Seita e Religião

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seita e Religião

Mensagem por Rafaela Botelho em Dom Out 19, 2008 7:24 pm

(Esse tópico encaixa aqui?)

Olá,
Como vão?

Bom...
Quais são os critérios que definem se um grupo é uma Seita ou Religião?

Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Antônio Seixas em Sab Out 25, 2008 12:03 am

Rafaela, essa é mais uma questão de sociologia da religião que teologia propriamente dita.

Em primeiro lugar, o que é uma religião em si?

A religião é um fenômeno intelectual puramente humano, que nos diferencia dos demais animais, possuindo dois marcos iniciáticos: a capacidade de refletir (consciência psicológica) e o senso religioso, que nos põe em contato com valores transcendentes, decorrentes da necessidade humana de uma explicação para a vida póstuma. Qual a conseqüência disso, você me perguntará?

Na origem a palavra religião é geralmente derivada do verbo latino religare, ou seja, seria o conjunto de elementos que ligam o homem a divindade. Esses elementos necessariamente precisam ser (pois são constitutivos da essência do fenômeno):

a)uma profissão de fé clara
b)um culto a divindade (que compreende adoração, louvor, expiação e súplica)
c)um código de conduta ou vida moral definida.

Sem esses três elementos não teremos uma religião propriamente dita.

Agora, e quando teremos uma seita? Quando faltar um dos três elementos acima descritos. Na maioria das vezes, principalmente no neo-pentecostalismo, temos uma ausência de uma profissão de fé estruturada, pautada num subjetivismo antropocêntrico.

Santa Filósofa Edith Stein, rogai por nós
avatar
Antônio Seixas

Mensagens : 62
Data de inscrição : 18/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Rafaela Botelho em Sab Out 25, 2008 8:00 am

Olá Antônio.
Tudo bem?

Ok, obrigada.

a) uma profissão de fé clara

Então, quando é algo meio oculto = seita. Né?

Fica com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Antônio Seixas em Seg Out 27, 2008 2:49 pm

Não necessariamente oculta. Apenas não mal definida. Na maioria das vezes fica a cargo do criador da igreja, seguindo o balanço das ondas, ir definidindo os artigos de fé. Não há nada estruturado, ou contrário do credo católico.
avatar
Antônio Seixas

Mensagens : 62
Data de inscrição : 18/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Antônio Seixas em Qua Out 29, 2008 2:03 am

Achei um artigo de D. Estevão Bettencourt sobre as seitas muito oportuno para esse tópico:


http://www.cleofas.com.br/virtual/texto.php?doc=ESTEVAO&id=deb0088
avatar
Antônio Seixas

Mensagens : 62
Data de inscrição : 18/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Thales em Sab Maio 09, 2009 1:06 am

Pergunta aguardando resposta oficial.
avatar
Thales
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 252
Data de inscrição : 08/08/2008
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 09, 2009 7:52 am

Caríssimos,
Que a paz do Senhor esteja com todos!
Não tenho propriedade neste assunto. Entretanto, tenho um texto a esse respeito do Pe. Inácio José do Vale, professor de História da Igreja, texto este que, sendo muito interessante, estou transcrevendo ítem por ítem:
1. Sentido Neutro
Para estabelecer a conceituação de seita´, é preciso remontar à etimologia do vocábulo e ao uso que dele se fez ao longo da história.
A palavra seita deriva diretamente do latim clássico "SECTA" (de sequi=seguir), e indicava um grupo que seguia um mesmo mestre ou uma mesma doutrina filosófica, literária, política. Nem o termo latino "SECTA", nem o seu equivalente grego "HAIRESIS", tinham, na língua clássica, qualquer nota pejorativa ou ofensiva. Assim, dizia-se em latim "sectam stoicorum sequi" - "seguir a seita dos estóicos" (Cícero), no sentido de "seguir a escola filosófica dos estóicos"; como em grego se dizia "seguir a heresia peripatética" ou a "Heresia estóica", para indicar as escolas (ou "seitas") de Aristóteles e de Zenon.
CONTINUO MAIS TARDE !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Seg Nov 09, 2009 4:49 pm

muito interessante o tema...achei algo interessante que define Seita...

A palavra grega (haí·re·sis, da qual deriva a palavra “heresia”) assim traduzida significa “escolha” (Le 22:18, LXX) ou “aquilo que é escolhido”, portanto, “um grupo de homens que se separam de outros e seguem seus próprios princípios [seita ou partido]”. (Greek-English Lexicon of the New Testament [Léxico Grego-Inglês do Novo Testamento], de Thayer, 1889, p. 16) Este termo é aplicado a aderentes de dois ramos destacados do judaísmo, os fariseus e os saduceus. (At 5:17; 15:5; 26:5) Os não-cristãos também chamavam o cristianismo de “seita” ou de “seita dos nazarenos”, possivelmente encarando-o como derivado do judaísmo. — At 24:5, 14; 28:22.

para além de suas crenças não se apoiarem no cristianismo, inteiramente, uma seita tem um lider humano bem definido e que as pessoas o seguem...

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 09, 2009 7:24 pm

CONTINUAÇÃO DO TEXTO DO PE. INÁCIO JOSÉ DO VALE

2. Sentido Negativo

A palavra "SECTA" - ao que parece - adquiriu sua nota pejorativa ao ser empregada pela Vulgata para traduzir o vocábulo grego "HAIRESIS", o qual é empregado com significado negativo em algumas passagens do Novo Testamento.

A palavra "SECTA" deixou de lembrar seu sentido primitivo de seguir e passou a significar uma separação em relação à otodoxia ou à disciplina da Igreja.

Por esta razão, muitos talvez baseados no sentido novo que a palavra "SECTA" (seita) havia adquirido, foram buscar-lhe outra etimologia no verbo "SECARE" = "CORTAR, SEPARAR". Tal etimologia, embora incorreta, ajuda a captar inteiramente o sentido atual do vocábulo "SEITA", que é o de "SEPARAÇÃO, DISSIDÊNCIA".

Pela relação já apontada entre os dois vocábulos, para a conceituação de "SEITA" é preciso estudar o termo "HAIRESIS (HERESIA)", que a Vulgata traduz por "SECTA (SEITA)" cinco das nove vezes em que ele ocorre no Novo Testamento (escrito nessa língua, à excessão do Evangelho de São Mateus).


CONTINUO MAIS TARDE !

Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Nov 10, 2009 5:41 am

3. "Seita" e "Heresia", termos correlatos

"HAIRESIS", etimologicamente, indica a ação de "conquistar"; metaforicamente, passou a significar "escolha, preferência", sobretudo na ordem doutinária; de onde a significação de "escola filosófica, literária, política e seita religiosa", sem a idéia de desaprovação ou censura.

Já entre os judeus, a palavra grega "HAIRESIS (HERESIA) servia para designar as "seitas" ou seja, as correntes religiosas quer as ortodoxas, quer as que se afastavam das tradições rabínicas. Assim, os Atos dos Apóstolos referm-se à "seita dos saduceus" (5,17) e mais tarde à "seita dos fariseus" (15,5). São Paulo, defendendo-se diante do Precônsul romano Festo e do Rei Agripa, emprega o termo seita (em grego HAIRESIS) num sentido não pejorativo: "Há muito tempo que (os judeus) me conhecem e, se quiserem, atestarão que vivi segundo a seita mais regorosa de nossa religião, como fariseu" (At 26,5). Os judeus tomam a palavra seita em sentido pejorativo, para se referir ao Cristianismo nascente, quando da acusação de São Paulo ante o Precônsul Félix: "Nós consideramos pestífero este homem, que excita sedições entre os judeus de todo o mundo, e é cabeça da seita dos nazarenos". ao que São Paulo responde: "Eu, porém, confesso em tua presença: segundo a doutrina (SECTAM, na Vulgata) que eles chamam de heresia (HAERESIM), sirvo a meu Pai e meu Deus, crendo todas as coisas que estão escritas na lei e nos profetas" (At 24,5.14).

Porém, na Epístola aos Gálatas, o próprio São Paulo emprega o termo "HAIRESIS" (SECTAE, na Vulgata), como algo dígno de vitupério, por atentar contra a unidade da "EKKLESÍA" (Igreja): "Ora, as obras da carne são manifestas: a fornicação, a ompureza... as rixas, as discórdias, as seitas (5,19-21). Do mesmo modo São Pedro, em sua Segunda Epístola: "Assim como entre o povo houve falsos profetas, também haverá entre vós falsos doutores, os quais introduzirão sorrateiramente seitas de perdição...". E pouco adiante: "Atrevidos, comprazendo-se em si mesmos, não temem introduzir novas seitas e blasfemar..." (2Pd, 2,10).

Daí em diante os autores eclesiásticos usarem comumente a palavra seita com este significado, intimamente ligado ao conceito de heresia (escolha, preferência doutrinária) e também - como se verá - ao de cisma (ruptura da unidade celestial).


CONTINUO MAIS TARDE !

Fiquemos na paz do Senhor!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Nov 11, 2009 5:46 am

4.Outro conceito correlato: "cisma"
Conceito correlato com o de "HERESIA" é o de "CISMA", cujo estudo é igualmente indispensável para a conceituação de "SEITA".
A palavra "CISMA" (em latim "SCHISMA"), é de origem grega e significa "divisão, separação, ruptura". Segundo Santo Isidoro, deriva-se de "CISÃO DE PARECERES" ("SCISSURA ANIMARUM").
"CISMA" designa, assim, tanto o ato de romper quanto o novo grupo formado à parte. A este grupo cismático passou-se igualmente a designar por "SEITA".
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Nov 13, 2009 12:39 pm

5. "Seita" e "Culto": Termos Sinônimos

Cabe aqui ainda examinar mais um termo: "CULTO".

A palavra "CULTO" vem do verbo latino "colo, colis, colere, colui, cultum", cujos primeiros significados são: habitar, cuidar de, proteger, querer bem a, agradar a, e, por extensão, "honrar, cultuar, venerar, respeitar".

Em seu sentido próprio, a palavra "CULTO" indica, pois, as homenagens religiosas prestadas a Deus, aos anjos e aos santos; designa também as homenagens civis prestadas às autoridades, aos símbolos da pátria, aos heróis; e ainda as homenagens familiares ou sociais tributadas aos pais, às pessoas mais velhas ou de respresentação social.

Na década de 1030, sociólogos americanos adotaram este termo para designar certa categoria de grupos religiosos do gênero das seitas, mas que apresentavam algumas características particulares.

Atualmente a palavra vem sendo empregada nos paises de lingua inglesa, tanto na linguagem corrente como nos escritos dos especialistas, para referir-se aos novos movimentos religiosos que estão sendo contestados, os quais são designados por seitas nas outras línguas. Embora não tendo nenhuma relaçõ etimológica com esse vocábulo, o termo "CULTO" (em inglês, CULT) passou a ser, nos referidos países, um sinônimo quase perfeito de seita, assimilando sua conotação newgativa e recebendo toda a carga emocional que recai sobre ela.

Que o bom Deus nos livre de todas as seitas e heresias. Estas são pragas que faz adoecer e matar muitas pessoas na fé.

"A UNIDADE DOS HEREGES É O CISMA" (Tertuliano (c. 160 - c. 230)


(Pe. Inácio José do Vale)
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Sex Nov 13, 2009 1:29 pm

achei muito interessante a sua pesquisa sobre estas palavras... flávio.
religião, seita, culto... são palavras usadas para descrever o que muitas pessoas se devotam...

de facto, existem milhares de pessoas com conotação religiosa diferente e que se dizem "cristãos"... mas será que fazem mesmo aquilo que Cristo fez?...pois ser cristão significa seguir de perto os seus passos e obedecer á sua ordem e isto é para TODOS os cristãos e não apenas para alguns...

claro que isso não quer dizer que todos tenham o mesmo poder que ele demonstrou e os apóstolos de curar, expulsar demónios e...ressuscitar pessoas da morte... mas têm o poder de evangelizar, pregar a todas as pessoas sobre os propósitos de Deus.

Jesus foi maior exemplo nesse aspecto e o apóstolo Paulo foi incansavel... e Jesus ensinou os seus discipulos a fazê-lo e mandou-os aos pares... uns 70 foram pregar e voltaram com bons relatos...

o que pregavam? sobre o futuro reino, foi a mensagem clara de Jesus para divulgarem...

e o que os evangelhos e as cartas nos ensinam?

que para servirmos a Deus temos de cumprir requisitos, ou seja, cumprir com os seus mandamentos e isso não envolve só amar o próximo como muitos afirmam que basta...

é amar a Deus sobre todas as coisas e isso significa obedecer a todos os mandamentos...por exemplo...
quem gosta de beber demais de vez em quando, quem namora e tem relações sexuais antes de casar, quem se droga e isso envolve tb o tabaco, recorrer a medium espiritas para saber sobre mortos, futuro, dinheiro, amor, etc... quem mente mesmo que seja só para se safar naquele momento e não é uma mentira que prejudique alguém... não herdarão o reino entre outras práticas...

1corintios 6:9-11, romanos 12:1,2, 2corintios 7:1,romanos 13:13,apoc. 21:8, joão 8:44

mas quem fizer tal prática sem se arrepender terá de deixar de ser chamado cristão-

(1 Coríntios 5:11-13) . . .Mas, eu vos escrevo agora para que cesseis de ter convivência com qualquer que se chame irmão, que for fornicador, ou ganancioso, ou idólatra, ou injuriador, ou beberrão, ou extorsor, nem sequer comendo com tal homem. 12 Pois, o que tenho eu que ver com o julgamento dos de fora? Não julgais vós os de dentro, 13 ao passo que Deus julga os de fora? “Removei o [homem] iníquo de entre vós.”

mas infelizmente muitas organizações continuam a permitir que seus membros continuem, apesar de sua flagrante conduta pecaminosa,em que todos acham que é normal devido á sociedade permissiva que vivemos e isso infelizmente traz a chamada "hipocrisia religiosa"... isso não aconteceu no inicio da congregação cristã no tempo dos apóstolos... pois as congregações eram limpas desse tipo de pessoas...mas claro se se arrependessem poderiam voltar

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 19, 2009 6:23 am

Meu Caro Vieira,

Que a paz do Senhor esteja no seu coração.

Gostei muito do seu colóquio, pois ele demonstra o zêlo que você tem pela comunidade dos cristãos, fundamentado principalmente nos escritos de São Paulo, o que é louvável, pois seria muito bom se no nosso meio só estivessem pessoas edificadas na fé e de irrepreensível conduta. Assim, a Igreja cresceria muito mais em santidade. Neste ponto, concordo com você.

Entretanto, vejo esta questão como uma forma muito mais voltada para o zêlo que obviamente devemos ter, do que para a realidade que encontramos, também fundamentada na Palavra de Deus. É neste confronto de idéias, concepções e interpretações que crescemos e amadurecemos no conhecimento das coisas que são do Senhor.

Quando revisitamos algumas passagens do Evangelho, encontramos fortes argumentos que fundamentam a não acepção de pessoas. Dentre estas passagens, a parábola do Joio e do Trigo nos mostra que é necessário que o joio e o trigo cresçam juntos até a colheita. Neste episódio, perguntaram ao semeador: "Queres que arranquemos o joio? Não, disse ele; arrancando o joio, arriscais a tirar também o trigo. Deixai-os crescer juntos até a colheita" (Mt 13, 29-30).

Mais na frente, Jesus explica que o joio e o trigo são uma referência aos homens bons e aos maus (Mt 13, 36-43).

Na prática, é necessário que entre os cristãos autênticos estejam presentes aqueles que chegam por acaso, ou que são convidados, independentemente de sua conduta. A conversão do homem pode acontecer a qualquer momento de forma instantânea, bem como também de forma mediata, que exige tempo, exige acompanhamento. Muitas pessoas travam uma luta contra o inimigo que dura anos entre uma e outra dentre tantas batalhas, até que derrotem o pecado ou sejam por este derrotadas.

As pessoas são diferentes, e nesta condição, agem de formas diferentes, formas estas que dependem de vários fatores que incluem a formação que receberam no lar, ciclos de amizades e convívios, amor, traumas e tantas outras situações que podem tanto facilitar quanto dificultar a ação da graça que propicia o momento da conversão definitiva. Mas esse tempo é diferente de uma pessoa para outra.

Entendo que manter as pessoas de mau conduta longe dos cristãos é muito cômodo para a Igreja, mas ao mesmo tempo, faz com que os outros que não convivem com eles deixem de ouvir a Palavra de Deus, deixem de presenciar o testemunho dos crentes e pereçam como decorrência da acepção de pessoas.

Jesus nos diz que somos a luz do mundo. Entendo que esta luz da graça deve iluminar as trevas do pecado. Neste sentido, valho-me de um pensamento de Santo Agostinho:

"O Deus que te criou sozinho não te salvará sozinho"

Assim, entendo que somos responsáveis pela salvação daqueles que andam nas trevas dos pecados mais profundos. Precisamos ter amor por eles ao ponto de comprometermo-nos com o seu resgate.


Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Qui Nov 19, 2009 8:10 am

O apostolo paulo mudou mas a questão não é de conversão de
pessoas que eram alheias á lei divina…




Duas uma: quem tem obrigação de ensinar as pessoas sobre a
lei e não o faz como deveria ser ou as pessoas não querem saber de tais leis…


Cuidado quem ensina…


(Mateus 23:13) . . .“Ai de vós, escribas e
fariseus, hipócritas! porque fechais o reino dos céus diante dos homens; pois,
vós mesmos não entrais, nem deixais entrar os que estão em caminho para entrar.



(Mateus 15:14) . . .Deixai-os. Guias cegos é o que
eles são. Se, pois, um cego guiar outro cego, ambos cairão numa cova.”


Cuidado quem deveria fazer…


(Tiago 1:22-27) . . .Entretanto, tornai-vos
cumpridores da palavra
e não apenas ouvintes, enganando-vos com falsos
raciocínios
. 23 Porque, se alguém for ouvinte da palavra e não cumpridor,
este é igual a um homem que olha para o seu rosto natural num espelho.
24 Pois, ele olha para si mesmo e vai embora, e esquece imediatamente que
sorte de homem ele é. 25 Mas aquele que olha de perto para a lei perfeita
que pertence à liberdade e que persiste nisso, este, porque se tornou, não
ouvinte esquecediço, mas fazedor da obra, será feliz em fazê-la. 26 Se
algum homem achar que é adorador formal, contudo não refrear a sua língua, mas
prosseguir enganando seu próprio coração, a forma de adoração de tal homem é
fútil.
27 A forma de adoração que é pura e imaculada do ponto de vista de
nosso Deus e Pai é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas na sua tribulação, e
manter-se sem mancha do mundo.


(Romanos 12:1-2) . . .Conseqüentemente, eu vos
suplico, irmãos, pelas compaixões de Deus, que apresenteis os vossos corpos
como sacrifício vivo, santo [e] aceitável a Deus, um serviço sagrado com a
vossa faculdade de raciocínio
. 2 E cessai de ser modelados segundo este
sistema
de coisas, mas sede transformados por reformardes a vossa mente, a fim
de provardes a vós mesmos a boa, e aceitável, e perfeita vontade de Deus.


A sociedade não é normal e os cristãos não podem fazer parte
dela embora a maioria o faça…


(João 15:19) . . .Se vós fizésseis parte do mundo,
o mundo estaria afeiçoado ao que é seu. Agora, porque não fazeis parte do
mundo
, mas eu vos escolhi do mundo, por esta razão o mundo vos odeia.


(Isaías 5:20) . . .Ai dos que dizem que o bom é mau e que o
mau é bom,. . .


como sabemos se estamos no caminho certo para a aprovação de Deus?

(Efésios 5:10) . . .Persisti em certificar-vos do que é aceitável para o Senhor;

é um assunto muito sério...envolve a nossa vida e pode levar outros a tropeçar por causa da nossa conduta...

"se ele que é servo de Deus faz porque não posso eu tb o fazer?" CUIDADO!!!

podemos não entender porque Deus proibe tal coisa mas sabemos que é o que é mau que ele proibe...
mas a maioria das coisas entendemos as más consequências e se não entendemos está na hora de fazer uma pesquisa cabal sobre o assunto...

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Qui Nov 19, 2009 8:25 am

a titulo de exemplo...

hoje é muito natural ter relações sexuais antes do casamento e não há problema nisso- diz a sociedade... mas o que Deus diz?

(1 Coríntios 6:9-10) . . .O quê! Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não sejais desencaminhados. Nem fornicadores(...)herdarão o reino de Deus.. . .

mais grave ainda em apocalipse os fornicadores estão no mesmo patamar que os assassinos e os espiritas!!!

bem, vejamos porque Deus diz que é mau...

-priva a pessoa de ter um casamento baseado no altruismo mas no egoísmo- a satisfação de seus desejos,
-auto-dominio e obediência a Deus,
-gravidez indesejada,
-doenças: sida, gonorreia, sifilis, insanidade mental pois pode afectar o forum psiquico e emocional, cegueira, danos no cérebro e no figado, esterilidade, morte ou suicídio,
- 2x+ probabilidade de se cometer adultério depois de se casar e grande probabilidade de divórcio...

- 1or.6:9, mateus 5:32 e 19:9, 1 tess. 4:3-8, prov. 7:23, rom. 1:24-27

todas as outras práticas têm as suas consequências bem definidas tal como estas... posso apresentar mais se alguém tiver curiosidade...

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 26, 2009 6:16 am

A compreensão do termo "seita", para além do estudo etimológico da palavra, tem várias vertentes. Considerando-se que, o cristianismo tem como original a Igreja Católica que é a primeira, para ela, a formação de uma seita representa a heresia, quando há a negação de uma verdade fundamental, cuja conseqüência é a formação de um novo grupo, de uma nova comunidade, de uma nova igreja, abrindo mão da unidade. Foi dessa maneira que ocorreu o cisma e a reforma. Entre os protestantes, o termo designa grupos dissidentes ou não conformistas.
Seita é, portanto, uma facção de uma religião organizada, um novo grupo que por qualquer razão, quebrou a unidade de fé, de doutrina, de pensamento, de governo e de qualquer aspecto pertinente à origem.
Do ponto de vista sociológico, o termo "seita" adquiriu uma definição mais precisa a partir dos estudos de Ernst Troeltsch, Reinhold Niebuhr e Liston Pope, que definiram que seita é todo grupo cismático nascido no interior de uma igreja organizada e em oposição a ela. Assim, obedecendo a uma autoridade "carismática", a seita se fundamenta por uma interpretação literal (ao pé da letra) dos textos sagrados, de maneira a fazer oposição questionando e atingindo os valores culturais e os costumes vigentes, em protesto contra a ordem previamente estabelecida.
O desenvolvimento das seitas contemporâneas teve sua origem na Reforma. Percorrendo a história a partir da Reforma, facilmente percebemos a proliferação de seitas que, consideradas as razões que levaram Lutero à dissidência, deveriam ser uma única releigião. Entretanto, a unidade que fora quebrada por tal movimento, passou a ser constantemente fragmentada. Dessa forma, a proliferação de doutrinas iniciada com a Reforma, teve fortes conseqüências entre os dissidentes anabatistas alemães e puritanos anglo-saxônicos que não aceitavam a relação e os compromissos estabelecidos entre a Igreja e o Estado. Entretanto, aquilo que fundamentava esta dissidência (o rompimento da relação Igreja/Estado), gerou novas dissidências a partir da concepção a respeito do livre arbítrio e do sacerdócio universal dos crentes. E haja novas seitas, novas doutrinas, novas "igrejas", a partir da DESUNIÃO inconseqüênte e proveniente do livre arbítrio.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquenos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 26, 2009 7:09 am

Seria impossível descrever a enorme quantidade de seitas provenientes da Reforma Protestante. Os luteranos atuais, por exemplo, fragmentaram substancialmente o pensamento de Lutero e já não são mais os mesmos, pois abandonaram e modificaram muitos dos seus fundamentos. As primeiras seitas protestantes na Alemanha, conhecidas pelo radicalismo social, pelo fanatismo e pela postura revolucionária encontraram forte oposição nos países baixos a partir do surgimento dos menonitas fundados por Menno Simons, cujo pensamento era mais moderado.
Nos Estados Unidos, em 1830, surgem os mórmons. Em 1831, surgem os adventistas, enfatizando a segunda vinda de Cristo, iproclamando incontáveis "profecias" que marcaram sucessivas datas (após cada erro de suas próprias profecias) para o fim do mundo. Em 1872, surgem as Testemunhas de Jeová que, de início, a exemplo dos adventistas, por várias vezes marcaram em suas "profecias" o fim do mundo, mas que no contemporâneo, deixaram um pouco de lado as "profecias do fim do mundo" (que nunca se cumpriram no tempo por elas determinado), se limitando a afirmar que o homem está nos ultimos dias e a combaterem as igrejas, considerando que são organizações dirigidas por Satanás.
No Brasil, todos os dias são fundadas novas seitas tanto por dissidência quanto por interesses financeiros, de forma que, explorando a ingenuidade popular, promovedm verdadeiros espetáculos de "cura", "exorcisomos", correntes de "prosperidade", subornando pessoas para exercerem, como num circo ou num teatro, os papéis de doentes e endemoniados que serão curados e libertados nos cultos, dentre outros absurdos.
As evidências inerentes à origem das seitas são muitas e só não vê quem não quer.
Afinal, o próprio Jesus afirmou: "Todo reino dividido contra si mesmo será destruido, toda casa dividida contra si mesma não pode subsistir" (Mt 12, 25).
Que o Senhor nos livre das seitas que, de acordo com a paixões dos seus mestres movidos pela oposição a Deus, buscam fragmentar a única, primeira e verdadeira de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Qui Nov 26, 2009 7:21 am

assim como o cristianismo foi considerado "seita" no seu tempo original pela religião predominante...seria diferente hoje com os verdadeiros cristãos?

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Yuri07 em Qui Nov 26, 2009 8:51 am

Quem são os verdadeiros cristãos?
Os primeiros cristãos se separaram do judaísmo, mas foi o próprio Deus feito homem quem fundou esse novo grupo. Difeferentemente das atuais seitas que foram fundadas por homens e de separações com esse grupo criado pelo próprio Deus: Igreja.
avatar
Yuri07

Mensagens : 173
Data de inscrição : 30/10/2009
Idade : 27
Localização : Recife, PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 26, 2009 12:46 pm

Antes do Cristianismo existia o Judaismo (QUE NÃO ERA O CRISTIANISMO). O Cristianismo surgiu a partir de Jesus Cristo, não sendo uma seita, visto que não foi uma dissidência ou facção do judaismo. Jesus fundou a sua ÚNICA IGREJA. As seitas provenientes do Cisma e da Reforma, sim, são dissidências ou facções da Igreja Católica, A PRIMEIRA, A ÚNICA, A ORIGINAL. As que vieram depois desta, podem até serem boas (pois falam de Deus), mas não foram fundadas por Jesus, não são a primeira, a única, a original.
Não posso crer de outra forma...

FIQUEMOS NA PAZ DO SENHOR!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 26, 2009 1:52 pm

CORREÇÃO:
No meu último colóquio escrevi de maneira equivocada:
"As seitas provenientes do Cisma e da Reforma, sim, são dissidências ou facções da Igreja Católica".
O correto é:
"As seitas provenientes do Cisma e da Reforma, sim, são dissidências ou facções que sairam da Igreja Católica".
Peço desculpas pelo lapso !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por são vieira em Qui Nov 26, 2009 3:31 pm

já acreditei nisso um dia ... gosto muito de investigar a história e alguns documentos registados na história mostram outro ponto de vista o qual gostaria que os examinassem...

Um Senado pagão acolheu Constantino em Roma e declarou-o principal
Augusto e Pontifex Maximus (Sumo Pontífice), isto é, sumo sacerdote das
religiões pagãs do império.

No seu Essays and Sketches (Ensaios e Rascunhos), o cardeal católico
romano John Henry Newman, do século 19, indica a origem de muitos
ensinos de sua Igreja, dizendo: “O fenômeno, admitido por todos os
lados, é o seguinte: — Que grande parte do que em geral é recebido como
verdade cristã, nos seus rudimentos ou nas suas partes separadas, é
encontrada nas filosofias e religiões pagãs. Por exemplo, a doutrina
duma Trindade é encontrada tanto no Oriente como no Ocidente; o mesmo
se dá com a cerimônia da ablução; o mesmo se dá com o rito do
sacrifício. A doutrina do Verbo Divino é platônica; a doutrina da
Encarnação é indiana.” Daí, replicando a um crítico que argumenta:
“Estas coisas existem no paganismo, portanto não são cristãs”, o
cardeal diz: “Nós, pelo contrário, preferimos dizer, ‘estas coisas
existem no cristianismo, portanto não são pagãs’.” Mas as suas fontes
são os ensinos babilônicos e gregos que existiram por séculos antes do
nascimento do catolicismo romano. Além disso, não se encontram na
Palavra de Deus, a Bíblia.

o que mais diz a história hoje?

o teólogo jesuíta McKenzie em seu livro The Roman Catholic Church (A Igreja Católica Romana; 1969):
“Entendo que o Catolicismo Romano começou com a conversão de
Constantino.” Igreja, ao invés de ser perseguida, tornou-se a
perseguidora.

Em 1986, a revista Liberty considerou como o Imperador Constantino, no
quarto século, ‘misturou a política e a religião, criando uma besta
“igreja-estado”’. Dizia, a respeito da situação atual: “Exatamente como
nos dias de Constantino, a Igreja está utilizando o Estado para
alcançar seus próprios fins.”


Um historiador, Paul Johnson diz: “Constantino nunca abandonou a adoração do sol e manteve o sol em suas moedas.”

A Catholic Encyclopedia observa: “Constantino favoreceu de modo igual ambas as religiões. Como sumo pontífice ele velou pela adoração pagã e protegeu seus direitos.”
“Constantino nunca se tornou cristão”, diz a enciclopédia Hidria, e acrescenta: “Eusébio de Cesaréia, que escreveu a biografia dele, diz que ele se tornou cristão nos últimos momentos da vida. Isso não é convincente, visto que, no dia anterior, [Constantino] fizera um sacrifício a Zeus porque também tinha o título de Sumo Pontífice.”

a biblia mostrava que após a morte dos apóstolos que viria a apostasia, ou seja, por meio de ensinos maculariam o cristianismo instituido por Cristo...
e estes relatos documentados mostram a mistura de paganismo e cristianismo... e que surgiu como igreja instituida apenas pouco mais de dois séculos depois...

para além disso, recebi um email de alguém que não é testemunha e que mostrava o significado de cada simbolo usado tanto nas vestes como nos ornamentos e é impressionante...

peço desculpa mas por mais que mostrem que são a verdade...eu não consigo acreditar nisso por tudo isto...

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por alessandro em Qui Nov 26, 2009 4:30 pm

sinceramente não entendi o pq disso tudo ser contra a Igreja.

qto a Constantino acho que tem muito exagero em cima da questão.

vale dizer que ele não declarou o cristianismo religião oficial do Império, apenas deu liberdade de culto aos cristãos.

qdo vejo arguemtos como os expostos pela vieira, as vezes tenho vontade de rir. após a morte dos apóstolos o cristianismo se perdeu e só depois de mais de 1500 anos alguém foi e descobriu a verdade...

e isso pq Cristo prometeu que as portas do inferno não prevaleceriam contra a igreja...

abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por alessandro em Qui Nov 26, 2009 4:32 pm

de qq forma este não é o assunto do tópico. peço que voltem a questão original.

abarços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seita e Religião

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum