Maria Mãe de Deus

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por alessandro em Sab Jan 03, 2009 9:13 pm

apaguei a ultima mensagem deste forum por se tratar da repetiçao de uma mensagem anterior.

abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Jan 03, 2009 9:16 pm

Caros amigos,

Para enriquecer um pouco a discussao gostaria de apresentar alguns textos antigos (dos Padres da Igreja e dos Concílios Ecumênico sobre o tema:

Concílio da União entre Orientais e Ocidentais
"Confessamos (...) Nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho único de Deus, Deus perfeito e homem perfeito (...), gerado antes dos séculos por seu Pai, segundo a divindade, e nos últimos dias, o mesmo, por causa de nós e para nossa salvação, gerado da Virgem Maria, segundo a humanidade. O mesmo consubstancial ao Pai por sua divindade e consubstancial a nós por sua humanidade, porque a união das duas naturezas se realizou. E é porque confessamos um só Cristo, um só Filho, um só Senhor que, neste mesmo pensamento da união sem mistura, confessamos a Santa Virgem Mãe de Deus, porque o Deus-Logos se encarnou" (Símbolo da União).

Vicente de Lérins
"Theotokos [=Mãe de Deus], mas não no sentido imaginado por certa heresia ímpia que sustenta que ela deva ser chamada a Mãe de Deus não por outro motivo, mas apenas porque deu à luz àquele homem que posteriormente se tornou Deus, exatamente como falamos de uma mulher como mãe de um sacerdote, ou mãe de um bispo, querendo dizer que ela era tal não por ter dado à luz a alguém já sacerdote ou bispo, mas dado à luz a alguém que posteriormente se tornou sacerdote ou bispo. Não dessa forma, afirmo, foi a santa Maria Theotokos - a Mãe de Deus - mas, pelo contrário, como disse anteriormente, porque em seu sagrado ventre se operou o mais sagrado dos mistérios pelo qual, por singular e única unidade de Pessoa, como a Palavra na carne é carne, assim o Homem em Deus é Deus" (Comentários 15).

Concílio Ecumênico de Calcedônia
"O sábio e salutar símbolo de Nicéia-Constantinopla era suficiente, pela graça de Deus, para fazer conhecer de maneira perfeita e para consolidar a verdadeira fé (...) Mas, uma vez que aqueles que procuram destruir o ensinamento da verdade difundiram, por suas heresias particulares, doutrinas vãs, alguns ousando desfigurar o mistério da Encarnação do Senhor diante de nós - recusando à Virgem o nome de 'Mãe de Deus' - os outros introduzindo miscelânea e confusão, imaginando loucamente que a carne e a divindade não são mais que única natureza, e supondo monstruosamente que, em função dessa mistura, a natureza divina do Filho único seja capaz de sofrer; por causa disso, desejando fechar a porta a todas as suas maquinações contra a verdade, o santo e grande Concílio ecumênico aqui presente, que ensina a inabalável doutrina pregada desde o começo, decidiu, antes de tudo, que a fé dos 318 padres [de Nicéia] deve permanecer ao abrigo de qualquer ataque. E ele confirma também o ensinamento acerca da essência do Espírito dado mais tarde pelos 150 padres reunidos na cidade imperial [de Constantinopla] por causa dos pneumatômacos: eles levavam ao conhecimento de todos que não desejavam acrescentar nada ao ensinamento de seus predecessores, como se este fosse incompleto, mas expunham claramente seu pensamento sobre o Espírito Santo, mediante o testemunho das Escrituras, contra aqueles que tentavam rejeitar sua Soberania (...) Seguindo, por conseguinte, os santos padres, proclamamos todos a uma só voz um único e mesmo Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, o mesmo perfeito em divindade, o mesmo perfeito em humanidade, o mesmo Deus verdadeiro e homem verdadeiro, feito de uma alma racional e de um corpo, consubstancial ao Pai segundo a divindade, consubstancial a nós segundo a humanidade, semelhante a nós em tudo, exceto no pecado, gerado pelo Pai antes de todos os séculos quanto à sua divindade, mas, nos últimos dias, para nós e para a nossa salvação, gerado por Maria, a Virgem, a Mãe de Deus, quanto à sua humanidade, um único e mesmo Cristo, Filho, Senhor, Filho unigênito, que reconhecemos possuir duas naturezas, sem confusão nem mudança, sem divisão nem separação; a diferença das naturezas não é absolutamente suprimida pela união, mas, ao contrário, as propriedades de cada uma das duas naturezas permanecem intactas e se unem numa única Pessoa ou hipostase" (Definição Dogmática).

Espero ter ajudado. Um grande abraço a todos.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por papista em Seg Jan 05, 2009 9:07 am

Não achei justo a retirada da minha mensagem. Pois, apesar de ser repetição, foi ignorada. Então biblicamente, pelo que foi postado acima, Maria é mãe de Deus (Kyrios).
avatar
papista

Mensagens : 52
Data de inscrição : 13/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por alessandro em Ter Jan 06, 2009 11:11 pm

ola papista,
a mensagem foi retira nao por causa do conteúdo, mas para facilitar a leitura do tópico por todos. Qdo achar que uma mensagem foi ignorada escreva pedindo uma releitura.
abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por alessandro em Ter Jan 06, 2009 11:18 pm

tenho que ler o tópico com mais atençao para postar minhas consideraçoes, mas pensei em uma analogia que poder ser útil

na concepção humana cada um dos pais contribui com metade do cógido genético. Sendo assim, metade dos gens que determinam minhas características me foram legadas por minha mãe e a outra metade por meu pai.

no entanto ninguém diz: sua mãe só mãe de metade de vc pq ela só contribuiu com metade. ao contrário, minha mãe é mãe de toda a minha pessoa. transportanto o exemplo para a discussão aqui tratada, é óbvio que aquilo que Maria legou ao seu Filho foi a humanidade, Maria não gerou a divindade no sentido forte, que é o de "criar" um Deus. Jesus foi o Verbo desde sempre. Mas ao se encarnar no seio de Maria assumindo a condição humana e nao perdendo a divindade, tomou essa como mãe. Maria não é mãe apenas da parte humana de Jesus (embora sua contribuição na geraçao aí esteja), como um minha mãe não é mãe de metade do alessandro. Maria é mãe de uma pessoa...

acho que o problema aqui está no conceito de maternidade...

abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Vinicius em Qua Jan 07, 2009 11:35 am

Maria é mãe de Jesus Cristo,
Jesus Cristo é Deus,
Logo, Maria é Mãe de Deus.
rsrsrs
Meus amigos que estudaram lógica em filosofia, podem ajudar...
Maria concebeu Jesus Cristo em sua natureza humana, por obra do Espírito Santo, como afirmou Alessando, nenhuma mãe é mãe pela metade, sendo que o ser que ela gera seja metade biologica do pai e da mãe, no caso de Maria enquanto Cristo assume a nossa condição sem deixar de ser Deus numa única pessoa, Maria assume a maternidade de Jesus como Mãe de Deus, isso é simples, no momento da concepção de Cristo, a parte humana é toda de Maria e a parte espiritual é divina, ou seja, a alma... mas essa alma, assume os estágios humanos de desenvolvimento, mesmo sendo Deus, ou seja o divino se torna humano elevando-o a sua condição.
Espero que tenha ajudado, não adianta estender se não crê, algumas questões podem ser até se prolongado, mas o importante é assumir uma postura, para que serve o dogma da Maternidade Divina na minha fé?
Esse dogma nos enisna o valor da maternidade, que é a coperação na criação, colocanado a mulher no seu devido lugar como responsável na formação da humanidade, e que a concepção apesar de ser um ato biológico e humano ela tem a participação de Deus na infusão da alma espiritual nesse ser, ele não é um produto, uma máquina, um robô, simplesmente ele é um ser humano, composto de corpo e alma, o dogma de Mãe de Deus, se resume, na verdade da beleza da geração de uma criança, o que a sociadade contemporânea não quer ver.
Abraços

Vinicius

Mensagens : 21
Data de inscrição : 07/01/2009
Idade : 33
Localização : Petrópolis, São José - Juiz de Fora

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estava ansioso por voltar aqui...

Mensagem por Binhokraus em Sex Jan 09, 2009 10:34 am

Na minha humilde opinião essa tem sido uma das discussões mais proveitosas desse fórum... Agora Vamos lá...
Bom ainda insisto em dizer que o problema esta localizado na Natureza de Cristo. Na teologia católica Cristo possui duas naturezas que não são dicotomicas, portanto não são separadas, ao partir dessa premissa fica fácil entender a afirmação de Mãe de Deus! Porém... a teologia protestante assume que Cristo tinha uma natureza dicotomica, portanto a natureza humana separada da divina, e com isso fica fácil duvidar da afirmação de Maria Mãe de Deus! Então o nosso primeiro objetivo, ao meu ver, seria esclarecer essa questão, para não fugirmos ao tópico, que foi criado pelo Jimi, com uma dúvida que é dele e portanto todas as repostas tem que ser voltadas em esclarece-lo, como tem acontecido, graças a Deus...

Agraciado Jimmi, em uma de suas afirmativas anteriores o PJ, lhe fez um questionamento, que creio eu, ser primordial para prosseguirmos essa discussão no sentido de esclarecer suas dúvidas. No texto citato, Isabel diz claramente, A MÃE DO MEU SENHOR! Como vc´s interpretam essa passagem e essa afirmativa de Meu Senhor? pq se for entendida como o Senhor Jesus, DEUS FILHO, temos que convir que até mesmo isabel disse mãe de DEUS, quando diz, Mãe do MEU SENHOR. O problema, além da natureza, está na trindade! Já dissemos e volto a firmar, Maria não é Mãe de DEUS PAI CRIADOR! e sim de DEUS FILHO REDENTOR, que no mistério da trindade é um com o Pai e o Espírito. O Mistério da Trindade, se não me engano, é considerado um mistério tanto para católicos quanto para protestantes, pq não dá para ser explicado com os conhecimentos atuais... não da pra explicar como 3 pessoas distintas, formam uma só pessoa total. Ou seja, não da pra explicar como O PAI, O FILHO e O ESPÍRITO SANTO, apesar de serem 3 FORMAM O DEUS DE Isaac, DEUS de Abraão e o Deus de Jacó! Esse é o mistério, inegável da trindade, sem explicação, porém sabido ser O DEUS TODO PODERESO UNO, formado por tres pessoas distintas com missões diferentes... Logo, voltamaos ao que já dissemos antes, Maria é MÃE DE DEUS FILHO, JESUS CRISTO! Não MÃE DO DEUS ÚNICO, se bem que JESUS CRISTO É com o PAI e o ESPÍRITO O DEUS Único!
Consegue perceber a complexidade do que estamos discutindo... são visões teológicas diferentes... mas estamos em busca da verdade... espero ter contribuido...

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mae de Deus

Mensagem por regietati em Ter Abr 14, 2009 8:58 pm

Se Jesus é etermo é justo é criador assim como Deus é justo dizer primeiramente que Jeus é pai de Maria antes da mesma ser sua mae, logo trata-se de logica atribuir primeiramente a natureza de pai a Jesus por ser o criador como diz o texto biblico "todas as coisa foram feitas por intermedio dele e por ele" do que atropelar a racionalidade disso e chamar maria mae do seu proprio criador e Senhor.
avatar
regietati

Mensagens : 7
Data de inscrição : 09/04/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por alessandro em Ter Abr 14, 2009 11:52 pm

ola amigo...
recomento que leia o tópico com mais atençao...
ninguém nega que Maria é uma criatura, dizer que Maria é mãe de Deus é uma forma de assegurar a unidade da pessoa de Jesus. não há nenhum atropelamento da lógica.
como disse, uma leitura mais atenta mostrará isso.

abraços e fique com Deus

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por regietati em Qua Abr 15, 2009 7:45 pm

alessandro escreveu:ola amigo...
recomento que leia o tópico com mais atençao...
ninguém nega que Maria é uma criatura, dizer que Maria é mãe de Deus é uma forma de assegurar a unidade da pessoa de Jesus. não há nenhum atropelamento da lógica.
como disse, uma leitura mais atenta mostrará isso.

abraços e fique com Deus
Entedi o topico apenas me expressei minha opniao sobre o assunto e "na minha opniao"e um erro o termo"mãe de Deus"pelo simples fato de que "para mim" a expressão denota uma especie de deusificação do personagem, visto que concordo com a ideia de que ser a mulher que deu a luz ao salvador do mundo faz de Maria uma privilegiada, e um exemplo a ser seguido como muitos personagens biblicos, porém nada mais que isso, mesmo porque Deus é onipotente e onipresente e onisciente e nada e ninguem pode mudar seus planos e se não fosse maria seria qualquer uma o fato é que Deus cumpriria a sua promessa sem jamais ter que depender de alguma de suas criaturas para isso acho o termo exagerado pelo fato de passar a ideia de maria ser tao divina quanto Jesus, e não custa lembrar que foi ele e nao outro que deu a vida pelos seus filhos pecadores inclusive por maria.Jeus nunca precisara de ser chamado de filho de maria para assegurar sua unidade,pelo fato que ele foi 100% humano e 100% Deus ao mesmo tempo, pois o mesmo sentiu fome, chorou, sentiu dor sede...o que mostra claramente sua humanidade,lembre-se Deus foi,é , e sempre sera alto suficiente qualquer ideia que apenas possa surgerir o contrario é um engano
avatar
regietati

Mensagens : 7
Data de inscrição : 09/04/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Thales em Qua Abr 15, 2009 9:48 pm

regietati escreveu:trata-se de logica
regietati escreveu:Jeus nunca precisara de ser chamado de filho de maria para assegurar sua unidade,pelo fato que ele foi 100% humano e 100% Deus ao mesmo tempo, pois o mesmo sentiu fome, chorou, sentiu dor sede...o que mostra claramente sua humanidade
Vinicius escreveu:Maria é mãe de Jesus Cristo,
Jesus Cristo é Deus,
Logo, Maria é Mãe de Deus.
Não vejo lógica mais clara que essa no uso do termo.
avatar
Thales
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 252
Data de inscrição : 08/08/2008
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Rafaela Botelho em Qui Abr 16, 2009 3:09 pm

Certíssimo, Jesus poderia simplesmente aparecer ou vir do jeito que quisesse. Mas Ele quis nascer de Maria.

Fiquem com Deus
Very Happy
avatar
Rafaela Botelho
Acolhedora

Mensagens : 530
Data de inscrição : 03/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por são vieira em Ter Jul 21, 2009 9:23 am

Maria é a “mãe de Deus”?

PROCURAMOS REFÚGIO SOB A PROTECÇÃO DE TUAS MISERICÓRDIAS, Ó MÃE DE DEUS; NÃO REJEITES NOSSA SÚPLICA NA NECESSIDADE, MAS SALVA-NOS DA PERDIÇÃO, Ó TU QUE ÉS A ÚNICA BENDITA.”

ESSA oração resume os sentimentos de milhões de devotos de Maria, a mãe de Jesus Cristo. Para os devotos, ela é uma figura materna, benévola, que intercede por eles junto a Deus e de algum modo abranda as sentenças divinas contra eles.

No entanto, será que Maria é mesmo a “Mãe de Deus”?


Maria: “altamente favorecida” por Deus

Maria, sem dúvida, foi “altamente favorecida” — mais do que qualquer outra mulher que já viveu. (Lucas 1:28; The Jerusalem Bible) O anjo Gabriel lhe apareceu e lhe falou de quão privilegiada ela seria. “Eis”, disse ele, “que conceberás no teu seio e darás à luz um filho, e tu o chamarás com o nome de Jesus. Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo”. Como esse milagre foi possível? Gabriel continuou: “O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus.” — Lucas 1:31, 32, 35, A Bíblia de Jerusalém.

“Eu sou a serva do Senhor”, disse Maria, “faça-se em mim segundo a tua palavra”. (Lucas 1:38, BJ) Maria sujeitou-se humildemente a essa orientação divina e com o tempo deu à luz Jesus.

Nos séculos seguintes, porém, seus devotos a elevaram da posição de humilde “serva do Senhor” para a de “rainha-mãe”, com uma influência imensa nos céus. Os líderes da Igreja proclamaram-na oficialmente “Mãe de Deus” em 431 EC, no Concílio de Éfeso. O que levou a essa transformação? O Papa João Paulo II explica um fator: “A verdadeira devoção à Mãe de Deus . . . acha-se profundamente arraigada no Mistério da Santíssima Trindade. — Cruzando o Limiar da Esperança.

De modo que aceitar Maria como “Mãe de Deus” depende de se acreditar na Trindade. Mas é a doutrina da Trindade um ensino bíblico? Queira examinar o que o apóstolo Pedro escreveu na Bíblia. Ele avisou que “falsos doutores . . . introduzirão sorrateiramente doutrinas perniciosas [e] vos explorarão com discursos mentirosos”. (2 Pedro 2:1, 3, Bíblia — Tradução Ecuménica) Uma dessas doutrinas é o ensino da Trindade. Uma vez aceita, a ideia de que Maria era a “Mãe de Deus” (grego: Theotokos, que significa Genetriz de Deus) era bem lógica. No livro The Virgin (A Virgem), Geoffrey Ashe declara que “se Cristo era Deus, a Segunda Pessoa da Trindade”, como arrazoavam os trinitaristas, “então sua mãe, em sua manifestação humana, era a Mãe de Deus”.

Se Jesus fosse “Deus todo inteiro”, como declara o novo Catecismo da Igreja Católica, então seria correto chamar Maria de “Mãe de Deus”. É preciso dizer, porém, que muitos dos primeiros trinitaristas acharam difícil aceitar esse ensino quando ele foi proposto — do mesmo modo como os protestantes trinitaristas de hoje. Ele já foi chamado de “paradoxo da devoção, ‘aquele que os céus não podiam conter estava contido na sua madre’”. (The Virgin) — Note 1 Reis 8:27.

Mas é Jesus Cristo realmente “Deus todo inteiro”? Não, ele jamais afirmou isso. Antes, sempre reconheceu sua subordinação ao Pai. — Veja Mateus 26:39; Marcos 13:32; João 14:28; 1 Coríntios 15:27, 28.

Tenha em mente que o anjo Gabriel disse a Maria que seu filho seria chamado de “Filho do Altíssimo” e “Filho de Deus”, não de “Deus Filho”. Se Jesus fosse realmente o Deus Todo-Poderoso, por que o anjo Gabriel não usou o mesmo termo usado pelos trinitaristas hoje — “Deus Filho”? Gabriel não usou o termo porque esse ensino não existe na Bíblia.

são vieira

Mensagens : 578
Data de inscrição : 15/07/2009
Idade : 35
Localização : portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Pe. Anderson em Sex Jul 31, 2009 12:59 pm

Caro Sao Vieira,

Voce viu muito bem, para afirmar que Maria é Mae de Deus é necessário afirmar que Jesus é Deus, que a doutrina trinitária é bíblica. De fato, isso foi sempre afirmado por todos os cristaos, porque é claramente um ensinamento bíblico. Já demos uma grande lista de textos bíblicos que afirmam isso, agora darei mais alguns especialmente claros:

Veio para nos ensinar a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver neste mundo com toda sobriedade, justiça e piedade, na expectativa da nossa esperança feliz, a aparição gloriosa de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo, (em grego:(megalou Theou kai soterós Iesou Cristou) (em latim: gloriae magni Dei et salvatoris nostri Iesu Christi) que se entregou por nós, a fim de nos resgatar de toda a iniqüidade, nos purificar e nos constituir seu povo de predileção, zeloso na prática do bem.
Tito 2, 12-14.

Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei!Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco!Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé. Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus! (em grego: Hó Kyrios mou kai hó Theós mou) (em latim: Dominus meus et Deus meus) Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. [b]Felizes aqueles que crêem sem ter visto!
Jo 20, 24-29

Para outros textos bíblicos com a fé trinitária e com a afirmaçao explícita na divindade de Jesus Cristo basta acessar:
http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/questoes-disputadas-f7/teria-cristo-realmente-se-sacrificado-t110-15.htm#3807

Se Jesus Cristo é realmente homem e verdadeiro Deus, e sendo Maria mae da única pessoa de Jesus Cristo, Deus e Homem, certamente Ela é Mae de Deus. Um grande abraço a todos!
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Abr 28, 2012 6:37 pm

Caros amigos,

"O que significa a Imaculada Conceição de Maria? A Igreja sempre teve consciência que Maria foi toda santa, toda pura. Os primeiros cristãos a chamavam de “Nova Eva”, a “verdadeira Eva”, a Mãe de toda a humanidade redimida por Cristo. A festa litúrgica da Imaculada começou a ser celebrada no século VI, mas o dogma só foi definido solenemente em 1854 pelo Papa Pio IX. Por que demorou tanto tempo assim para o Magistério afirmar algo que o povo cristão sempre soube? Por que se discutia na Teologia se Maria teria se tornada Toda Santa no ventre de Santa Ana, assim como São João Batista foi feito imaculado no seio de Santa Isabel, ou se ela foi preservada da mancha do pecado original desde antes de sua criação. Parecia a alguns teólogos que ela não foi sempre Imaculada por dois motivos: porque ela é filha de Adão, e por isso teria recebido uma natureza humana caída, como todos os homens; e porque Cristo é o Redentor Universal, deveria ser também o redentor de Maria.

Com muita oração dos cristãos e com muito estudo dos teólogos, o Magistério pode resolver a essa questão tão importante. A definição de Pio IX diz assim:

“Definimos que no primeiro instante da sua concepção a bem-aventurada Virgem Maria foi preservada de toda a mancha do pecado original, por uma graça e privilégio únicos do Deus onipotente, em atenção aos merecimentos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano”.

Maria foi desde o primeiro instante de sua concepção, desde o surgimento de sua pessoa livre de toda a mancha do pecado até o final da sua vida. Foi preservada do pecado devido aos méritos de Cristo. Ela foi realmente salva, redimida por Cristo, não de uma mancha existente na sua alma, mas de um mal que a ameaçava, que a tocaria na formação da sua pessoa. Isso foi realmente salvação e libertação desde Cristo, Redentor Universal, porém, o pecado jamais tocou o ser de Maria.

Maria recebeu um privilégio único entre os filhos de Adão. Sua geração foi como a dos demais homens (nasceu de Santa Ana e São Joaquim), mas nela atuou um princípio sobrenatural, assim como na geração de Cristo. Seu corpo e sua alma foram santificados por Deus e ela entrou na existência sem pecado. Essa foi uma graça especial de Deus, adequada àquela que seria a Mãe do Filho de Deus.

O mérito de Cristo deu à sua Mãe, no primeiro instante da sua concepção a graça santificante e lhe preparou para a graça da maternidade. “As obras de Deus são perfeitas”, lemos no A.T. e isso se realiza plenamente em Maria.

Ela é membro de Cristo, desde a sua concepção, antes de ser a filha de Adão. Pois Cristo, segundo São Paulo é o homem verdadeiro, é o primeiro homem; Adão foi criado à imagem de Cristo. Dessa forma Maria, Mãe verdadeira do primeiro homem, é a verdadeira Mãe da Humanidade, a “verdadeira Eva”, a mãe da humanidade renascida em Cristo.

E como a Igreja chegou a afirmar isso sobre Maria? Partindo dos textos bíblicos, especialmente a partir dos textos da liturgia de hoje. No Evangelho vemos que o grande mensageiro divino, Gabriel, vai com toda reverencia diante de uma jovem virgem da pequena cidade de Nazaré. Em nenhum texto do A.T. vemos os anjos se prostrarem diante de um homem, assim como ocorreu com Maria: “Alegra-te, cheia de graça”: Maria é a agraciada, possui uma graça constante de Deus. Ela possui aquilo que os homens perderam com o pecado de Adão e Eva. Maria, já antes da Encarnação de Deus Filho é “gratia plena”, é a mulher invicta, vencedora da antiga serpente, fonte das graças para a humanidade.

“O Senhor é contigo”: ela possui uma proteção constante e perfeita de Deus. Maria cumpre as profecias de Sofonias: ela é o “Santo resto de Israel”, ela é o verdadeiro monte Sião, a morada pura e viva de Deus. Nela sabemos que Deus não nos abandona, que Ele é sempre conosco. “Ela é a semente da qual deriva a árvore da redenção e dos redimidos”. Maria diz sim ao Senhor e se torna o templo vivo de Deus entre os homens, modelo para cada coração humano.

Na primeira leitura vemos que Adão e Eva ao perderem a graça de Deus se escondem de Deus e tem medo dele. Dessa forma o demônio vence o primeiro casal, a primeira mulher peca, oferece o fruto proibido ao homem e colabora com a propagação do pecado no mundo. Hoje sabemos que Maria e Cristo formam um novo casal humano que, são atacados pelo demônio, mas vencem com a força do amor. A descendência da mulher vence e esmaga a cabeça da serpente, que é a morte. Cristo vence o demônio com a sua ressurreição e na Mulher, na verdadeira mãe dos viventes, sabemos que Deus vence, mediante o homem. O novo Adão e a nova Eva são o princípio da nova humanidade, que vence o mal pelo amor, a morte pela ressurreição, o pecado pela graça".

Grande abraço a todos.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Geovanni146 em Ter Jan 08, 2013 3:31 pm

"MARIA PELOS PAIS DO PROTESTANTISMO"

"Por justiça teria sido necessário encomendar-lhe um carro de outro e conduzi-la com 4000 cavalos, tocando a trombeta diante da carruagem, anunciando: 'Aqui viaja a mulher bendita entre todas as mulheres, a soberana de todo o gênero humano'. Mas tudo isso foi silenciado; a pobre jovenzinha segue a pé, por um caminho tão longo, e apesar disso, é de fato a Mãe de Deus. Por isso não nos deveríamos admirar, se todos os montes tivessem pulado e dançado de alegria. (...) Esta única palavra 'mãe de Deus' contém toda a sua honra. Ninguém pode dizer algo de maior dela ou exaltá-la, dirigindo-se à ela, mesmo que tivessem tantas línguas quantas folhas crescem nas folhagens, quantas graminhas há na terra, quantas estrelas brilham no céu e quantos grãozinhos de areia existem no mar. Para entender o significado do que é ser Mãe de Deus, é preciso pesar e avaliar esta palavra no coração" (Martinho Lutero, Explicação do Magnificat).

"Por que um cristão evangélico pode ter o direito de ignorar tais realidades pelo fato de se apresentarem na Igreja Católica e não na sua comunidade religiosa? Tais fatos não deveriam, ao contrário, levar-nos a restaurar a figura da Mãe de Deus na Igreja Evangélica? Somente Deus pode permitir que Maria se dirija ao mundo, através de aparições" (Manifesto de Dresden - Maio/1982 [redigido por teólogos luteranos]).

"Não podemos reconhecer as bençãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê- la para Mãe de Deus" (João Calvino, Comm. Sur l'Harm. Evang. 20).

"Estimo grandemente a Mãe de Deus, a Virgem Maria perpetuamente casta e imaculada" (Ulrico Zwínglio, ZO 2,189).

"Ser Mãe de Deus é uma prerrogativa tão alta, coisa tão imensa, que supera todo e qualquer intelecto" (Basilea Schlink [Luterana], Comentário ao Magnificat).
avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por MSPP em Ter Jan 08, 2013 3:49 pm

YHWH, meu DEUS nunca teve mãe nem pai. Ele é e sempre foi eterno!

Mas talvez o título mãe de deus tenha um outro significado:

Talvez se refira a um ser humano (mortal) que o consideram um deus.
Se é assim talvez se perceba o significado! Pois qualquer homem, pode ser considerado «um deus»:
Ora veja, na bíblia:

33Responderam-lhe os judeus: «Não te queremos apedrejar por qualquer obra boa, mas por uma blasfémia: é que Tu, sendo um homem, a ti próprio te fazes Deus.»
34*Jesus respondeu-lhes: «Não está escrito na vossa Lei: 'Eu disse: vós sois deuses'? 35Se ela chamou deuses àqueles a quem se dirigiu a palavra de Deus - e a Escritura não se pode pôr em dúvida - 36a mim, a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo, como é que dizeis: 'Tu blasfemas', por Eu ter dito: 'Sou Filho de Deus'? 37Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim; 38mas se as faço, embora não queirais acreditar em mim, acreditai nas obras, e assim vireis a saber e ficareis a compreender que o Pai está em mim e Eu no Pai
http://www.paroquias.org/biblia/index.php?c=Jo+10#34
E já agora a propósito:
ficareis a compreender que o Pai está em mim e Eu no Pai.
Como é que o PAI está em Yeshua e Yeshua no PAI?!
Resposta: Yeshua é o LOGOS do PAI que tomou carne.
Ora o LOGOS (do PAI) está no FILHO. E o LOGOS (encarnado), que é o FILHO faz e sempre fez parte do PAI.
Mas o LOGOS não foi «criado». A pessoa HUMANA de Yeshua, sim, foi criada! (Os teólogos chamam à «Pessoa Humana» de Jesus a «natureza humana»).
A isto de estar em .... os teólogos chamam «consubstância» isto é têm a mesma substância. Alé disso temos ainda o Espirito Santo que embora proceda do PAI, também procede igualmente (em simultâneo) do Filho, embora o tivesse recebido do PAI.

pois aquele que Deus enviou transmite as palavras de Deus, porque dá o Espírito sem medida.
http://www.paroquias.org/biblia/index.php?c=Jo+3#34
«Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, e que Eu vos hei-de enviar da parte do Pai, Ele dará testemunho a meu favor.
http://www.paroquias.org/biblia/index.php?c=Jo+15#26
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 11:42 am

MSPP escreveu:YHWH, meu DEUS nunca teve mãe nem pai. Ele é e sempre foi eterno!

Essa frase não tem sentido. O fato de Deus se fazer homem e se fazer filho de Maria não nega que Ele seja eterno.

Sua frase, sr.MSPP, demonstra que você não tem conhecimento sobre o que significa mãe de Deus na sã doutrina.


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 11:47 am

MSPP escreveu: A pessoa HUMANA de Yeshua, sim, foi criada! (Os teólogos chamam à «Pessoa Humana» de Jesus a «natureza humana»).

Os teologos confunde pessoa com natureza ??????!!!!!! Que absurdo !!!!!

Não existe duas pessoas em Yeshua: uma pessoa humana e outra pessoa divida ! Isso é um absurdo tremendo !

Yeshua, o homem Yeshua é o Verbo encarnado. A pessoa do Yeshua é o Verbo. E Maria é mãe de Jesus porque o Verbo se fez filho dela. Ele tem poder para isso.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Geovanni146 em Sex Jan 11, 2013 5:16 pm

Olá sr Manuel, pax.

Citei o testemunho de alguns dos pais do protestantismo referente a Virgem Maria, mas simplesmente os ignorou. Gostaria da sua opinião sobre o contraste do que hoje os filhos de Lutero e seus asseclas dizem sobre esta questão "da Mãe de Deus" que, segundo estes testemunhos é bem diferente.

Não sou eu nem algum teólogo da vez que afirma que Maria é mãe de Deus é a Bíblia. Veja:

"Donde a mim esta dita de que a MÃE DE MEU SENHOR venha ter comigo?" (Lc. 1,43).

E "Mãe de meu Senhor" quer dizer Mãe de Deus.

O sr entendeu? Compreendeu que você, ao dizer que Maria "não é Mãe de Deus, porque Deus sempre existiu", ao mesmo tempo que diz, afirma algo contra o que está expressamente no Evangelho de S. Lucas sobre Maria "Mãe do Senhor" (Lc. 1, 43).

Ora como Jesus Cristo é Deus, Maria necessariamente é Mãe de Deus.

Evidentemente, sendo Deus eterno, é claro que Nossa Senhora não pode ter gerado Deus na eternidade. Maria não é mãe do Verbo de Deus quanto à sua origem divina, procedente e gerado pelo Pai desde toda eternidade. Ela é Mãe do Filho de Deus encarnado, no tempo; é Mãe do Filho de Deus feito homem.

Cristo tinha duas naturezas, mas tinha uma só pessoa, a do Filho de Deus. Dizer que a Virgem Maria foi só a Mãe de Jesus, mas não a Mãe de Deus, é atribuir duas pessoas a Cristo. É isso que quer o sr?

Vossa mãezinha, gerou apenas o seu corpo, e não sua alma. Mas ela é mãe do Manuel inteiro (o Fábricio já lhe disse isto!). Se alguém lhe dissesse que sua mãe, por não ter gerado sua alma, criada por Deus, não é mãe do sr, estaria dizendo uma bobagem, porque se ela é mãe da pessoa do Manuel, ela é mãe do Manuel todo.

Do mesmo modo Maria, tendo sido Mãe de Jesus Cristo, cuja pessoa é a segunda Pessoa da Santíssima Trindade, é Mãe de Deus. Por isso, os santos da Igreja sempre perceberam que quem negava a Maternidade divina de Maria, estava, no fundo, querendo negar a divindade de Cristo. E esta heresia já foi reprovada pela Igreja a muitíssimos séculos.

Abraço.

(Fonte: Prof. Orlando Fedeli).
avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 8:36 pm

ricardo_gabriel escreveu: Isabel não usou a expressão "Mãe de Deus"

Ela, cheia do Espírito Santo, usou a expressão "mãe do meu Senhor". Por acaso Deus é um e o Senhor é outro ?

ricardo_gabriel escreveu:e ela não aparece em nenhum momento na Bíblia, nem mesmo nas traduções católicas (que não fazem um salto na tradução para dar cabimento ao seu dogma).

Na Bíblia também não aparece a lista de quais livros são inspirados e quais não são, mas nós sabemos pela autoridade da Igreja.

ricardo_gabriel escreveu:
O significado que você dá é aplicável também aos casos seguintes: Bahia é Brasil, e Brasília é a capital do Brasil; logo, Brasília é a capital da Bahia. Minha esposa é filha de Deus (sou solteiro ainda, é só uma suposição rs), e eu também sou filho de Deus; logo, sou casado com a minha irmã (parece um relacionamento impossível sem contextualizar). Mais um só: o Barcelona é o campeão da Espanha, e a Espanha é a campeã do mundo; logo, o Barcelona é o campeão do mundo (se usasse o raciocínio com o Corínthians, o Brasil seria hexa em 2012 rs).

Não considero sua lógica correta. Quando você fala que "Bahia é Brasil" está significando a parte do Brasil (Bahia fica no Brasil, faz parte do Brasil, mas não é o Brasil). E o segundo termo "Brasil" está se referindo ao Brasil como um todo.
Já com relação a Maria ser mãe de Deus não é assim. É assim: Jesus é Deus, Maria é mãe de Jesus, então Maria é mãe de Deus. O termo "Deus" tem o mesmo significado nos dois lugares onde é usado. Não estou dizendo "Deus" como um significado na primeira citação e depois com outro significado, como você fez com o termo "Brasil". O significado é único: Maria é verdadeira mãe de Deus por ser mãe de uma pessoa que é o Verbo divino feito homem.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 9:06 pm

Ricardo, sem querer ser intrometido mas já sendo.... kkkkkk vou responder também:

ricardo_gabriel escreveu: Jesus tinha mesmo uma só pessoa (a de Filho de Deus), mas não tinha a de Deus Pai nem a de Espírito de Deus. Como Deus coexiste em três pessoas (ou seja, é Triuno), dizer que ele tem uma mãe, faz com que as outras duas pessoas sejam incluídas na gestação

De forma alguma. Não precisamos juntas as Três pessoas divinas para formar Deus. Cada uma dela é Deus inteiro. Ao ser mãe de uma pessoa que é o Verbo Eterno, ela é mãe de Deus.

ricardo_gabriel escreveu:
- isso eu sei que não concordas, mas foi um título outrora requerido por adoradores da Deusa-Mãe, em diversas culturas pagãs. Quando se diz que Maria foi a mãe de Jesus (ou mãe do Salvador) e também "mãe de Deus", está se atribuindo duas pessoas ou naturezas a Maria: a de criatura e pré-criadora.

Não. Não ocorre isso não. Nenhuma mãe é criadora de seu filho, mas mãe é sim quem gera, que dá a luz, que alimenta e educa. Maria fez tudo isso. É tão verdade que o Verbo divino se fez homem, como é verdade que Ele se fez filho de Maria e que Maria é sua verdadeira mãe.

ricardo_gabriel escreveu:
Mostre-me como se pode chegar a esse dogma sem necessitar de um "decreto papal" para ser verdade e você terá a sua consciência aprovada.

Para tudo precisamos da autoridade da Igreja. Até para a definição de quais livros são inspirados e formam a Bíblia.
Se você não dá valor aos decretos papais (autoridade da Igreja), então você pode jogar sua Bíblia no lixo pois não há como saber quais Livros são inspirados. Ou você pode indicar-me, na Bíblia, onde está a lista dos Livros inspirados ?




ricardo_gabriel escreveu:não podemos admitir que uma verdade contrarie as sãs noções de pensamento humano (lúcido e racional). Será que é muito tirar a prova dos 9, antes de dar crédito a quem calculou por nós de cabeça?

A Fé de que Maria é mãe de Deus é tão absurda como a Fé de que Deus ama tanto os homens ao ponto de se fazer homem para nos salvar, assumindo nossos sofrimentos, nossa dor e nossa morte... Os deuses da lógica humana são os deuses do Olimpo.... Zeus, etc... O verdadeiro é surpreendente e maravilhoso ! Supera tudo o que podemos imaginar ! Deus se fez homem !!!! Deus se rebaixou até nós !!! Que absurdo maravilhoso ! E que loucura: Ele morreu na Cruz por nós !!!! É tão verdade que Deus se fez homem como é verdade que se fez filho de Maria e que fez de Maria Sua verdadeira mãe. O homem Jesus é o Verbo Encarnado !!!! Aleluia !!!

[quote="ricardo_gabriel"] Comparar Jesus com o Manuel não é um bom exemplo, neste caso. Pois o Sr. MSPP nasceu numa certa data em Portugal, creio eu, mas não é a mãe espiritual dele. Jesus, apesar de ter nascido no Oriente Médio (não sei com precisão a sua nacionalidade, se palestino, israelense, ou judeu), ele já tinha nacionalidade celestial, e sua mãe não existiu antes dele (aliás, nem mesmo Abraão, que viveu séculos antes):
Os judeus lhe disseram: Não tens ainda cinqüenta anos e viste Abraão!...
Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: antes que Abraão fosse, eu sou.
A essas palavras, pegaram então em pedras para lhas atirar. Jesus, porém, se ocultou e saiu do templo.
(São João 8,57-59)

Ninguém disse que Maria é mãe desde toda eternidade mãe de Deus. Estamos falando e repetindo que é mãe de Deus porque o Verbo divino, que sempre existiu, entrou no tempo, se fez homem, se fez filho de Maria, sem deixar de ser Deus Eterno.
É até vergonhoso esse argumento que vocês usam para negar que Maria seja mãe de Deus: dizer que não ela não é mãe de Deus porque Deus existia antes dela. Ora, é claro que Deus existia antes dela e que ela é criatura. Mas Deus se fez homem e filho de Maria. É tão dificil assim ?


ricardo_gabriel escreveu:Não coloquemos em uma mulher os olhos de nossa fé, mas no Deus-Homem, Jesus Cristo, que morreu por nós.

Você fala como se Maria fosse concorrente de Jesus. E não é. Está longe de ser.
Do jeito que você fala é como se dissesse assim: "não acredite na Bíblia, acredite no Deus-Homem que morreu por nós. Se a Bíblia tivesse morrido na Cruz por nós, você poderia acreditar nela e lê-la, mas só Jesus morreu por nós. Deixa sua bíblia prá lá... " É exatamente isso que você está fazendo com relação a Maria. Será que a Bíblia é concorrente de Jesus. Será que precisamos optar entre a Bíblia e Jesus ? Na minha fé não. A Bíblia não é concorrente de Jesus, não atrapalha, pelo contrário, ajuda. Maria também.

ricardo_gabriel escreveu: Maria não sabia de nada disso que as pessoas dizem que ela é hoje, pois se soubesse, não teria ido à cruz lamentar por seu filho: todos teriam seguido a ela depois e ignorado o Mestre...

Nessa sua frase vejo a presença de um veneno terrível... uma distorção monstruosa.... Desde quando seguir Maria é desprezar Seu Filho ? É como se você disse que todos os que seguem a Bíblia desprezam Jesus !!!! Se alguém afirmasse a você que seguir a Bíblia é desprezar Jesus, o que você pensaria ?

E não se esqueça que a Palavra diz: "Todas as gerações me proclamarão bem aventurada" (Evangelho de Lucas). Essa profecia se cumpre na Igreja Católica como todas as profecias de bem aventuranças... Já em muitas outras religiões essa Palavra de Deus não se cumpre embora digam que "seguem só a Bíblia"....

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 10:18 pm

ricardo_gabriel escreveu:

Deus = Pai + Filho + E.S.; Jesus = Deus - Pai - E.S.

.......

Eu pensei assim, Deus é o conjunto união de Pai, Filho e Espírito.


Neste diagrama da fé, há a intersecção de uns para com os outros. Na situação que o senhor apresenta, Jesus é tomado fora dessa intersecção, ok? Pois qualquer uma das possibilidades P+F, E+F e P+F+E não valeriam para o embrião, feto e homem Jesus. Jesus é um ser dependente de Deus, não se fez igual a ele em poder. ....

Deus não é o Pai + o Filho e + o Espírito Santo. Não precisa somar. O Pai é Deus. O Filho é Deus. O Espírito Santo é Deus. Três pessoas distintas mas um Unico Deus. É um mistério que vem mostrar para nós que Deus é "super superior" a tudo aquilo que podemos pensar e entender. Ele supera tudo !

Deus não é soma das pessoas e nem conjunto das pessoas. Cada uma delas é Deus inteiro e são um só Deus.

Não se aplica falar em P+F, P+F+E, etc.... Não se soma, nem se divide, nem se multiplica...

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 10:23 pm

ricardo_gabriel escreveu:

Na Bíblia também não aparece a lista de quais livros são inspirados e quais não são, mas nós sabemos pela autoridade da Igreja.
Você diz o índice? rs

Não ria não. rs... Estou falando algo sério. Não estou me referindo ao indice mas é fato que a Bíblia não define quais Livros são inspirados e quais não são. Por que o Evangelho de Lucas está na Bíblia se Lucas nem apóstolo era ? Por que o Evangelho de Bartolomeu não está na Bíblia ?Entre tantos livros que circulavam nos primeiros séculos, precisamos da autoridade de Igreja para definir para nós quais são os Livros inspirados. A Bíblia não diz quais são. Não tem. Quem definiu isso para nós foi a Igreja, a autoridade da Igreja. Os mesmos que disseram quais os Livros inspirados disseram que Maria é mãe de Deus. Se você nega a autoridade deles, nega a Bíblia.... Entendeu ?


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por mazzzo em Sex Jan 11, 2013 10:30 pm

Você disse "Bahia é Brasil" mas qual significado disso ? Significa que Bahia é parte do Brasil. E quando você fala que Brasilia é capital do Brasil, está se referindo ao Brasil como um todo. Então dá a diferença e a lógica fica errada.
Com relação a Fé em Maria mãe de Deus isso não ocorre pois ela realmente é mãe de uma pessoa que é Deus.

Você disse em sua mensagem: "Maria foi mãe do homem chamado Jesus". Sim, mas esse homem chamado Jesus é o Verbo Eterno e não outra pessoa. Esse homem chamado Jesus é Deus, é Deus inteiro. Não é metade Deus, parte Deus. Ele é Deus, verdadeiro, e se fez homem verdadeiro, sem deixar de ser Deus.




mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maria Mãe de Deus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum