qual a lógica de rezar o terço?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Fabricio em Qui Dez 13, 2012 7:03 pm

Senhores críticos,

O fato de os senhores não conseguirem meditar nos mistérios do terço não significa que todos os católicos tenham essa mesma dificuldade. Não vou entrar no mérito de porquê os senhores desviavam vossas atenções em tão piedosa oração, mas o fato é que não podem eleger a si próprios como parâmetros.

Só Deus sabe o que passa no coração das pessoas, por isso não cabe aos senhores julgar se meditamos ou não nos mistérios quando estamos rezando o terço.

Fiquem com Deus

Fabricio

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/02/2011
Localização : Fabricio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Fabricio em Sex Dez 14, 2012 6:23 pm

Vamos lá, ricardo_gabriel,

Em primeiro lugar, as repetições não são condenadas, mas sim as "vãs repetições". Lembremos que o próprio Cristo usou de repetições em suas orações:

"Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca. Afastou-se pela segunda vez e orou, dizendo: Meu Pai, se não é possível que este cálice passe sem que eu o beba, faça-se a tua vontade! Voltou ainda e os encontrou novamente dormindo, porque seus olhos estavam pesados. Deixou-os e foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras." (São Mateus, 26:41-44)

O que dizer então do Salmo 135 (ou 136 na sua Bíblia protestante). Conte quantes vezes se repete a sentença "porque sua misericórdia é eterna"

Ora, por vãs repetições entende-se verborragias, tagarelices, palavras soltas ao vento. E, como o senhor não tem o poder de penetrar nos corações das pessoas que rezam o terço, não pode afirmar que as repetições que fazem são vãs.

Apontas em sua missiva:

Mas a irracionalidade do terço (triirracionalidade do rosário) está em não pensar no que se está dizendo, mas sim num tal mistério - e, ainda por cima, ficar papagaiando frases decoradas, que nem sempre sabemos por que estamos repetindo.

Como já falei antes, não tens o poder de entrar no coração das pessoas, por isso não podes afirmar em hipótese nenhuma que as pessoas que rezam o terço não sabem o que estão fazendo. O que acho engraçado nisso tudo é que aqueles mesmos sujeitos que cantam os tais hinos protestantes com refrões que se repetem várias vezes criticam nós católicos por rezamos orações repetitivas. Quem reza o terço oferece as orações a Deus, da mesma forma que quem canta um hino oferece a música. Não entendo porque tanta dificuldade em entender isso.

Diz o senhor:

A lógica do terço seria pensar: qual a razão de repetir a mesma coisa se Deus já sabia o que eu queria antes de pedir a primeira vez? Por que não peço logo o que quero, mas fico meia hora ou mais contando pedrinhas?

Ora, então qual foi a lógica de Nosso Senhor ao pedir três vezes ao Pai para Llhe livrar do sacrifício do calvário. Não bastaria pedir apenas uma vez?

Continua sua missiva:
O mantra é hipnótico e técnicas de lavagem cerebral consistem em repetir tantas vezes que forem necessárias palavras e frases que façam a pessoa aceitar qualquer coisa.
Errado, totalmente errado! Uma pessoa concentrada é muito menos sugestionável do que uma pessoa sujeita a todo tipo de estímulos externos. Veja os cultos pentecostais, por exemplo. Um monte de gente gritando alto, um pastor falando mais alto ainda no microfone, uma música com variações de intensidade... todo um ambiente preparado para sugestionar as mentes mais fragilizadas... e por isso que aparece tanta "manifestação" nestes ambientes.

Diz o senhor:
Pessoas que rezam o terço são bastante sugestionáveis espiritualmente.
Por que? Explique-me qual o fundamento psiquiátrico para essa sua conclusão, por favor.

Fique com Deus

Fabricio

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/02/2011
Localização : Fabricio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por MSPP em Sab Dez 15, 2012 8:24 am

Boa ricardo_gabriel,
Contudo, eu vejo o «mantra» como uma espécie de «auto-sugestão». Não é hipnotismo, mas está com ele relacionado.
Quanto ao terço que eu comparo ao 1/3 da perdição mencionado em Apoc. 12, que foi precipitado para aqui, para a terra, para nos seduzir e adormecer (sim, hipnotizar) cumpre-me dizer que eu ouvi uma vez uma transmissão católica, por onda curta, de uma leitura da Bíblia bastante demorada e que tinha por fundo sonoro a recitação de «O TERÇO».
Na verdade, percebi que foi um serviço muito bem conseguido.
Mas pergunto, para quê aquele fundo sonoro da recitação de «o terço»?!
Seria para atrair as pessoas que já se habituaram a «o terço» como que convidando-as à leitura da Bíblia ou pelo contrário era para atrair as pessoas amantes da Bíblia para o ambiente da recitação de "O TERÇO"?!
Eu, só me poderia enquadrar no 2º caso, pois liguei o rádio em ondas curtas pasa procurar uma leitura da Bíblia e não para ouvir a recitação de «o terç0».
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Fabricio em Ter Dez 18, 2012 7:24 pm

Senhores,
Por favor, não tomem-se como parâmetro.

Fabricio

Mensagens : 446
Data de inscrição : 04/02/2011
Localização : Fabricio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Seg Dez 24, 2012 5:35 pm

ricardo_gabriel escreveu:Eterno pai, eu vos ofereço o corpo e sangue, alma e divindade de vosso diletíssimo filho, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro'. Recitando o terço da misericórdia, tive o seguinte conflito de pensamentos: Se Jesus se ofereceu uma só vez e de uma vez por todas por nós, segundo Hebreus 9,28, por que temos que lembrar isso a Deus e oferecer segunda vez sacrifício?

Eu creio que oferecemos sempre o mesmo e unico sacrificio de Jesus.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Seg Dez 24, 2012 5:37 pm

Fabricio escreveu:Vamos lá, ricardo_gabriel,

Em primeiro lugar, as repetições não são condenadas, mas sim as "vãs repetições". Lembremos que o próprio Cristo usou de repetições em suas orações:

"Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca. Afastou-se pela segunda vez e orou, dizendo: Meu Pai, se não é possível que este cálice passe sem que eu o beba, faça-se a tua vontade! Voltou ainda e os encontrou novamente dormindo, porque seus olhos estavam pesados. Deixou-os e foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras." (São Mateus, 26:41-44)

O que dizer então do Salmo 135 (ou 136 na sua Bíblia protestante). Conte quantes vezes se repete a sentença "porque sua misericórdia é eterna"

Ora, por vãs repetições entende-se verborragias, tagarelices, palavras soltas ao vento. E, como o senhor não tem o poder de penetrar nos corações das pessoas que rezam o terço, não pode afirmar que as repetições que fazem são vãs.

Parabéns pela sua resposta !

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Sex Dez 28, 2012 12:58 pm

ricardo_gabriel escreveu:
mazzzo escreveu:Eu creio que oferecemos sempre o mesmo e unico sacrificio de Jesus.

Se o sacrifício é de Jesus, então não é mais nosso.

É também nosso na medida que estamos unidos a Ele.


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Sex Dez 28, 2012 1:01 pm

ricardo_gabriel escreveu:
O mesmo sacrifício de Jesus seria oferecido por nós se aceitácessemos os chicotes, a coroa de espinhos, a vergonha pública, os tapas e cuspidas no rosto, pancadas na cabeça, insultos, o peso da grande cruz de madeira e de seu próprio corpo nas mãos e pés perfurados!


Ou melhor, se aceitamos o que Deus permite em nossa vida pois sofrer todos sofrem.
Se oferecemos o nossa moedinha unida a Jesus, torna-se nossa participação no que "falta" na paixão de Cristo (como disse S.Paulo). Ele, Jesus, fez a parte dEle. O que falta é a nossa parte... unida a Ele pois sem Ele não tem valor algum.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Geovanni146 em Sex Dez 28, 2012 1:41 pm

Olá foristas, pax.

Erenice disse: A bíblia nos diz que ao orarmos não devemos usar vãs repet porque Deus já sabe tudo o que vamos pedir, então porque repetições do terço?

Eu: Bom, primeiro que não vejo como vãs repetições as orações que recitamos no terço. Mas não pretendo fazer explanação aqui, posto que, vejo que os senhores (as) estão bem adiantandos, só mesmo deixar um texto para análise:

Se absolutamente a Bíblia proíbe qualquer tipo de repetição quando estarmos à orar, o que dizer quando lemos por exemplo o Salmo 136 com suas 26 repetições segundo a biblia (editorial) protestante João Ferreira de Almeida?

Louvai ao SENHOR, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.

Louvai ao Deus dos deuses; porque a sua benignidade dura para sempre.

Louvai ao Senhor dos senhores; porque a sua benignidade dura para sempre.

Aquele que só faz maravilhas; porque a sua benignidade dura para sempre.

Aquele que por entendimento fez os céus; porque a sua benignidade dura para sempre.

Aquele que estendeu a terra sobre as águas; porque a sua benignidade dura para sempre.

Aquele que fez os grandes luminares; porque a sua benignidade dura para sempre;

O sol para governar de dia; porque a sua benignidade dura para sempre;

A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre;

O que feriu o Egito nos seus primogênitos; porque a sua benignidade dura para sempre;

E tirou a Israel do meio deles; porque a sua benignidade dura para sempre;

Com mão forte, e com braço estendido; porque a sua benignidade dura para sempre;

Aquele que dividiu o Mar Vermelho em duas partes; porque a sua benignidade dura para sempre;

E fez passar Israel pelo meio dele; porque a sua benignidade dura para sempre;

Mas derrubou a Faraó com o seu exército no Mar Vermelho; porque a sua benignidade dura para sempre.

Aquele que guiou o seu povo pelo deserto; porque a sua benignidade dura para sempre;

Aquele que feriu os grandes reis; porque a sua benignidade dura para sempre;

E matou reis famosos; porque a sua benignidade dura para sempre;

Siom, rei dos amorreus; porque a sua benignidade dura para sempre;

E Ogue, rei de Basã; porque a sua benignidade dura para sempre;

E deu a terra deles em herança; porque a sua benignidade dura para sempre;

E mesmo em herança a Israel, seu servo; porque a sua benignidade dura para sempre;

Que se lembrou da nossa baixeza; porque a sua benignidade dura para sempre;

E nos remiu dos nossos inimigos; porque a sua benignidade dura para sempre;

O que dá mantimento a toda a carne; porque a sua benignidade dura para sempre.

Louvai ao Deus dos céus; porque a sua benignidade dura para sempre.

avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Dom Dez 30, 2012 10:20 am

Parabéns Geovanni146

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Dom Dez 30, 2012 2:10 pm

O Geovanni mostrou, na Bíblia, que a critica a respeito de repetições que muitos fazem às orações católicas, não tem fundamento.

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Geovanni146 em Dom Dez 30, 2012 5:00 pm

Oi mazzzo, obrigada e pax.

Iaê grande ric, repetição tal, não ti faz lembrar nada? Estaria este Salmo em contradição com as Sagradas Escrituras ou são os senhores interprestes que estão? Pedi uma análise do texto, mas o amigo não o fez e logo manda outra questão, aááh!

Abraço.
avatar
Geovanni146

Mensagens : 207
Data de inscrição : 18/10/2011
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Dom Dez 30, 2012 5:12 pm

Geovanni146 escreveu:Oi mazzzo, obrigada e pax.

Iaê grande ric, repetição tal, não ti faz lembrar nada? Estaria este Salmo em contradição com as Sagradas Escrituras ou são os senhores interprestes que estão? Pedi uma análise do texto, mas o amigo não o fez e logo manda outra questão, aááh!

Abraço.


Nota 10 ! É isso ai Geovanni !!!!

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Dom Dez 30, 2012 6:57 pm

"Quando Jesus se aproximava de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. Ouvindo a multidão passar, ele perguntou o que estava acontecendo. Disseram-lhe que Jesus Nazareno estava passando por ali. Então o cego gritou: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!” As pessoas que iam na frente mandavam que ele ficasse calado. Mas ele gritava mais ainda: “Filho de Davi, tem piedade de mim!” Jesus parou e mandou que levassem o cego até ele. Quando o cego chegou perto, Jesus perguntou: “Que queres que eu faça por ti?” O cego respondeu: “Senhor, eu quero enxergar de novo”. Jesus disse: “Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou”. No mesmo instante, o cego começou a ver de novo e seguia Jesus, glorificando a Deus. Vendo isso, todo o povo deu louvores a Deus." Lucas 18,35 a 43

Sempre existiram e sempre existiram os que ficam perto mandando os criticos até da oração dos outros... Mas o cego continuou repetindo sua oração: "filho de Davi, tem piedade de mim" !

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Dom Dez 30, 2012 9:19 pm

Idem !

mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Halmenara em Seg Dez 31, 2012 1:49 pm

quemtembocadizaverdade escreveu:A bíblia nos diz que ao orarmos não devemos usar vãs repetições porque Deus já sabe tudo o que vamos pedir, então porque as repetições do terço?

Onde está escrito vãs repetições? Eu conheço "...aqueles que por muito falarem, serão ouvidos".

E se as orações do rosário fossem canções que nós gostássemos de cantar para nós mesmos e para Deus, qual deveria ser a duração da música?
avatar
Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 59
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Halmenara em Seg Dez 31, 2012 1:54 pm

Geovanni146 escreveu:Oi mazzzo, obrigada e pax.

Iaê grande ric, repetição tal, não ti faz lembrar nada? Estaria este Salmo em contradição com as Sagradas Escrituras ou são os senhores interprestes que estão? Pedi uma análise do texto, mas o amigo não o fez e logo manda outra questão, aááh!

Abraço.



Saiiiída... pela esquerda!
avatar
Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 59
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Seg Dez 31, 2012 6:39 pm

Caro Halmenara,

É muito trista a gente ver que existem pessoas que tentam equiparar Deus a um garçon, a um porteiro, a um carteiro, a um Mané, a um Quinca e a "qualquer um"... para simular uma justificativa para aquilo que não se justifica no rol das suas interpretações errôneas das Sagradas Escrituras.

Se aplicarmos ao pé da letra ou à moda protestante as palavras das Sagradas Escrituras, necessariamente teremos que excluir centenas de versículos da Bíblia. Neste sentido, gostaria muito de perquirir, por exemplo, a "bíblia" do Ricardo Gabriel, sabendo antecipadamente que, seguindo o argumento por ele aqui apresentado, ela não deve ter mais de 150 páginas, se formos muito otimistas.

Fico a imaginar assim a partir do momento em que, para além do que foi postado pelo Geovanni, o Salmista Davi REPETE no mínimo 17 vezes "RENDEI GRAÇAS AO SENHOR".

De acordo com o critério estabelecido pelo Ricardo Gabriel, o salmista, na "bíblia" do Ricardo deve ter feito isso uma só vez.

Excluindo-se estas repetições do salmista, a "bíblia" do Ricardo não deve ter as seguintes citações: Sl 79,13; 104,4; 105,1; 106,1; 107,1.8.15; 108,3; 111,1; 116,17; 118,1.21; 119,7.62; 136,2; 138,1; 147,7... e daí por diante... E olhe que eu só me debrucei sobre esta questão por cerca de 5 minutos.

Imagine quando retirarmos as outras repetições !!!

Em suma, no dia em que os protestantes que adotam essa teoria absurda se esquecerem desse lado crítico-pejorativo e refletirem sobre as suas próprias orações, com certeza, PARA SEREM HONESTOS, COERENTES E VERDADEIROS, deixarão de REPETIR "Aleluia e glória a Deus". Aí, sim, purificados mentes e corações, toda essa hipocrisia cairá por terra.

Aproveito a oportunidade para desejar-lhe um feliz ano novo !!!

Um grande abraço !!!
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Halmenara em Seg Dez 31, 2012 7:57 pm

Flávio Roberto Brainer de escreveu:Caro Halmenara,

É muito trista a gente ver que existem pessoas que tentam equiparar Deus a um garçon, a um porteiro, a um carteiro, a um Mané, a um Quinca e a "qualquer um"... para simular uma justificativa para aquilo que não se justifica no rol das suas interpretações errôneas das Sagradas Escrituras.

Triste, mas isso é o tamanho da noção. Eu acredito que ele não leu a maioria dos nossos argumentos, por isso que ele insiste tanto. Gastamos nosso tempo tentando mostrar outros pontos de vistas mas ele encara como baboseiras que ele já sabe de cor. Ele quer que nós cheguemos a conclusão do raciocínio dele, ignorando o que nós sabemos (e ele não). "Você vai acreditar em mim ou nos seus próprios olhos?"

Então,

Flávio Roberto Brainer de escreveu:Em suma, no dia em que os protestantes que adotam essa teoria absurda se esquecerem desse lado crítico-pejorativo e refletirem sobre as suas próprias orações, com certeza, PARA SEREM HONESTOS, COERENTES E VERDADEIROS, deixarão de REPETIR "Aleluia e glória a Deus". Aí, sim, purificados mentes e corações, toda essa hipocrisia cairá por terra.

Aproveito a oportunidade para desejar-lhe um feliz ano novo !!!

Mas você acha que eles vão largar o osso? O que você acha que eles vão fazer nos cultos? Seguindo a lógica deles, se eles reincidirem no mesmo pecado ele não pediriam perdão porque estariam repetindo suas preces. Ou então bastaria uma única oração pelo bem da humanidade e pronto. E aposto que se perguntarem a todos eles o que seja "glória" e "aleluia" nenhum saberá dizer o que significa isso, mas falam.

Feliz ano novo Flávio.[/quote]


Aleluia irmão Ricardo, se você gostar (não sei qual o seu gosto) nunca mais a ouça:


avatar
Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 59
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Halmenara em Seg Dez 31, 2012 8:47 pm

Essas aqui também não:





avatar
Halmenara

Mensagens : 105
Data de inscrição : 01/02/2012
Idade : 59
Localização : São Bernardo do Campo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por mazzzo em Ter Jan 01, 2013 8:17 pm

Ricardo, eu debato ideias. Algumas vezes pego pesado nos termos que uso, mas nada é pessoal. Se ofendi em algum momento, perdoe-me. Não sofra por isso. É só debate. A gente debate e depois "mastiga" as idéias.


mazzzo

Mensagens : 415
Data de inscrição : 02/08/2011
Localização : Pinhalcity

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por MSPP em Qua Jan 02, 2013 4:07 pm

Olá ricardo_gabriel

Eu penso que está a proceder correcto.
Se está a falar na tradução católica Bíblia Paulus ( Edição Pastoral) cujo texto pode encontrar aqui, lembro que mesmo nas notas do roda-pé é pobre.
http://www.paulus.com.br/BP/_INDEX.HTM

Eu tenho vários exemplares em papel, mas tenho outras traduções católicas e não católicas (incluindo a das T.J.).
Uma que tem ricos comentários é a de Jerusalém, embora não seja nem de perto nem de longe perfeita.

Encontra aqui a tradução TOB e a de Jerusalém
http://www.portstnicolas.net/le-phare/le-texte-biblique/moteur-de-recherche-biblique
Estão em francês, mas eu também possuo a de Jerusalém em português em papel.
Também tenho a TOB, em papel, mas só em francês.

Convém ter várias traduções quer católicas quer protestantes e comparar pois todas as traduções são influenciadas pelas crenças de cada um e assim com a ajuda da comparação podemos chegar mais facilmente à verdade e ao correto e assim sermos menos influenciados.
Também uso muito a dos Capuchinhos pelo facto de ser muito usada em Portugal.
Também a tenho em papel e a pode consultar na internet, site:
http://www.paroquias.org/biblia/?c=Sl+37,5

Além disso, há biblias interlineares, com várias traduções, que são muito boas para comparar:
Veja aqui uma Católica com uma em grego:
http://www.bibliaonline.com.br/vc+receptus/ap/16
e em hebraico:
http://www.bibliaonline.com.br/acf+wlc/j%C3%B3/1
No mesmo site, pode escolher lá outras traduções.

Aqui: http://biblos.com/matthew/16-18.htm
pode analisar palavra por palavra a partir do texto grego para o inglês.
e aqui: http://biblos.com/psalms/1-1.htm
pode analisar a partir do texto hebraico.
avatar
MSPP

Mensagens : 429
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 73
Localização : Ermesinde - Portugal

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/rrfn001/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Flávio Roberto Brainer de em Sex Jan 04, 2013 9:25 am

Caros Amigos,

Que a paz de Jesus esteja em cada coração !

O conjunto das postagens de Pe. Anderson, Binho, Rafael, Petrus, Fabrício, Mazzo, Geovanni e Halmenara, além das minhas, já respondeu claramente a esta questão.

Acrescento mais uma citação que retira definitivamento qualquer dúvida a respeito das repetições de determinadas orações:

"Cada um dos seres vivos tinha seis asas, coberta de olhos por dentro e em volta. Nem de dia nem de noite descansam, dizendo (REPETINDO):

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

"Santo, Santo, Santo, Senhor Deus Todo poderoso, aquele que é, que era e que será."

Cada vez que os seres vivos davam glória, honra e ação de graças àquele que estava sentado no trono, àquele que vive pelos séculos dos séculos, os vinte e quatro anciãos se prostravam diante daquele que estava sentado no trono, adoravam aquele que vive pelos séculos dos séculos e depunham suas coroas diante do trono, dizendo (REPETINDO):

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

"Tu és dígno, Senhor Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, pois criastes o universo e por tua vontade foi criado e existiu" (Ap 4, 8-11).

Observe-se que estes hinos e aclamações estão inspirados nos modelos vétero testamentários dos seres vivos (Is 6,2), dos anciãos (Sl 29,1-2), do cântico novo (Sl 96,1; 98,1), dos anjos (Sl 103,20-21) e de todas as criaturas (Sl 103,22; 148) que cantam sem cessar, ou seja, REPETINDO, a santidade de Deus, sua ação criadora, redentora, seu poder e majestade.

Diante do exposto, fica muito claro e transparente que, de maneira contrária ao que afirmam os protesantes de várias denominações, a oração do terço, bem como muitas outras orações presentes no cotidiano da Igreja não se tratam de vãs repetições. Assim sendo, esta questão está definitivamente respondida e o tópico trancado.

Um grande abraço a todos !
avatar
Flávio Roberto Brainer de
Tira-dúvidas oficial

Mensagens : 1189
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 59
Localização : Gravatá - PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: qual a lógica de rezar o terço?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum