Por que Voto em José Serra

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Qua Out 06, 2010 2:58 pm

A ESCOLHA DE ALESSANDRO: POR QUE UM EX-PETISTA VOTARÁ EM JOSÉ SERRA?

Os primeiros que lerão essa mensagem me conhecem, no entanto, como entendo um pouco a internet, sei que ela pode chegar aos olhos de pessoas que nunca tiveram o menor contato comigo. Sendo assim começo o texto me apresentando.

Sou o Alessandro, tenho 28 anos, católico desde os 15, tenho graduação em ciências sociais e mestrado em sociologia. Sou professor na Universidade e no Ensino Médio. Me interesso bastante por filosofia, história e literatura. Também devo dizer que, excetuando a última eleição, sempre votei no Partido dos Trabalhadores e que vibrei com a primeira vitória do Lula em 2002.

Poucos dias antes do primeiro turno das eleições mandei uma mensagem para aqueles cadastrados no meu Orkut. Nessa mensagem disse os motivos de alguém que sempre votou no PT mudar seu voto agora em 2010. Percebi que o texto deu frutos, afinal recebi várias mensagens em resposta.

Agora, escrevo este texto para explicar porque eu que sempre me identifiquei com algumas das propostas do PT, tive ojeriza pelo PSDB e votei na Marina Silva no primeiro turno, votarei no tucano José Serra, número 45, daqui a algumas semanas.

Acredito valer a pena explicar os motivos pelos quais votava no partido do presidente Lula antes de passar a fazer críticas. Nunca fui marxista e não acho que o comunismo seja um bom projeto para o mundo. Tenho grandes resistências teóricas à compreensão da realidade feita por Marx...Votava no PT sem ser comunista porque sabia (e sei) que este partido possui diversas correntes internas e nem todas elas advogam em favor deste regime totalitário.

Votava no PT por encontrar nesse partido a defesa de algumas bandeiras com as quais me identifico, como a reforma agrária, a maior distribuição de renda, uma ênfase em políticas que favorecem os menos favorecidos, uma visão de saúde e educação que não privilegiam o mercado...Isso só para citar algumas.

Quando o Partido dos Trabalhadores chegou ao poder confesso que me entristeci com algumas medidas adotadas, como a manutenção da taxa de juros e a política assistencialista, além, é claro, dos grandes escândalos de corrupção em um grupo que autodenominava defensor da ética.

Peço que o leitor não me julgue ingênuo. Sou leitor de Robert Michels e conheço todos os limites da democracia representativa, conheço também a triste tradição de confusão entre público e privado que temos no país. Apesar disso tudo, esperava uma política um pouco diferente.

Mesmo chateado e decepcionado com algumas posturas, no ano de 2006 votei em Luis Inácio Lula da Silva e em deputados e Senadores que fizessem parte de uma bancada favorável a ele. Minha decepção continuou...Durante uns dois anos, para minha vergonha e por motivos pessoais, fiquei um pouco alheio ao cenário político nacional, embora continuasse acompanhando as notícias. Foram meus anos de mestrado. De um tempo para cá, voltei a acompanhar com mais atenção o cenário político e confesso que mais uma vez me entristeci.

O Partido dos Trabalhadores passou a defender posturas que julgo inaceitáveis, como o assassinato de crianças ainda não nascidas e leis que ofendem a liberdade de culto e religião, direitos que julgo fundamentais. A punição de dois deputados que militavam contra o aborto foi a gota d’água. Parece que no PT divergências de opiniões não são tão bem vindas assim. (Essa é a conseqüência do tal centralismo democrático!!!).

Fora aqueles que militam a favor da vida, outras grandes figuras foram mal tratadas pelo Partido dos Trabalhadores. Sim, estou falando de Marina Silva e Cristovam Buarque...Ah...existem também aqueles que fundaram o PSOL. Aparentemente todos aqueles coerentes com suas bandeiras e com sua base eleitoral e que não fazem o jogo desejado pelos dirigentes não são bons o suficiente para continuarem no partido.
Algo de bom que essas posturas do PT acarretaram para mim foi a realização de uma revisão crítica do governo do PSDB. Confesso que ainda não sou um entusiasta desse partido, mas hoje julgo bastante injusta a visão maniqueísta que afirma serem os tucanos o mal encarnado e os Ptistas a vanguarda da política brasileira, aquilo que o Brasil tem de melhor.

Percebi também que meu voto no PT era bem pouco consciente, votava no carisma de um partido e não em uma proposta concreta. Percebi que no mundo político as coisas são mais complicadas e que muito do que o atual partido governista fez foi dar continuidade a políticas e projetos elaborados durante o governo Fernando Henrique.

Devo reconhecer que os números do governo Lula são melhores, mas isso não se deve a mudança de projeto macro-econômico, mas aos frutos do projeto que o governo anterior teve a coragem de implementar. Até mesmo o Bolsa família é uma continuidade de projetos anteriores. Em alguns pontos avançamos qualitativamente, como na questão do Ensino Superior Público, mas são situações pontuais. Em uma visão geral, o PT colheu o que o PSDB plantou.

A política é mais complicada que um jogo maniqueísta e nem sempre é possível escolher o bem maior. Algumas vezes, com um engasgo na garganta, temos que escolher o mal menor. Acredito ser bem esse o caso do segundo turno das eleições presidenciais deste ano.

Mesmo nas questões morais, como o aborto, o candidato José Serra já deu suas escorregadas. Como ministro da saúde, fez uma portaria que facilitou muito o aborto nos hospitais públicos. Nessa campanha, no entanto, ele se declarou contrario a essa prática e foi coerente com o discurso do início ao fim da campanha. Situação bem contrária e a da candidata ptista que mudou o discurso porque perdeu alguns votos. Os dois podem estar sendo espertos, no entanto Serra é coerente e sabe que grande parte dos que votaram (e votarão) nele o fizeram por causa da postura nesta questão.

Além disso, como já disse, a agenda do PT fere valores fundamentais. E, nunca é demais dizer, alguns valores são inegociáveis!

Antes de encerrar o texto, que já está bastante longo, quero me deter em alguns argumentos utilizados por aqueles que não vão votar no Serra: “Ele vai privatizar a Petrobrás”, “Hoje nós temos mais poder de compra”, “as políticas sociais do PT são melhores”.

Acho que nenhum desses argumentos é convincente. Em primeiro lugar, embora o PSDB tenha uma política mais ligada a privatizações, o partido sabe o custo político que foi privatizar a vale do Rio Doce. Sinceramente, não creio em uma privatização das grandes estatais. Fora o fato de jeito que o PT lida com a Petrobrás é praticamente uma privatização. Afinal usar uma estatal para o benefício do partido não significa defender os interesses nacionais...(alguém viu também o uso dos espaços público para planejamento de campanha????)
Em relação ao poder de compra, é verdade. No entanto, como já frisei, isso é fruto de uma política corajosa do PSDB mantida pelo governo do PT. Ah...e não posso deixar de dizer que o momento internacional também é outro!

Quanto às políticas sociais não vejo tanta diferenças assim, embora reconheça avanço. Acredito sinceramente que elas não serão cortadas, uma vez que possuem raízes em projetos anteriores e alavancam muitos votos.
Antes de terminar devo dizer que é um mito que a dívida externa foi paga. O candidato Plínio de Arruda Sampaio tocou nesse ponto em alguns debates... A dívida continua enorme.

Os projetos econômicos são muito parecidos, com algumas nuances, é claro. Então, e se ainda não fui claro, digo de forma mais direta porque votarei em José Serra.

VOTAREI em José Serra porque quando os projetos são parecidos devemos escolher o melhor gerente, e nesse quesito não há discussão possível ao se comprar Serra e Dilma. Nossa amiga nunca teve um cargo para o qual foi eleita...

VOTAREI em José Serra porque algumas questões morais fundamentais receberão um tratamento menos pior em seu governo.

VOTAREI em José Serra porque acredito que uma certa rotatividade no poder é salutar para o país.

VOTAREI em José Serra porque o PT não é e, creio eu, nunca mais será o mesmo.

VOTAREI em José Serra, mesmo com um engasgo, porque é impossível votar no PT sem trair minha consciência.

E por favor não votem nulo e nem deixem de votar. No último domingo o número de pessoas que deixaram de votar foi de 24 milhões, mais do que a terceira colocada conseguiu. Deixar de votar é favorecer os primeiros colocados porque são computados apenas os votos válidos. Quantos mais votos nulos ou brancos e abstenções, menor o número de votos que o candidato precisa para ser eleito.



Última edição por alessandro em Sex Out 08, 2010 8:37 pm, editado 4 vez(es)

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Qua Out 06, 2010 6:58 pm

Shocked Grande texto, mas pessoalmente acredito que com qualquer candidato que venha a ser eleito o aborto não será descriminalizado, mas tenho certeza que com Serra no poder isso será concerteza muito mais provável, ele já manifestou sua opinião à favor do aborto em eleições passadas (lobo em pele de cordeiro),mas tarde concerteza vai vir a público com aquele discurso de médico abortista:
-"Infelizmente apesar de pessoalmente ser contra o aborto, as clinicas clandestinas estão vitimando muita gente inocente e agora infelizmente a melhor opção neste momento é....blablabla"
Não sei se os católicos se lembram ,mas em 1998,quando era ministro da Saúde, José Serra foi acusado de atender a grupos pró-aborto por normatizar a realização do aborto nos casos previstos em lei (risco de vida para a grávida ou gravidez após estupro).Mesmo permitido desde 1940, poucos serviços públicos faziam o aborto. A normatização deu respaldo político e técnico para que mais hospitais o realizassem.O então deputado federal Severino Cavalcanti (PP-PE) apresentou um projeto de decreto legislativo para sustar a normatização. Para ele, Serra via “o ato de ceifar uma vida inocente” como “o esvaziamento da cavidade uterina”
Em 2001, o Ministério da Saúde começou a distribuir com Estados e municípios a pílula do dia seguinte. Entidades católicas foram a público dizer que a pílula é abortiva. Será que nos esquecemos?
Bom eu não,me desculpe mas eu não consigo acreditar nesse "nosso camarada",este papo de que ele é contra o aborto é mentira ...
Vamos abrir os olhos...
Discurso de um padre( padre Leo da canção nova)
(www.youtube.com/watch?v=yst5IM8Q2os)
Acho que não temos boas opções para a presidência ,mas será o Serra o mals menor? Quem é o candidato José Serra? você sabe?
O diap(departamento intersindical de assessoria parlamentar) públicou apos a constituinte de 1988 uma avaliação dos parlamentares, de acordo com o posicionamento deles nas votações contra ou a favor dos interesses nacionais dos trabalhadores.
Na avaliação ele foi reprovado de 0 a 10, recebeu nota 3,75 (triste)
(resultado de apoio a elite, e como resultante vai contra os interesses dos trabalhadores)
Votou contra ou abdicou o voto:
-Contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas;
-Contra mais garantias ao trabalhador, na estabilidade de emprego;
-Negou seu voto contra o direito de greve( isso explica a forma ditatorial e violenta que ele trata o funcionalismo quando recorre a greve);
-Negou seu voto pelo abono de férias de 1/3 do salário;
- negou seu voto pelo aviso prévio proporcional;
-negou seu voto pela estabilidade do dirigente sindical;
-negou seu voto para garantir 30 dias de aviso prévio;
-negou seu voto pela garantia do salário mínimo real( e diz que vai para 600 reais);
-Votou contra a implantação de comissão de fábrica nas indústrias;
-Votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo;
....
Triste
Procure o livro "quem foi que na constituinte" pág: 621
Me desculpa
mas pra finalizar votar em um partido que apoia o fim do 13ºsalário, vai contra TODAS as reivindicações trabalhistas é triste não pode ser eleito.
É infelizmente os dois candidatos a presidência não são os ideais
e se for pra piorar melhor continuar como está e vamos abrir os olhos
nas eleições passadas fizeram as mesmas criticas ao Lula e o que vemos e mais "liberdade religiosa" e os trabalhadores em uma situação estavel para melhor (sei que ainda não é a ideal mais lembrem-se do FHC)
Voto Dilma apesar de reconhecer que não é o voto ideal para o meu país ,mas concerteza é o menos pior. Informe se:
(http://sindromedeestocolmo.com/archives/2010/09/mentiras_contra_dilma_sao_espalhadas_na_internet_vejam_esses_absurdos_e_seus_respectivos_desmentidos.html/) Very Happy
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Binhokraus em Qua Out 06, 2010 8:40 pm

De fato, para mim essas eleições tem os piores candidatos possíveis.

Porém, gostaria muito de dizer uma coisa. A Dilma NÃO É O LULA.
Porque estou frisando isto? O PT, de fato não foi o partido que muitos esperavam. Como o Alessandro, eu também votei duas vezes no Lula, e te digo, se ele fosse candidato nessas eleições, votaria nele de novo. Mas não voto na Dilma.
Ela não tem a firmeza dele. O Lula enfrentaria de peito aberto o PT, caso o PT popusesse algo que ele não considera boa ou justa para o povo, ele peitaria, como acredito que peitou, por exemplo, na questão do aborto. A Dilma não fará isso, porque dona Dilma não tem comprometimento com o povo, nunca teve. Ambiciosa por poder desde a infancia, traidora de valores como a família, entre outros. Basta olhar o passado da candidata. Isso precisa muito ser levado em consideração. Envolvimento com forçar armadas revolucionárias, ela mesma participou de uma aqui no Brasil cujo objetivo era tomar o poder. Enfim. Não voto na Dilma pois o passado dela me mostra que não teremos um bom futuro, porque durante a campanha ela mudou de opinião de acordo com o lugar onde estava, e porque duvido muito do verdadeiro comprometimento dela com a causa do pobre, haja visto que ela própria nunca foi pobre.

Também sei que José Serra está longe, mas muito longe mesmo de ser o candidato ideal. Mas com toda certeza, ele é dos males o menor.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Qui Out 07, 2010 12:02 am

Ola Olivers,

Fico feliz que tenha gostado do texto. quero frisar que não julgo Serra "o melhor do mundos possíveis". No entanto por objeção de consciência não posso votar em um partido que decidiu em um de seus congressos lutar pela aprovação do aborto.

como eu disse também esse não é o único motivo. acredito que como o momento internacional é outro e o PSDB perdeu muitos votos por ser considerado um "partido de ricos", o próximo governo não será muito diferente em termos sociais.

De qq maneira, obrigado pelas informações que trouxe.

abraços

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Qui Out 07, 2010 12:03 am

Qto FHC acho injustas algumas críticas...

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Binhokraus em Qui Out 07, 2010 12:59 am

Quero me desculpar pelas minhas palavras. Não sei o que me deu. Na verdade até sei sim, mas não vem ao caso aqui explicar. Só peço que me desculpem.

Eu não acredito em algumas das coisas que eu disse, e por isso quero pedir desculpas. Não posso acusar a Dilma de ser sedenta pelo poder desde a infancia. Não tenho bases para isso. Também não posso dizer que ela não tem compromisso com os mais pobres só porque ela nunca foi pobre. Isso foi uma besteira sem tamanho.
Sobre envolvimento com grupos armados, não há o que pedir desculpas, ela de fato se envolveu e participou de tais grupos.

Porém, reintero o que disse sobre avaliar o passado dos candidatos para poder lançar um olhar sobre o provável futuro. Mais uma vez é preciso dizer que nenhum dos dois são bons, na minha opinião. Por isso, olhando para o passado político e social dos dois candidatos, o menos ruim, para mim, de fato é o Serra.

Abraços.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Pe. Anderson em Qui Out 07, 2010 7:04 am

Caros amigos,

Esta muito interessante a discussao. Para colaborar com a mesma, gostaria de publicar aqui uma importante noticia de um serio Jornal brasileira nessa semana:

Fonte:
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,se-mentir-sobre-o-aborto-ela-vai-dar-um-tiro-no-proprio-pe-diz-deputado-baiano,620908,0.htm

Marcelo de Moraes / SÃO PAULO - O Estado de S.Paulo
Em setembro do ano passado, o deputado federal Luiz Bassuma teve suspensos seus direitos partidários dentro do PT pelo prazo de um ano por decisão da direção nacional da legenda. O motivo: era contra a orientação do partido a favor da legalização do aborto. Integrante da Frente Parlamentar em Defesa da Vida, Bassuma preferiu pedir sua desfiliação do PT, entrando no PV de Marina Silva e disputando o governo da Bahia pelo partido.

Agora, com a questão da legalização do aborto tirando votos da candidata Dilma Rousseff, Bassuma critica o que considera mudança de opinião da petista em relação ao assunto. "Acho que vai piorar a situação dela se mentir sobre o aborto por razões eleitoreiras. Vai ser um tiro no próprio pé", afirma.

O senhor foi punido pelo PT por ser contra a legalização do aborto. Agora, esse tema passou a ser um dos principais problemas da campanha presidencial de Dilma Rousseff e o PT se esforça para dizer que não defende a proposta. Qual é a sua avaliação sobre isso?

Ninguém pode apagar a história. Fui punido com um ano de suspensão pelo PT apenas por querer continuar a favor de uma ideia que sempre defendi. Não queria que ninguém pensasse igual a mim. Só queria que o partido respeitasse meu direito de ter opinião diferente.

O senhor acha que o PT agiu errado com o senhor?

Cumpri quatro mandatos pelo PT e um dos motivos que me fizeram ser filiado ao partido era justamente o artigo interno que permitia aos integrantes terem direito à liberdade de opinião, de religião, de pensamento. Comigo não valeu.

O senhor acha que há setores do partido que realmente são contra o aborto?

É possível. Mas fui punido quase por unanimidade pela direção do partido por ser contra a proposta. Dilma era a ministra chefe da Casa Civil na ocasião. Durante a análise do meu caso, o PT deixou claro que é a favor da legalização e não concordo.

Nos últimos dias, a candidata Dilma tem negado publicamente ser a favor do aborto. O PT, então, deveria propor uma punição interna para ela como fez no caso do senhor?

Acho que eles têm que assumir a verdade e dizer o que pensam sobre o assunto. Vai piorar a situação dela se mentir sobre o aborto por questões eleitoreiras. Vai ser um tiro no próprio pé. Na minha opinião, ela é materialista. O presidente Lula não. Todo mundo sabe que ele realmente tem uma posição diferente. Ele sempre disse que era contra o aborto.

Esse tratamento mais flexível do PT sobre o tema faz com que o senhor se sinta injustiçado por ter sido punido?

Pelo contrário. Eu me sinto honrado por ter sido suspenso pelo PT por ter defendido a vida. Essa é a bandeira da minha vida.
Minha principal causa política. E o PT não respeitou esse meu direito. Envergonhado eu estaria se tivesse defendido o mensalão. Eu acho que o aborto significa matar uma vida.

Sua candidata, a senadora Marina Silva, está fora do segundo turno. Entre José Serra e Dilma Rousseff, quem o senhor pretende apoiar no segundo turno?

O PV e Marina ainda vão definir suas posições sobre a sucessão presidencial. Mas eu vou votar e fazer campanha por José Serra em Salvador. Já estou anunciando esse meu apoio publicamente.

Grande abraco a todos.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 35
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Qui Out 07, 2010 6:28 pm

Grande debate....
Acho que a minha intenção de ter escrito o primeiro texto foi com um único objetivo deixar exposto que ,não podemos decidir as eleições baseando-nos no assunto aborto, não que seja um assunto inoportuno para o momento, pelo contrário é um assunto muito bom para o momento, mas que não sucinta nenhum debate, pois a pergunta que o aborto nos faz é uma só:
-Você concorda em tirar a vida de alguém? (logicamente a resposta é exata e sem discussão alguma)
-Não (resposta de uma pessoa em sã consciência,racional)
Mas algumas pessoas vem com aquela velha história:
-E se for estupro?
-E se a mãe corre risco de morte?
...
Uma pessoa esclarecida responde:
-Nada justifica tirarmos a vida de uma pessoa (tendo em consciência que, a a partir do momento que, Um espermatozóide e um óvulo, se unem está "feito um ser humano")
O que quero deixar claro é que:
-O único candidato a presidente nestas eleições que já assinou medidas para fazer abortos foi José Serra (PSDB), quando foi Ministro da Saúde, em 1998.
Ele assinou norma técnica para o SUS (Sistema Único de Saúde), ordenando regras para fazer abortos previstos em lei, até o 5º mês de gravidez.
affraid
(http://www.cfemea.org.br/pdf/normatecnicams.pdf)

E certamente, Serra jamais pode receber o voto de quem milita incondicionalmente contra qualquer prática relacionada ao aborto.
Senadora do PSDB, suplente de FHC, apresentou projeto legalizando o aborto, desde 1993.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), partidário de José Serra, foi eleito senador em 1986.
Em dezembro de 1992 saiu do senado, no meio do mandato, para ser ministro das Relações Exteriores e depois da Fazenda, no governo Itamar Franco.
Assumiu sua suplente Eva Blay (PSDB).
No dia 23 de junho de 1993, ela apresentou o Projeto de Lei no Senado n° 78/1993, revogando todos os artigos do Código Penal que criminalizam e penalizam a prática do aborto.
PNDH II, assinado por FHC previa ampliação dos casos de aborto legal
O Plano Nacional dos Direitos Humanos II, feito em 2002, no governo Fernando Henrique Cardoso , defende a ampliação da legalização do aborto:
179. Apoiar a alteração dos dispositivos do Código Penal referentes ao estupro, atentado violento ao pudor, posse sexual mediante fraude, atentado ao pudor mediante fraude e o alargamento dos permissivos para a prática do aborto legal, em conformidade com os compromissos assumidos pelo Estado brasileiro no marco da Plataforma de Ação de Pequim.
Bom ao contrário do governo elitista do PSDB, de FHC, o governo Lula sempre manteve diálogo franco e aberto com as entidades religiosas, assim como outras entidades da sociedade civil, reconhecendo seu importante papel como ente social na construção da nação, buscando mediar conflitos e polêmicas, em busca de consensos que representem de fato a vontade e o pensamento do povo brasileiro.
Todos os partidos tem gente a favor e gente contra
A verdade é que todos os candidatos a presidente (Dilma e Serra ) tem posições semelhantes sobre o assunto: são pessoalmente contra o aborto, são pessoalmente a favor da vida, já se declararam a favor do estado laico, não mexerão nas leis atuais sobre o aborto, porque é assunto que pertence à sociedade e só o Congresso Nacional poderia mudar, se tivesse apoio popular. Nunca foi e não é um assunto para nenhum presidente da República decidir sozinho.
Posições contrárias e favoráveis à descriminalização do aborto existem dentro de todos os partidos, como mostramos acima no caso do PSDB, e há também entre os aliados de Marina Silva (Fernando Gabeira e Eduardo Jorge do PV, sempre militaram pela legalização do aborto).
Para o eleitor votar consciente e não ser enganado, a primeira verdade que precisa saber é:
O único candidato a presidente nestas eleições que já assinou medidas para fazer abortos foi José Serra (PSDB), quando foi Ministro da Saúde, em 1998.
Abraços...
Mal menor = Dilma
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Qui Out 07, 2010 6:43 pm

Next


Última edição por Olivers em Qui Out 07, 2010 6:52 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Qui Out 07, 2010 6:49 pm

Serra integra ( à favor do aborto):
http://www.cfemea.org.br/pdf/normatecnicams.pdf
http://portal.mj.gov.br/sedh/pndh/pndhII/Texto%20Integral%20PNDH%20II.pdf
Dilma não é Evil or Very Mad
http://sindromedeestocolmo.com/archives/2010/09/mentiras_contra_dilma_sao_espalhadas_na_internet_vejam_esses_absurdos_e_seus_respectivos_desmentidos.html/
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Qui Out 07, 2010 10:09 pm

Ola Olivers,

Também estou basante feliz com o nível do debate.

Qto a Serra já ter tomado posturas favoráveis ao aborto, concordo com vc. tanto que explicitei uma delas em meu texto.

No entanto o discurso do tucano mudou a alguns anos e a questão do aborto tem sido central nessas eleições.
Qto a Dilma dizer que é contrário, sinto muito, mas em pelo menos duas vezes ela já se manifestou claramente a favor da legalização, em uma entrevista à folha de São Paulo e em uma entrevista a Marie Claire. O discurso dos dois mudou por fins eleitorais, no entanto o do Serra mudou a muito mais tempo (ele chama o aborto de carnificina) já o da Dilma mudou no meio da campanha.

além disso, como já frisei, o PT tem a propostsa de legalização do aborto como plataforma do partido. o que não é verdade no PSDB.
em uma situação ideal que milita a favor da vida não deveria votar em nenhum dos dois candidatos, mas como estamos diante de um dilema, uma verdadeira escolha de sofia (essa é a referência do título do texto), o mal menor deve ser a escolha.

qto a reduzir o voto ao aborto concordo com vc (embora ache a questão fundamental) tanto que explorei outros aspectos no texto. Não vejo grandes diferenças entre os projetos petista e tucano. E julgo Serra, como já disse, um melhor gerente.

Além do que temo certas posturas adotadas pelo PT nos últimos tempos. Acompanhou as declarações do Lula sobre a mídia?

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Qui Out 07, 2010 11:13 pm

Caros amigos e irmãos na fé,

Que a graça e a paz do Senhor estejam nos nossos corações !

Honestamente não gostaria de entrar neste tópico, pois considero que o mesmo foge dos propósitos do nosso fórum.

Tenho visto por inúmeras vezes se afirmar no nosso fórum que o cristão deve, em determinados casos, optar pelo mal menor, e concordo plenamente com isso.

Entretanto, tenho que, nessa concepção de optar pelo mal menor, deixar bem claro que não posso concordar que o nosso fórum que é voltado para o crescimento da fé, se deixe minar para dar entrada a política, pois religião e política não combinam nem encontram um único ponto de congruência.

Se o pensamento da religião é a unidade (Jo 17), a política tem na "secta" a sua maior marca. Não foi por acaso que Jesus afirmou que déssemos a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus (Mt 22, 21).

Não é justo que, além de conivermos com as marcas do cisma e da "reforma protestante", tenhamos agora que conviver também com outros rachas oriundos de uma política sem ideologia em todos os seus partidos.

O atual cenário político brasileiro caracterizado pelo pluripartidarismo fez desaparecer as ideologias, de modo que hoje não se sabe, por exemplo, quem é democrata, moderado ou republicando, dentre outras correntes. Comparo este cenário como um viveiro de pássaros onde cada um muda de puleiro quando (DESCULPEM-ME A EXPRESSÃO) não mais suportam a merda que jaz sob os seus pés. Assim, FHC não governou de acordo com a ideologia do PSDB, nem LULA governou de acordo com a ideologia do PT, pois as ideologias foram relegadas a segundo plano, valendo, neste sentido, os acordos e os subornos que envolveram outros partidos para garantir a "governabilidade".

Como nordestino, posso afirmar com convicção que o governo Lula, apesar dos escândalos, se preocupou com o Norte e o Nordeste, no sentido de diminuir as diferenças de investimento e de qualidade de vida, dentre outros aspectos, o que no governo FHC, apesar de o vice-presidente ser um pernambucano, não aconteceu, pois como nos governos anteriores, ficamos sujeitos ao esquecimento e ao descaso.

Quanto ao mar de corrupções que vemos se exposta nos ultimos anos, é bom que se faça lembrar que elas existiram da mesma forma, em maiores e menores intensidades em pelo menos, pelo que conheço, em todos os governos a partir de Sarney. As diferenças aconteceram nos governos de Collor e Lula que, não se submetendo à prática do suborno, o primeiro foi cassado, enquanto que o segundo ordenou que tudo fosse apurado para que as providências fossem tomadas.

Aqui se afirmou que grande parte do êxito do governo Lula se deve à manutenção de alguns programas de FHC, o que é verdade e é inclusive louvável, pois um governo responsável deva manter o que encontrou de positivo do governo anterior.

O mais importante é que o Brasil, no governo Lula, APESAR DOS PESARES, melhorou muito.

Não sou a favor do aborto em qualquer circunstância, pois o mandamento é "NÃO MATARÁS" (Ex 20,13). Entretanto, no Brasil, a fome e a violência urbana, de acordo com as estatísticas, matam muito mais que o aborto, e a posição da nossa Igreja neste tempo de política, me parece ser complacente com as outras formas de assassinato enquanto se preocupa exacerbadamente com a questão do aborto.

O governo Lula, protagonizando maior justiça social e distribuição de renda, reduziu o número dos homicídios camuflados pela fome principalmente no norte e no nordeste, quando se sabe que estes mortos não forma vítimas das armas de fogo, nem das armas brancas, mas foram assassinados de maneira lenta, gradativa e extremamente cruel.

Acredito que as estatísticas atuais que estão espalhados pela internete e por diversos veículos de comunicação social mostram por A + B que o Brasil melhorou muito e se compararmos estes números nos períodos inerentes aos dois ultimos governos, com certeza, NÃO SEREMOS ENGANADOS E SABEREMOS COM CERTEZA QUAL FOI O MELHOR, OU O MENOS RUIM.

Ainda retrocedendo à questão do aborto, acredito que os verdadeiros católicos, mesmo que essa prática se torne "legalizada" no Brasil, jamais se deixarão envolver em tal atrocidade, por guardarem com fidelidade o mandamento da lei de Deus.

Como afirmei anteriormente, não desejaria jamais ter entrado neste tópico e preferia, inclusive, que ele não fosse aberto, sabendo que mesmo que não percebamos, quando nos posicionamos politicamente a favor de um ou outro candidato, estamos expondo a Igreja ao crescente processo de fragmentação, o que é extremamente lamentável e digno do meu repúdio
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Sex Out 08, 2010 12:47 am

Ola Flávio,

Fico feliz com sua participação no tópico e entendo seus motivos para desejar que ele não fosse aberto. eu mesmo ponderei um pouco antes de abri-lo. No entanto quero explicar os motivos.

1 - a pasta Papo Cabeça desde o começo tem como objetivo discutir assuntos diverso. Política, mídias, futebol...ou seja é um espaço livre. Não visa responder questões doutrinárias. Acabou acontecendo isso mas não era o objetivo.

2 - quando escrevi o texto, pensei em me expor por isso disse quem sou e não falei em nome de ninguém. Muito menos da Igreja. O texto visa expor os motivos pq EU não votarei na Dilma.

3 - Eu sou leigo, sendo assim meu campo é principalmente o mundo.

4 - Não julgo que opiniões políticas diversas abalem a unidade da Igreja. aliás essa unidade deve ser baseada em algo mais essencial. Se nosso amor não sobrevive a discussões, tem algum problema com ele.

5 - Julgo que o debate político entre católicos deve acontecer com mais frequência. Afinal de contas, o próprio Papa Bento XI lamentou a pouca participação dos católicos Latino-americanos na vida política e cultural de nosso continente.

No mais, gostei bastante do seu texto. Acrescentou algo ao debate (como sempre faz) e trouxe um ponto de vista distinto (o de alguém que vive no Nordeste).

Só discordo qdo afirma que um católico não pode apoiar um partido ou um candidato em público. Essa liberdade é fundamental até para participação na vida pública.

abraços e mais uma vez, obrigado pela postagem, que embora feita a contragosto, foi bastante interessante.

abraços






_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Sex Out 08, 2010 12:49 am

Não sou a favor do aborto em qualquer circunstância, pois o mandamento é "NÃO MATARÁS" (Ex 20,13). Entretanto, no Brasil, a fome e a violência urbana, de acordo com as estatísticas, matam muito mais que o aborto, e a posição da nossa Igreja neste tempo de política, me parece ser complacente com as outras formas de assassinato enquanto se preocupa exacerbadamente com a questão do aborto.

só fazendo um comentário...Embora tenha falado sobre a questão do aborto no meu texto. Ele não se resumiu a ele.

concordo com vc que há diversos outros pontos que devem ser levados em conta. Quem sabe não escrevo outro trabalhando essas questões...

abraço fraterno

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Binhokraus em Sex Out 08, 2010 10:23 am

De fato debater sobre política é sempre complicado, mas concordo com o Alessandro quando diz que opiniões políticas diversas não abalam nossa unidade. Como ele mesmo disse, se isso acontece, tem algo errado com o nosso amor.

Entendo a posição dos que são a favor e os que são contra o PT e a Dilma.

Mas eu acredito ser muito importante o ponto que o Alessandro tocou no que diz respetio exclusivamente ao tema do aborto e sobre como os dois candidatos trataram a questão ao longo de sua jornada política. Ainda agora eu estava lendo no G1 um apanhado que eles fizeram com declarações dos 3 candidatos sobre o aborto ao longo de sua trajetória, e achei ser bastante relevante para essa discussão, por isso transcrevo aqui as opiniões de Dilma, Serra e Marina sobre o assunto, como está no site do G1.

Dilma e suas declarações:

Em 2007, quando ocupava o cargo de ministra-chefe da Casa Civil, Dilma afirmou em sabatina no jornal "Folha de S.Paulo" que era um “absurdo” que o Brasil não houvesse descriminalizado o aborto. Em maio de 2010, questionada pela revista "IstoÉ", defendeu o amparo do estado "para quem estiver em condições de fazer o aborto, ou querendo fazer o aborto ou precisando". Quatro meses depois, em debate promovido por televisões católicas, disse que não sabe se acha necessário ampliar os casos em que a lei já permite o aborto.

4 de outubro de 2007 - “Olha, eu acho que tem que haver a descriminalização do aborto. Hoje, no Brasil, isso é um absurdo que não haja a descriminalização.”
- Em sabatina à Folha de S. Paulo

Abril de 2009 - “Abortar não é fácil para mulher alguma. Duvido que alguém se sinta confortável em fazer um aborto. Agora, isso não pode ser justificativa para que não haja a legalização. O aborto é uma questão de saúde pública. Há uma quantidade enorme de mulheres brasileiras que morre porque tenta abortar em condições precárias. Se a gente tratar o assunto de forma séria e respeitosa, evitará toda sorte de preconceitos. Essa é uma questão grave que causa muitos mal-entendidos. Existem várias divisões no país por causa dessa confusão, entre o que é foro íntimo e o que é política pública. O presidente é um homem religioso e, mesmo assim, se recusa a tratar o aborto como uma questão que não seja de saúde pública. Como saúde pública, achamos que tem de ser praticado em condições de legalidade.”
- Revista Marie Claire

7 de maio de 2010 - “Eu duvido que alguma mulher (...) defenda e ache o aborto uma maravilha. O aborto é uma agressão ao corpo. Além de ser uma agressão, dói, além de doer, imagino que a pessoa saía de lá muito baqueada. Eu não tive de fazer aborto porque eu tive de, na vida eu tive um problema, depois que minha filha nasceu eu tive uma gravidez tubária. Então eu não podia ter filho. Antes disso, eu não cheguei nunca a engravidar, só uma vez que eu perdi o filho por razões normais. Tive uma hemorragia. (Jornalista pergunta: “Foi logo no ínício da gravidez?”) Foi logo no inicinho da gravidez, não teve maiores efeitos físico não. (Jornalista pergunta: “Mas isso foi antes da sua filha nascer?”) Antes da minha filha nascer. Tanto é que eu fiquei com muito medo quando minha filha nasceu, de perder. Mas, todas minhas amigas que vi passar por experiência assim entraram chorando e saíram chorando." (Jornalista pergunta: “A senhora é contra criminalizar isso?”) "Eu acho que, o aborto, do ponto de vista de um governo, é uma questão não é de foro íntimo, é uma questão de saúde pública. E que você não pode hoje segregar mulheres e deixar que certos métodos, que hoje são encontrados na população de mais baixa renda, você vê uma porção de gente, principalmente nos grupos de mulheres você vê essa conversa muito forte... O uso da tal das agulhas de tricô, aquelas compridas, o uso de chás absurdos, o uso de métodos absolutamente medievais... Enquanto isso segmentos, há uma certa falsidade social, que as mulheres de mais alta renda vão para hospitais, clínicas privadas ou qualquer coisa assim e lá fazem o aborto. Então acho que, do ponto de vista de um governo, não é uma questão e não pode ser tratada como questão de foro íntimo. É uma questão necessariamente de saúde pública e tem de ser seriamente conduzida desse jeito." (Jornalista pergunta: Como a senhora vê um ex-ministro da Saúde se posicionando tão veementemente contra o aborto?) "Contra? Mas contra em que nível? No pessoal dele ou no atendimento a uma pessoa a uma pessoa que está tendo um... Porque tem que distinguir isso. Não estou discutindo aqui a posição individual de ninguém e acho estranhíssimo alguém falar assim: ‘eu acho que o aborto é ótimo’. Eu olho com... Porque não é. Você entende. É bom falar isso se não é seu corpo. Agora, uma coisa é isso. Outra coisa é enfrentar a realidade que existe. E a realidade que existe é essa que eu estou dizendo: uma parte da população não tem acesso a esse serviço." (Jornalista pergunta: “A senhora é legalmente a favor de uma legislação que não criminalize o aborto?) "Que obrigue a ter tratamento para as pessoas para não correr risco de vida igual os países desenvolvidos do mundo inteiro.” (Jornalista pergunta: “Tratamento pós-aborto, não? Ou atendimento público para quem quer abortar?). “Para quem estiver em condições de fazer o aborto, ou querendo fazer o aborto ou precisando. Acho que tem que ser tratado com uma questão de saúde pública.” (Jornalista pergunta: E a posição da Igreja Católica?) "Eu entendo perfeitamente, acho que ela, a Igreja Católica, vivemos em uma democracia, tem absoluto direito de externar sua posição.”
- Revista IstoÉ
(Observação: este trecho não está publicado na íntegra na revista, mas o áudio estava disponível nesta quinta-feira, 7, e o G1 fez a transcrição.)

12 de maio - “Aborto é uma coisa que nenhuma mulher defende, ninguém fala ‘eu quero fazer aborto’. Não é uma questão de foro íntimo, meu seu, da igreja, de quem quer que seja. É algo que eu acredito que é política de saúde pública. Acho que a legislação brasileira nesse ponto é muito clara.”
- Painel RBS

1º de outubro - “Nunca escondi que acho que a questão do tratamento das mulheres, principalmente das milhares de mulheres pobres que recorrem ao aborto, não é uma questão de polícia, é de saúde pública.”
- Entrevista coletiva no Rio de Janeiro

24 de setembro - “Eu também tenho uma posição clara em defesa da vida. Nós seres humanos temos que respeitar, temos que honrar e sobretudo temos que perceber a dimensão transcendente dela. Por isso, eu não acredito que mulher alguma seja favorável ao aborto. O aborto é uma violência contra a mulher. Eu pessoalmente, não sou favorável ao aborto. Como presidente da República, eu terei, se eleita, que tratar da questão das milhares de mulheres pobres desse país que usam métodos absolutamente, eu diria assim, bárbaros, e que correm sistematicamente risco de vida. Elas tem que ser protegidas. E é nesse sentido que eu falei sempre que isso é uma questão de saúde pública. Não é uma questão que pode confundir-se com a minha opção por um processo de favorecimento do aborto. Não acho que isso resulte em nenhum benefício para a sociedade. Agora, considero também que a legislação vigente já prevê os casos em que o aborto é factível e eu não sei se acho que seria necessário ampliar esses casos. Não vejo muito sentido.”
- Debate na CNBB/Rede Vida

29 de setembro - “Sou a favor da valorização da vida. Eu já disse no debate da CNBB que sou pessoalmente contra o aborto. É uma violência contra a mulher”
- Após encontro com religiosos

José Serra e suas declarações:

JOSÉ SERRA
Quando ocupava o Ministério da Saúde em 1998, assinou norma técnica que orienta método de aborto em casos de estupro. Em sabatina realizada pela "Folha de S.Paulo" em 2002, lembrou que foi “muito atacado por isso”. Na pré-campanha, em maio de 2010, voltou a se dizer contrário ao aborto e admitiu a possibilidade de que deputados possam propor a mudança. Durante a campanha, posicionou-se contrário ao aborto.

Novembro de 1998 - “O braço executivo das ações de saúde é formado pelos Estados e municípios. É a eles que o Ministério da Saúde oferece subsídios para medidas que assegurem a essas mulheres (vítimas de violência) a harmonia necessária para prosseguirem, com dignidade, suas vidas.”
- Na introdução da Norma Técnica do Ministério da Saúde sobre procedimentos adotados para aborto em casos de estupro (nesses casos, o aborto é permitido por lei)

16 de agosto de 2002 - “No caso de estupro, o Ministério da Saúde até regulamentou a, digamos, o aborto que é permitido por lei. Eu fui muito atacado por isso, defendendo a generalização do aborto, os abusos, etc. Agora se me pergunta sou a favor do aborto, não.”
- Em sabatina à Folha de S. Paulo

10 de maio de 2007 - “Ninguém pode ser a favor do aborto, mas essa é uma questão que ainda vai ser debatida no Brasil.”
- Após recepção para Bento XVI no Palácio dos Bandeirantes

13 maio de 2010 - “Eu não sou a favor do aborto. Não sou a favor de mexer na legislação. Agora, qualquer deputado pode fazer isso. Como governo, eu não vou tomar essa iniciativa.”
- Em entrevista após Programa do Ratinho, do SBT

21 junho - “Eu não mexeria na atual legislação. (...) Eu pessoalmente acho o aborto uma coisa terrível, mas independentemente disso, em um país como o nosso, hoje, nas condições atuais, isso liberaria coisa de uma verdadeira carnificina. ”
- Em Sabatina à Folha de S. Paulo

6 de outubro - “Nunca disse que sou contra o aborto porque eu sou a favor, ou melhor, nunca disse que sou a favor, porque eu sou contra. Tenho amigos que me acham atrasado, mas tenho meus valores históricos sobre isso e sou contra.”
- Em entrevista coletiva em Brasília, na qual ele iniciou a frase com a afirmação em um sentido e depois esclareceu sua posição

Marina e suas declaraçõe:

MARINA SILVA
A senadora, que é evangélica, afirmou desde o começo da pré-campanha ser contra a prática. Apresentou diversas vezes o plebiscito como melhor caminho para tratar o tema. Admitiu que a questão não é “puramente religiosa” e que falta informação sobre o assunto. Em entrevista ao Jornal da Globo, criticou o debate “raivoso” sobre o tema. Antes do encerramento do primeiro turno, acusou Dilma de ter mudado de posição sobre o assunto.

4 de fevereiro de 2010 – “Eu não faria um aborto e não advogo em favor dele. Mas reconheço que existem argumentos relevantes dos dois lados da discussão. Essas situações acontecem em momentos de muito sofrimento e desamparo e não podem ser tratadas de forma simplista e maniqueísta.”
- Em declaração no seu blog

18 de maio – “Proponho o debate democrático de um tema que não é fácil de ser enfrentado, na sociedade brasileira inclusive.”
- Painel RBS

14 de junho – “Eu pessoalmente tenho uma posição contrária ao aborto e defendo que se faça um plebiscito para as propostas que temos hoje sendo debatidas e que não estão previstas em lei. (...) Essa é uma questão complexa, não é uma questão puramente religiosa, ela envolve aspectos de natureza filosófica, envolve aspectos de natureza ética e de natureza moral. Eu defendo que se deva debater. Há um consenso. Há falta de informação sobre o assunto.”
- Roda Viva, TV Cultura

17 de junho – “Eu não faria um aborto. Mas o que está na lei é um direito das pessoas. Para as outras questões que não estão na lei, eu defendo que se faça um plebiscito. Se a questão [do aborto de anencéfalos] não tiver sido resolvida pelo Supremo, eu defendo o plebiscito.”
- Em entrevista antes de debate na Universidade de Brasília

2 de setembro – “O problema é que o plebiscito é também uma aprovação do Congresso. Não é o Executivo que faz. Mas a minha posição é que um tema com essa complexidade que envolve questões éticas, questões morais, questões filosóficas, questões religiosas, que não há muita informação sobre o tema, que a gente faça o plebiscito para que aquilo que é necessário que aconteça – que é o debate – possa acontecer o debate. Mas um debate que não seja esse, é... enfim, raivoso, onde os que são contra o aborto ficam tachando as outras pessoas como se elas fossem é...”
- Jornal da Globo

2 de setembro – “O aborto não é usado, não deve, e ninguém defende isso como método de contracepção, mas há esse debate. No meu entendimento, falta debate, falta esclarecimento, e a melhor forma de defender isso é por meio de um plebiscito”
- Jornal do SBT

29 de setembro – “A ministra Dilma já disse que era favorável (ao aborto) e depois mudou de posição.”
- Em entrevista no Rio de Janeiro

Fonte: http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/10/saiba-o-que-dilma-serra-e-marina-ja-disseram-sobre-o-aborto.html

A que sempre foi mais coerente com suas respostas foi Marina que infelizmente não está mais na disputa. Na minha opinião era a melhor candidata. Dilma visivelmente mudou de opinião recentemente depois de perceber o impacto negativo na campanha, é bastante duvidosa essa mudança repentina. Já José Serra se mudou de opinião foi a algum tempo, como já tinha frisado o Alessandro. E mais, Dilma foi a unica que se manifestou claramente a favor quando disse que acha um absurdo que o aborto ainda não tenha sido legalizado. Acredito que isso deixa claro as intenções de cada um sobre este tema em específico.

Entendo perfeitamente que a questão política no Brasil vai muito além do Aborto, como bem disse o Flávio, existem outras formas pelas quais o povo tem chegado a morte e que ficaram meio que de lado por conta desta discussão. Mas aproveitando o que o Flávio mesmo disse, que acredita que a manutenção de políticas antigas que deram certo é até louvável, quero ressaltar que José Serra disse isso várias vezes em seu debate, reconhecendo a eficácia dos programas do governo e se comprometendo em amplia-los. Porém acredito que a questão do aborto ganha mais destaque por se tratar de uma questão urgente a respeito de quem não tem como se defender, bebês e crianças em situações aonde por diversos motivos, são maltratados podem ser recolhidos pelo conselho tutelar. Adolescentes e jovens, mesmo na dificuldade podem, por suas próprias forças, buscar de alguma forma uma solução para suas necessidades. Agora uma criança no ventre de sua mãe, é "escrava da vontade de sua mãe", e totalmente indefesa. Acredito ser esse um dos motivos pela ênfase dada a esta questão no momento, embora eu repita, não é a unica que merece atenção

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Out 08, 2010 10:47 am

Caro Alessandro,

Que a paz do Senhor esteja com você !

Antes de qualquer coisa, quero agradecer pelas suas palavras, pela amizade e pelo respeito que demonstra para comigo. Isso é COMUNHÃO !

Mas a razão dessa minha postagem é um possível equívoco de sua parte quando, se referindo ao meu posicionamento, escreveu:

"Só discordo quando afirma que um católico não pode apoiar um partido ou um candidato em público"

Esta afirmação não é minha, muito embora a minha forma de escrever possa o ter levado a esta interpretação.

Uma coisa é tomar uma posição político-partidária apoiando alguem em público, em qualquer âmbito da sociedade.

Outra coisa é tomar essa mesma posição dentro da Igreja, nos centros catequéticos e nas reuniões dos grupos e associações que compõem a nossa Igreja. Aí eu sou radicalmente contra.

Creio que agora fui bem claro em relação a esta questão.

Que o Senhor te abençoe e te guarde !

Um grande abraço !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Out 08, 2010 11:14 am

Voltei...

Concordo, até certo ponto com Binho, quando afirma que Marina era a melhor candidata. Ví muita coerência nos seus posicionamentos tanto nos debates quanto fora deles. Entretanto, quando se referiu à questão do aborto, ao hipotizar a possibilidade de plebiscito, ela deu uma de Pôncio Pilatos, ou seja, simplesmente, ao lavar as mãos, ficou em cima do muro, sem um posicionamento.

Quanto ao posicionamento de Serra e Dilma, não vejo muita diferença, visto que o primeiro o demonstrou por atitudes e o segundo por palavras, atitudes e palavras estas muito consistentes e concretas. Neste sentido, como se diz aqui no Nordeste, os dois têm rabo de palha, os dois calçam 40.

Tenho que concordar com pensamento de Alessandro e de Binho, no sentido de que a nossa postura política não interfere na unidade da Igreja, com uma ressalva: DESDE QUE TAL POSTURA NÃO SEJA MANIFESTADA NO SEIO DA IGREJA. Neste sentido, o Diário de Pernambuco (o jornal mais antigo em circulação na América Latina), publicou hoje um artigo no qual a CNBB se mostra preocupada com a relação política-religião. Nas suas entrelinhas, critica a ação de grupos católicos que, em nome da fé cristã, têm criado dificuldades para o voto livre e consciente, se referindo à postura de D. Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo de Guarulhos. No desfecho do texto da CNBB está descrito: "CONSTRANGEM NOSSA CONSCIÊNCIA CIDADÃ, COMO CRISTÃOS, ATOS, GESTOS E DISCURSOS QUE FEREM A MATURIDADE DEMOCRÁTICA, DESRESPEITAM O DIREITO DE LIVRE DECISÃO, CONFUNDINDO OS CRISTÃOS E COMPROMETENDO A COMUNHÃO ECLESIAL".

Desculpem-me se estou sendo chato, mas nordestino é assim mesmo !

Um grande abraço, e que o Senhor nos abençoe sempre mais !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Binhokraus em Sex Out 08, 2010 12:03 pm

Só queria dizer que minha afirmação é totalmente pessoal. Eu não pude votar, pois estava e ainda estou fora do meu município, mas meu voto seria de marina com certeza. Concordo com você sobre os dois terem rabo preso. Como estamos dizendo a escolha é pelo menos ruim, infelizmente. Quanto a minha opinião a respeito de Marina, é porque ela foi a unica que foi coerente desde o começo, não mudou de opinião. Só não concordo com uma coisa, você disse que ela não teve posicionamento. Eu penso que ela se posicionou sim, não da forma como talvez gostaríamos, mas se posicionou sim. Ela disse que é contra, mas apóia um plebiscito, pois segundo ela, a decisão não é pessoal e não é só religiosa. Por isso acho o discurso dela coerente, ela é contra, votaria contra, mas se a maioria for a favor, o que se há de fazer. Assim é a democracia.
Como eu disse, pode não ser o posicionamento que gostaríamos de ver, mas é um posicionamento.
Enquanto os outros dois candidatos, mudaram de opinião, antes ou depois, não importa, ambos mudaram. De fato a escolha é difícil, mas volto a dizer, que na minha humilde e pessoal opinião, neste momento josé serra é a escolha menos pior. Só pra enfatizar, não estou dizendo que ele é bom, não é. Longe de ser! Mas para mim é o menos pior.... tempos difíceis os nosso... Sad

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Sex Out 08, 2010 10:58 pm

Caros amigos,
Avisão de Marina é algo repulsivo pois ela fica em cima do muro, e mostra que não tem pulso firme pra ser presidente esse negocio de plebiscito, é triste um candidato tem que saber ser justo e democrático sem ser autoritário. Se for para decidir pelo a voz do povo é a voz de Deus e melhor então que não exista presidente algum e a história nos mostra que quando algo é resolvido dessa forma nem sempre se é justo( Jesus crucificado), a visão de Marina é quase sempre assim, até no caso da liberação da maconha ela quer resolver por plebiscito, brincadeira.
Em relação aos candidatos a presidência:
A visão de Dilma mudou sim , mas acredito que não para ganhar votos pois se analisarmos seus discursos em 2010, ela quer o seguinte que pessoas ignorantes que acabam fazendo o aborto , não sejam criminalizadas, Vamos lembrar que quando não sabemos que é pecado, não estamos pecando.Com isso eu concordo plenamente. Esse é seu discurso. Não sei como algumas pessoas enxergam isso como posição plenamente "eleitoreira".
Agora uma pessoa que aprovou a lei que legaliza o aborto em qualquer que seja circunstância, ai eu me preocupo e concerteza nos mostra que só mudou de opinião para ganhar votos.(não sei como alguém não enxerga)
A "lei do aborto ele já aprovou".affraid
Ou seja não podemos decidir uma eleição pelo tema o aborto , mas se é para discutir vamos ver quem realmente é abortista.

Valeu abraços...


tongue
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Binhokraus em Sab Out 09, 2010 1:02 am

A discussão é acalorada, e trago mais uma notícia para apimentar a discussão.


08-10-2010
Tags: acordo, Brasil, Vaticano, Lula, Dilma, eleições, aborto, pt

A agência italiana ANSA informou que o secretário pessoal do Presidente Luiz Lula Da Silva, Gilberto Carvalho, disse à cúpula da Igreja que se continuarem os questionamentos contra a candidata Dilma Rousseff – devido à sua postura favorável ao aborto – poderia ser revisado o acordo assinado com o Vaticano.

ANSA, que recolhe uma notícia do jornal Valor Econômico, assinalou que Carvalho se reuniu com membros da Conferência Nacional de Bispos do Brasil e comunicou que o governo pode voltar a discutir o acordo que contempla o apoio a escolas católicas e outros benefícios.
Lula revisaria o acordo assinado por Lula e o Papa Bento XVI em 2007 no Brasil, e ratificado em 2009 no Vaticano, depois do qual foi aprovado pelo Congresso, onde foi questionado por congressistas evangélicos.

Fonte: http://comshalom.org/noticias/exibir.php?not_id=3757

Se isso se confirmar, se isso for verdade, é uma coisa muito séria. Pra mim, caso se confirme a veracidade, é chantagem. O que seria o fim da linha para o PT e até mesmo para o presidente Lula. Se isso for verdade, vai arranhar bastante a imagem que tenho dele. Enfim, espero que seja boato. Sinceramente, espero que seja.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sab Out 09, 2010 7:23 am

Caroa amigos,

Aqui no nordeste se usa muito a expressão: "Dou um boi prá não entrar numa briga, mas se entrar, dou uma boiada prá não sair". Isso é força de expressão, afinal de contas não estou aqui prá brigar, até mesmo por respeitar as convicções das pessoas e, ao mesmo tempo ter convicções marcadas por múltiplas diferenças.

O Brasil está diante de um pleito no qual, bem mais que simplesmente duas pessoas (José Serra e Dilma), estão sendo avaliados e julgados para uma possível aprovação popular dois projetos já vivenciados em parte pelo povo brasileiro.

De um lado, está o projeto do PSDB e seus aliados, e de outro, o projeto do PT, também com seus aliados.

E por que considero aqui os aliados dos dois partidos a que me reporto ?

Porque em nome da governabilidade, muitas foram as alianças feitas pelos dois partidos nos trâmites de suas eleições e no exercício dos seus governos, alianças estas, feitas com protagonistas nada afinados com as proposições dos dois partidos, de maneira que, entre os projetos e a sua execução, lá se foram as ideologias, as filosofias e tantos "ias" que outrora identificavam tais partidos que no tempo contemporâneo perderam as suas identidades.

Mas qual a herança dessas duas experiências governamentais vivenciadas pelos brasileiros ?

Durante os anos da gestão "TUCANA", o Brasil pulou miseravelmente da 8ª para a 14ª colocação no ranking da economia mundial. Apesar do avanço do plano real e algumas pequenas reformas necessárias à governabilidade do PSDB/PFL (hoje DEM), não houve avanços significativos. Um salário mínimo que equivalia a 70 dólares; privatizações operacionalizadas entre escândalos, mal explicadas e mal conduzidas; inúmeras tentativas de descaracterização da PETROBRAS (segunda maior rede petrolífera do mundo) para posterior venda; desemprego na casa dos 15%; crescimento inferior a 3%; apagão; falta de investimentos em rodovias, energia, infra-estrutura; programas sociais irrisórios e de mínimo alcance; deterioração e sucateamento das universidades federais; congelamento de salários do funcionalismo; falta de concursos para inserção de material humano no mercado de trabalho; e um estado praticamente de inércia, foram marcas da gestão do PSDB durante o período de oito ano no Brasil.

Durante a gestão do PT, que também corresponde a oito anos, o Brasil recuperou e ultrapassou as posições perdidas no ranking da economia mundial que fora perdido na gestão desastrosa do PSDB. O salário mínimo atingiu a casa dos 200 dólares. Os programas sociais fundamentais vem desenvolvendo importante papel na economia das classes mais pobres, desfavorecidas aos extremos na gestão do PSDB. Foram retomados os investimentos como jamais foi visto neste país na área de infra-estrutura, rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, comunicações, energia e vários outros setores condenados ao sucateamento pela gestão do PSDB. A recuperação da universidades federais é hoje uma constante, bem como a criação de novas universidades e novos campus universitários se tornou uma realidade inconteste. Todas as estatisticas apontam para um crescimento fantástico do Brasil protagonizado por um governo responsável que soube discernir entre o que foi positivo e o que foi negativo na gestão, incrementando alguns valores e programas sociais, mas, sobretudo, eliminando o vergonhoso programa de privatizações que gradativamente, fragmentaria o nosso país nas suas fontes de produção de riquezas e ameaçaria a soberania nacional.

Se no contemporâneo têm sido muitos os escândalos que a mídia expõe a todo o mundo, é importante frisar que muitos desses escândalos são oriundos de sucessivos governos que se estabeleceram e se sustentáram a base de escândalos, de subornos e de outros fatores que viciaram e viciam "culturalmente" muitos dos nossos governantes em todas as esferas, e que não vão desaparecer de uma hora para outra como se fosse um milagre.

Poucos se lembram da CPI dos bancos que foi engavetada pelo procurador da república no governo do PSDB. Poucos se lembram do escândalo da SILVAM, das denúncias de propinas no programa de privatizações do governo FHC, da quantia de duzentos mil reais paga a cada deputado para aprovar a re-eleição de FHC, das ligações do ministro das comunicações (Luis Carlos Mendonça de Barros) para o presidente do BNDES (André Lara Rezende) para beneficiar o Banco Opportunity no processo de privatização das telecomunicações. Poucos se lembram da utilização da paridade cambial DOLEAR/REAL que foi mantida a trancos e barrancos como meio para ludibriar o povo e reeleger, em função da moeda, o presidente FHC que, eleito, não teve como segurar a farsa e permitiu a queda vertiginosa do real, desapontando por quatro longos e amargos anos a economia sobretudo da família brasileira.

Enfim, foram muitos os escândalos que mancharam a gestão do PSDB, num governo que não teve a coragem de determinar a apuração dos fatos e muitas vezes varreu a imundície para baixo dos tapetes.

Na verdade, o tempo e a pouca memória dos brasileiros exercem muitas vezes o papel de protagonistas da "CURA DAS LEMBRANÇAS", ou seja, LEVAM TAIS FATOS AO ESQUECIMENTO.

Descordando um pouco do que binho escreveu no sentido de se verificar o passado dos candidatos, posso afirmar com bases seguras que tanto Dilma quanto Serra foram militantes estudantis no período da revolução de 1964 (que alcancei e fui vítima também de forma indireta). Ma a grande diferença entre os dois, é que Serra aceitou o exílio conforme propunha a ditadura, ao passo que Dilma a ele não se dobrou nem assumiu uma postura de covarde, mas preferiu lutar, se engajar até mesmo na luta armada pra trabalhar em defeza do povo brasileiro nos parâmetros de luta que a época exigia.

Assim, o passado dos candidatos tem uma certa importância. Mas as estatísticas e a história mostram que os projetos são aida mais importantes e, comparando os dois, o do PT e seus aliados está muito mais à frente, diria que, numa linguagem simbólica, anos luz !!!

Um grande abraço a todos !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Olivers em Sab Out 09, 2010 7:46 pm

Very Happy Grande Flavio:
Esses dados que você colocou, parece que adivinhou o que ia vir a escrever, era outro ponto que ia tocar, mas naquilo que é perfeito não tem o que se acrescentar, me "resguardo" e deixo meu texto sobre esse assunto para uma próxima oportunidade, agora vejo alguém que se expressa com muita ética e sabedoria política.
Acho que não tem mais nada a se falar, concluo dizendo que este texto acima mostra realmente as "caras" dos partidos, e o que posteriormente fizeram por nós.
"O mundo se baseia em atos, e não só em palavras"
(Ao colega Binha aconselho que procure uma opinião de alguém fora do país , pois as "algumas bases de informação" que temos aqui no Brasil são manipuladoras, os jornalistas se esquecem que a noticia deve ser algo imparcial, e não levar alguém a uma conclusão por parte de algo que ele talvez não tenha o "conhecimento completo da coisa"[se é que me entende])
Abraços!!!
GRANDE DEBATE!!!!
Razz
avatar
Olivers

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/07/2009
Idade : 25
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Dom Out 10, 2010 6:43 am

Meu Caro Olivers,

Fico agradecido pelas suas palavras, mas sou "bem piquininin", he, he, he...

Concordo com você quando diz que muitos dados dessas informações são manipulados. É como sempre diz o Chapolin Colorado: "SÃO FRIAMENTE CALCULADOS" no sentido pejorativo mesmo.

Neste sentido, Pe. Leonardo Boff cita O Estado de São Paulo, a Folha de São Paulo, o Globo e a revista Veja como entidades que, quando vêem seus interesses comerciais e ideológicos contrariados, se postam como "FAMIGLIA MAFIOSA" e afirma que "O QUE ESTÁ ACONTECENDO JÁ NÃO É UM ENFRENTAMENO DE IDÉIAS E DE INTERPRETAÇÕES E O USO LEGÍTIMO DA LIBERDADE DE IMPRENSA. ESTÁ HAVENDO UM ABUSO DA LIBERDADE DE IMPRENSA QUE, NA PREVISÃO DE UMA DERROTA ELEITORAL, DECIDIU MOVER UMA GUERRA ACIRRADA CONTRA O PRESIDENTE LULA E A CANDIDATA DILMA ROUSSEFF, E QUE NESSA GUERRA VALE TUDO: O FACTÓIDE, A OCULTAÇÃO DE FATOS, A DISTORÇÃO E A MENTIRA DIRETA.

Gostaria de afirmar mais uma vez o meu constrangimento ao participar desse tópico que, apesar das justificativas (que respeito muito, embora que não aceite), acho que não deveriam estar no nosso fórum, pois como citei em uma postagem anterior, de acordo com o pensamento da CNBB, coloca em "xeque" a comunhão eclesial.

Entretanto, como foi colocado no nosso fórum, me sentiria omisso se não procurasse mostrar que "NUM JOGO DE CARA OU COROA A MOEDA TEM DOIS LADOS E SOMENTE PODEMOS ESCOLHER ENTRE UM E OUTRO QUANDO OS CONHECEMOS O SUFICIENTE".

Que a paz do Senhor Jesus esteja sempre com você !!!

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por alessandro em Dom Out 10, 2010 8:15 am

Ola gente,

O debate está interessante, mas qto à manipulação de dados, acho a postura que estão tomando um pouco ingênua.

Dados e notícias podem ( e muitas vezes são) manipulados. Mas isso funciona para os dois lados. E, sinceramente, acho muito mais fácil fazer isso quem está no governo.

qto ao jogo de cara ou coroa apontado pelo Flávio, concordo com tudo o que disse. Temos que conhecer os dois lados. O que me chateia nestas eleições é que não vejo coroa...só duas caras muito parecidas. como disse no meu texto estou escolhendo a que julgo menos pior.

abraços


Última edição por alessandro em Ter Out 12, 2010 10:49 am, editado 1 vez(es)

_________________
Só vale a pena viver pelo que vale a pena morrer!!!
avatar
alessandro
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 750
Data de inscrição : 16/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Out 11, 2010 7:59 am

Caroa amigos,

Não deu para compreender muito quando Alessandro levanta a questão da ingenuidade inerente a manipulação de dados. Sabemos que ela é uma realidade, algo que existe de fato, embora que, fora da mídia tendenciosa, saibamos que existem dados que são coerentes e confiáveis nos institutos de estatísticas tanto nacionais quanto internacionais.

Assim, seria muito interessante que fossem apresentados os dados estatísticos atingidos nos dois projetos de governo para uma possível comparação.

Com certeza, na análise desses dados, toda a ingenuidade cairia por terra.

Um grande abraço a todos !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que Voto em José Serra

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum