Lei Antiga e Lei Nova.

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qua Mar 30, 2011 2:00 pm

A letra mata;
O espírito de Yeshua nos vivifica.

É Ele que nos torna aptos para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito ; porque a letra mata , enquanto o Espírito dá a vida.
(2ª Corintios 3,6)
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por quemtembocadizaverdade em Qua Mar 30, 2011 11:22 pm

binho, sua pergunta já respondi mais acima dê uma procurada.
avatar
quemtembocadizaverdade

Mensagens : 342
Data de inscrição : 15/09/2010
Localização : sao paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 8:37 am

Não minha cara erenice. Mais acima vc diz claramente que a lei antiga é perfeita. E eu questiono, se a lei antiga é perfeita, porque Cristo a alterou? A senhora até agora não respondeu isso. Se desviou do assunto, e eu só peguei trechos da antiga lei, e comparei com o que Disse Nosso Senhor, para mostrar, biblicamente o que estou dizendo. A lei era imperfeita no sentido de não ser plena completa, não de ser errada. Ninguem em nenhum momento disse que a lei antiga era errada. E Cristo não veio abolir a lei, justamente porque a lei não estava errada, mas, a lei era incompleta, imperfeita, parcial, e somente em Cristo a Lei se torna Plena, ou seja, só com em Cristo, a antiga lei se torna perfeita. A essa lei perfeita que seu deu na plenitude dos tempos, chamamos nova lei.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 12:20 pm

Eu respondo.
Cristo não alterou a lei de SEU PAI YHWH, nem podia.
O que Cristo fez foi interpretar devidamente a LEI ETERNA de SEU PAI, e expor os Senhores Doutores da Sua época que com a sua «autoridade» que supostamente teriam interpretavam erradamente.

Vou dar dois exemplos de interpretação errada de leis.

1º exemplo: de uma lei humana portuguesa.
Em finais de 1973, eu soube que uma criança era maltratada pela sua professora.
Ela deixou de ir à escola, e seus pais pediram a uma amiga professora que a ensinasse até que se resolvesse o problema.
Eu ao ter conhecimento escrevi ao Director Escolar desse distrito.
Ele respondeu-me invocando a lei.
«As crianças devem frequentar a escola da sua circunscrição, como manda a lei» ( e ponto final).
Ora essa lei foi feita para proteger as crianças. Assim, não tinham que se deslocar para longas distâncias.
Mas a professora era precisamente a esposa desse director escolar.
Então eu respondi-lhe fazendo-lhe ver que estava a interpretar a lei de uma forma egoísta prejudicando a criança. Passado poucos dias soube que essa criança foi legalmente aceite no mesmo edifício escolar, mas ensinada por outra professora que a não maltratava.
Assim a lei foi cumprida em benefício da criança e não da malvada professora que a maltratava.

2º exemplo (bíblico)
Temos o caso da mulher adúltera.
Segundo a Lei essa mulher deveria ser apedrejada até à morte.
Mas os que pediram a Yeshua um conselho maldoso, para o apanharem em contradição (pois Ele pregava o amor e a misericórdia) ficaram desiludidos com os argumentos de Yeshua.
Na verdade Yeshua não disse que não se devia cumprir a Lei, mas disse «que o que estivesse sem pecado, atirasse a 1ª pedra». Afinal de contas todos os que ali estavam dispostos a matar a mulher adúltera, apanhada em flagrante, deveriam estar todos mortos, se se lhes tivesse aplicado a eles a lei.
Mas Cristo continuou dizendo à mulher: «Ninguém te condenou?!, mulher.»
Ela respondeu, «Ninguém Senhor!».
Cristo disse então: «Também eu não te condeno. Vai e não voltes a pecar».

Assim Cristo realçou o poder da misericórdia que triunfa no juízo, ao dar-lhe uma nova oportunidade.

Porque Deus encerrou a todos na desobediência, para com todos usar de misericórdia.
(Romanos 11,32)

Porque quem não pratica a misericórdia será julgado sem misericórdia. Mas a misericórdia não teme o julgamento.
(Tiago 2,13)
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 12:42 pm

Esse exemplo bíblico é mais um bom exemplo do que estamos falando desde o início. Se a lei fosse perfeita (plena), esta não deveria dizer para apedrejar uma mulher. Se só pode apedrejar quem não tem pecados, a lei é inútil, pois todo homem é pecador desde sua origem. Se existe algum erro de interpretação, esse só pode ser de Moisés, pois foi ele que escreveu essa lei. Então ele ouviu errado de Deus.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 12:47 pm

E digo mais, se a lei não pode ser alterada e esta é eterna, eu estendo a minha pergunta a erenice até o senhor. O senhor é circuncidado? O senhor faz exatamente tudo o que manda a lei de moisés dada por Deus?

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 1:15 pm

Então você está em contradição com a Bíblia que diz:
A lei do SENHOR é perfeita, reconforta o espírito; as ordens do SENHOR são firmes, dão sabedoria ao homem simples.
(Salmo 19,8)

Aquele, porém, que medita com atenção a lei perfeita, a lei da liberdade, e nela persevera - não como quem a ouve e logo se esquece, mas como quem a cumpre - esse encontrará a felicidade ao pô-la em prática.
(Tiago 1,25)

E faz isto para defender a lei da sua classe de eleição: a clerical.
Eu estou do lado de YHWH, quando os homens estão em oposição a YHWH.

Não confunda a letra cega da lei com o sumo espiritual da mesma que serve para nos conduzir como um pedagogo no caminho dos propósitos de YHWH.
A lei de YHWH não é cega, mas tem um fundamento: guiar-nos para o cumprimento dos propósitos do Criador que é a nossa salvação e a VIDA ETERNA. A cegueira está nos homens.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 1:17 pm

O senhor cumpre TODA A LEI então?

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 1:18 pm

Quanto à circuncisão você está a cair num precipício: está ERRADO.
É que eu não sou judeu (que eu saiba) nem vivo entre judeus.
Portanto não necessito de ser circuncidado.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 1:19 pm

Agora não entendi... Existem leis que valem e outras que não valem?

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 1:24 pm

Senhor Cleber.
Desculpe em lhe fazer a seguinte pergunta atrevida.
Já leu a biblia toda?! ...

Permita-me um conselho em caso de a sua resposta ser negativa.

Leia primeiro a bíblia TODA, e só depois é que deve ler os escritos restantes.

Eu li-a várias vezes, por isso embora não sendo conhecedor de toda a verdade, posso dizer que conheço a Biblia. Mas não posso dizer que conheça quaisquer outros livros, mesmo de estudo que usei nas escolas e no Liceu, pois a minha dedicação aos mesmos foi superficial e deu sempre para passar de ano.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 1:26 pm

Todas as leis valem, por inteiro.
Mas devem-se aplicar a quem de direito.
É isto que eu tenho estado sempre a defender.
A própria Lei de YHWH diz a quem se deve aplicar.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 1:30 pm

Senhor Manuel, eu ainda não li a bíblia toda de uma vez seguidamente. Confesso ser esse um erro meu. Porém, já a li quase toda. E continuamente busco aprofundar-me nas partes que me causam estranheza. Tenho por hábito ser questionador, e até mesmo por isso escolhi trabalhar com ciencias biológicas fazendo pesquisas. Para se trabalhar com ciência tem que conhecer os porques, ou como as coisas são de fato. Por isso mantenho minha pergunta, pois sinceramente não entendo o porque que algumas leis valem e outras não. Alias, à luz das escrituras e do magistério eu entendo perfeitamente, mas, seguindo o seu raciocínio não consigo entender o porque de algumas leis valerem e outras não. Por isso, peço que me explique, o porque de algumas leis se aplicarem ao senhor e outras não. O senhor disse que não é circuncidado porque não é judeu, mas toda a Lei do AT, incluindo ai a circuncisão é para os judeus, então por que razão, adotar algumas e deixar outras????

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 2:21 pm

E só pra deixar claro que a lei era uma antes, e passou a ser outra depois, vou ilustrar com exemplos. Para tanto, vou pegar duas versões de cada trecho bíblico, uma de bíblia evangélica e outra de bíblia católica.

Efésios 2:14-15
"Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derrubado a parede da separação que estava no meio, a inimizade, aboliu na sua carne a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse em si mesmo um novo homen, fazendo a paz."

"Porque é ele a nossa paz, ele que de dois povos fez um só, destruindo o muro de inimizade que os separava, abolindo na própria carne a lei, os preceitos e as prescrições. Desse modo, ele queria fazer em si mesmo dos dois povos uma única humanidade nova pelo restabelecimento da paz,"

Romanos 7:4-7
"Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, e deste modo frutifiquemos para Deus. Porque, quando vivíamos segundo a carne, as paixões pecaminosas postas em realce pela lei, operavam em nossos membros a fim de frutificarem para a morte. Agora porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra. Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás."

"Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei, pelo sacrifício do corpo de Cristo, para pertencerdes a outrem, àquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos frutos para Deus. De fato, quando estávamos na carne, as paixões pecaminosas despertadas pela lei operavam em nossos membros, a fim de frutificarmos para a morte. Agora, mortos para essa lei que nos mantinha sujeitos, dela nos temos libertado, e nosso serviço realiza-se conforme a renovação do Espírito e não mais sob a autoridade envelhecida da letra. Que diremos, então? Que a lei é pecado? De modo algum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei. Porque não teria idéia da concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás (Ex 20,17)."

Paulo se referia claramente a lei, incluindo ai os 10 mandamentos, porque no versículo 7 ele citou: "Não cobiçarás" como uma das leis.

Gálatas 3:19­
"Qual, pois, a razão de ser da lei? Foi adicionada por causa das transgressões, até que viesse o descendente a quem se fez a promessa, e foi promulgada por meio de anjos, pela mão de um mediador."

"Então que é a lei? É um complemento ajuntado em vista das transgressões, até que viesse a descendência a quem fora feita a promessa; foi promulgada por anjos, passando por um intermediário."

E praticamente toda a carta dos Gálatas fala exatamente do que estamos dizendo desde o começo, mas que alguns insistem em negar.

Hebreus 7:12­
"Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei."

"Pois, transferido o sacerdócio, forçoso é que se faça também a mudança da lei."

Notem que para os apóstolos é claro que existe uma nova lei e que a lei antiga foi mudada! Mas alguns ainda insistem em dize que não foi.

Hebreus 7:18-19
"Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou cousa alguma) e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus."

"Com isso, está abolida a antiga legislação, por causa de sua ineficácia e inutilidade. Pois a lei nada levou à perfeição. Apenas foi portadora de uma esperança melhor que nos leva a Deus."

Exatamente como estamos dizendo desde o início!!!!

E por fim o trecho de Hebreus que também fala exatamente o que estamos dizendo aqui!!!!

Hebreus 8:7-13­
"Porque, se aquela primeira aliança tivesse sido sem defeito, de maneira alguma estaria sendo buscado lugar para segunda. E, de fato, repreendendo-os, diz: Eis aí vêm dias, diz o Senhor, e firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá, não segundo a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os conduzir até fora da terra do Egito; pois eles não continuaram na minha aliança, e eu não atentei para eles, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor. Nas suas mentes imprimirei as minhas leis, também sobre os seus corações as inscreverei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. E não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão dizendo: Conhece ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior. Pois, para com as suas iniqüidades usarei de misericórdia, e dos seus pecados jamais me lembrarei. Quando ele diz Nova, torna antiquada a primeira. Ora, aquilo que se torna antiquado e envelhecido, está prestes a desaparecer."

"Ao nosso Sumo Sacerdote, entretanto, compete ministério tanto mais excelente quanto ele é mediador de uma aliança mais perfeita, selada por melhores promessas. Porque, se a primeira tivesse sido sem defeito, certamente não haveria lugar para outra. Ora, sem dúvida, há uma censura nestas palavras: Eis que virão dias - oráculo do Senhor - em que estabelecerei, com a casa de Israel e com a casa de Judá uma aliança nova. Não coma a aliança que fiz com os seus pais no dia em que os tomei pela mão para tirá-los da terra do Egito. Como eles não permaneceram fiéis ao pacto, eu me desinteressei deles - oráculo do Senhor. Mas esta é a aliança que estabelecerei com a casa de Israel depois daqueles dias: imprimirei as minhas leis no seu espírito e as gravarei no seu coração. Eu serei seu Deus, e eles serão meu povo. Ninguém mais terá que ensinar a seu concidadão, ninguém a seu irmão, dizendo: "Conhece o Senhor", porque todos me conhecerão, desde o menor até o maior. Eu lhes perdoarei as suas iniqüidades, e já não me lembrarei dos seus pecados (Jr 31,31-34). Se Deus fala de uma aliança nova é que ele declara antiquada a precedente. Ora, o que é antiquado e envelhecido está certamente fadado a desaparecer.

Está CLARO COMO O DIA, pra quem quiser ver.
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Qui Mar 31, 2011 2:55 pm

Meu caro, o mal não está na Lei de YHWH, que continuo a afirmar que é perfeita nos seus objectivos, pois toda a lei tem que ter objectivos e não vale por si mesma.
O mal está nas pessoas a que foi dirigida a Lei.
Mas a «misericórdia de YHWH" também está ligada a Lei, que por ser perfeita não é como a dos homens "romanos" que dizem «dura lex sed lex» e também a lei portuguesa que não admite a ninguém o desconhecimento da lei, mesmo que não saiba ler.

Como disse Yeshua a Lei pode resumir-se em
«Amarás a YHWH teu DEUS sobre todas as coisas»
e
«ao proximo como a ti mesmo.»

Quanto à Lei dos 10 mandamentos que também é chamada Lei moral podemos dizer que de alguma forma os gentios também incluíam (no todo ou em parte) essas leis.

Relativamente às leis cerimoniais só podem ser cumpridas se possível,
YHWH permitiu a destruição do Templo, porque deixou de dar valor aos sacrifícios dos sacerdotes judaicos. Ora eles nem sequer aceitaram o Messiah que YHWH lhes enviou, mas condenaram-no e entregaram-no aos Romanos (seus senhores) para o matarem.
Mais uma vez a imperfeição da Lei perfeita de YHWH está na imperfeição dos homens, não na imperfeição de YHWH, pois YHWH e perfeito e tudo o que faz e diz, perfeito é.

YHWH fez uma aliança com Israel e tinha propósitos.
Numa Aliança há duas partes
1) - YHWH
2) - O povo de Israel.

YHWH cumpriu sempre fielmente a sua lei perfeita.
Os Israelitas tornaram-se egoístas e olharam mais para o que lhes parecia mais conveniente.
Até o sumo Sacerdote disse:

nem vos dais conta de que vos convém que morra um só homem pelo povo, e não pereça a nação inteira.»(João 11,50)
Caifás era quem tinha dado aos judeus este conselho: 'Convém que morra um só homem pelo povo'.
(João 18, 14

Ora o sumo Sacerdote foi egoísta e YHWH sabia disso.
Por isso, YHWH já se tinha prevenido com a «misericórdia» pois até está na Lei que preferia a «misericórdia» ao «sacrifício».

Mt 9, 13 * Ide aprender o que significa: Prefiro a misericórdia ao sacrifício. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.»

Mt 12, 7 * E, se compreendêsseis o que significa: Prefiro a misericórdia ao sacrifício , não teríeis condenado estes que não têm culpa.

Porque Eu quero a misericórdia e não os sacrifícios, o conhecimento de Deus mais que os holocaustos.
(Oseias 6,6)

Quanto à leitura da bíblia faz muito bem em continuar a lê-la enquanto puder, pois nós também somos biologicamente imperfeitos.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Binhokraus em Qui Mar 31, 2011 3:07 pm

Senhor manuel, agora o senhor muda o rumo e mesmo sem o fazer explicitamente acaba concordando com tudo o que dissemos. Quando o senhor fala dos objetivos da lei concorda com estamos dizendo. A lei era perfeita para aquela época em que foi promulgada por Deus, pois, como diz a palavra, diante da dureza de seus corações, Deus não poderia expressá-la de outra forma. Logo, naquele momento, aquilo era o máximo que se podia exigir do povo, para aquele momento, a Lei era perfeita. Quando Cristo veio, ele disse que não veio abolir a Lei, e também nós, como seus seguidores, não dizemos que a Lei deve ser abolida, mas, como Cristo disse, como os apóstolos disseram, quando os primeiros cristão disseram, e até hoje a Igreja continua dizendo, a Lei do antigo testamento foi mudada por Cristo, que não a anulou criando uma lei totalemente diferente. Não! Ele pegou a lei, que foi perfeita para aquele momento, e em um outro momento a elevou a sua plenitude, se podemos dizer assim, à sua perfeição máxima, pois em Cristo, todos já podiam suportar a lei em sua plenitude. Houve mudança na Lei, a Bíblia deixa isso claro. Como eu mostrei nas passagens que citei. A lei cumpriu seu papel, para o período que para ela foi estabelicido, e durante este tempo ela era sim perfeita. Porém, em Cristo, percebemos que ela era incompleta, imperfeita, não porque Deus é imperfeito, mas, porque o povo é imperfeito e não aguentaria a lei perfeita. Fazia parte dos planos de Deus ir revelando aos poucos a sua lei que só se tornou realmente perfeita e completa na plenitude dos tempos, em Cristo. Isso é o que estamos dizendo desde o início, é o que Cristo disse, e é exatamente o que os póstolos diziam, como vimos em todas as passagens que citei.

_________________
Cleber Nunes Kraus
Biólogo

"Quem não ora, não precisa de demônio que o tente." Sta. Tereza D'Avila
avatar
Binhokraus
Moderadores

Mensagens : 736
Data de inscrição : 26/09/2008
Idade : 35
Localização : Petrópolis

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Manuel Portugal Pires em Sex Abr 01, 2011 1:07 pm

Para os que acreditam que a Lei de YHWH é IMPERFEITA:
Eu continuo a acreditar que é perfeita, e que nós é que somos imperfeitos.
Se concluir pelos escritos de Paulo que ele queria dizer mesmo que a lei de YHWH é imperfeita e sem valor, é porque está a cair em contradição com o A.T:.
Logo Pedro tinha muita razão em concluir que nos escritos de Paulo há coisas difíceis de perceber, e que são deturpados por determinadas pessoas

16*E assim fala em todas as Cartas em que trata destes temas; há nelas alguns temas difíceis, que os ignorantes e pouco firmes deturpam - como fazem às restantes Escrituras - para a sua própria perdição.
(2ª Pedro 3,16)
Pedro não disse quais os temas de Paulo que eram difíceis, mas os mencionados pelo Senhor Cleber aqui podem fazer parte, quando são interpretados em contradição com as restantes escrituras para proveito de quem as interpreta.
Ĩsto é verdade tanto para uma pessoa individual como eu e você, como para um conjunto de pessoas como o «clero».
A LEI de YHWH é perfeita, mas nós somos muito imperfeitos.
Aceitemos a ajuda de YHWH para nos tornarmos aos poucos perfeitos e assim sermos incluídos no pequeno grupo.
Pois muitos são os chamados e poucos os escolhidos.
32*Não temais, pequenino rebanho, porque aprouve ao vosso Pai dar-vos o Reino.»
(Lucas 12,22-32)

A Lei de YHWH é eterna como está na procura que pode encontrar clicando aqui..
Portanto também não me venha dizer que era eterna (perpétua) nessa altura, e depois deixou de o ser.
O facto de ser impossível de a cumprirmos (AGORA) não significa que é imperfeita nem que caducasse.
Agora temos uma solução que pode ser mais acessível a nós imperfeitos.

Uma comparação:
Deus criou o homem com duas pernas e elas têm uma finalidade perfeita, que é andar.
Mas se o homem for paralítico pode não ter capacidade de andar. Não é o objectivo para que DEUS nos deu duas pernas que está errado, mas a deficiência do paralítico. Contudo se essa deficiência for curada, o que era paralítico e deixou de ser paralítico já pode andar.

Os homens andam a mudar constantemente de leis. São imperfeitas, porque as fazem para um fim egoísta e para serem abolidas logo que eles tenham esse seu fim egoísta satisfeito.
Com as Leis de YHWH é diferente.
Mesmo as leis de YHWH que não se aplicam a nós ou que nos sejam impossíveis de cumprir devido às nossas imperfeições devem ser respeitadas por nós, e devemos interessar-nos por elas, porque são vindas de YHWH. Conhecendo-as podemos compreender melhor os propósitos do Criador.
avatar
Manuel Portugal Pires

Mensagens : 781
Data de inscrição : 06/05/2010
Idade : 73
Localização : Europa: Portugal - Porto - Valongo - Ermesinde

Ver perfil do usuário http://sites.google.com/site/rrfn001/temas/sa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Pe. Anderson em Sex Abr 01, 2011 5:23 pm

Caros amigos,

Vejam esse texto:

III. A nova Lei ou Lei evangélica

1965. A Lei nova ou Lei evangélica é a perfeição, na terra, da Lei divina, natural e revelada. É obra de Cristo e tem a sua expressão, de modo particular, no sermão da montanha. É também obra do Espírito Santo e, por Ele, torna-se a lei interior da caridade: «Estabelecerei com a casa de Israel uma aliança nova [...] Hei-de imprimir as minhas leis no seu espírito e gravá-las-ei no seu coração. Eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo» (Heb 8, 8-10) (19).

1966. A Lei nova é a graça do Espírito Santo, dada aos fiéis pela fé em Cristo. Opera pela caridade e serve-se do sermão do Senhor para nos ensinar o que se deve fazer, e dos sacramentos para nos comunicar a graça de o fazer:

Aquele que quiser meditar com piedade e perspicácia o sermão que nosso Senhor pronunciou na montanha, tal como o lemos no Evangelho de São Mateus, nele encontrará, sem dúvida alguma, a carta perfeita da vida cristã [...]. Esse sermão encerra todos os preceitos próprios para guiar a vida cristã».

1967. A Lei evangélica «cumpre» (21), apura, ultrapassa e leva à perfeição a Lei antiga. Nas «bem-aventuranças», ela cumpre as promessas divinas, elevando-as e ordenando-as para o «Reino dos céus». Dirige-se àqueles que estão dispostos a acolher com fé esta esperança nova: os pobres, os humildes, os aflitos, os corações puros, os perseguidos por causa de Cristo, traçando assim os surpreendentes caminhos do Reino.

1968. A Lei evangélica dá cumprimento aos mandamentos da Lei. O sermão do Senhor, longe de abolir ou desvalorizar as prescrições morais da Lei antiga, tira deles as virtualidades ocultas, fazendo surgir novas exigências: revela toda a verdade divina e humana que elas contêm. Não acrescenta preceitos externos novos: mas chega a reformar a raiz dos actos, o coração, onde o homem escolhe entre o puro e o impuro, onde se formam a fé, a esperança e a caridade e, com elas, as outras virtudes. Assim, o Evangelho leva a Lei à sua plenitude, pela imitação da perfeição do Pai celeste, pelo perdão dos inimigos e pela oração pelos perseguidores, à maneira da generosidade divina.

1969. A Lei nova pratica os actos da religião: a esmola, a oração, o jejum, ordenando-os para «o Pai que vê no segredo», ao contrário do desejo «de ser visto pelos homens». A sua oração é o «Pai Nosso».

1970. A Lei evangélica implica a escolha decisiva entre «os dois caminhos» e a passagem à prática das palavras do Senhor; resume-se na regra de ouro: «Tudo quanto quiserdes que os homens vos façam, fazei-lho, de igual modo, vós também, pois nisso consiste a Lei e os Profetas»(Mt 7, 12).

Toda a Lei evangélica se apoia no «mandamento novo» de Jesus, de nos amarmos uns aos outros como Ele nos amou.

1971. Ao sermão do Senhor convém juntar a catequese moral dos ensinamentos apostólicos. como Rm 12-15; 1 Cor 12-13; Cl 3-4; Ef 4-5; etc... Esta doutrina transmite o ensinamento do Senhor com a autoridade dos Apóstolos, sobretudo pela exposição das virtudes que dimanam da fé em Cristo e que são animadas pela caridade, o principal dom do Espírito Santo. «Seja a vossa caridade sem fingimento [...]. Amai-vos uns aos outros com amor fraterno [...]. Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação, perseverantes na oração, acudindo com a vossa parte às necessidades dos santos, procurando o ensejo de exercer a hospitalidade (Rm 12, 9-12). Esta catequese ensina-nos também a tratar os casos de consciência à luz da nossa relação com Cristo e com a Igreja.

1972. A Lei nova é chamada Lei do amor, porque faz agir mais pelo amor infundido pelo Espírito Santo do que pelo temor: Lei da graça, porque confere a força da graça para agir pela fé e pelos sacramentos; Lei de liberdade porque nos liberta das observâncias rituais e jurídicas da Lei antiga, nos inclina a agir espontaneamente sob o impulso da caridade e, finalmente, nos faz passar da condição do escravo «que ignora o que faz o seu senhor», para a do amigo de Cristo: «porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi do meu Pai» (Jo 15, 15); ou ainda para a condição de filho herdeiro.

1973. Além dos seus preceitos, a Lei nova inclui também os conselhos evangélicos. A distinção tradicional entre os mandamentos de Deus e os conselhos evangélicos estabelece-se por referência à caridade, perfeição da vida cristã. Os preceitos destinam-se a afastar tudo o que é incompatível com a caridade. Os conselhos têm por fim afastar o que, mesmo sem lhe ser contrário, pode constituir impedimento à expansão da caridade.

1974. Os conselhos evangélicos manifestam a plenitude viva da caridade, sempre insatisfeita por não dar mais. Atestam o seu ímpeto e solicitam a nossa prontidão espiritual. A perfeição da Lei nova consiste essencialmente nos preceitos do amor de Deus e do próximo. Os conselhos indicam caminhos mais directos, meios mais adequados, e são praticáveis segundo a vocação de cada um:

«Deus não quer que cada um observe todos os conselhos, mas somente os que são convenientes, segundo a diversidade das pessoas, dos tempos, das ocasiões e das forças, consoante a caridade o requer; pois é ela que, como rainha de todas as virtudes, de todos os mandamentos, de todos os conselhos, em suma, de todas as leis e de todas as acções cristãs, lhes dá a todos e a todas o lugar, a ordem, o tempo e o valor».

É isso o que ensina o Catecismo da Igreja Católica sobre o tema.
http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s1cap3_1949-2051_po.html

E com isso creio que concluimos nosso tópico. Se alguem quiser publicar alguma coisa que seja relevante à questao ou envie-nos um mensagem pessoal ou que publique em outro tópico. Se o tópico trouxer alguma novidade, será unido ao tópico presente.

Grande abraço a todos.
avatar
Pe. Anderson
Admin

Mensagens : 952
Data de inscrição : 10/09/2008
Idade : 35
Localização : Roma

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lei Antiga e Lei Nova.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum