Neto de um perseguidor da Igreja se converte ao catolicismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Neto de um perseguidor da Igreja se converte ao catolicismo

Mensagem por M.Levi em Qui Set 03, 2009 9:04 pm

Acredito que alguns de nós já ouvimos falar de Ernest Renan, que em uma das suas obras rejeitou todo o sobrenatural, resumindo a vida e tudo que a cerca a um determinismo fatal e, por exemplo, em “A vida de Jesus” onde vulgarizou a vida do Mestre e arrancou dela todo o milagre e a divindade. Suas idéias passam por vezes aos lábios de ateus fervorosos e agnósticos. Então, agora o que eu e nem talvez você saiba é que o neto de Renan, Ernest Psichari que durante segundo ele mesmo “perdeu muito tempo seguindo os passos do avô, já pensou no ambiente em que ele foi criado ? Só que o jovem Ernest Psichari estava com seus passos determinados e se converteu ao catolicismo, do atéismo ao catolicismo, antes disso abandona o curso na Universidade de Sorbone e vai servir na fileiras francesas em uma guerra imperialista na África, a sua conversão se dá a partir dos seus questionamentos sobre o sentido da vida, bem, ele passava literalmente por um deserto, já que combateu no Saara, lá sentiu chamado de Deus “Tu me procuras e eu aí estou, nesse desgosto de ti mesmo que te assalta, nesse peso de tua alma cativa e até no pesadelo horrendo dos teus pecados" e ainda segundo o próprio Psichari "Nos seus anos de adolescência, que miséria e abandono! Seu pai alimentara-lhe a inteligência, mas não a alma. As primeiras perturbações da juventude encontraram-no desaparelhado, sem defesa contra o mal, sem proteção contra os sofismas e as falácias do mundo... Durante oito anos, dos vinte e dois aos trinta, errara pelo mundo e atirara a todos os céus a sua maldição... Fugia de continente a continente, de oceano a oceano, sem que alguma estrela o guiasse entre as variedades da terra" Perceba que ele narra na terceira pessoa, esse trecho é parte da obra que escreveu descrendo sua conversão no livro “ A Viagem do Centurião” (1916), Psichari chegou até a se preparar para o sacerdócio, infelizmente as vésperas da Primeira Guerra se evolveu em um combate periférico e veio a morrer, disse Psichari: "Ao primeiro passo para fora da mediocridade estamos salvos. Embarcamos no absoluto.” E ainda “Toda a tentativa por nos libertarmos do catolicismo é um absurdo, pois, queiramos ou não, somos cristãos; e é uma maldade, visto que, quanto temos de belo e grande no coração, nos vem do catolicismo. Não apagaremos vinte séculos de história, precedidos de toda uma eternidade. E, como a ciência foi fundada por crentes, nossa moral, no que tem de nobre e de elevado, também vem dessa grande e única fonte do cristianismo, de cujo abandono decorre a falsa moral, assim como a falsa ciência.

Bem, essa é parte da História de Ernest Psichari, que conheci hoje mesmo dia 3 de setembro e resolvi escrever essa pequena copilação e um breve histórico de sua vida e de sua obra, espero que gostem!!!!

Textos que usei:
NETOS DE RENAN Jackson de Figueiredo
TESTEMUNHO DE ERNESTO PSICHARI (1883 - 1914) MOURA, Jaime Francisco de
Britannica online encyclopedia article on Ernest Psichari
Ernest Renan Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
avatar
M.Levi
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 147
Data de inscrição : 24/08/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum