblia realmente nos ensina do que é verdadeiro

mateus 7: 13-23

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Rafaela Botelho em Dom Jul 19, 2009 11:13 am

Olá

E quem disse que uma característica do verdadeiro cristianismo é basear seus ensinamentos UNICAMENTE na Bíblia?

Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Dom Jul 19, 2009 1:37 pm

foi Deus quem disse... pois o apóstolo Paulo disse em colossenses 2:8 para nos acautelar com os ensinos filosóficos e elementares do mundo que não provém de cristo, em gálatas 1: 8 diz que se aceitarmos algo além do que está escrito seja amaldiçoado, em 1corintios diz que não devemos ir além do que está escrito... isso mostra que em sentido espiritual só Deus nos pode dar verdadeiras instruções como nos incentiva isaias 48. 17, 18... e incentiva-nos , Deus, o próprio, a debruçarmos e confiarmos plenamente no seu ensino- 2tim. 3: 16,17 e romanos 15:4...acho que responde á questão

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Rafaela Botelho em Ter Jul 21, 2009 10:46 am

Caro Vieira,

Tenho certeza da sua boa intenção nas respostas e agradeço pela educação em não tentar atacar.

Como gosta de dizer o nosso amigo Alessandro: "Texto fora de contexto vira pretexto!".

Se eu pegar versículos isolados na Bíblia e desenvolver uma pregação exclusivamente em cima deles, posso fazer verdadeiros destroços na Palavra de Deus. Sabia? Tenho certeza que sim!

Portanto, me parece meio ingênuo da parte dos que tentam, com passagens Bíblicas e outros, nos convencer que nossa doutrina está errada. Como bem já disse o Pe. Anderson num outro tópico, para nós a Sagrada Escritura é a base de nossa vida, e, todo o fórum é argumentado utilizando a Palavra de Deus. Ou será que pensam que somos assim tão alienados?

Uma ressalva:
- Gl 1,8 (Ave Maria):
"Mas, ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema."

- Gl 1,8 (CNBB):
"Pois bem, mesmo que nós ou um anjo vindo do céu vos pregasse um evangelho diferente daquele que vos pregamos, seja excluído!"


Me parece que a "maldição" que vc diz se refere a quem pregar um Evangelho diferente.

A comunidade da Galácia estava em confusão, judaizantes os pertubavam dizendo que sem a circuncisão e a Lei de Moisés não haveria salvação, eles tentavam anular a autoridade de Paulo. Ora, O Evangelho é a pregação do mistérios que se realiza em Cristo e na Igreja, portanto, ele não diz "sola escriptura!". Se assim fosse então teríamos de aprender o A de "Adão", B de "Baal", C de "Caná"...

Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Ter Jul 21, 2009 10:58 am

o que quis dizer e, é o que está escrito, é que temos de ter cuidado com ensinos que contradizem as escrituras e daí desviarmo-nos do verdadeiro caminho que Deus instituiu para nós e daí os textos ... e sabemos que existem ensinos adoptados que vão contra a doutrina cristâ e temos de estar persistentemente a examinar se estamos na fé e o que é aceitável para o senhor pois as escrituras mencionam falsos instrutores que desviam para si o rebanho... espero que tenha entendido o que realmente quis dizer... atenciosamente...

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por alessandro em Seg Ago 31, 2009 2:15 pm

na minha opinião a verdadeira polêmica se dá entre Igrejas Protestantes, o catolicimo romano, e o catolicismo ortodoxo.

as demais correntes que utilizam a Bíblia carecem de fundamento histórico. além de elencar algumns posicionamentos absurdos.

exemplo: líderes Testemunhas de Jeová já previram o fim do mundo várias vezes.
abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Alan em Sab Out 03, 2009 12:29 pm

são vieira escreveu:questão pertinente. será que todas as religiões levam a Deus? como distinguimos uma nota verdadeira no meio das falsas? método mais fácil. conhecer bem a verdadeira. dai temos de conhecer bem as caracteristicas do verdadeiro cristianismo para analizar quem as pratica REALMENTE.
1-baseiam seus ensinos UNICAMENTE na biblia
2-divulgam o nome de DEus que tem sido retirado gradualmente das traduções...
3-têm genuino amor entre si daí nehum membro vai para a guerra por exemplo
4-não fazem parte do mundo que vai contra todas as normas justas de Deus e promove tudo o que há de errado e prejudicial
5- baseiam a sua esperança no governo de DEus para a terra e falam dessa esperança a outros zelosamente

pesquisem com base no verdadeiro cristianismo e tirem as vossas conclusôes no que a biblia realmente nos ensina do que é verdadeiro

mateus 7: 13-23

Quanto ao tópico nº4 , se excluir desse "mundo" deixando de lado quem está no erro é anti-cristão ao meu ver já que Jesus mesmo disse :

Mc 2,16-17

Os escribas, que eram fariseus, vendo que ele comia com os pecadores e os publicanos, disseram aos discípulos de Jesus: “Por que ele come com os publicanos e os pecadores?”
Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: “Não são as pessoas com saúde que precisam de médico, mas as doentes. Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores”.


Buscar a própria salvação ou somente daqueles que compartilham ideais parecidos com o seus é egoísmo.

Por isso sempre levo comigo na cabeça essa frase :

" Ao ver alguém em pecado lembre-se: muitos acreditam que ele pode piorar. E então seja aquele que acredita que ele pode ser santo. "

Já em relação ao nº5 , creio que esse zelo tem feito com que líderes TJ façam essas profecias do fim do Mundo, como o Alessandro disse , o que acaba por dando a eles a má fama de "Falsos Profetas".

Acho que em relação ao resto nada tenho a acrescentar no momento

Paz e Bem a todos e fiquem com Deus
avatar
Alan

Mensagens : 230
Data de inscrição : 05/06/2009
Idade : 30
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Sab Out 03, 2009 3:40 pm

houve sim especulações sr. Alan mas como sabe a biblia EM PARTE ALGUMA diz data mas sinais que identificam tal tempo... por exemplo... os apostolos fizeram especulação com a vinda de Jesus mas acataram um sinal dado por estarem na espectativa...

antes de jerusalém ser destruida em 70 EC Jesus deu sinal de que assim que vissem as espadas ponto agudas fugissem para os montes... isso aconteceu em 66... quando aparentemente sem motivo os romanos levantaram cerco... os que estavam despertos espiritualmente entenderam o aviso de jesus e fugiram mas a maioria ficou. foram quatro anos á espera e valeu a pena- sobreviveram porque prestaram atenção aos sinais.

apesar da especulação anterior, sr. Alan, as Tj saõ as unicas que estão alertas sobre o que está para sobrevir segundo as profecias dos evangelhos Mateus 24, marcos 13, lucas 21, 2 tim. 3: 1-5, 1 tess.5, etc. e estão a avisar as pessoas mas Jesus alertou que as pessoas iriam reagir como nos dias de Noé e não fazem caso... á aspectos do sinal que ainda não se cumpriram mas a maioria dos que antecede ao grande acontecimento está em escala mundial. o sinal composto de Jesus é claramente visto...
assim como noé, fazemos a nossa parte do aviso...

e mundo... não se refere a pessoas mas ás ideias de uma sociedade que ridiculariza os valores de moral, a sua influencia satanica em todo o aspecto publicitário pelos midia, livros,etc. Deus amou tanto o "mundo" que deu o seu filho portanto mundo pessoas é correto mostrar amor mas "MUNDO" ideias é preciso afastar como diz tiago 4:4

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por David em Sab Out 03, 2009 4:41 pm

Paz do Senhor a todos



Quando Jesus esteve aqui, muitos judeus rejeitavam seus ensinamentos unicamente por serem “filhos de Abraão”. Para eles, uma linhagem
direta, vindo de Abraão seria suficiente para que eles estivessem sempre debaixo da graça, independente de qualquer coisa...


Mateus 3:8-9
8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;9 E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.


Ora amados, não é uma “base histórica”, não é uma “linhagem direta” quem aponta quem é verdadeiramente a igreja de Jesus Cristo. A “herança” são os ensinamentos. Isto ficou bem claro quando a Igreja de Éfeso se afastou da sã doutrina...


Apocalipse 2:4-5
4 Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.5 Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

A mensagem foi direta... Se a Igreja de Éfeso não voltasse para o caminho, o Espírito Santo não mais estaria ali... Assim, pode uma suposta igreja dizer que veio diretamente de Tiago, de Paulo ou de Lucas... Mas se ela se desvirtou dos ensinamentos bíblicos, ela pode ser tudo, menos Igreja de Cristo.

Quem estabelece quem é igreja de Jesus ou não, não é linhagem direta, como se fosse algo de sangue, mas é o PERSEVERAR na fé, na
doutrina bíblica!


Em Cristo


David
avatar
David

Mensagens : 192
Data de inscrição : 29/09/2009
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Sab Out 03, 2009 4:50 pm

é exatamente um dos requisitos fundamentais de cristianismo, a fé, a prova é que o Israel, nação escolhida foi abandonada por sua falta de fé e confiança nos propositos de Deus e perderam um grande privilégio.
quem está de pé acautele-se para que não caia, disse Paulo e tb deu conselho de persistirmos em examinarmos se estamos na fé

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Alan em Sab Out 03, 2009 10:10 pm

Primeiro poderia não me chamar de "sr" , fico me sentindo um velho quando falam assim comigo

Porém em relação ao Mundo Idéias , concordo que a mídia expalha muitas coisas erradas e as pessoas se deixam alienar por essas idéias , porém essas não surgem do nada , elas vem de nós humanos. Então , por exemplo, se isolar do mundo político porque dentro dele há muita corrupção é simplesmente tapar seus olhos e ouvidos quando na verdade você deveria estar não somente apontando onde está errado mas mostrar aonde eles tem que mudar para acertar, trocar as idéias de influência satanica pelas de influência divina.

Paz e Bem e fiquem com Deus
avatar
Alan

Mensagens : 230
Data de inscrição : 05/06/2009
Idade : 30
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Dom Out 04, 2009 2:13 am

peço desculpa mas sr. é sinal de respeito mas se não se sente á vontade trato-o apenas pelo nome.
sabemos que o mundo inteiro está nas mãos de satanás e cabe a cada um de nós que tem conhecimento exacto das escrituras alertar todas as pessoas do que está envolvido e ajudar se elas quiserem a sair dessa influencia, sejam quem sejam: pobres ou ricos, comerciantes, politicos..etc.
é uma obra que urge visto que as profecias inclusivé sobre os governos mundiais estão quase no fim do seu cumprimento. se prestarem bem atenção á profecia de daniel e de apocalipse verão isso mesmo.

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por gerardo junior em Qui Out 08, 2009 10:05 pm

Onde pode ser encontrada hoje a igreja verdadeira ?
seus aspectos essenciais?

Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. Joao 17.17
4 Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
5 Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;
6 Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós. Efesios 4.4,6
15 Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. 1Timoteo 3.15
10 Mas o SENHOR Deus é a verdade; ele mesmo é o Deus vivo e o Rei eterno;
ao seu furor treme a terra, e as nações não podem suportar a sua
indignação Jeremias 10.10
Jesus Cristo – o verdadeiro meio da salvação........
6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. Joao 14.6
5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1Timoteo 2.5
Bíblia – verdadeira orientação para a salvação......
17 Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. Joao 17.17
39 Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; Joao 5.39
15 E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem
fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.
16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; 2 Timoteo 3.15,16
26 E sucederá que no lugar em que lhes foi dito: Vós não sois meu povo; Aí serão chamados filhos do Deus vivo.
27 Também Isaías clama acerca de Israel: Ainda que o número dos filhos de
Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo.

E isso ai vemos que a Palavra de DEUS esta ai vai para a condenação quem quer !!!!








avatar
gerardo junior

Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/10/2009
Localização : limoeiro do norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sei lá viw...

Mensagem por Carolbrr em Qui Out 15, 2009 11:15 am

Bom pessoal... sou nova aqui... é meu primeiro comentario então peguem leve comigo...kkk
Cada dia que passa a coisa fica mais apertada, a apostasia chegou no nosso meio... infelismente eu tenho que concordar com vcs católicos quando criticam as igrejas evangélicas por serem tantas denominações que nem eu mesma posso conta-las...
Quem dera fosse somente uma igreja mesmo... com principios cristãos, sem falha, tem mancha, imaculada... mas não é bem assim, sabe porque?
Hoje em dia é mais facil criar uma igreja que aceita os erros das pessoas e permitam que elas permaneçam como estam do que seguir a Palavra de Deus e condenar o pecado.
Mas isso é um erro que não está somente no meio evangélico, a igreja católica também está dividida...tem católicos que crê no batismo com o espirito santo... e outros condenam... tem catolicos que se a missa nao for em latim nao é missa... e outros que padres até podem casar... soube até que tem padre casando casal gay...
É por essas e outras que prefiro confiar somente em uma passoa... e essa não erra nunca... Jesus...e que ele tenha misericórdia de um povo tão perverso, de uma geração tão confusa...

Carolbrr

Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/10/2009
Localização : carolbrr

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Alan em Qui Out 15, 2009 1:08 pm

Olá Carolbrr , bem vinda ao nosso fórum

Li seu tópico e gostaria de fazer alguns comentários

Carolbrr escreveu:Hoje em dia é mais facil criar uma igreja que aceita os erros das
pessoas e permitam que elas permaneçam como estam do que seguir a
Palavra de Deus e condenar o pecado.

Jesus quando veio ao mundo para chamar os pecadores e não os justos (Lc 5,30-32), então é missão da Igreja buscar esses irmãos perdidos e levá-los à conversão.
Existem pessoas que querem que a religião se adapte à elas quando deveriam ser elas a se adaptar ao Cristianismo. Posso lhe afirmar que a Igreja Católica Apostólica Romana não é do tipo que se adapta aos desejos egoístas dos "fiéis".

Em relação a suposta divisão dentro da Igreja Católica, creio que esta não existe principalmente por que em 2 mil anos de história a Igreja Católica sempre pregou a unidade que mantém até hoje. O ponto do Batismo no Espírito Santo creio que esteja se referindo a RCC, se for , esse assunto continua em estudo pela Magistério , então condenar seria um ato precipitado. Em relação à Missa em latim, nunca vi ninguém reclamando disso. Pode até existir a preferência pelo latim por parte de certas pessoas , mas dizer que uma Missa celebrada em qualquer outra língua não é Missa seria um extremismo desnecessário e impensado.

Em relação ao celibato dos padres recomendo dar uma leitura nesse tópico aqui :Padre viver o celibato

No caso de casamento gay , poderia nos informar a fonte dessa informação. De qualquer modo recomendo a leitura deste tópico:Casamento homossexual

Paz e Bem

Alan
avatar
Alan

Mensagens : 230
Data de inscrição : 05/06/2009
Idade : 30
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Jan 22, 2010 10:19 pm

Cara Carolbrr,
Que a paz do Senhor Jesus esteja sempre no seu coração !
Gostei muito de uma parte que você escreveu: "Prefiro confiar somente em uma pessoa... e esse nunca erra... Jesus" (Qui Out 15 2009 12:15 pm).
Esse Jesus que nunca erra e em quem você diz confiar, deixou uma única Igreja formada por pecadores. No meio desses pecadores estravam Pedro que o negou, Felipe que não acreditou que Jesus é Deus, Tomé que duvidou de Jesus ressuscitado, Judas que foi o traidor, e tantas outras pessoas cheias de virtudes, mas também de defeitos às vezes grandes e às vezes pequenos. NÃO SEI SE VOCÊ CONHECE ESSA IGREJA...
Se a Igreja, como você afirma, está dividida, aceitando pessoas que de certa forma permanecem com seus pecados, com seus defeitos, etc., está assim, porque faltam aqueles que são perfeitos, que não pecam, que são imaculados, se é que existem.
Acredito que, pela maneira como descreveu, você deva ser uma pessoa muito virtuosa e próxima da perfeição, pois do contrário, seria hipócrita, uma vez que se põe a acusar os cristãos quando nem ao menos congrega na Igreja de Cristo.
Que confiança é esta que se esconde no seu usufruto egoista e não se compromete com as outras pessoas que precisam de exemplos de perfeição, de santidade e de tantas virtudes.
Se confias em Jesus, certamente deves crer n'Ele. Mas a Bíblia diz que a fé sem as obras é morta em si mesma e para nada serve (Tg 2,26) e que os que crêem em Jesus freqüentam a Igreja e têm comunhão com o Corpo e com o Sangue do Senhor e que esta comunhão é condição para a ressurreição do ultimo dia (Jo 6).
Não sei qual é a sua linha religiosa, se é católica ou protestante, mas creio que deve rever alguns conceitos e, principalment, participar da Igreja, pois nela é mais fácil AMAR MAIS E CRITICAR MENOS !
À medida que agente aprende amar as pessoas como membros da Igreja, agente se compromete com a edificação delas, ajudando, aconselhando mostrando a verdade.
Da mesma forma, enquanto agente se exclui da Igreja pensando que apenas dizendo que confia em Jesus está tudo bem, agente deixa de amar o próximo e de ser amado pelo próximo com o amor que vem do Senhor.
Santo Agostinho nos ensina: "O Deus que te criou sozinho não te salvará sozinho". Em outras palavras, ele nos ensina que quem pensa que é um cristão fora da Igreja, não é verdadeiramente cristão.
Grande Abraço !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1258
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 58
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por são vieira em Sab Jan 23, 2010 5:13 am

bem, visto que estou de diante de pessoas que têm conhecimento sobre o assunto...posso postar.

(1 Coríntios 6:9-11) . . .O quê! Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não sejais desencaminhados. Nem fornicadores, nem idólatras, nem adúlteros, nem homens mantidos para propósitos desnaturais, nem homens que se deitam com homens, 10 nem ladrões, nem gananciosos, nem beberrões, nem injuriadores, nem extorsores herdarão o reino de Deus. 11 E, no entanto, isso é o que fostes alguns de vós. Mas vós fostes lavados, mas vós fostes santificados, mas vós fostes declarados justos no nome de nosso Senhor Jesus Cristo e com o espírito de nosso Deus.

independentemente do que tinham sido os cristãos, hoje já não o eram.

...e não o podem ser....

(Romanos 2:21-24) 21 tu, pois, que ensinas outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas: “Não furtes”, furtas? 22 Tu, que dizes: “Não cometas adultério”, cometes adultério? Tu, que expressas [a tua] abominação dos ídolos, roubas templos? 23 Tu, que te orgulhas da lei, desonras a Deus pela tua transgressão da Lei? 24 Pois “o nome de Deus está sendo blasfemado entre as nações por causa de vós”; assim como está escrito.

não podemos entrar no campo da hipocrisia... errar é o humano mas há pecados que não.

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Pe. Anderson em Dom Jan 24, 2010 8:01 am

Caros amigos,

Como podemos ver aqui no nosso site, para muitos a Igreja é uma mera instituiçao humana. Para outros é uma mera organizaçao, que nao é nem menos uma instituiçao religiosa. Para outros é algo que está somente no Céu (Lutero) de forma que nao tem nenhuma relaçao com a Igreja presente na Terra. Vou expor aqui o que a Igreja Católica pensa do tema. Como poderemos ver, ela tem a mesma fé bíblica, ou seja, cre que a Igreja é o Corpo de Cristo, a Esposa Imaculada do Cordeiro.

O MISTÉRIO SAGRADO DA UNIDADE DA IGREJA"

813 A Igreja é una por sua fonte: "Deste mistério, o modelo supremo e o princípio é a unidade de um só Deus na Trindade de Pessoas, Pai e Filho no Espírito Santo". A Igreja é una por seu Fundador: "Pois o próprio Filho encarnado, príncipe da paz, por sua cruz reconciliou todos os homens com Deus, restabelecendo a união de todos em um só Povo, em um só Corpo". A Igreja é una por sua "alma": "O Espírito Santo que habita nos crentes, que plenifica e rege toda a Igreja, realiza esta admirável comunhão dos fiéis e os une tão intimamente em Cristo, que ele é o princípio de Unidade da Igreja". Portanto, é da própria essência da Igreja ser uma.

Que estupendo mistério! Há um único Pai do universo, um único Logos do universo e também um único Espírito Santo, idêntico em todo lugar; há também uma única virgem que se tornou mãe, e me agrada chamá-la Igreja.

814 Contudo, desde a origem, esta Igreja una se apresenta com uma grande diversidade, que provém ao mesmo tempo da variedade dos dons de Deus e da multiplicidade das pessoas que os recebem. Na unidade do Povo de Deus se congregam as diversidades dos povos e das culturas. Entre os membros da Igreja existe uma diversidade de dons, de encargos, de condições e de modos de vida; "na comunhão eclesiástica há, legitimamente, Igrejas particulares gozando de tradições próprias". A grande riqueza desta diversidade não se opõe à unidade da Igreja. Todavia, o pecado e o peso de suas conseqüências ameaçam sem cessar o dom da unidade. Assim, o apóstolo tem de exortar a "conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz" (Ef 4,3).

815 Quais são estes vínculos da unidade? "Sobre tudo isso [está] a caridade, que é o vínculo da perfeição" (Cl 3,14). Mas a unidade da Igreja peregrinante é também assegurada por vínculos visíveis de comunhão. A profissão de uma única fé recebida dos Apóstolos, a celebração comum do culto divino, sobretudo dos sacramentos; a sucessão apostólica, por meio do Sacramento da Ordem, que mantém a concórdia fraterna da família de Deus.

816 "A única Igreja de Cristo (...) é aquela que nosso Salvador depois de sua Ressurreição, entregou a Pedro para que fosse seu pastor e confiou a ele e aos demais Apóstolos para propagá-la e regê-la... Esta Igreja, constituída e organizada neste mundo como uma sociedade, subsiste na ("subsistit in") Igreja Católica governada pelo sucessor de Pedro e pelos Bispos em comunhão com ele".

O Decreto sobre o Ecumenismo, do Concílio Vaticano II, explicita: "Pois somente por meio da Igreja católica de Cristo, 'a qual é meio geral de salvação', pode ser atingida toda a plenitude dos meios de salvação. Cremos que o Senhor confiou todos os bens da Nova Aliança somente ao Colégio Apostólico, do qual Pedro é o chefe, a fim de constituir na terra um só Corpo de Cristo, ao qual é necessário que se incorporem plenamente todos os que, de que alguma forma, já pertencem ao Povo de Deus".

Grande abraço a todos.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Jones Bernardes Machado em Qui Jan 28, 2010 12:38 am

Nestes tempos de sincretismo religioso, muito se tem falado sobre liberdade religiosa, de culto, de crença, de salvação fora da Igreja. É o ecumenismo, palavra dita em todos os lugares. Mas, vejamos o que a Igreja Católica tem a dizer sobre isso, por meio de seu magistério infalível. Porque muito se tem falado, mas pouco se tem estudado.



Comecemos pela Bíblia:



Êxodo 20,3: "Não terás outros deuses diante de mim."



Êxodo 22, 20: "Aquele que sacrificar aos deuses, à exceção do Senhor, será morto".



Êxodo 22,18: "Não deixarás viver os feiticeiros".



Salmo XCV,5: "Todos os deuses dos gentios são demônios".



Isaías 44, 6: "Eis o que diz o Senhor , rei de Israel, e seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro e sou o último, e fora de mim não há Deus."



Isaías 45,21-22: "... Deus justo e salvador não o há fora de mim. Convertei-vos a mim, e sereis salvos, vós todos os povos da terra, porque eu sou Deus e não há outro."



Pelo Antigo Testamento só há um único Deus verdadeiro, que é o de Israel. Todos os outros, são demônios: Braman, Shiva, Vishnu, Alá, Moloc, Zeus, Apolo, Mercúrio, Tupã, etc.



Os exemplos de Moisés e principalmente de Elias, dois do maiores santos da história, são neste sentido, anti-ecumênicos:



Moisés destruiu o bezerro de ouro, feito pelos israelitas, enquanto ele estava no Monte Sinai: "E pegando no bezerro que tinham feito, queimou-o e esmagou-o..."(Êxodo, 32,20). E depois, Moisés puniu os culpados: "... e cerca de vinte e três mil caíram (mortos) naquele dia..." (Êxodo, 32, 28).



Elias convidou os sacerdotes de Baal para um duelo: eles iriam ao Monte Carmelo e invocariam Baal, enquanto Elias rezaria ao Deus de Israel, para que enviasse fogo do céu, a fim de consumir uma vítima oferecida em sacrifício, quem tal fizesse, esse seria o Deus verdadeiro.



No Monte designado, Baal não aparecia, Elias debochava e falava: "Gritai mais alto, porque ele é um deus, e talvez esteja em viagem, ou numa estalagem, dorme e necessita que o acordem" (3 Reis, XVIII, 27-28).



O Deus verdadeiro apareceu e consumiu a vítima. Os sacerdotes de Baal, vendo sua derrota, se preparavam para fugir, mas Elias não deixou: "Apanhai os profetas de Baal, e não escape nenhum só. E, tendo-os agarrado, Elias levou-os à torrente de Cison, e ali os matou". (3 Reis, XVIII, 40).







No Novo Testamento temos a confirmação de que só um Deus é o verdadeiro. E é fundada a única Igreja verdadeira...



São Mateus 4,8-10: "De novo o demônio o transportou a um monte muito alto, e lhe mostrou todos os reinos do mundo e a sua magnificência. E lhe disse: Tudo isto te darei, se prostrado, me adorares. Então Jesus disse-lhe: Vai-te Satanás, porque está escrito: O Senhor teu Deus adorarás, e a Ele só servirás".



Pelo texto, temos duas conclusões:



Todos os reinos do mundo serviam a Satanás.

Só é possível adorar a um só Deus.

S. João,VI, 68: "A quem haveremos de ir? Só vós (Cristo) tendes palavras de vida eterna"



Atos, 4,12: "e não há salvação em nenhum outro. Porque sob o céu, nenhum outro nome (Cristo) foi dado aos homens, pelo qual nós devamos ser salvos".



I Cor. X, 19,22: "Ou que o ídolo é alguma coisa?(De modo nenhum) antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, sacrificam-nas aos demônios e não a Deus. E não quero que tenhais sociedade com os demônios; não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios: não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios".







Ao longo da história da Igreja, houve sempre o dogma de que só há uma Igreja verdadeira, e fora dela não há salvação. Sendo assim, não há liberdade religiosa, de crença, de culto. Olhemos para estes ensinamentos:



São Cipriano (séc. III): "Não há salvação fora da Igreja".



Credo de Santo Atanásio (séc. IV), oficial da Igreja Católica: " Todo aquele queira se salvar, antes de tudo é preciso que mantenha a fé católica; e aquele que não a guardar íntegra e inviolada, sem dúvida perecerá para sempre (...) está é a fé católica e aquele que não crer fiel e firmemente, não poderá se salvar".



Papa Inocêncio III (1198-1216): "De coração cremos e com a boca confessamos uma só Igreja, que não de hereges, só a Santa, Romana, Católica e Apostólica, fora da qual cremos que ninguém se salva".



IV Concílio de Latrão(1215), infalível, Canon I: "...Há apenas uma Igreja universal dos fiéis, fora da qual absolutamente ninguém é salvo...". Canon III: "Nós excomungamos e anatematizamos toda heresia erguida contra a santa, ortodoxa e Católica fé sobre a qual nós, acima, explanamos...".



Papa Bonifácio VIII (1294-1303): "Por apego da fé, estamos obrigados a crer e manter que há uma só e Santa Igreja Católica e a mesma apostólica e nós firmemente cremos e simplemente a confessamos e fora dela não há salvação nem perdão dos pecados (...) Romano Pontífice, o declaramos, o decidimos, definimos e pronunciamos como de toda necessidade de salvação para toda criatura humana.



Concílio de Florença (1438-1445): "Firmemente crê, professa e predica que ninguém que não esteja dentro da Igreja Católica, não somente os pagãos, mas também, judeus, os hereges e os cismáticos, não poderão participar da vida eterna e irão para o fogo eterno que está preparado para o diabo e seus anjos, a não ser que antes de sua morte se unirem a Ela(...).



O Concílio infalível de Trento (1545-1563) além de condenar e excomungar os protestantes, reiterou tudo o que os Concílios anteriores declararam, e ainda proferiu : "... nossa fé católica, sem a qual é impossível agradar a Deus..."



Papa Pio IV (1559-1565), um dos papas do Concílio de Trento: "... Esta verdadeira fé católica, fora da qual ninguém pode se salvar..." (Profissão de fé da Bula "Iniunctum nobis" de 1564)



Papa Benedito IV (1740-1758): "Esta fé da Igreja Católica, fora da qual ninguém pode se salvar...".



Papa Gregório XVI (1831-1846), Mirari Vos: "Outra causa que tem acarretado muitos dos males que afligem a Igreja é o indiferentismo, ou seja, aquela perversa teoria espalhada por toda a parte, graças aos enganos dos ímpios e que ensina poder-se conseguir a vida eterna em qualquer religião, contanto que se amolde à norma do reto e honesto. Podeis com facilidade, patentear à vossa grei esse erro tão execrável, dizendo o Apóstolo que há um só Deus, uma só fé e um só batismo (Ef. 4,5): entendam, portanto os que pensam poder-se ir de todas as partes ao Porto da Salvação que, segundo a sentença do Salvador, eles estão contra Cristo, já que não estão com Cristo(Luc. 11,23) e os que não colhem com Cristo dispersam miseravelmente, pelo que perecerão infalivelmente os que não tiverem a fé católica e não a guardarem íntegra e sem mancha(Simb. Sancti Athanasii).(...) Desta fonte lodosa do indiferentismo promana aquela sentença absurda e errônea, digo melhor disparate, que afirma e que defende a liberdade de consciência. Esse erro corrupto que abre alas, escudado na imoderada liberdade de opiniões que, para confusão das coisas sagradas e civis, se estende por toda parte, chegando a imprudência de alguém asseverar que dela resulta grande proveito para a causa da religião. Que morte pior há para a alma do que a liberdade do erro?, dizia Santo Agostinho (Ep. 166)".







Teses condenadas, pelo Papa Pio IX (1846-1878), no Syllabus:



15a "É livre a qualquer um abraçar o professar aquela religião que ele, guiado pela luz da razão, julgar verdadeira".



16a "No culto de qualquer religião podem os homens achar o caminho da salvação e alcançar a mesma eterna salvação"..



17a "Pelo menos deve-se esperar bem da salvação eterna daqueles todos que não vivem na verdadeira Igreja de Cristo".



18a "O protestantismo não é senão outra forma da verdadeira religião cristã na qual se pode agradar a Deus do mesmo modo que na Igreja Católica".



21a "A Igreja não tem poder para definir dogmaticamente que a religião da Igreja Católica é a única religião verdadeira"







Outro texto de Pio IX: "(...) não temem fomentar a opinião desastrosa para a Igreja Católica e a salvação das almas, denominada por Nosso Predecessor, de feliz memória, de ‘loucura’ (Mirari Vos) de que a ‘liberdade de conciência e de cultos é direito próprio e inalienável do indivíduo que há de proclamar-se nas leis e estabelecer-se em todas as sociedades constituídas; (...) Portanto, todas e cada uma das opiniões e perversas doutrinas explicitamente especificadas neste documento, por Nossa autoridade apostólica, reprovamos, proscrevemos e condenamos; queremos e mandamos que os filhos da Igreja as tenham, todas, por reprovadas, proscritas e totalmente condenadas". (Quanta Cura)



Papa Leão XIII (1878-1903), encíclica Libertas Praestantissimum: "(...) oferecer ao homem liberdade (de culto) de que falamos, é dar-lhe o poder de desvirtuar ou abandonar impunemente o mais santo dos deveres, afastando-se do bem imutável, a fim de se voltar para o mal. Isto, já o dissemos, não é liberdade, é uma escravidão da alma na objeção do pecado."



Papa Pio XI (1922-1939), Mortalium Animus: " Os esforços [do falso ecumenismo] não tem nenhum direito à aprovação dos católicos porque eles se apoiam sobre esta opinião errônea que todas as religiões são mais louváveis naquilo que elas revelam, e traduzem todas igualmente, se bem que de uma maneira diferente, o sentimento natural e inato que nos leva para Deus e nos inclina ao respeito diante de seu poder(...) Os infelizes infestados por esses erros sustentam que a verdade dogmática não é absoluta, mas relativa, e deve pois, se adaptar às várias exigências dos tempos e lugares às diversas necessidades das almas".(...) "Os artesãos dessas empresas não cessam de citar ao infinito a Palavra de Cristo: ‘Que todos sejam um. Haverá um só rebanho e um só pastor’( Jo XVII,21; X,16), e eles repetem esses texto como um desejo e um voto de Cristo que ainda não teria sido realizado. Eles pensam que a unidade da fé e de governo, característica da verdadeira e única Igreja de Cristo, quase nunca existiu no passado e que não existe hoje... Eles afirmam que todas ( as igrejas) gozam dos mesmos direitos; que a Igreja só foi Una e Única, no máximo da época apostólica até os primeiros Concílios Ecumênicos(...). Tal é a situação. É claro, portanto, que a Sé Apostólica não pode por nenhum preço tomar parte em seus congressos, e que não é permitido, por nenhum preço, aos católicos aderir a semelhantes empreendimentos ou contribuir para eles; se eles o fizerem dariam autoridade a uma falsa religião cristã completamente estranha à única Igreja de Cristo"



Vejamos o que tem a dizer o maior papa do século, São Pio X (1903-1914), ele tem a autoridade dos papas e a virtude dos santos. Talvez seja a melhor pessoa, neste século, para falar sobre isso. Ele fez o chamado Catecismo Maior, em 1905. O primeiro Catecismo foi ordenado pelo Concílio de Trento, e foi publicado pelo Papa S. Pio V, em 1566, e é um resumo de toda doutrina principal que a Igreja sempre ensinou, colocada de forma fácil, para que todos possam compreender e obedecer.







"Catecismo da Doutrina Cristã", voz infalível do ensinamento dos Papas e dos Concílios:



149- Que é a Igreja Católica?

A Igreja Católica é a sociedade ou reunião de todas as pessoas batizadas que, vivendo na terra, professam a mesma fé e a mesma lei de Cristo, participam dos mesmos sacramentos, e obedecem aos legítimos Pastores, principalmente ao Romano Pontífice.



153- Então não pertencem à Igreja de Jesus Cristo as sociedades de pessoas batizadas que não reconhecem o Romano Pontifice por seu chefe?

Todos os que não reconhecem o Romano Pontifice por seu chefe , não pertencem à Igreja de Jesus Cristo.



156- Não poderia haver mais de uma Igreja?

Não pode haver mais de uma Igreja, porque, assim com há um só Deus, uma só fé e um só Batismo, assim também não há nem pode haver senão uma só Igreja verdadeira.



168- Pode alguém salvar-se fora da Igreja Católica, Apostólica, Romana?

Não. Fora da Igreja Católica, Apostólica, Romana, ninguém pode salvar-se, como ninguém pôde salvar-se do dilúvio fora da arca de Noé, que era figura desta Igreja.



Ou, ainda em outro documento, São Pio X, condenando, as teses modernistas: "Toda religião, não excetuada sequer a dos idólatras, deve ser tida por verdadeira(...). E os modernistas de fato não negam, ao contrário, concedem, uns confusa, e outros manifestamente, que todas as religiões são verdadeiras(...). Quando muito, no conflito entre as diversas religiões, os modernistas poderão sustentar que a Católica tem mais verdade, porque é mais viva e merece mais o título de Cristã, porque mais completamente corresponde o título de Cristã, porque mais completamente corresponde às origens do cristianismo".



Cremos ter provado que, pela Igreja Católica: só há uma Igreja verdadeira, fora da qual não há salvação;



Além disso, havendo um só Deus, consequentemente, só pode haver uma Igreja verdadeira.



Essas proposições valem para sempre.



--------------------------------------------------------------------------------

Marcelo Andrade - "Fora da Igreja não há salvação"

Jones Bernardes Machado

Mensagens : 13
Data de inscrição : 11/09/2008
Idade : 25
Localização : Petrópolis, RJ

Ver perfil do usuário http://ecce-panis.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qua Jun 09, 2010 2:40 pm

Eu concordo com o que disse Allan Cabral em pôr em pé de igualdade Igreja Católica e Igrejas Protestantes, Ortodoxas e Outras Igrejas.
Todas as igrejas, pelos vistos fazem parte do que afinal os católicos chamam de "igreja militante" que será este mundo onde foi semeado o «trigo e o joio», e isto está de acordo com as palavras do Cristo ao falar da forma como iria nascer o futuro « Reino de Deus ». (Mateus 13)

Mas qual é a Igreja imaculada do Cristo?! ( a sua esposa)
Ele quis apresentá-la esplêndida, como Igreja sem mancha nem ruga, nem coisa alguma semelhante, mas santa e imaculada.
(Efésios 5,27)
Não é nenhuma destas igrejas a igreja imaculada do Cristo, mas sim o trigo que for recolhido depois da ceifa, isto é: o que os teólogos católicos chamam de «igreja triunfante». Na verdade ela não é Católica, nem Romana, nem Protestante, nem Ortodoxa; mas «de Cristo».
Quanto a religião, que eu não confundo com Igreja, devo lembrar o que está escrito em Tiago 1, 27
A religião pura e sem mácula diante daquele que é Deus e Pai é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e não se deixar contaminar pelo mundo.
(Tiago 1,27)

Obs. Eu não gosto de chamar de «primitivos» aos cristãos que viveram nos primórdios do Cristianismo; eles não foram «primitivos» no sentido pejorativo do termo, mas os primeiros; os pioneiros.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 780
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja verdadeira..

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 9 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum