Dons do Espírito Santo de Deus

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Nov 19, 2009 5:26 am

CARISMAS DE ENSINO
Os carismas de ensino são dados aos apóstolos, aos profetas, aos doutores, aos evangelizdores e aos pastores de uma forma mais intensa. Eles têm a finalidade de instruir o povo de Deus. Estes carismas também são dados de forma muito especial aos catequistas, pais e padrinhos que, uma vez consagrados ao serviço do Senhor, têm a missão de ensinar e acompanhar as crianças, filhos e afilhados, transmitindo-lhes as verdades da fé tanto por palavras como pelo exemplo cristãos. Ver: (1Cor 12,28; Ef 4,11, Rm 12,7).
É importante compreender que a missão dos pais e dos padrinhos é de suma importância para o crescimento dos filhos e afilhados na fé, na graça e no conhecimento das coisas que são do Senhor. Aqui, fugindo um pouco do nosso objeto de estudo, convém ressaltar a importância da responsabilidade dos pais na escolha dos padrinhos dos seus filhos, para que não sejam pessoas pelas quais se tenha uma grande consideração, dentre outros fatores. É necessário que os padrinhos sejam pessoas edificadas na fé e de conduta irrepreensível, considerando que têm por missão ajudar os pais na formação eclesial dos seus afilhados e, inclusive, substituir os pais nos seus impedimentos, nas suas ausências e impossibilidades.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Nov 21, 2009 4:22 am

CARISMAS DE AÇÃO CONCRETA
São os carismas que nos levam a governar, presidir, assistir aos carentes, exortar, exercer misericórdia, distribuir esmolas, agindo de uma forma concreta no seio da Igreja e na comunidade de cristãos. Ver (1Cor 12,28; Rm 12,8).
CARISMAS DE PODER
"A outro, o Espírito dá a fé; a outro, a graça de curar as doenças, no mesmo Espírito; a outro, o dom dos milagres" (1Cor 12,9-10).
O Espírito Santo nos torna aptos e capazes para exercermos obras de grande poder, como o dom da fé operante, o dom da cura e o dom dos milagres, confirmando, assim, as palavras de Jesus: "Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda obras maiores do que estas, porque eu vou para junto do Pai" (Jo 14,12). Jesus fazia grandes milagres e curas, e tinha a fé ao ponto de transportar montanhas. Ele mesmo nos dá poder para, pelo seu Espírito, no nosso tempo, continuarmos a sua obra fazendo o mesmo que Ele fez.
CONTINUO MAIS TARDE.
Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Nov 21, 2009 12:49 pm

CARISMAS DE ORAÇÃO
O Espírito Santo de Deus nos concede a graça de, usando a nossa voz, o nosso corpo e o nosso ser, nos levas a orar de maneira não convencional, em linguagem desconhecida: "O Espírito Santo vem em auxílio à nossa fraqueza, porque não sabemos orar como convém, nem o que devemos pedir, mas o próprio Espírito Santo intercede por nós com gemidos inefáveis" (Rm 8,26). A outro, o Espírito dá o dom da variedade das línguas (1Cor 12,10), e essa oração em línguas estranhas não se compreende, pois "aquele que ora em línguas não fala a homnes, senão a Deus: ninguem o entende, pois fala coisas misteriosas sob a ação do Espírito Santo" (1Cor 14,2).
OUTROS CARISMAS
Há ainda muitos outros carismas que o Espírito Santo distribui à Igreja, e que não há nenhum ensino bíblico a seu respeito. De acordo com possíveis eventualidades, o Espírito do Senhor nos impele a agir, a intermediar segundo o coração de Deus. São carismas que são dados para determinadas circunstâncias e momentos no cotiano da Igreja e da comunidade cristã.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Nov 24, 2009 4:59 am

O que devemos fazer para receber os carismas do Espírito Santo ?

Antes de tudo, é preciso eliminar as barreiras. Há pessoas que acham que os carismas somente são para quem vive um alto grau de santidade. Mas isso não é verdade. É verdade que pessoas muito santas, às vezes, recebem os carismas com maior abundãncia, pois enquanto maior o grau de santidade, mais os carismas acontecem de forma natural. No entanto, os carismas do Espírito Santo são dados para edificar a Igreja, para santificar os cristãos. Enquanto recebemos os carismas, mais sntos vamos nos tornndo, é verdade, mas isso não significa afirmar que os carismas são para os já são santos. Se assim o fosse, os carismas não seriam para a edificação da Igreja, e sim para os edificados.
Não se conhece uma pessoa santa pelos carismas que ela exerce, pois os carismas não são sinais de santidade, embora nos canduzam à santidade que, por sua vez, produz em nós os frutos do Espírito Santo descritos por São Paulo na sua carta aos Gálatas (Gl 5,22). Estes frutos do Espírito Santo é qie são sinais de santidade, como nos fala o Evangelho: "Pelos frutos se conhece a árvore" (Mt 12,33).
A partir do momento que acreditamos que Deus nos cumula dos seus dons pelo seu Espírito, independentemente do nosso estado de santidade, temos derrubada essa barreira que nos impede de receber essas graças.
Para recebermos os carismas, devemos desejá-los profundamente, ardentemente, e see os desejamos, devemos pedir incessantemente em oração. Devemos estudar tudo o que as Sagradas Escrituras nos ensinam a esse respeito, procurando conhece-los minuciosamente e firmemente, devemos buscá-los com fé. Buscar os dons com uma fé que nos dá a certeza de que o mesmo Espírito Santo não se limita a santificar e dirigir o povo de Deus por meio dos sacramentos e dos ministérios, e a orná-lo com as virtudes (Iz 11,2), mas também, nos fiéis de todas as classes, distribui os seus dons individualmente e a cda um conforme entende (1Cor 12,11), e as graças especiais que torna cada um apto e disponível passa assumir as diversas funções e ofícios úteis à renovação e incremento da Igreja, segundo estas palavras: "A cada qual se concede a manifestação do Espírito em ordem ao bem comum" (1Cor 12,7).
Assim, devemos aceitar os carismas com ação de graças e consolaçõ, pois todos, desde os mais extraordinários aos mais simples e comuns, são perfeitamente acomodados e úteis às necessidades da Igreja (Lumem Gentium, 12). É, portanto, nesta dimensão que devemos buscar os carismas que são para todos os que crêem (Mc 16,17) e para todos aqueles que ouvirem os apelos de Deus (At 2,29).
É importante considerar que receber os carismas não significa receber cargos ou funções que nos colocam acima dos outros irmãos. Não se trata de sermos honrados ou laureados diante dos outros. Os carismas não nos fazem importantes e, muito pelo contrário, faz com que noa anulemos para que o Espírito Santo de Deus possa operar através de nós, nos tornando instrumentos para a edificação do Corpo Místico de Cristo que é a Igreja, e isso não é para a nossa honra, nem para a nossa glória, mas para honra e glória de Deus. A nossa finalidade é, como diz o Evangelho, "ser fermento na massa" (Lc 13,21) pois, mesmo em pequena quantidade em relação ao todo, o fermento colocado na massa a faz crescer. Essa é a função daqueles que recebem os dons do Espírito Santo.
Os dons espirituais configuram a renovação da Igreja no poder do Espírito Santo de Deus. O Papa Paulo VI, se referindo a essa renovação espiritual, afirma que os carismáticos, batizados no Espírito Santo, recebem algo que nunca poderiam receber através da instrução religiosa. Por mais educação religiosa que recebessem e por mais sermões que ouvissem as pessoas, não poderiam ser batizadas no Espírito Santo. Este batismo é uma direta efusão do Espírito Santo que envolve a manifestação dos seus dons.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Nov 28, 2009 8:35 pm

IMPORTÂNCIA DA FÉ PARA A VIVÊNCIA DOS DONS DO ESPÍRITO SANTO
É necessário ter aprendido os conceitos básicos da noss fé. Eles são a base para a vivência cristã. A fé que se desenvolve em nós é uma continuação da fé que recebemos, por mais simples que tenha sido o universo de informações aprendidas no primeiro momento. Assim sendo, se não conhecemos os fundamentos da fé a nivel da inteligência, dificilmente a fé será infundida no coração humano.
Podemos dizer que a fé, desde a sua origem no ser humano, se desenvolve gradativamente à medida que, descobrindo-a, cultiva-a e a faz crescer. Desta forma, a fé que descobrimos ou que se manifesta em nós num primeiro momento da vida é a fé teologal ou doutrinal, que chamamos também de primeira fé. Logo, precisamos da primeira para obtermos, posteriormente, a fé operante. Esta, como a própria palavra exprime, é a fé que manifesta as obras que transcendem a simples crença. Trata-se, portanto, da fé carismática que nos torna vasos dos carismas espirituais à serviço da Igreja. Esta fé é alimentada por uma vida de oração intensa, pela meditação cotidiana das palavras das Sagradas Escrituras e pela constante comunhão com o corpo e com o sangue do Senhor na sagrada Eucaristia. Ela nos leva a uma forte e perene experiência do amor de Deus em nós que se manifesta, sobretudo, na vivência de um comprometimento maior para com o próximo, fundamentado no amor-caridade.
Precisamos, portanto, estar abertos ao dom de Deus, orando, pedindo e estudando constantemente à luz das Sagradas Escrituras, permanecendo no amor de Deus (Jo 15,9-11; 1Jo 4,8.16), crendo que a Deus tudo é possível (Lc 1,37), crendo em Deus mesmo naqueles momentos em que as adversidades se manifestam mais fortemente diante de nós (Mt 28-20), dando a Deus o nosso consentimento (Lc 1,38) e olhando para Jesus como o realizador da fé (Hb 12,1-2).
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 30, 2009 7:08 am

A MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS
No dia de Pentecostes, o Espírito Santo de Deus desceu sob a forma de línguas de fogo que se repartiam epousavam sobre cada um dos apóstolos e dos presentes no Cenáculo, que somavam aproximadamente cento e vinte pessoas (At 2,3).
Aquela forma de manifestação do Espírito Santo de Deus, não somente configurou a distribuição dos seus dons e das suas graças para todos os presentes, como também configura que todos ficaram iluminado pela "LUZ VENTUROSA" que a Igreja canta na seqüência do Espírito Santo: "Ó Luz Venturosa, que vosso clarão encha os corações".
Assim, os que recebem o Espíorito Santo com a riqueza dos seus dons ficam "iluminados, saboreiam o dom celestial, participam do dom do Espírito, experimentam a doçura da Palavra de Deus e as maravilhas do mundo vindouro" (Hb 6,4-5).
Mas quais os sinais da manifestação dos dons espirituais ?
Em primeiro lugar, a manifestação dos dons do Espírito Santo é o cumprimento da promessa do Divino Salvador:"Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco. É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós. Disse-vos estas coisas enquanto estou convosco. Mas o Paráclito, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ensinar-vos-á todas as coisas e vos recordará tudo o que vos tenho dito. (Jo 14,15-17.25-26).
Em segundo lugar, os que estavm no Cenáculo, "ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem (At 2,4). Ao mesmo tempo, os piedosos e os incrédulos provenientes de diferentes nações e de diferentes línguas ouviam o "RUÌDO" que provinha do interior Cenáculo em suas línguas maternas, ficando atônitos, impressionados e maravilhados (At 2,5-11).
Finalmente, em terceiro lugar, o espetáculo do dia de Pentecostes é o início de um novo tempo no qual se configura o maior desejo de Jesus a respeito de sua Igreja: No início de seu ministério, ao enviar os seus apóstolos, Jesus lhes ordena: "Por onde andardes, anunciai que o Reino de Deus está próximo. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, lim pai os leprosos, expulsai os demônios" (Mt 10,7). Antes de sua ascenção aos céus, Jesus pronuncia sua ultima mensagem à sua Igreja: "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas, manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados" (Mc 16,15-18).
A partir do dia de Pentecostes, o Espírito Santo de Deus, o Paráclito que veio para permanecer para sempre (Jo 14,16), tornou os cristãos destemidos. Assim, narra o Novo Testamento, a Palavra dos cristãos era confirmada com milagres, curas, expulsão de demônios, línguas, profecias e todos os dons do Espírito Santo de Deus.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor Jesus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 30, 2009 4:00 pm

DOM DAS LÍNGUAS: A PRIMEIRA MANIFESTAÇÃO DOS DONS DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS
Como vimos no nosso ultimo colóquio, o dom das línguas foi o grande sinal ocorrido no dia de Pentecostes, passando a fazer parte do cotidiano dos cristãos, conforme relatos do Novo Testamento, da Sagrada Tradição e do Magistério da Igreja.
São Paulo foi o mais eloquente dos apóstolos e também, dentre os cristãos do seu tempo, o que mais recebeu e exerceu os dons do Espírito Santo de Deus. Na sua Carta aos Coríntios, ele descreve detalhes importantes sobre os dons, que muito nos valerão para melhor compreendermos o dom das línguas: "A um é dada a variedade das línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas" (1Cor 12,10). Assim, o dom das línguas tem, além da variedade, as interpretações. A variedade não se refere apenas à grande quantidade de sons ou de fonemas. Ela abrange a variedade de formas, incluindo neste contexto o orar em línguas, o cantar em línguas e o falar em línguas. Dessa forma, entendemos que podemos simplesmente orar em línguas, ou contar em línguas, como também, em um estágio mais elevado, podemos falar em línguas, pronunciando um oráculo, uma profecia ou uma revelação de Deus. Entretanto, quando o dom das línguas ultrapassa a oração e o canto, caracteriza a fala, e esta necessita que alguem a interprete.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos com Deus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Nov 30, 2009 6:14 pm

Orar em línguas é aniquilar-se a si mesmo; é humilhar-se na presença do Senhor, colocando a nossa voz a serviço do Espírito santo de Deus. É emprestar a nossa boca para que o Espírito Santo pronuncie palavras que nem sequer as entendemos: "Aquele que fala em línguas, não fala a homens, senão a Deus; ninguem o entende, pois diz coisas misteriosas sob a ação do Espírito Santo" (1Cor 14,2).
Explicando ainda melhor, "O Espírito Santo vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém: mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis. E aquele que perscruta os corações sabe o que deseja o Espírito, o qual intercede pelos santos, segundo Deus" (Rm 8,26-27).
Fica, portanto, muito claro que não somos nós que oramos, mas que é o Espírito Santo de Deus que ora em nós.
Jesus afirma no Evangelho que "O Espírito da Verdade ensinar-vos á toda a verdade... Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará" (Jo 16,13-14). Assim sendo, podemos afirmar que a oração em línguas transcende à intercessão que Ele realiza em nós e por nós, pois é também uma glorificação, um louvor, uma adoração a Jesus, o Senhor.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Ter Dez 08, 2009 7:38 pm

Esta intercessão que o Espírito Santo de Deus faz por cada um de nós, faz com que sejamos edificados: "Aquele que ora em línguas, edifica-se a si mesmo" (1Cor 14,4), isto é, à medida que oramos em línguas, o Espírito de Deus trabalha no nosso interior, agindo nas nossas emoções e, principalmente, nas necessidades que realmente temos e que Deus providencia pelo seu Espírito, sem que ao menos lhe peçamos, mas simplesmente porque permitimos que o nosso ser seja um vaso de louvor e de adoração à disposição do Espírito Santo de Deus.

A essa disposição no sentido de permitir que o Espírito Santo ore em nós, costumo chamar de grandiosa humildade, pois enquanto nos deixamos diminuir, o Espírito Santo de Deus nos eleva: "Aquele que se fizer humilde como esta criança, será maior no Reino dos Céus"" (Mt 18,4).

O dom das línguas é tido como o menor, como o dom que necessita de uma humildade muito grande, pois não é comum a ninguem falar algo que não compreende ou que não saiba o que está dizendo, e para isso, é necessário mesmo ter muita humildade.

CONTINUO MAIS TARDE !

Fiquemos na paz do Senhor Jesus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qua Dez 09, 2009 5:10 am

O livro do Gênesis narra a história da Torre de Babel (Gn 11,1-9). Em relação a este acontecimewnto, o Papa Gregório Magno diz que "os que tentaram edificar uma torre contra os desígnios de Deus, perderam o uso da mesma língua, e nos que temiam humildemente a Deus foram unidas todas as línguas da Terra. Neste dia (PENTECOSTES), a humanidade recebeu por prêmio esta graça. Na construção da Torre de Babel, a soberba recebeu como castigo a confusão das línguas que dispersou a todos" (Livro II de Homilias Sobre o Evangelho, cap. 10, pag. 305).
Como disse o Papa, no dia de Pentecostes, Deus operou o inverso do que aconteceu nos dias da Torre de Babel. Enquanto os homens se encheram de soberba, o Senhor confundiu os seus projetos.
Por outro lado, enquanto os cristãos aceitaram com humildade os desígnios de Deus, o Espírito Santo lhes foi derramado, de modo que, cheios do Espírito Santo de Deus, começaram a falar em línguas estranhas, e cada pessoa de diferentes nacionalidades, entendiam aquelas palavras na sua própria linguagem.
Assim, Deus unificou, pelo seu Espírito, homens de todas as linguagens e de todas as nações na linguagem do seu Espírito, na oração de louvor e de adoração que brota no coração daqueles que se humilham e que se deixam abandonar a si próprios, deixam de aparecer em si mesmos, para que neles o Espírito Santo de Deus se manifeste.
Mesmo depois da confusão das línguas em Babel, o Senhor nos mostra seu amor, querendo nos unificar, a partir do momento em que aceitamos ouvir a sua voz, conforme nos ensina o profeta: "Será numa linguagem bárbara que o Senhor falará a esse povo" (Is 28,11), e mesmo assim, muitos ainda não ouvirão a voz do Senhor.
QUe a paz do Senhor esteja sobre todos nós !
CONTINUO MAIS TARDE !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Dez 12, 2009 7:12 pm

No Evangelho, Nosso Senhor nos mostra que a unificação através das línguas será um sinal dos que acreditam n'Ele: "Estes sinais acompanharão aqueles que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão linguas novas" (Mc 16,17).
E ainda mais, quando Jesus promete o Espírito Santo de Deus, Ele afirma que "É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o conhece, mas vós (os que acreditartem) o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós" (Jo 14,15).
Portanto, uma condição essencial para receber este dom é acreditar em Jesus, na sua palavra, no seu poder, e assim, receberemos o Espírito Santo De Deus, e com Ele, receberemos também a riqueza dos seus dons e dos seus carismas.
Fiquemos na paz do Senhor !
CONTINUO MAIS TARDE !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Dez 13, 2009 5:41 am

No dia de Pentecostes, reunida no Cenáculo, a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo é agraciada com a manifestação do Espírito Santo. Convém ressaltar que essa manifestação teve como marca principal, além da presença - doravante constante - do Consolador, o dom das línguas: "Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas estreanhas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem" (At 2,4).
Naquele dia, para os primeiros cristãos, se cumpriu a promessa feita por Jesus no dia de sua ascensão aos céus: "Porque João batizou com água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui a poucos dias" (At 1,5).
A partir de então, normalmente, as pessoas que eram batizadas no Espírito Santo pela imposição das mãos dos apóstolos, logo amnifestavam a efusão recebida pelo simples fato de orarem em línguas estranhas, conforme podemos obseravar: "Os fiéis da circuncisão se adimiravam vendo que o dom do Espírito Santo fora derramado também sobre os pagãos, pois eles os ouviam falar em línguas estranhas e glorificar a Deus" (At 10,45-46).
Da mesma forma, "quando Paulo impôs as mãos sobre os discípulos de João Batista, o Espírito Santo desceu sobre eles, e flaram em línguas estranhas e profetizaram" (At 19,6).
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiqeumos na paz do Senhor Jesus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Dez 21, 2009 4:55 am

A ORAÇÃO EM LÍNGUAS SE CONTITUI TAMBÉM EM ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS, DE LOUVOR E DE ADORAÇÃO
Nos seus ensinamentos, São Paulo nos fala do dom das línguas em quatro dimensões: a oração, o cântico, a fala e a interpretação. Na sua Carta aos Romanos, ele nos mostra a oração em línguas como intercessão realizada pelo Espírito Santo de Deus em nós e por nós: "Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis. E aquele que perscruta os corações sabe o que deseja o Espírito, o qual intercede pelos santos, segundo Deus" (Rm 8,26-27).
Na Carta aos Corínthios, São Paulo nos ensina que, para além desta oração de intercessão descrita na Carta aos Romanos, o cântico em línguas se constitui em ação de graças, louvor e adoração: "Então o que fazer? Orarei com o Espírito, mas orarei também com o entendimento; cantarei com o Espírito, mas cantarei também com o entendimento. De outra forma, se só renderes graças com o Espírito, como dirá 'Amém' a tuas ações de graças aquele que ocupa o, lugar dos simples?" (1Cor 14,15-16).
Ainda neste sentido, o mesmo São Paulo nos ensina: "Enchei-vos do Espírito de Deus. Recitai entre vós salmos, hinos e cânticos espirituais" (Ef 5,18-19). Mais na frente, na Carta aos Colossensses, ele nos estimula a este mesmo exercício: "Sob a inspiração da graça, cantai a Deus de todo o coração salmos, hinos e cânticos espirituais" (Col 3,16). Assim, São Paulo, com peculiar sabedoria, nos exorta a, cheios do Espírito Santo (Ef 5,18) e sob a inspiração da graça benfazeja (que é o próprio Espírito Santo de Deus), além dos salmos e hinos, cantarmos os cânticos espirituais, ou seja, cantar em línguas sob a ação do Espírito Santo de Deus.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Lucas Portella em Qua Dez 23, 2009 11:29 pm

Que a Paz Estejam com Vocês nesse natal ,e que possam celebrar realmente o nascimento de jesus,e que ele possa nascer novamente em suas vidas ..



Bom .. eu não li todos os comentários postados,porque não tenho tanta paciência , mas se entendi bem,a dúvida da pessoa que comento e criou o fórum .. foi sobre os dons do espírito santo ,especialmente os dons extraordinários .. e assim,comprei a um tempo uma coleção de livros muito boa,estou lendo esses livros que falam sobre os dons ,e virei ajudar vocês,mas a pessoa que respondeu falou sobre os dons conseguidos pela crisma .. e se você ver bem ,o significado de cada don recebido por esse sacramento ,verá que são dons somente de fé .. não lembro o nome do que eu já havia visto ,mais ele dizia que esse dom era somenter amar deus e crer que seu filho nos salvou ,se não estou sendo equivocado em postar isso .. se vocês poderem explicar um pouco sobre os dons de ciência e sabedoria,e também queria saber um pouco mais sobre 2 desses dons "derivados" de ciencia e sabedoria,que seriam as revelações e o exorcismo


atenciosamente ,Lucas

Lucas Portella

Mensagens : 5
Data de inscrição : 23/12/2009
Localização : Magé,RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Dez 24, 2009 6:21 am

Meu Caro Lucas,
Que a paz do Senhor Jesus esteja sempre no seu coração !
É uma grande alegria ter você conosco no nosso fórum!
Seja bem-vindo !
Como você afirmou, refletir sobre o conjunto das postagens deste tópico, necessita, realmente de tempo disponível e, obviamente, de uma boa dose de paciência. Entretanto, ao meu ver, devido à complexidade do tema proposto, e no sentido de eliminar ao máximo qualquer possibilidade de dúvida a respeito dos dons espirituais, tenho procurado, na minha descrição, de acordo com o conhecimento e com a experiência que o Senhor tem me concedido, fazê-lo com a máxima precisão que me é possivel. Espero que me compreenda.
Na 12ª postagem deste tópico que está na página 1, me referi aos dons crismais que estão devidamente fundamentados em Izaias 11,2-3. Dentre eles, estão os dons de sabedoria e de ciência que assim descrevi:
"Na prática, o dom de sabedoria nos confere a graça de buscar as coisas que são do Senhor, não por um saber teórico, mas por um sentimento profundo que emana do nosso ser. (...). O dom de ciência nos confere o conhecimento da Lei de Deus, tornando-nos aptos para julgar retamente todas as coisas".
Diante do exposto, percebe-se que o crismado é agraciado pela ação do Espírito Santo que lhe é conferida no sacramento do Crisma, de modo que o buscar as coisas que são do Senhor e entendê-las devidamente são efeitos da graça recebida.
Enquanto carismas da vida eclesial, estes dons estão estreitamente ligados aos dons crismais, embora que, pela efusão do Espírito Santo de Deus (Batismo no Espírito), em dados momentos, sua ação é bem mais nítida, visto que esta efusão se torna, muitas vezes é específica para uma determinada finalidade.
Os dons de Palavra de Ciência e de Palavra de Sabedoria são também conhecidos como "Dons de Revelação", ou seja, através deles, o Espírito Santo de Deus nos revela algo em dado momento. Mesmo não sendo uma regra, geralmente estes dons se complementam entre si, ou seja, pela Palavra de Ciência, o Espírito Santo nos revela algo que necessita ser modificado e, pela Palavra de Sabedoria, o mesmo Espírito Santo de Deus nos revela como fazê-lo.
Observei que na sua postagem você fez alusão à utilização destes dons com relação ao exorcismo. É verdade que existe uma relação neste sentido, mas não somente voltado para esta finalidade. Estes dons surgem no dia-a-dia da Igreja revelando curas físicas, psicológicas e espirituais, que decisão tomarmos para agir determinadas situações e em dados momentos, esclarecendo dúvidas a respeito da Palavra de Deus e da própria fé e discernindo a procedência dos espíritos que se manifestam, dentre tantos outros aspectos que no momento falta-me como descrevê-los. Em relação à prática do exorcismo, há um carisma especial que é o "Discernimento dos Espíritos", e que normalmente é acompanhado dos dons de Palavra de Ciência e de Palavra de Sabedoria.
Acredito que alguns aspectos foram melhor esclarecidos. Qualquer coisa, estamos aí para comungar das mesmas idéias !
Grande Abraço !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Lucas Portella em Qui Dez 24, 2009 8:04 pm

Que a Paz Estejam Com Todos e Novamente Feliz Natal !

Muito obrigado pela explicação, mas pensava que o discernimento dos espíritos simplesmente era discernir os espíritos,que seriam os da natureza humana, os da natureza de Deus,e os da natureza do inimigo ,seria esse o discernimento dos espíritos ? e mudando de assunto,nota-se que você sabe bastante dos assuntos católicos caro Flávio.Certa vez ouvi dizer que existiam 3 diabos,sim parece estranho, e eles foram colocados os nome de Lúcifer,Satanás e o Demônio,quando eu ouvi não entendi muito bem,poderia me explicar? o que eu sei é que o anjo caído seria Lúcifer,que era o anjo mais lindo de Deus,mas ele tentou ser maior que Deus e por isso São miguel e seus arcanjos lutaram e venceram,e ele recebe o nome de anjo caído lógicamente porque ele foi banido do céu,mas não entendo porque o nome de satanás,com mais uma pergunta de minha curiosidade,se formos para o inferno,viraremos demônios ? realmente não entendo NADA desse assunto.
atenciosamente Lucas.

Lucas Portella

Mensagens : 5
Data de inscrição : 23/12/2009
Localização : Magé,RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Dez 25, 2009 6:18 am

Meu Caro Lucas,
Hoje é dia de Natal!
Que o Deus-Menino faça do seu coração a sua mangedoura e o torne pleno do seu amor e da sua paz!
O seu pensamento está correto em relação ao dom do discernimento dos espíritos.
Na verdade, ele nos faz compreender a procedência de qualquer espírito que venha a se "manifestar". Muitas vezes, por não terem o conhecimento deste dom, pessoas atribuem ao demônio, obviamentede forma errônea, determinados estados de depressão, problemas neurológicos, efeitos de drogas, e alcoolismo, dentre outros, afirmando existir possessão diabólica onde realmente não existe.
Não podemos negar que por trás de alguns casos inerentes às drogas e ao alcoolismo pode estar a ação diabólica, considerando que Ele se aproveita também dessas situações para promover o seu disfarce, mas isso não é uma regra.
Da mesma forma, também não podemos negar que o demônio se aproveita de momentos de nervosismo e de depressão para promover o seu disfarce. Entretanto, as respostas humanas aos estímulos nervosos e depressivos não se constituem em ações diabólicas.
Por estes dois parâmetros aqui levantados, há que se compreender que o dom do discernimento dos espíritos, além de nos dar ciência da procedência de determinadas ações (se são de Deus, do Homem ou do Diabo), nos dá também, no caso de ação diabólica, o conhecimento do nível desta ação que pode acontecer simplesmente a nível de tentação, ou de forma bem mais complexa, a nível de opressão, ou aínda, de forma extremamente complexa, a nível de possessão.
Em relação à existência de três diabos, não é verdade, pois são muito mais. Lúcifer arrastou consigo a terça parte dos anjos celestiais (Ap 12,5), formando uma grande legião de demônios.
Em relação aos nomes do "tinhoso", são muitos. No nosso fórum, na parte de Catecismo, há um tópico "PODER DO DIABO". Nele eu postei o seguinte resumo: Como as Sagradas Escrituras descrevem a pessoa do Diabo?
Além deste tópico, há outro em que escrevi algo sobre isso, mas que no momento não me lembro. Vou dar uma pesquisada e logo que puder me comunico com você.
Com relação a sua ultima pergunta, aqueles que forem para o inferno não viram demônios, da mesma forma que aqueles que forem para o céu não viram deuses. Em breve, escreverei com maior propriedade e fundamentação.
Grande abraço !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Lucas Portella em Sex Dez 25, 2009 12:58 pm

Hoje nessa data tão especial,desejo que o menino Jesus nasça novamente no coração de todos ! trazendo paz,esperança,e tudo de bom !




Muiiiiiiiiito Obrigado !
precisava saber disso,sei que não é ético,mas eu passei por um momento difícil..

no encontro que eu trabalhei em outra cidade,ficamos sabendo de um menino e que o demônio o "manifestava" porque a madrasta fazia magia negra para esse menino,somente para atingir a mãe dele

e no momento da efusão,2 pessoas oraram por esse menino..
e por incrível,o menino não teve o repouso no espírito,mas as pessoas que oraram por ele não simplesmente repousaram,mas desmaiaram logo em seguida que levantaram

depois que todos foram embora,um espírito imundo se manifestou em 1 das 2 pessoas ... e sim,era concerteza uma possessão,ele estava em si,e as vezes voltava a si e pediu ajuda,mas o espírito imundo não deixava,colocamos uma bíblia em seu peito,a bíblia enrrugou como plástico no fogo,e Ele falava umas coisas que nunca tinha ouvido,não era somente uma oração em línguas,era uma língua estranha,muito estranha ..

no final,conseguimos liberta-lo,quando rezamos a oração de São Bento e a de São Miguel,o espírito tremia,e chacoalhava o menino .. no final,conversei com um padre e faço uma direção espiritual .. graças a Deus ..
por isso tenho tantas dúvidas e obrigado por esclarece-las

Lucas Portella

Mensagens : 5
Data de inscrição : 23/12/2009
Localização : Magé,RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Dez 25, 2009 8:55 pm

Caro Lucas,
Que a paz do Senhor esteja sempre no seu coração !
Fico muito feliz por saber que participa de grupos de oração. Eles são uma bênção indescritível, visto que neles temos a graça de vivenciarmos mais facilmente os carismas espirituais.
Nos grupos de oração deve haver vários subgrupos encarregados dos mais diversos ministérios, de acordo com o chamado do Senhor. Dentre estes subgrupos, está o do ministério de libertação, que deve cuidar dessas questões. Para isso é necessária uma vida de oração intensa, de estudos e de reflexões da Palavra de Deus, e de modo específico, naquilo que concerne a este grande ministério, bem como é importante ter um diretor espiritual, como você se referiu.
Para um melhor esclarecimento a esse respeito, sugiro a leitura do livro "QUEM COMO DEUS" da editora Loyola. No momento não me lembro do nome do autor. Trata-se de um livro que esclarece muitas coisas a respeito deste ministério.
Há também uma entrevista muito esclarecedora do Pe. Gabriele Amorth disponível no seguinte endereço:
Grande abraço !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Dez 27, 2009 4:12 am

AINDA SOBRE A VARIEDADE DAS LÍNGUAS
Além da oração e do cântico em línguas, São Paulo faz referência a um terceiro aspecto, que se trata do falar em línguas estranhas: "Desejo que todos faleis em línguas, porém, muito mais, desejo que profetizeis. Maior é quem profetiza do que quem fala em línguas, a não ser que esxte as interprete, para que a comunidade possa ser edificada" (1Cor 14,5).
Esta citação nos dá uma ligeira impressão de que não devemos usar o dom das línguas mais que o da profecia.
Na verdade, o texto não está se referindo à oração e ao cântico em línguas, e sim à fala propriamente dita, e isso é ratificado no final: "a não ser que este (que fala em línguas) tambem as interprete, a fim de que a comunidade seja edificada (1Cor 14,5b).
Podemos falar em línguas para pronunciar um oráculo, uma profecia ou uma revelação de Deus. Neste caso, numa assembléia, não falam todos oa mesmo tempo como quando estão em oração ou até mesmo em um cântico em línguas, mas fala um de cada vez, e em voz bem mais forte que, pela própria natureza do dom, tem uma onação diferente de quando estamos em oração.
FIQUEMOS COM DEUS !
Continuo mais tarde !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Dez 28, 2009 4:32 am

O DOM DAS LÍNGUAS É UMA PORTA PARA OS OUTROS DONS ?

Devemos observar que a profecia edifica a comunidade, enquanto que o dom das linguas edifica a pessoa que ora. Assim sendo, podemos afirmar que geralmente as pessoas que receram o dom da profecia já receberam bem antes o dom das línguas, muito embora isso não seja uma regra, visto que há pessoas que receberam o dom da profecia sem nunca terem recebido o dom das línguas. Em outras palavras, podemos afirmar que é mais fácil de se receber o dom das línguas para depois receber o dom da profecia e os outros dons embora, repito, isso não seja uma regra.
São Paulo, em relação ao envio e à pregação pregação do Evangelho, nos faz um colóquio muito interessante que nos ajuda a compreender melhor essa realidade: "Como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele em quem não ouviram falar? E como ouvirão falar se não houver quem pregue? E como pregarão se não forem enviados?" (Rm 10, 14-15). Assim sendo, da mesma maneira que a prece está intimamente ligada à fé, a fé à Palavra, a Palavra à pregação e a pregação ao envio, embora isso não seja uma regra, a mesma coisa acontece em relação aos dons espirituais, partindo do dom das línguas. Neste sentido, ele é o primeiro, é aquele que abre os nossos corações para os demais.
Partindo deste raciocínio lógico, em relação aos dons espirituais, poderíamos parafrasear da seguinte maneira: Como edificarão os outros, se ainda não foram edificados? Como edificarão a comunidade pela profecia, se ainda não foram edificados pelo dom das línguas? Justamente por isso, São Paulo, na seqüência do texto sobre os dons espirituais, nos faz uma importante exortação: "aquele que fala em línguas, peça na oração o dom de as interpretar" (1Cor 14,13). Com efeito, mauitas vezes o dom da profecia acontece em línguas estranhas, o que é uma maneira de Deus chamar a nossa atenção, como nos descreve o profeta Izaias: "Será por gente de lingua estangeira e por lábios estrangeiros que falarei a este povo; e nem assim me ouvirão, diz o Senhor" (iz 28,11-12).
Observemos que, quando o Senhor fala que "mesmo assim não me ouvirão", Ele não se refere à totalidade dos povos, e sim aos infiéis, para quem as línguas são um sinal, como nos afirma São Paulo: "As línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis. Se, pois, numa assembléia da Igreja inteira todos falarem em línguas, e se entraresm homens simples ou infiéis, não dirão que estais loucos?" (1Cor 14,22-23). Isso ficou comprovado no dia de Pentecostes, quando os infiéis, ouvindo o ruído das línguas, por serem infiéis, não entenderam aquele ruído em suas próprias línguas, ao contrário dos fiéis que, recebendo o batismo no Espírito Santo (Efusão do Espírito Santo). Os infiéis, sem receberm o batismo no Espírito Santo, afirmaram escarnecendo: "eles estão cheios de vinho doce" (At 2,13), e é também por isso que devemos pedir o dom de interpretar as línguas, além do desejo que sentimos no coração de receber, pela unção do Espírito, a palavra, a profecia, a revelação que Deus quer fazer aos seus filhos.
Se observarmos a conduta posterior dos apóstolos e dos que estavam reunidos no Cenáculo no dia de Pentecostes, veremos comprovada esta realidade. Depois do dia de Pentecostes, a partir da manifestação do dom das línguas, todos foram acompanhados do poder de Deus, manifestando e experimentando a riqueza dos dons espirituais que comprovavam com sinais extraordinários a Palavra do Evangelho que anunciavam. Devemos observar que o primeiro sinal foi o dom das línguas. Este precedeu todos os outros, e é por isso que costumamos afirmar que, mesmo não sendo uma regra, como me referi anteriormente, o dom das línguas, edificando a cada um individualmente, se constitui na porta de entrada para os demais dons que edificam a comunidade.
CONTINUO MAIS TARDE !
Fiquemos na paz do Senhor Jesus !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Jan 02, 2010 5:36 am

São Paulo parece até esnobar dizendo: "Graças a Deus que possuo o dom das línguas superior a todos vós" (1Cor 14,18), mas muito pelo contrário, ele não se gloria do dom do Espírito Santo, mesmo que assim nos pareça. Ele nos estimula a busacr incessantemente o dom das línguase em grau cada vez mais superior, seja no orar, no cantar, no falar e finalmente no interpretar as línguas.
Se assim acontecer conosco, seremos muito mais edificados, a comunidade também será muito mais edificada, e o poder de Deus se manifestará em muito maior proporção e intensidade na nossa Igreja e grupos de oração. Conforme afirmei anteriormente, enquanto mais se colocar em prática o dom das línguas, mais seremos edificados, masi a Igreja será edificada e, uma vez edificadas as pessoas e a comunidade, mais se abrem as portas dos nossos corações para a ação do Espírito Santo através de nós, distribuindo mais e mais dos seus dons. É por esta razão que São Paulo nos estimula com veemência a buscar sempre mais o dom das línguas que, teoricamente sendo o primeiro, nos abre as portas para os demais.
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Jan 03, 2010 4:07 am

São Paulo ensina que "se há quem fala em línguas, não falem senão dois ou três, quando muito, e cada um por sua vez, e haja quem interprete. Se não houver intérprete, fiquem calados na reunião, e falem consigo mesmo e com Deus" (1Cor 14,27-28).
É preciso, portanto, pedir o dom de interpretar as línguas, e o passo mais importante para recebê-lo é pedir em oração.
Devemos, nos grupos de oração, orar e cantar bastante em línguas, se é que existe um limite que possamos dizer que é bastante. Seria melhor dizer, orar e cantar em línguas o máximo que pudermos, sabendo que nesta oração e neste cântico, o Senhor nos edifica no nosso interior, quebra as barreiras, desmonta o império dos nossos pecados de estimação e cura o nosso ser integral (corpo, mente e espírito).
É por isso que São Paulo nos diz que "não impeçamos que se fale (ore e cante) em línguas" (1Cor 14,39).
As línguas atraem o poder salvador e curador do nosso Deus e fazem acontecer grandes milagres, sinais e prodígios, e se nós temos a nosso favor tamanhas bênçãos, é necessário que não abramos mãos do dom do Espírito Santo de Deus.
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Jan 03, 2010 9:20 am

A MÚSICA DO CÉU
O aspecto mais belo do dom das línguas é o cântico em línguas, assim descrito por Santo Inácio de Loyola: "são palavras misteriosas que soam como música do céu, cujo aspecto musical, e cuja harmonia são deleitosos de se ouvir".
Jesus, no encontro com a samaritana, nos deixa uma definição de como devemos adorar a Deus: "Nós adoramos o que conhecemos. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e em verdade, e são esses os adoradores que o Pai deseja. Deus é espírito, e os seus adoradores devem adorá-lo em espírito e verdade" (Jo 4,22b.23-24).
O que mais pode caracterizar essa adoração senão o cântico em línguas, se é o Espírito Santo de Deus que canta em nós? Este cântico foi anunciado por Jesus, quando falava da vinda do Espírito Santo: "Quando vier o Paráclito... Ele me glorificará!" (Jo 16, 13a. 14a), de modo que não pode haver adoração mais perfeita do que esta, a adoração na qual o Espírito de Deus usa o nosso ser como um vaso de adoração em espírito e em verdade!
São Paulo nos fala em um cântico espiritual: "Recitai entre vós salmo, hinos e cânticos espirituais. Cantai e celebrai de todo o coração os louvores do Senhor" (Ef 5,19). E o que seria este cântico de todo o coração? Na sua carta aos colossensses, nos ensina: "Sob a inspiração da graça (do Espírito Santo), cantai a Deus de todo coração salmos, hinos e cânticos espirituais" (Col 3,16b). Assim percebemos que São Paulo foi muito feliz quando descreveu este cântico espiritual, pois temos os salmo que cantamos essencialmente pela Bíblia, temos também os hinos, dos quais alguns estão também na Bíblia, embora que a grande maioria destes hinos seja composta por compositores e músicos sacros, e finalmente, temos os cânticos espirituais que se constitui na adoração que o Espírito Santo de Deus realiza em nós.
O Cântico em Línguas é também o Cântico dos Remidos, dos Resgatados, dos Salvos: "Ninguem podia aprender este cântico a não ser aqueles que foram resgatados da terra" (Ap 14,3b). É este o cântico dos que entraram pelo caminho da salvação.
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Nov 07, 2010 5:47 pm

Ao término da minha exposição, gostaria de manifestar o meu agradecimento a todos os que fazem o nosso fórum e, de modo muito especial, a Conceição, o Yuri, o Lucas Portela e o Felipe Balter pela participação no desenvolvimento do tema, pelos questionamentos, sugestões e corroboração. Acredito que todos crecemos um pouco na graça e no conhecimento dos dons espirituais.

Um grande abraço a todos !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dons do Espírito Santo de Deus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum