Manifestacao unica de coragem, fe e alegria: viagem do Papa a Inglaterra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Manifestacao unica de coragem, fe e alegria: viagem do Papa a Inglaterra

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Set 18, 2010 5:49 pm

Caros amigos,

Dos dias 16 a 19 de outubro ocorre a visita historia do Santo Padre ao Reino Unido. Ele foi convidado pela rainha da Inglaterra (oficialmente a cabeca da Igreja Anglicana) como Chefe de Estado para ir a Inglaterra e a Escocia, paises confessionalmente anglicanos e por mais de 500 anos protestantes. Muitos pensavam que a visita fosse um fracasso, mas o que esta acontecendo e realmente espetacular, historico. Esta sendo uma manifestacao publica de amor a Cristo, a Igreja e ao Vigario de Cristo sobre a Terra como poucas vezes ocorreram na historia. As multidoes estao indo as ruas cheias de alegria para ver o Papa passar e estao lotando todos os eventos publicos com o Papa.

Vale a pena conferir. Deixo aqui os links dos videos dos principais eventos desses dias.

http://benedictxvi.tv/site/2010/09/16/uk-3-mass-at-bellahouston-park-glasgow/

http://benedictxvi.tv/site/2010/09/17/uk-6-world-of-catholic-education-sports-arena-of-st-mary%E2%80%99s-university-london/

http://benedictxvi.tv/site/2010/09/17/uk-9-meeting-with-the-representatives-of-british-society-at-westminster-hall-london-super/

Recomendo muito. Grande abraco e que Deus abencoe a todos.

Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

BENTO XVI AOS ESTUDANTES CATÓLICOS: NÃO SEJAM MEDÍOCRES, SEJAM SANTOS

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Set 18, 2010 5:54 pm

Caros amigos,

Deixo aqui essas palavras espetaculares do Papa aos jovens na Inglaterra.


“Todos querem a felicidade, mas muita gente nunca a encontra”

LONDRES, sexta-feira, 17 de setembro de 2010 (ZENIT.org) – “Espero que entre os que me escutam hoje esteja algum dos futuros santos do século XXI”, disse o Papa Bento XVI nesta sexta-feira para cerca de 4 mil estudantes católicos britânicos.

“Quando os convido a ser santos, peço que não se conformem em ser de segunda linha” – afirmou –, mas que aspirem a um “horizonte maior”. “Não se conformem em ser medíocres”.

Acompanhado do bispo de Nottingham e presidente da Comissão Episcopal de Ensino, Dom Malcolm P. McMahon, o Papa falou aos estudantes no campo desportivo do St Mary’s University College. Uma conexão o ligava a todas as escolas católicas britânicas.

“Não é frequente que um Papa ou outra pessoa tenha a possibilidade de falar de uma vez só aos alunos de todas as escolas católicas da Inglaterra, País de Gales e Escócia”, começou seu discurso. “Como tenho esta oportunidade, há algo que desejo enormemente lhes dizer”. Foi então que o Papa afirmou esperar que entre os que o ouviam estivesse “algum dos futuros santos do século XXI”.

“O que Deus deseja mais de cada um de vós é que sejam santos. Ele os ama muito mais do que jamais poderiam imaginar e quer o melhor para vocês. E, sem dúvida, o melhor para vocês é que cresçam em santidade”, disse.

“Talvez algum de vocês nunca antes tenha pensado nisso” – admitiu –, convidando-lhes a se perguntar “que tipo de pessoa” gostariam de ser de verdade.
“Ter dinheiro possibilita ser generoso e fazer o bem no mundo, mas, por si mesmo, não é suficiente para fazer feliz. Estar altamente qualificado em determinada atividade ou profissão é bom, mas isso não os preencherá de satisfação, a menos que aspirem a algo maior. Chegar à fama não faz feliz”.

“A felicidade é algo que todos querem, mas uma das maiores tragédias deste mundo é que muita gente jamais a encontra, porque busca a felicidade nos lugares errados”, afirmou Bento XVI.

Por isso – recordou –, “a verdadeira felicidade encontra-se em Deus. Precisamos ter o valor de pôr nossas esperanças mais profundas somente em Deus, não no dinheiro, na carreira, no êxito mundano ou em nossas relações pessoais, mas em Deus. Só Ele pode satisfazer as necessidades mais profundas de nosso coração”.

O Papa convidou os jovens a serem “amigos de Deus”. “Quando se começa a ser amigo de Deus, tudo na vida começa a mudar. À medida que o conhecem melhor, percebem o desejo de refletir algo de sua infinita bondade em sua própria vida”.

“Quando tudo isso começa a acontecer, vocês estão no caminho da santidade”, afirmou o Papa.

Neste sentido, convidou-os a ser “não só bons estudantes, mas bons cidadãos, boas pessoas”.

“Não se contentem em ser medíocres. O mundo necessita de bons cientistas, mas uma perspectiva científica torna-se perigosa se ignora a dimensão religiosa e ética da vida, da mesma maneira que a religião se converte em limitada se rejeita a legítima contribuição da ciência em nossa compreensão do mundo”.

“Precisamos de bons historiadores, filósofos e economistas, mas se sua contribuição para a vida humana, dentro de seu âmbito particular, enfoca-se de modo demasiado reduzido, pode nos levar por mau caminho”, explicou o Papa.

O pontífice também se dirigiu aos alunos não católicos que estudam nas escolas católicas, convidando-os a “se sentir movidos à prática da virtude” e a crescer “no conhecimento e na amizade com Deus junto de vossos companheiros católicos”.

“Vocês são para eles um sinal que recorda esse horizonte maior que está fora da escola, e, de fato, é bom que o respeito e a amizade entre membros de diferentes tradições religiosas forme parte das virtudes que se aprendem em uma escola católica”, concluiu.

Fonte: http://www.zenit.org/article-26049?l=portuguese

Grande abraco a todos.

Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestacao unica de coragem, fe e alegria: viagem do Papa a Inglaterra

Mensagem por Pe. Anderson em Sab Set 18, 2010 6:24 pm

Caros amigos,

Vejam esses comentarios feitos pelo bispo de Westminster (lider honorifico dos anglicanos) sobre a visita do Papa nesses dias:

ARCEBISPO DA CANTUÁRIA: UMA VIAGEM MUITO ALÉM DE TODA EXPECTATIVA

“As pessoas foram às ruas para manifestar sua fé”

"Acho que uma das melhores coisas é precisamente a percepção de que muitas das previsões que foram feitas acabaram sendo errôneas": assim afirmou hoje o arcebispo da Cantuária, Rowan Williams, aos microfones da Rádio Vaticano.

"O principal que quero dizer - afirmou - é que foi uma ocasião extremamente feliz e que o acolhimento que o Papa recebeu dos bispos anglicanos, das pessoas nas ruas e, naturalmente, no Westminster Hall, foi enormemente positivo. E certamente a oração ecumênica da tarde na abadia foi intensamente comovente para todos os presentes."

A viagem de Bento XVI, prosseguiu, "foi uma ocasião verdadeiramente abençoada e as pessoas saíram às ruas para manifestar sua fé".

"O conflito é sempre uma notícia melhor para uma manchete de jornal que a harmonia - comentou. Mas como muitas pessoas me disseram nesta ocasião, quando se pensa que isso teria sido totalmente inimaginável há 40 ou 50 anos, inclusive no começo do Concílio Vaticano II, claramente algo aconteceu."

"E parte disso - acrescentou o bispo da Cantuária - é uma volta às raízes, algo de que o Papa e eu falamos em privado (são alguns dos nossos entusiasmos teológicos comuns), a herança dos Padres e, novamente, rezar juntos frente ao sacrário de Eduardo o Confessor, olhando para trás, para a época em que as fronteiras não eram as que existem agora entre os cristãos... E tudo isso é parte, penso eu, de um quadro muito positivo."

"Acho que é uma pena que o mundo veja só as controvérsias ou as pequenas coisas negativas, enquanto o imenso peso da oração cotidiana, da compreensão, do amor e da amizade que existe entre nós passa despercebido", observou.

Por outro lado, com relação ao encontro privado com o Papa, Rowam Williams afirmou que os diálogos se centraram não tanto nas relações entre anglicanos e católicos, e sim na situação dos cristãos na Terra Santa, frente ao próximo Sínodo dos Bispos sobre o Oriente Médio, que se realizará em outubro, em Roma.

"Falamos de algumas das grandes áreas de conflito, nas quais estamos tentando trabalhar juntos - acrescentou; de como as hierarquias católicas e anglicanas trabalharam juntas no Sudão, testemunhas e portadoras de paz, e de quão urgente é reforçar tudo isso. Falamos também da questão de como comprometer-se em um diálogo racional com o mundo leigo."

"Minha oração e minha esperança para esta visita - concluiu Williams - é que ajude a promover a fé neste país e ajude as pessoas a reconhecerem tanta gente absolutamente simples que acredita em Deus, na vida sacramental da Igreja e que funda sua própria vida em tudo isso."

Grande abraco e todos.

Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 34
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestacao unica de coragem, fe e alegria: viagem do Papa a Inglaterra

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:52 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum